Contábeis o portal da profissão contábil

16
Set 2014
04:22

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


O que fazer para que a contabilidade seja valorizada ?

6   respostas
429   acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Danilo Mendes

Usuário Novo

postada em: Quarta-Feira, 5 de fevereiro de 2014 às 15:07:38
Trabalho ha 3 anos em um escritório de contabilidade e fico na área de Contabilidade Gerencial, gostaria de saber se na maioria dos escritórios contábeis particularmente das cidades do interior a contabilidade também é deixada de lado para que apenas sejam feitos serviços onde o empreendedor receberá seu honorário e não o que realmente deveria ser que é prestar serviços e informações aos seus clientes, claras e objetivas?
Clovis Igarashi

Usuário 3 Estrelas Novas

postada em: Quarta-Feira, 5 de fevereiro de 2014 às 15:23:18
Danilo

Trabalho na área a mais de 20 anos e em todas as empresas em que atuei, o trabalho foi encarado de forma muito profissional, todos buscando capacitação constante, prestando ao cliente o melhor atendimento possível.

A minha sugestão, caso não esteja satisfeito no seu atual emprego, se gosta de contabilidade, busque capacitação, troque informações, com outros colegas e busque novos ares, onde a profissão é valorizada e respeitada. A grande maioria dos profissionais é séria, não tire parâmetros pelo que você está presenciando no momento, abra seus horizontes e se dê o direito de galgar novos desafios.

Abraço

Contador com especialização no Terceiro Setor

http://clovisakira.blogspot.com
Danilo Mendes

Usuário Novo

postada em: Quarta-Feira, 5 de fevereiro de 2014 às 15:31:17
Bom como o tempo anda curto busco informações na internet e sites como o FORUM, pois além da insatisfação necessito desse trabalho no momento para pagar minha faculdade de Ciências Contábeis. é dificil sair assim se a expêriencia é somente na Contabilidade, sempre quis aprender mais sobre um SPED ou, uma escrita fiscal, folha de pagamento pra ser um profissional completo. Mas, algo poderia ser feito pra que esses profissionais que não dão o valor devido para a contabilidade abrissem mais os olhos para enxergar que é necessário para dar continuidade a entidade essa área, creio que por ser interior e por não ser de suma importancia para o escritório muitos se encontram assim.
Patricia Araujo Porto

Usuário 2 Estrelas Novas

postada em: Quarta-Feira, 5 de fevereiro de 2014 às 15:39:05
Olá Danilo!

Falta as vezes a união da Classe Contábil, muito colegas que conheço trabalham por mixaria e eles mesmos não se dão valor, se você tiver um bom sindicato na sua cidade, acredito que ele poderia agir, punindo quem trabalha de graça e buscando reconhecimento....
Telmo Biehl

Usuário 4 Estrelas de Prata

postada em: Quarta-Feira, 5 de fevereiro de 2014 às 15:41:06
olá, como sugestão:
a) sempre elaborar o contrato de prestação de serviços, assinados pelas partes, onde deve ficar claramente definida as obrigações e responsabilidades das partes envolvidas;
b) o profissional da contabilidade deve procurar cobrar os honorários tendo por base os valores estipulados (no mínimo) na tabela de honorários elaborada pelo sindicato/federação dos contadores/técnicos em contabilidade de sua região, pois todo o serviço bem feito deve ser justamente remunerado;
c) o profissional da contabilidade precisa disponibilizar algum tempo p/além de passar as guias de pagamento dos tributos e cumprir obrigações acessórias p/seu cliente, explicar, "traduzir" os números apresentados nas demonstrações contábeis, em especial o bp, dfc e a dre;
d) precisa estar o mais atualizado possível, participando deste fórum e de outros que existem no mercado, trocando experiências, conhecimento, opiniões (construtivas);
e) precisa procurar ver o outro colega de profissão como parceiro, pois, podemos conviver em harmonia (pois diga-se de passagem: trabalho para os profissionais de contabilidade é o que não falta! pois há diversas vagas e espaços nas empresas públicas e privadas);

>>certa vez meu pai me ensinou: o bom profissional sempre encontra o seu espaço no mercado.

bom trabalho!
boa sorte!
Danilo Mendes

Usuário Novo

postada em: Quinta-Feira, 6 de fevereiro de 2014 às 10:54:55
Exatamente Patrícia, conheço muitos que se dão a miséria de fazer serviços mais ou menos e ainda cobrar uma mixaria pelo serivço que prestam, apesar que recebemos por aquilo que fazemos. Só que por causa dessa minoria ou talvez grande maioria que o trabalho do contador está sendo cada vez mais desvalorizado e tratado como DESPESA desnecessaria aos clientes que precisam de um contador pra ficar em dia com impostos. Ja me disseram que quem deveria pagar o honorario de um contador era o governo porque nós apenas levamos impostos e taxas pra pagarem.
Bom Telmo, suas colocações são importantes, mas, na maioria dos "contadores" não se preocupam em prestar um serviço de qualidade , so querem receber e acho que isso é um bom motivo pra clientes reclamarem que pagam caro um honorario contabil. O escritorio contabil ou empresa tem que disponibilizar oportunidades aos funcionarios para que eles possam crescer para que crescendo em conhecimento a empresa cresça junto com a aprendizagem de quem trabalha com contabilidade faça a empresa dar continuidade aos seus serviços com qualidade e gerando lucros.
Phillipe Gambôa

Consultor Especial

postada em: Sexta-Feira, 7 de fevereiro de 2014 às 12:33:11
Resposta excelente do amigo Telmo Biehl.

Abertura, alterações e baixa de empresas em todo Brasil.
Escrituração contábil, fiscal, Recursos Humanos.
Atendimento trabalhista a MEI

Av. Eng. Domingos Ferreira, 890, Edf.Domingos Ferreira, Pina, Recife
phillgamboa@gmail.com
(81) 4102.0743

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Receba Novidades


Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.14 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César