Contábeis o portal da profissão contábil

21
May 2018
13:54

Tributário

ADE – Atos Declaratórios de Exclusão do Simples Nacional

Está aberta a temporada dos Atos Declaratórios de Exclusão do Simples Nacional (ADE), esse artigo aborda questões sobre o ADE e como solucioná-lo.

23/10/2017 10:26

3.147 acessos

Está aberta a temporada dos Atos Declaratórios de Exclusão do Simples Nacional (ADE), e como sabemos eles podem versar sobre muitas questões: irregularidades cadastrais, falta de envio de declarações ou outras obrigações acessórias, entre várias outras irregularidades. Mas a principal delas nos últimos anos tem sido, indiscutivelmente, a falta de pagamento dos tributos apurados pelo Simples Nacional.

Portanto, se você possui clientes (ou empresa) que por qualquer motivo deixaram de pagar alguma(s) guia(s) do Simples Nacional, é bom se atentar para a Caixa Postal do e-cac e verificar se por acaso a empresa não foi “premiada” com uma notificação.

Caso a empresa tenha sido notificada, no próprio ADE deverá constar prazo para que a empresa tome as devidas providências para regularizar as suas pendências, quer de ordem cadastral, quer com o preenchimento e envio das obrigações acessórias, quer pela quitação dos valores em aberto.

Com relação às dívidas a empresa tem 2 soluções possíveis, a primeira, por óbvio, é pagar os valores devidos, claro. A segunda é parcelar estes valores.

Com, relação ao pagamento à vista não há muito que dizer, é só recalcular os valores e pagar. O problema surge, normalmente, quando há necessidade de parcelar a dívida.

A dúvida mais comum é com relação à empresa que já tem um parcelamento em andamento e não pode pagar a dívida à vista. Neste caso a empresa deverá cancelar o parcelamento atual e logo em seguida pedir o novo parcelamento, que irá consolidar as dívidas e dividir o valor.

Aqui é importante dizer que se a empresa pediu o parcelamento neste ano não poderá seguir este procedimento, pois só é permitido um pedido de parcelamento por ano. Nesse caso, ou a empresa paga a dívida, ou será excluída do Simples em 31 de dezembro.

Mas nem tudo está perdido ainda. Caso a empresa seja excluída do Sistema Simplificado em 31 de dezembro poderá fazer nova opção pelo Simples Nacional já em Janeiro, que sendo deferida passará a surtir efeitos já a partir de 01 de janeiro. Ou seja, a empresa será excluída a partir do dia 31 de dezembro e poderá voltar ao Simples em 01 de janeiro 

Mas aqui vale a ressalva: segundo a Lei o parcelamento não se aplica na hipótese de reingresso da empresa no Simples Nacional (art. 79, § 9º, LC 123/06), ao menos em tese, pois para nossa felicidade nos últimos 2 ou 3 anos esse procedimento tem funcionado tranquilamente. Mas vale a ressalva.

Na hipótese derradeira de, não conseguindo voltar para o Simples em janeiro por meio do parcelamento, resta a única alternativa de pagar a dívida à vista. Dependendo das circunstâncias, a diferença na tributação é tão grande, que vale a pena até mesmo que a empresa pegue um empréstimo para saldar a dívida invés de ser tributada por outro Regime Tributário.

Seja como for, não deixe para última hora para tomar as providências necessárias para resolver o problema, fique atento e trabalhe sempre com prazo!

* Por Sergio Fernandes Jr.

 

Escrito por

Sergio Fernandes Junior

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César