Contábeis o portal da profissão contábil

24
Sep 2017
07:23
você está em:

Conteúdo » Artigos

Empresas continuam fechando numa Economia de riscos e preocupação: o que de fato esperar?

No decorrer do mês de agosto na região onde moro, indo tomar meu café num local que eu gostava, topei com as duas largas portas de aço fechadas: pensei, mais um negócio acabou!

postado 12/09/2017 10:45:21 - 997 acessos

Sim, e no último café ali tomado, ao conversar com o dono da... pasmem, Senhoras e Senhores! ...lanchonete, com serviço de almoço e de bar, em lugar movimentado e 100% comercial, com duas agências bancárias, uma da Caixa e outra do Itaú na mesma calçada e a cerca de 30 segundos andando, com uma moderna loja recentemente inaugurada da Besni e um minimercado Extra em frente, ele voltou-se para mim e simplesmente me disse: “Não, não dá mais, eu estou entregando o ponto... Entregando o ponto para uma ótica”. Com suas duas funcionárias na rua, e com a ótica citada que não apareceu, as portas estão muito bem vedadas e lacradas por densos ferrolhos. Já se passou cerca de um mês, e a antiga lanchonete de mais de 25 anos de vida, é apenas mais um imóvel fechado.

Não é à toa que vimos em grandes cidades como São Paulo, uma oferta absurda de imóveis para locação, todos por meses fechados, sob um prisma de desolação comercial, ao que eu me indago sobre as pessoas __ neste caso Pessoas na qualidade de Físicas__ que investiram seus capitais em imóveis com a intenção de auferirem renda, e que de tanto vazio, devem estar amargando prejuízos imensos ante a possibilidade que tinham de nos últimos dois anos, deixarem seus recursos investidos em alguma aplicação vantajosa. Dá para pensar que qualquer aplicação financeira em um banco, teria sido melhor do que ter adquirido imóveis entre 2014 e 2015, e os terem colocado para fins locatícios: uma lástima!

Os dados da Construção Civil, por exemplo, continuam alarmantes, e só quem sabe disso na pele são os donos e empresários do ramo. Empresas em parceria de empreendimentos imobiliários, com projetos iniciados até 2014 e concluídos entre o biênio de 2015/2016, estão com os imóveis todos em estoque, havendo milhares de unidades encalhadas em todo o país. Grandes construtoras dentre as 10 maiores do ramo, habilitam-se em fins de semana a lançar propostas com 50% de desconto em imóveis novos para compras à vista, numa espécie de grandes feirões, criando até campanhas publicitárias para isso na TV, entre outros meios de comunicação.

Outro caso são os escritórios de Contabilidade que muitas vezes carecem de ampliar a clientela para manutenção de seus negócios, e encontram sérias dificuldades nos dias de hoje. A Contabilidade On-Line, que se tornou um concorrente de peso para a maioria dos Contadores, a informalidade crescente e conflitante que se deve ao desemprego em massa __ ainda hoje na casa dos 13.3mi de pessoas __, com uma taxa de desocupados imensa que atinge em números reais, a casa dos 26.0mi de pessoas, e uma crise financeira de Débito em que se encontram muitas empresas, tem inviabilizado muito, a ampliação da carteira de clientes dos pequenos empresários contábeis, sem falar da grande inadimplência enfrentada.

O fim deste cenário atual poderia ter a sua causa resolvida com o fim da crise política, mas como a causa é mais séria do que se supõe, o horizonte para dias melhores ainda fica muito distante. A crise política que tem origem numa crise de conduta ética dos “nobres” parlamentares e de toda a casta, indica solução quase impossível e utópica, no tocante a termos uma plena saúde no âmbito econômico que por vias paralelas, faria todo o conglomerado comercial-empresarial se fortalecer. O sopro de vida surgido nos últimos dois meses que fez subir os números relacionados ao PIB, ao reemprego e ao setor industrial, são meros espectros de uma situação muito indefinida e de risco para um futuro próximo. Precisamos de muito mais para voltar ao estágio do ano de 2013, quando ainda tínhamos pujança para vencer os efeitos negativos da política e das inconsequências todas.

A retrógrada política da Nova Matriz Econômica implantada em 2008 devido à crise internacional que partiu dos Estados Unidos e afetou a todos, deveria ter sido levada a termo por apenas um período, no máximo do limite até 2012, e paulatinamente ter se voltado às amarras do Plano Real a tempo, antes que se arrancasse o cordão umbilical a que as engrenagens econômicas estavam presas. Sendo assim, e dada a farra dos políticos com o dinheiro público, a situação se complicou. E, para ilustrar devidamente, ...enquanto isso..., temos por aí um cidadão chamado Geddel Quadros Vieira Lima __ neste momento no seu devido lugar, na Papuda __ que de tudo que fez, e de tudo que tem, absolutamente tudo, está localizado e ligado a (sempre) nobres bairros da grande Salvador, na Bahia!

Senhoras e Senhores, Eu Peço Vênia para discordar do Governo, pois, o Brasil ainda não entrou... nos trilhos!

Artigo enviado por
Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

TOP ENVIO DE Artigos

WebContábeis Conteúdo contábil atualizado e de qualidade em seu site.

Desconto de 10% na mensalidade dos planos básicos de conteúdo.

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.07 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César