Contábeis o portal da profissão contábil

17
Abr 2014
21:30
você está em:

Informações » Artigos

Escrituração Fiscal

postado 14/06/2006 00:00 - 16592 acessos

A escrituração Fiscal traz algumas particularidades que deve ser observada pelos encarregados da escrituração fiscal.

Um dos casos mais comum é o da escrituração de Nota Fiscal com ICMS descontado na fonte.

Para que possamos demonstrar isto na prática, vamos tomar como exemplo uma Nota Fiscal de vendas em que tenha os seguintes valores:

Valor das mercadorias ............................R$ 1.000,00
Valor do IPI .....................................R$   100,00
Valor do ICMS descontado na fonte ................R$   250,00
Valor do ICMS normal .............................R$   170,00
VALOR TOTAL DA NOTA FISCAL .......................R$ 1.350,00


Como escriturar esta Nota Fiscal no Livro Registro de Saídas?

O valor contábil desta nota fiscal é:


Valor total da Nota Fiscal ...................... R$ 1.350,00
(-) Valor do ICMS descontado na Fonte ........... R$   250,00
                                                  ------------
(=) Valor Contábil :::::::::::::::::::::::::::::: R$ 1.100,00


Se considerarmos aqui as colunas do Livro para lançamento dos valores, teremos:


----------------------------------------------------
Vr. Contábil(R$)  Base d Cálculo (R$)  Alíquota (%)
   1.100,00          1.000,00             17%
---------------------------------------------------
ICMS normal(R$)    Contribuinte Substituto
                  P/o Estado  P/Outros estado
    170,00           250,00        0,00
----------------------------------------------------


O que muitas vezes acontece é que, quando da escrituração do livro fiscal, isto é escriturado da seguinte forma:

O valor contábil R$ 1.350,00, considerando-se o valor total da nota fiscal. E isto, de acordo com a Portaria SF 393/84 da Secretaria da Fazenda do Estado de Pernambuco, está INCORRETO.

Pois o art. 4º, II da portaria 393/84 define o valor contábil da seguinte forma:

VC: Valor total do documento fiscal (valor da mercadoria + IPI + outras despesas acessórias, quando for o caso), observando-se o seguinte:

1. Integrarão o valor contábil:
a) Os abatimentos e descontos que estejam subordinados a eventos futuros e incertos;
b) As reduções da base de cálculo;

2. Não integrarão o valor contábil:
a) Os abatimentos e descontos que não estejam subordinados a eventos futuros e incertos;
b) O ICMS devido na qualidade de contribuinte substituto.

Os abatimentos e descontos que estejam condicionados a eventos futuros e incertos, poderão ser considerados como exemplo, os descontos que estão condicionados ao pagamento antecipado da fatura ou duplicata.

Esta regra também vale para a escrituração do Livro Registro de Entradas. É só observar o art. 3.º, IV da portaria 393/84, que diz:

VC - Valor total do documento fiscal (valor da mercadoria + IPI + outras despesas acessórias, quando for o caso), observando-se:

1. Integrarão o valor contábil:
a) Os abatimentos e descontos que estejam subordinados a eventos futuros ou incertos;
b) As reduções da base de cálculo;

2. Não integrarão o valor contábil:
a) Os abatimentos e descontos que não estejam subordinados a eventos futuros e incertos.
b) O ICMS destacado na fonte.

Vale salientar que a portaria 393/84, apesar de ter entrado em vigor em 03 de dezembro de 1984, estes artigos referentes a escrituração continuam em vigor. É importante consulta-los quando da escrituração dos Livros Fiscais.


Autor: Tarcízio Leite
Contato: tarcizio.leite@ig.com.br
Téc. em Contabilidade e Economista

Artigo enviado por

Téc. em Contabilidade e Economista

Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

TOP ENVIO DE Artigos

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.08 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César