Contábeis o portal da profissão contábil

15
Aug 2018
14:02
DIA 13 SEGUNDA

O Maior Evento Online Brasileiro de Contabilidade

Gratuito 100% online

VEJA AS PALESTRAS DE HOJE

DIA 13 SEGUNDA

13 a 17 de agosto de 2018

www.conbcon.com.br

O Maior Evento Online Brasileiro de Contabilidade

100% online Gratuito
Vanildo Veras

Vanildo Veras

Empreendedorismo

Excelência ou sorte, eis a questão

Divane Alves

Divane Alves

Normas Contábeis

Normas Contábeis - Surgimento e Aplicação

Gilberto Cunha

Gilberto Cunha

Empreendedorismo

Quero comprar de você

Fátima Roden

Fátima Roden

Tributário e Trabalhista

Alterações a partir de 2018 em relação ao ISS e ISS fixo no Simples Nacional

Fernanda Rocha

Fernanda Rocha

Empreendedorismo

Contabilidade Consultiva: o Caminho da Riqueza e da Prosperidade

Cláudio Miranda

Cláudio Miranda

Formação Profissional

Turnover de pessoal e qualidade de vida no trabalho nas Empresas de Auditoria Externa

Gabriel Manes

Gabriel Manes

Tecnologia

Como conquistar produtividade, satisfação do cliente e crescimento

Adriano Vermolhem

Adriano Vermolhem

Gestão Empresas Contábeis

Marketing Digital na prática para Escritório Contábeis

Domingos Vasco

Domingos Vasco

Tributário e Trabalhista

Aspectos Legais e Gerais do eSocial

Marcelo Voight Bianchi

Marcelo Voight Bianchi

Gestão Empresas Contábeis

Empresa Contábil: Um Grande Negócio do Século XXI

Gilmar Duarte

Gilmar Duarte

Gestão Empresas Contábeis

Honorários Contábeis: Segredos da precificação

Vinicius Roveda

Vinicius Roveda

Tecnologia

Transformação do mercado contábil: de 2015 a 2020

Fernando Almeida

Fernando Almeida

Formação Profissional

Como elaborar um projeto de pesquisa?

Rogério Fameli

Rogério Fameli

Gestão Empresas Contábeis

Marketing Digital de Performance e Captação de Clientes de Contabilidade

Mauro Negruni

Mauro Negruni

Tributário

Resultados do novo modelo da DCTFWeb

José Luiz Fondacaro

José Luiz Fondacaro

Tributário e Trabalhista

Fim do Emissor do Cupom Fiscal - E Agora?

Isis Abbud

Isis Abbud

Empreendedorismo

Contadores conseguem inovar?

Alizete Alves

Alizete Alves

Tributário e Trabalhista

16:00 - eSocial - Impactos e ações para uma entrega de sucesso

Simoní Pechebela

Simoní Pechebela

Tributário

Código GTIN validação e obrigatoriedade aplicada a NF-e e NFC-e

Christiano Santos

Christiano Santos

Normas Contábeis

CPC/IFRS 17 Contratos de Seguros

Paulo Vaz

Paulo Vaz

Gestão Empresas Contábeis

Contabilidade Digital e on-line: Aspectos de Estratégicos

Hélio Donin

Hélio Donin

Tecnologia

Contabilidade e as ferramentas tecnológicas da atualidade

PERDEU AS PALESTRAS DE ONTEM? CLIQUE AQUI

MAIS PALESTRAS DE HOJE

« »

Empresarial

Compliance: Agora é Lei a adoção do programa de integridade

As pessoas jurídicas que celebrarem contrato com a administração pública deverão desenvolver programas de compliance

30/01/2018 10:37

6.029 acessos

compliance consultoria

“As pessoas jurídicas que celebrarem contrato com a administração pública deverão desenvolver programas de compliance”.

Este é o texto do Projeto de Lei 7149/2017 de autoria do Deputado Francisco Floriano a qual condiciona a adoção do programa de integridade  Compliance para que sejam celebrados contratos com a Administração Pública, estabelecendo inclusive diretrizes para seu cumprimento.

A regulamentação sobre o programa de integridade não é nova. Em 2015 por meio do Decreto 8420 que trata da Regulamentação da Lei 12846/2013, a chamada lei Anticorrupção. Além disso, por intermédio da Portaria Conjunta CGU/SMPE nº 2279 também de 2015 Dispõe sobre a avaliação de programas de integridade de microempresa e de empresa de pequeno porte.

Ou seja, a concepção do Programa de Integridade é para todos os portes, observando é claro a realidade de cada uma das empresas para que sejam parametrizadas implementações do programa adequadas a cada realidade. Mas que sejam efetivas. Que funcionem e para que cumpram sua finalidade.

Além deste Projeto de Lei, existem outros que abordam o tema, a saber: PLS 60/2017 que trata da aplicação do Compliance para Partidos Políticos, o PLS 435/2016 que propõe a exigência de certificação do gestor do programa de integridade e o PLP 303/2016 do Deputado Mendes Thame que propõe a adoção do programa de integridade aos Estados, Municípios e à União para que estes entes possam receber repasses de recursos.

O que se vê, é que existe um trabalho para que todos os segmentos sejam albergados pela adoção ao programa de Integridade, do setor privado, ao setor público, passando inclusive pelas entidades de terceiro setor, principalmente as ONG´s e Organizações Religiosas que infelizmente tem sido utilizadas em alguns casos para a prática de atos ilícitos, conforme se observa na cobertura da imprensa.

É fato que estamos tratando até então de Projetos de Lei, mas saiba caro leitor, que esta é uma realidade que já existe. Através da Lei 13.608, de janeiro deste ano instaurou-se a obrigatoriedade de divulgação do canal de denúncias, um dos pilares do Compliance, para as empresas de transporte terrestre que operam  sob concessão.

E a Lei 7753 de outubro de 2017 a qual estabelece a exigência do Programa de Integridade às empresas quer celebrarem contrato, consórcio, convênio, concessão ou parceria público-privado com a administração pública direta, indireta e fundacional do Estado do Rio de Janeiro.

Essa Lei é pioneira e mostra que o Brasil precisa se alinhar às modernas práticas de governança corporativa e ao esforço internacional de combate à corrupção, evasão fiscal e combate à lavagem de dinheiro.

Enquanto sociedade há que se esperar que tais projetos sejam aprovados, há que pressionar nossos representantes legislativos para sua aprovação.

E assim esperar que o título deste texto não seja baseado em Projetos, mas sim em Lei. Os fatos recentes da história de nosso país tem trazido esperança de que o nosso Brasil tem jeito. Tais medidas não deixaram que isso se perca e que tenham mais segurança para crescer e atrair investimentos.

LUIZ FERNANDO NÓBREGA

Consultor de Compliance

Escrito por

Luiz Fernando Nobrega

Contador – Bacharelado em Ciências Contábeis pela Instituição Toledo de Ensino de Bauru; Pós Graduado em Administração de Marketing e Recursos Humanos pela UNISALESIANO de Lins; Pós Graduado em Controladoria e Finanças pela Instituição Toledo de Ensino de Bauru; Vice Presidente de Fiscalização Ética e Disciplina do CFC. Coordenador no CFC da Comissão Junto ao COAF.

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César