Contábeis o portal da profissão contábil

18
Nov 2017
04:38
você está em:

Conteúdo » Artigos

Apuração da Receita Corrente Líquida (RCL) para a despesa de pessoal

Com a edição da Emenda Constitucional 86/2015, os valores recebidos pelos Estados e Municípios, que tenham por origem emendas individuais ao Orçamento da União (emenda de Deputados ou Senadores)

postado 08/05/2017 08:25:28 - 2.684 acessos

Com a edição da Emenda Constitucional 86/2015, os valores recebidos pelos Estados e Municípios, que tenham por origem emendas individuais ao Orçamento da União (emenda de Deputados ou Senadores), não são base de cálculo para a Receita Corrente Líquida para fins de aplicação dos limites de despesa de pessoal.

Ou seja os valores recebidos pelos Municípios, que tiveram origem Emendas de Deputados ou Senadores, mesmo que sejam receitas correntes, não podem compor a base de cálculo da Receita Corrente Líquida (RCL) para fins do cálculo de pessoal.

A fim de dar transparência a essa informação a nova edição do Manual de Demonstrativos Fiscais, editou ANEXO 1 - DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL, criando a linha "(-) Transferências obrigatórias da União relativas às emendas individuais (V) (§ 13, art. 166 da CF)", permitindo demonstrar dessa forma a "Receita Corrente Líquida Ajustada", que deve ser comparada com a despesa de pessoal.

Contudo esses valores recebidos permanecem como base de cálculo em outros demonstrativos que utilizam a Receita Corrente Líquida (RCL), tais como o montante da reserva de contingência, da dívida consolidada líquida, das operações de crédito, do serviço da dívida, das operações de crédito por antecipação de receita orçamentária e das garantias do ente.

Importante destacar que não há rubrica específica para o lançamento da receita orçamentária dessas emendas, que devem obedecer o ementário existente, sendo necessário que a Contabilidade crie mecanismos para a correta elaboração desses demonstrativos.

Relembrando que estes demonstrativos são de publicação quadrimestral (facultado a semestralidade a alguns entes), então os Municípios quando publicarem seus demonstrativos no próximo mês (1º quadrimestre/2017), já deverão faze-los neste novo formato.

Fonte: Constituição Federal
Emenda Constitucional 86/2015
Manual de Demonstrativos Fiscais 7º edição

Artigo enviado por
Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

TOP ENVIO DE Artigos

Consulta de NFes direto da Sefaz Com download automático de XMLs de NFes e NFSes, DANFes e mais

20% de desconto nos primeiros 6 meses! Descontos especiais para escritórios contábeis.

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.07 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César