Contábeis o portal da profissão contábil

21
Nov 2017
13:33

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Aviso Previo Trabalhado - Atestado medico

27respostas
57.213acessos
  

Analucia

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens262
pontos1.980
membro desde05/05/2011
cidadeBalneario Camboriu - SC
Postada:Segunda-Feira, 16 de setembro de 2013 às 13:42:40
Boa tarde!

Tenho uma funcionária que estava cumprido a aviso previo de 39 dias (trabalhado), iria reduzir 07 dias. Hoje apresentou um atestado medico de 15 dias. Como devo proceder? E caso ela se afaste pela previdencia.... O ultimo dia trabalhado seria 24/09.
Data Aviso: 23/08
Data Pagto: 01/10
Data atestado 15 dias: 16/09

Obrigada
Tafarel Toledo

Usuário 5 Estrelas Novas

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens406
pontos4.065
membro desde26/09/2011
cidadeItaperuna - RJ
Postada:Segunda-Feira, 16 de setembro de 2013 às 13:48:16
É uma situação delicada, que gera jurisprudencia, pode-se alegar que o aviso é pré-determinado e acordado entre as partes, portanto iria extinguir-se normalmente, mas não sabe se ficará pelo INSS. Te aconselho a verificar junto de seu sindicato.
Fabio dos Reis Silva

Usuário 4 Estrelas Novas

profissãoAnalista Recursos Humanos
mensagens350
pontos1.978
membro desde24/03/2011
cidadeBrasilia - DF
Postada:Segunda-Feira, 16 de setembro de 2013 às 14:22:22
Ana Lucia,

O mesmo não poderá cumprir 39 dias, apenas 30 conforme legislação.
O atestado cessa a relação de emprego, ele não pode ser demitido com atestado medico, logo a demissão se dará ao retorno do emprego, mesmo esse sendo apos a data de termino do aviso.

Att.
Fabio Reis
Analista de RH
Kennya Eduardo

Consultor Especial

profissão
mensagens7.334
pontos41.644
membro desde17/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Segunda-Feira, 16 de setembro de 2013 às 15:10:24
Mensagem Editada por Kennya Eduardo em 16/09/2013 15:11:28
A Lei que criou o aviso prévio pelo tempo de serviço não fixa que os dias adicionais não seriam trabalhados caso o fosse o aviso prévio, tal previsão somente se constar claramente na CCT doa categoria.

De fato, Analucia, é uma situação delicada, pois mesmo em aviso prévio o trabalhador ainda está ligado a empresa.

Sugiro suspender o processo rescisório, comunicar-se com o Sindicato dos Empregados explicando que não será possível a homologação dentro do prazo legal. Poderá (melhor, deverá) fazer o pagamento da rescisão dentro do prazo e aguardar os acontecimentos. Se ao término do afastamento ele se submetendo ao exame demissional nada restar, colocando-o como ápto, então vc segue com a rescisão.

Caso o médico verifique sua inaptidão, então, encaminha-se o empregado a perícia do INSS. Uma vez quitada a rescisão o empregador cumpriu com sua parte, dependerá do INSS conceder o benefício ou liberá-lo para o desligamento.

Convêm anexar o atestado a documentação da rescisão para evitar futuros problemas.

Abraços!!!

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Fabio dos Reis Silva

Usuário 4 Estrelas Novas

profissãoAnalista Recursos Humanos
mensagens350
pontos1.978
membro desde24/03/2011
cidadeBrasilia - DF
Postada:Segunda-Feira, 16 de setembro de 2013 às 15:16:09
Kennya,

Ele não pode ser demitido em atestado médico, mesmo estando em aviso com data determinada.
Nesse caso, o que deve ser feito é aguardar o retorno e fazer a rescisão no dia do retorno. mesmo sendo a data do retorno, pos aviso.

Att.
Fabio Reis
Analista de RH
Analucia

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens262
pontos1.980
membro desde05/05/2011
cidadeBalneario Camboriu - SC
Postada:Segunda-Feira, 16 de setembro de 2013 às 15:47:40
Obrigada Kennya a respeito do aviso, já estava peocupada... achando que estava fazendo algo errado. Na CCT não consta nada. Quando a rescisao... vou aguardar o termino dos 15 dias e encaminhar a funcionária para o exame demissional....mas estou achando que ela vai agendar a pericia. Caso ela agende a pericia, como devo preceder?
Fabio dos Reis Silva

Usuário 4 Estrelas Novas

profissãoAnalista Recursos Humanos
mensagens350
pontos1.978
membro desde24/03/2011
cidadeBrasilia - DF
Postada:Segunda-Feira, 16 de setembro de 2013 às 16:04:50
Ana Lucia,

Enquanto ela tiver de atestado, você não poderá demiti-la.

Att.
Fabio Reis
Analista de RH
Analucia

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens262
pontos1.980
membro desde05/05/2011
cidadeBalneario Camboriu - SC
Postada:Terça-Feira, 17 de setembro de 2013 às 11:44:58
Mensagem Editada por Analucia em 17/09/2013 11:48:15
Bom dia!

O atestado teminara dia 30/09 e o final do aviso seria em 01/10. Estava pensando em 01/10 encaminhar para o exame medico demissional e se der apto. homologar a rescisao.... Mas minha duvida é caso o exame demissional dê inapto... e ele ja tenha agendado a pericia... como devo preceder? Cancelar o aviso?
Fabio dos Reis Silva

Usuário 4 Estrelas Novas

profissãoAnalista Recursos Humanos
mensagens350
pontos1.978
membro desde24/03/2011
cidadeBrasilia - DF
Postada:Terça-Feira, 17 de setembro de 2013 às 12:05:24
Ana,

Se ele retornou ao trabalho não há preocupação com a pericia, já não é mais um problema da empresa.
Com relação ao ASO, caso dê inapto, você não poderá recebê-lo na sua empresa para as atividades, retornando-o ao INSS, nesse caso não pagará nada na sua folha e apenas aguardará o retorno do mesmo, independente do prazo que isso dure, que seja um ano, no retorno novamente ASO e demissão.
o Aviso continua e o contrato apenas fica suspenso.

Att.
Fabio Reis
Analista de RH
Kennya Eduardo

Consultor Especial

profissão
mensagens7.334
pontos41.644
membro desde17/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Terça-Feira, 17 de setembro de 2013 às 13:33:16
Analucia, uma vez que o ASO o considere apto ao desligamento, o empregador cumpriu seu papel.

Caso o funcionário tenha agendada a perícia e essa defira o benefício, não haverá problema, a segurança do empregador será o ASO confirmando sua condição de apto ao desligamento.
Analucia

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens262
pontos1.980
membro desde05/05/2011
cidadeBalneario Camboriu - SC
Postada:Quarta-Feira, 18 de setembro de 2013 às 08:38:59
Bom dia, Kennya! A minha preocupação e se der inapto...ela provalvelmente já vai agendar a pericia ....Como fica a demissão? Na clausula da CCT , o funcionario tem estabilidade de 30 dias no retorno da previdencia... no caso o aviso previo foi dado antes da funcionaria se afastar.... vou ter que cancelar o aviso? São muitas duvidas, desculpe...
Kennya Eduardo

Consultor Especial

profissão
mensagens7.334
pontos41.644
membro desde17/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Sábado, 21 de setembro de 2013 às 15:28:49
Sim, infelizmente terá de cancelar caso a previdência conceda o benefício.
Analucia

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens262
pontos1.980
membro desde05/05/2011
cidadeBalneario Camboriu - SC
Postada:Quarta-Feira, 25 de setembro de 2013 às 14:51:29
Boa tarde!!! Tenho uma funcionaria que assinou o aviso previo dia 23/08 - aviso de 39 dias. Ela iria trabalhar ate 24/09 - reduzindo os 07 dias para pagamento em 01/10... mas ela apresentou atestado medico de 15 dias em 16/09.... termina dia 30/09 dia 01/10, vou encaminhar ela para fazer o exame medico demissional, caso dê apto, homologa a rescisao nolmalmente..... mas agora a minha duvida é quanto os sete dias de redução entra nos 15 dias do atestado ou preciso pagar mais estes 07 dias?
Elizabeth Rocha Nogueira

Usuário Estrela Nova

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens207
pontos1.537
membro desde20/09/2012
cidadeVarzea Grande - MT
Postada:Quarta-Feira, 25 de setembro de 2013 às 16:43:40
Gostaria de saber se pode um empregador demitir um funcionário e não quer que ele cumpri aviso em casa e voltar para pagar as verbas rescisória depois de 30 dias.
Delaine Oliveira

Usuário 5 Estrelas Novas

profissãoAuxiliar Recursos Humanos
mensagens496
pontos4.388
membro desde02/05/2013
cidadeGoiania - GO
Postada:Quarta-Feira, 25 de setembro de 2013 às 16:47:00
Elizabeth, no caso o empregado cumpriria o aviso em casa? - Sendo assim o empregador indenizaria no meu entender.

Se viver requerer coragem então, VIVA para ser FELIZ e NÃO para viver em VÃO ! ..
#Charlie Brown Jr.
Kennya Eduardo

Consultor Especial

profissão
mensagens7.334
pontos41.644
membro desde17/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Quarta-Feira, 25 de setembro de 2013 às 22:54:00
Mensagem Editada por Kennya Eduardo em 26/09/2013 13:05:54
Analucia, os 7 dias já estão compreendidos dentro do período de 15 dias do atestado médico, não há motivo para acrescentar mais 7 dias ao aviso.


Elizabeth, não existe aviso prévio cumprido em casa.

Se o empregador irá aplicar aviso trabalhado ele tem de permitir ao empregado cumprir o aviso na empresa trabalhando, se não o quer na empresa tem de forçosamente indenizá-lo, e isso significa quitar a rescisão em até 10 dias da data da demissão.

Se ele mandar o empregado para casa com aviso trabalhado o empregado consegue fácil mais 1 salário como multa por rescisão fora do prazo, e como o ônus da prova é do empregador este terá de provar que o empregado cumpriu o aviso trabalhado. Como ele fará isso? O ponto não foi assinado pelo demitido. E se for ponto mecânico as testemunhas terão de mentir afirmando que o empregado compareceu e bateu seu ponto, se não convencer ao juiz as testemunhas responderão pelo crime de falso testemunho e se sujeitam à prisão em flagrante delito, como expressamente autoriza o artigo 319, III do CP Penal, e tmb a fixação de multa. Vc acha que os outros empregados irão querer se complicar com a justiça para proteger o empregador que, por sua vez, poderá demiti-los em seguida por qualquer motivo? Eles irão se dispor a responder processo (penal!) e pagar multa só para garantir um emprego incerto? E ainda, se o empregado em questão levar a questão a justiça irá pedir tmb dano moral, então, a indenização será muito maior (mesmo!!!) que apenas 1 salário de multa pela rescisão fora do prazo.

Não vale a pena.
Analucia

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens262
pontos1.980
membro desde05/05/2011
cidadeBalneario Camboriu - SC
Postada:Quinta-Feira, 26 de setembro de 2013 às 08:28:15
Obrigada Kennya...
Elizabeth Rocha Nogueira

Usuário Estrela Nova

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens207
pontos1.537
membro desde20/09/2012
cidadeVarzea Grande - MT
Postada:Quinta-Feira, 26 de setembro de 2013 às 09:13:02
O kennya, obrigada.
Analucia

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens262
pontos1.980
membro desde05/05/2011
cidadeBalneario Camboriu - SC
Postada:Sexta-Feira, 27 de setembro de 2013 às 08:30:09
Bom dia, referente a rescisao acima mencionada.... A funcionaria ligou e disse que tem mais atestado medico para apresentar, no caso ela tinha um de 15 dias que termina dia 30/09 e a rescisao estava agendada para dia 01/10. Em 25/07 ela fez o exame medico periodico e o resultado foi apto. Posso homologar a rescisao, considerando o o exame medico periodido de julho/2013?
Kennya Eduardo

Consultor Especial

profissão
mensagens7.334
pontos41.644
membro desde17/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Sexta-Feira, 27 de setembro de 2013 às 11:52:45
Mensagem Editada por Kennya Eduardo em 30/09/2013 13:00:10
Aí complicou. Se no exame periódico ela foi considerada ápta, qual o motivo que levou o médico dela a conceder o afastamento do trabalho??? Creio ser necessário novo exame demissional para definir a questão.

Com a concessão do prolongamento da licença médica (para além dos 1ºs 15 dias) forçosamente há de se suspender o processo rescisório pois existe grande chance dela ter de ser colocada em licença previdenciária, e somente após a liberação pela perícia do INSS (e consequente novo exame de retorno da licença previdenciária) é que se poderá retomar o processo de desligamento.

Afinal, não se pode demitir trabalhador afastado, o contrato está automaticamente suspenso por efeito da licença médica. Providencie logo o agendamento da perícia.

Boa sorte!!
Maristela Leite

Usuário Novo

profissãoAdministrador(a)
mensagens7
pontos43
membro desde29/07/2013
cidadeSalvador - BA
Postada:Segunda-Feira, 30 de setembro de 2013 às 12:29:17
Olá bom dia!

Gostaria da ajuda de vocês quando a empresa emite um aviso prévio diminuído a carga horária em 2 horas, o funcionário tem a carga horária de 44 horas semanais, de segunda a sábado. Como faço esse ajuste? posso alterar também o horário de trabalho?

Grata desde já

Maristela
Kennya Eduardo

Consultor Especial

profissão
mensagens7.334
pontos41.644
membro desde17/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Segunda-Feira, 30 de setembro de 2013 às 13:49:11
MAristela, quem escolhe a redução no aviso trabalhado é o empregado. Se ele assim optou, ele terá 2hs a menos em cada dia de trabalho.

Convêm que isso seja combinado com a chefia, se serão as 2hs iniciais da jornada, ao longo da jornada, ou ao fim da jornada. Ela serve para o empregado poder participar de processos seletivos buscando assim uma recolocação.
Maristela Leite

Usuário Novo

profissãoAdministrador(a)
mensagens7
pontos43
membro desde29/07/2013
cidadeSalvador - BA
Postada:Segunda-Feira, 30 de setembro de 2013 às 14:34:43
Kennya, Boa Tarde!

No meu caso a empresa que determinou a saída e ainda quer mudar o meu horário. O que devo fazer?

Grata desde já

Maristela
Kennya Eduardo

Consultor Especial

profissão
mensagens7.334
pontos41.644
membro desde17/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Terça-Feira, 1 de outubro de 2013 às 02:39:21
Há situações onde a opção da redução compromete seriamente a produção do empregado em aviso prévio. Vc deve verificar se este seria seu caso.

Quanto a mudar o horário em que se dará o aviso, não, o empregador não pode alterar seu horário ou mesmo o local de trabalho na vigência do aviso prévio.

Vc deve avisar sua chefia que tal procedimento fere a Lei.
Maristela Leite

Usuário Novo

profissãoAdministrador(a)
mensagens7
pontos43
membro desde29/07/2013
cidadeSalvador - BA
Postada:Terça-Feira, 1 de outubro de 2013 às 11:26:22
ok, obrigada Kennya.
Geovani Piva

Usuário Frequente

profissãoSupervisor(a) Recursos Humanos
mensagens70
pontos696
membro desde19/02/2011
cidadeNova Mutum - MT
Postada:Segunda-Feira, 28 de outubro de 2013 às 18:14:18
boa tarde!

e se a situação for diferente, onde o colaborador esta cumprindo aviso por pedido e sofre um acidente onde fique mais de 60 dias afastado?

Geovani Piva
Tafarel Toledo

Usuário 5 Estrelas Novas

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens406
pontos4.065
membro desde26/09/2011
cidadeItaperuna - RJ
Postada:Quarta-Feira, 6 de novembro de 2013 às 07:49:42
Geovani, é um caso que envolve jurisprudencia. No meu entendimento, apesar de o funcionario ja estar ciente de sua saida, o contrato fica suspenso ate o retorno e termino dos dias do aviso.
Geovani Piva

Usuário Frequente

profissãoSupervisor(a) Recursos Humanos
mensagens70
pontos696
membro desde19/02/2011
cidadeNova Mutum - MT
Postada:Quarta-Feira, 6 de novembro de 2013 às 14:48:24
Obrigado Tafarel!

Geovani Piva

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

Consulta de NFes direto da Sefaz Com download automático de XMLs de NFes e NFSes, DANFes e mais

20% de desconto nos primeiros 6 meses! Descontos especiais para escritórios contábeis.

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.3 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César