Contábeis o portal da profissão contábil

23
Out 2014
16:31

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Licença em caso de filho doente

11   respostas
370   acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Nicellia Nascimento

Usuário Frequente

postada em: Terça-Feira, 14 de janeiro de 2014 às 11:05:36
Bom dia!

Caros colegas,

Gostaria de saber se uma pessoa que está com o filho de 1 ano e meio doente, internado em uma UTI, tem direito a licença para cuidar do mesmo, quantos dias?

Nicéllia Nascimento
postada em: Terça-Feira, 14 de janeiro de 2014 às 11:24:06
Bom dia Nicellia,


Este é andamento um decreto (CLT Decreto-Lei 5.452/43), que poderá permitir o afastamento do pai ou da mãe, por
um prazo de até 30 dias, abonando as faltas na carteira, e o funcionário ficará assegurando diante da Lei.

Links sobre o assunto: clique aqui

Atenciosamente,

Guilherme Bruno da Silva

Regra N°1 Fórum Contábil : "Espaço de Discussão pública"


Nicellia Nascimento

Usuário Frequente

postada em: Terça-Feira, 14 de janeiro de 2014 às 16:32:51
Obrigada Guilherme!

Foi aprovada, mas você sabe dizer se está em vigor? Pelo que percebi ainda não. Só houve a aprovação pelo senado não é isso?

postada em: Terça-Feira, 14 de janeiro de 2014 às 17:48:24
Sim, não está em vigor mesmo.

Deve esperar, como em nosso Brasil tudo demora muito para acontecer.

Atenciosamente,

Guilherme Bruno da Silva

Regra N°1 Fórum Contábil : "Espaço de Discussão pública"


Elen do Nascimento Muller

Usuário Iniciante

postada em: Terça-Feira, 14 de janeiro de 2014 às 18:00:00
Nicellia, essa pessoa tem algum atestado medico indicando a mãe ou o pai como acompanhante do menor?
No caso ela precisa ficar com o filho no hospital, para acompanhar exames por exemplo ou apenas não esta em condições de trabalhar?
Acredito que dependerá do caso e principalmente da relação entre empresa e funcionário.
postada em: Terça-Feira, 14 de janeiro de 2014 às 18:08:44
Elen, o empregador as vezes não permitem atestado dos filhos para confirmar ausências dos pais no emprego.

Atenciosamente,

Guilherme Bruno da Silva

Regra N°1 Fórum Contábil : "Espaço de Discussão pública"


Márcio Padilha Mello

Usuário 2 Estrelas Douradas

postada em: Terça-Feira, 14 de janeiro de 2014 às 18:09:07
Verifique se a convenção coletiva da categoria estipula algum abono de faltas. Fora isso, como disse a Elen, vai depender da relação empresa/funcionária ...
Nicellia Nascimento

Usuário Frequente

postada em: Terça-Feira, 14 de janeiro de 2014 às 20:13:46
Elen,

Tem atestado, o filho da funcionária está muito doente e internado em uma UTI, ela vai precisar se ausentar alguns dias para acompanhar o mesmo.
O empregador não é uma pessoa flexível, por isso estou fazendo essa pesquisa, pois gostaria de saber se essa funcionária estaria acobertada por lei a se ausentar para cuidar do filho.

Agradeço a todos pela ajuda!!!

Nicéllia Nascimento
postada em: Quarta-Feira, 15 de janeiro de 2014 às 09:52:04
A funcionária não esta assegurado por Lei a se ausentar diante da situação, deverá recorrer a seu chefe se a libera, fazer um acordo com ele, o perder alguns dias para cuidar de seus filhos.

Melhor perder alguns dias de serviço, do que perder o próprio filho.

Atenciosamente,

Guilherme Bruno da Silva

Regra N°1 Fórum Contábil : "Espaço de Discussão pública"


Vitor Morais

Usuário Iniciante

postada em: Quarta-Feira, 15 de janeiro de 2014 às 10:04:07
È caso como esses que a gente tem que entrar porque o Brasil é complicado e as pessoas são difíceis de lhe dar, por mais que a lei fale que atestado de acompanhante a empresa pode desconsiderar e descontar o dia num caso como esse tem que ter o bom senso, se colocar no lugar do empregado, já que a lei não ajuda o empregado temos que se colocar no lugar dele e tentar a gente ajuda-lo, já cansei de fazer isso aqui, principalmente em casos como esse, imagine o empregado perdendo os dias que acarretara não somente no salario mais também em férias, e quando seu filho sair dessa que Deus o ajude o empregado terá de gastar com remédios e ate alimentação diferenciada, então acho que isso não é somente a lei, é o ser humano.
Letícia Costa

Usuário Estrela de Prata

postada em: Quarta-Feira, 15 de janeiro de 2014 às 10:13:52
Isso mesmo Vitor, disse tudo, é preciso ter EMPATIA, a capacidade de se colocar no lugar do outro. O problema é que nós profissionais da área, entendemos esses assuntos, como o Vitor disse, porém e o patrão? Que só pensa que o funcionário é preguiçoso, que está arrumando desculpa! Mas nem sempre assim, ás vezes o funcionário realmente precisa, mas ninguém se coloca no lugar dele, ninguém pensa que pode acontecer com ele mesmo.

E assim vai indo, aumentando turnover da empresa, perdendo funcionários bons, por causa de fatos isolados!

Atenciosamente;

Letícia Costa

Tecnóloga em RH
Nicellia Nascimento

Usuário Frequente

postada em: Quarta-Feira, 15 de janeiro de 2014 às 11:03:23
É como Vitor falou, não é uma questão de Lei, é uma questão de ser humano.
Nesse caso que relatei, o empregador colocou a funcionária de férias e vai demitir a mesma quando voltar.

Obrigada a todos!!

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Receba Novidades


Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.55 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César