Contábeis o portal da profissão contábil

16
Abr 2014
22:05
você está em:

FÓRUM CONTÁBEIS » Contabilidade

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


instalacoes/imobilizado

6respostas
18.091acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Claudia Dione Lazzarin

Usuário Ativo

profissão
mensagens108
pontos706
membro desde19/01/2008
cidadeSao Francisco do Guapore - RO
Postada:Quarta-Feira, 13 de fevereiro de 2008 às 17:50:13
boa tarde

eu preciso saber urgentemente se a compra de mat p/ inslataçoes eletricas de um predio e despesa ou imobilizado e qual a classificacao do imobilizado, todo mes vem varias nF; com aquisição de lampada - fios fitas isolantes mangueiras seria imobilizado ou despesa preciso desta informacão o mais rapido possivel



agradeço quem puder me ajudar e uma contabilidade de uma associacao
Claudio Rufino

Moderador

profissãoContador(a)
mensagens3.120
pontos26.651
membro desde02/06/2005
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quarta-Feira, 13 de fevereiro de 2008 às 18:28:06
Claudia, boa noite, a seguir veja o exposto, estou certo que lhe ajudará, examine em especial o item 06 ok?

Sobre o Ativo Imobilizado Considerações Gerais.

1. Vamos Começar Pelo Conceito.
O Ativo Imobilizado É Formado Pelo Conjunto De Bens E Direitos Necessários À Manutenção Das Atividades Da Empresa, Podendo Apresentar-Se Tanto Na Forma Tangível (Edifícios, Máquinas, Etc.) Como Na Forma Intangível (Marcas, Patentes, Etc.). O Imobilizado Abrange, Também, Os Custos Das Benfeitorias Realizadas Em Bens Locados Ou Arrendados.
São Classificados Ainda, No Imobilizado, Os Recursos Aplicados Ou Já Destinados À Aquisição De Bens De Natureza Tangível Ou Intangível, Mesmo Que Ainda Não Em Operação, Tais Como Construções Em Andamento, Importações Em Andamento, Etc.
Ressalte-Se Que As Inversões Realizadas Em Bens De Caráter Permanente, Mas Não Destinadas Ao Uso Nas Operações, Deverão Ser Classificadas No Grupo De Investimentos, Enquanto Não Definida Sua Destinação.

2. Classificação Contábil Das Contas Do Ativo Imobilizado
As Contas No Grupo Imobilizado Devem Ser Segregadas Por Espécie De Ativo, Segundo A Sua Natureza, Para Que Possa Ter O Controle Do Custo E Da Depreciação, Amortização Ou Exaustão Relativo A Cada Bem.
Em Função Dessas Necessidades É Que Cada Empresa Deve Elaborar Seu Plano De Contas, Segregando O Imobilizado Da Seguinte Forma:
A) Imobilizado Em Operação, Que São Todos Os Bens Já Em Utilização Na Atividade Objeto Da Sociedade;
B) Imobilizado Em Andamento, Que São Classificadas Todas As Aplicações De Recursos De Imobilizações, Mas Que Ainda Não Estão Operando.
Quando A Empresa Tiver Filiais Ou Diversas Fábricas E Mesmo Que A Contabilidade Seja Centralizada, Deverá Segregar As Contas Por Estabelecimentos, Para Efeitos De Controle E Apropriação Da Depreciação, Amortização Ou Exaustão Para Fins De Custeio.

3. Imobilizado Em Operação

3.1 - Terrenos
Nesta Conta São Registrados Os Valores Relativos Aos Terrenos De Propriedade Da Empresa E Que São Utilizados Em Suas Operações, Tais Como: Terrenos Onde Se Localizam A Fábrica, A Administração, As Filiais, Os Depósitos. Os Terrenos Sem Uma Destinação Específica Devem Ser Classificados No Grupo Investimentos.

3.2 - Edificações
Abrange Os Edifícios Que Estão Em Operação, Os Imóveis Ocupados Pela Administração, Fábrica, Depósitos, Filiais De Propriedade Da Empresa.
Não Devem Ser Incluídos Nessa Conta Os Valores Relativos Às Instalações Elétricas, Hidráulicas, Etc., Que Fazem Parte Da Conta Instalações.

3.3 - Instalações
Nessa Conta São Registrados Os Equipamentos, Materiais E Custos De Implantação, Relativos A Instalações Hidráulicas, Sanitárias, De Vapor, De Ar-Comprimido, De Comunicações, De Climatização, Etc., Com A Característica De Serviços Indiretos E Auxiliares Ao Processo Produtivo Da Empresa, Que Apesar De Fazerem Parte Dos Edifícios, Devem Ser Segregadas, Uma Vez Que A Sua Vida Útil E A Depreciação São Diferentes.

3.4 - Máquinas E Equipamentos
Engloba O Conjunto De Máquinas, Aparelhos E Equipamentos Utilizados No Processo De Produção De Bens Ou Serviços Da Empresa, Ou Seja, Não São Auxiliares, Mas Diretamente Utilizados Como Base Para A Realização Da Atividade Da Empresa.

3.4.1 - Equipamentos De Processamento De Dados
Incluem-Se Nessa Conta As Unidades Centrais De Processamento, As Unidades Periféricas, Bem Como As Impressoras E Terminais.
No Caso Dos Programas E Aplicativos ("Software") Adquiridos Ou Desenvolvidos Pela Empresa, Devem Ser Apropriados Ao Resultado Se O Seu Valor Não For Relevante. No Entanto, Nos Casos De Grandes Sistemas, Envolvendo Valores Significativos, Devem Ser Registrados No Ativo Diferido E Amortizado Em Função Dos Períodos A Serem Beneficiados.

3.5 - Móveis E Utensílios
Essa Conta Engloba Os Valores Relativos Às Mesas, Cadeiras, Arquivos, Máquinas De Calcular, Máquinas De Escrever, Etc., Que Tenham Vida Útil Superior A 1 (Um) Ano.

3.6 - Veículos
Classificam-Se Nessa Conta Todos Os Veículos De Propriedade Da Empresa, Utilizados Pelo Pessoal Do Departamento Administrativo, De Vendas, Ou De Transporte. Os Veículos Utilizados No Processo Produtivo, Tais Como Empilhadeiras, Tratores E Similares, Podem Ser Registrados Na Conta De Equipamentos.

3.7 - Ferramentas E Peças De Reposição
As Ferramentas De Uso Na Empresa, De Vida Útil Superior A 1 (Um) Ano, Podem Ser Registradas Nessa Conta. No Entanto, É Aceitável A Prática De Lançar Diretamente Em Despesas As Ferramentas De Pequeno Valor Unitário, Mesmo Quando A Vida Útil Seja Superior A Um Ano.
Nessa Conta Também São Registradas As Peças De Reposição Em Estoque Destinadas À Substituição Ou Manutenção Das Máquinas, Equipamentos, Veículos, Etc., Classificados No Ativo Imobilizado. Essas Peças, Quando Utilizadas, Serão Contabilizadas Como Adição Ao Imobilizado Em Operação, E O Valor Das Peças Substituídas Deve Ser Baixado Dessa Conta.
Por Outro Lado, Os Estoques Mantidos Pela Empresa, Representados Por Material De Consumo, Ferramentas E Peças Que Serão Utilizados No Processo Produtivo Ou Utilizados Nas Operações Normais Da Empresa, Devem Ser Classificados No Grupo De Estoques - Almoxarifado, E À Medida Que São Utilizados Ou Consumidos Serão Apropriados Como Custo Ou Despesa.

3.8 - Marcas E Patentes
Nessa Conta São Registrados Os Ativos Intangíveis, Ou Seja, Os Gastos Com Registro De Marca, Nome, Invenções Próprias Ou Contratos De Uso De Marcas E Patentes De Terceiros.

3.9 - Reflorestamentos E Jazidas
Classificam-Se Nessa Conta Custos Relativos A Projetos De Florestamento E Reflorestamento De Propriedade Da Empresa, Bem Como Os Custos Incorridos Na Obtenção De Direitos De Exploração De Jazidas De Minério E Pedras Preciosas.

3.10 - Benfeitorias Em Propriedade De Terceiros
São Classificados Nessa Conta Os Valores Relativos Às Construções Em Terrenos Arrendados E As Instalações E Benfeitorias Em Imóveis Alugados, Sejam De Uso Do Setor Administrativo Ou Produtivo Da Empresa, Que Forem Incorporados Ao Imóvel Arrendado, E Revertam Ao Proprietário Do Imóvel No Término Do Contrato. As Benfeitorias Serão Amortizadas Em Função Da Vida Útil Estimada Ou No Período De Vigência Do Contrato De Locação Ou Arrendamento, Dos Dois O Menor.

3.11 - Direito De Uso De Linha Telefônica
A Aquisição De Direito De Uso De Linha Telefônica Pode Ocorrer Através Da Companhia Telefônica Ou Através De Terceiros. No Primeiro Caso, São Emitidas Ações A Favor Do Assinante, As Quais São Classificadas No Ativo Permanente Subgrupo Investimentos, Quando A Empresa Tiver A Intenção De Mantê-Las Em Caráter Permanente. Se Houver Intenção De Aliená-Las, A Empresa Deve Classificá-Las No Ativo Circulante. A Diferença Entre O Valor Do Depósito Obrigatório E O Valor Das Ações É Classificada No Imobilizado Como "Direito De Uso De Linha Telefônica". No Caso De Aquisição Junto A Terceiros, Sem O Recebimento De Ações, O Valor Da Transação É Classificado No Imobilizado.

3.12 - Bens Do Ativo Imobilizado De Pequeno Valor
A Critério Da Empresa, Poderá Ser Lançado Como Custo Ou Despesa Operacional O Valor De Aquisição De Bens Do Ativo Permanente, Cujo Prazo De Vida Útil Não Ultrapasse 1 (Um) Ano Ou O Valor Unitário Não Seja Superior A R$ 326,61 (Art. 301 Do Rir/1999 E Art. 30 Da Lei Nº 9.249/1995).

4. Imobilizado Em Andamento

4.1 - Construções Em Andamento
Nessa Conta São Classificados Todos Os Gastos Com Materiais, Mão-De-Obra Direta E Indireta E Outros Gastos Que A Empresa Incorrer Na Construção E Instalação, Até O Momento Em Que Os Bens Entram Em Operação, Quando São Reclassificados Para As Contas Específicas Do Grupo Imobilizado Em Operação.

4.2 - Consórcios
São Classificados Nessa Conta Os Adiantamentos Por Conta De Fornecimento De Bens, Destinados Ao Ativo Permanente, Por Meio De Consórcios Antes Do Recebimento Dos Mesmos. Quando Do Recebimento Do Bem, O Valor Constante Dessa Conta Será Transferido Para Uma Conta Específica Do Grupo Imobilizado Em Operação. Os Reajustes Do Valor Das Prestações A Pagar, Após O Recebimento Do Bem, Serão Reconhecidos Contabilmente, Tendo Como Contrapartida A Conta De Resultado Intitulada Variações Monetárias Passivas.

4.3 - Importações Em Andamento
Serão Registrados Nessa Conta Todos Os Gastos Incorridos Desde A Assinatura Do Contrato De Câmbio (Tais Como: Fretes, Comissões, Seguros, Impostos Não Recuperáveis, Tarifas Aduaneiras, Etc.), Até O Efetivo Desembaraço Aduaneiro Dos Bens Importados Destinados Ao Ativo Permanente.
Quando Os Bens Importados Forem Desembaraçados, Será Efetuada A Transferência Dos Valores Registrados Nessa Conta Para A Conta Específica, Do Grupo Imobilizado Em Operação.
As Variações Cambiais Passivas Ocorridas Até A Data Do Desembaraço Aduaneiro Serão Registradas Como Custo Na Conta De Importação Em Andamento. A Partir Da Entrada Dos Bens Importados Na Empresa, Devem Ser Registradas Como Despesa Operacional, Mediante Obediência Ao Princípio Contábil Da Competência.

4.4 - Custo De Demolições
Nos Casos De Aquisição De Terreno Que Possui Imóveis A Serem Demolidos, O Custo Total Da Aquisição É Atribuído Exclusivamente Ao Terreno.

5. Critérios De Avaliação Do Ativo Imobilizado

A Base De Avaliação Dos Bens Componentes Do Ativo Imobilizado É O Seu Custo De Aquisição, Ou Seja, Todos Os Gastos Relacionados Com A Aquisição Dos Bens E Os Necessários Para Colocá-Lo Em Local E Condições De Uso No Processo Operacional Da Companhia.
5.1 - Bens Adquiridos
No Caso De Compra, O Custo Compreende O Preço Faturado Pelo Fornecedor Acrescido De Todos Os Gastos Necessários Para Poder Efetivar A Compra E Instalar O Bem, Tais Como: Frete, Seguro, Comissões, Desembaraço Aduaneiro, Custos De Instalação E Montagem, Custos Com Escritura E Outros Serviços Legais E Os Impostos Pagos, Exceto Quando Ensejarem Crédito Fiscal.
Os Valores Relativos A Encargos Financeiros Decorrentes De Empréstimos E Financiamentos, Bem Como Os Juros Nas Compras A Prazo De Bens Do Ativo Imobilizado, Não Devem Ser Incluídos No Custo Dos Bens Adquiridos, Mas Lançados Como Despesas Financeiras No Resultado Ou No Ativo Diferido, Se Em Fase De Construção.
Ressalte-Se Que Perante A Legislação Do Imposto De Renda (Parecer Normativo Cst Nº 02/1979), O Imposto De Transmissão Na Aquisição De Imóveis Pago Pela Pessoa Jurídica Na Aquisição De Bens Do Ativo Permanente Poderá, A Seu Critério, Ser Registrado Como Custo De Aquisição Ou Deduzido Como Despesa Operacional. No Entanto, Para Efeitos Contábeis, Tal Procedimento Não É Válido, Uma Vez Que Esse Tributo Faz Parte Do Valor Aplicado Na Aquisição Do Bem.

5.2 - Bens Construídos
O Custo Dos Bens Construídos Corresponde Aos Gastos Por Aquisição Dos Materiais Aplicados, O Da Mão-De-Obra E Seus Encargos E Outros Custos Diretos E Indiretos Relacionados Com A Construção, Incorridos Até A Data Da Colocação Dos Mesmos Em Atividade.

5.3 - Bens Recebidos Em Doação Ou Subvenções Para Investimento
No Caso De Bens Recebidos Em Doação Ou Subvenção Para Investimento, Sem Ônus Para A Empresa, Devem Ser Contabilizados Pelo Preço Praticado No Mercado, A Crédito Da Conta Específica De Reserva De Capital (Art. 182, § 1º, Letra "D", Da Lei Nº 6.404/1976).
As Demais Doações Recebidas Pela Empresa Serão Apropriadas Ao Resultado Do Período Como Receita.

5.4 - Bens Incorporados Ao Capital
Os Bens Que Forem Incorporados Ao Patrimônio Líquido Da Empresa Para Formação Do Capital Social Serão Registrados Pelo Seu Valor De Avaliação, Estabelecido Por Três Peritos Ou Por Empresa Especializada E Aprovado Em Assembléia Geral (Art. 8º Da Lei Nº 6.404/1976).

6. Reparos, Manutenções E Substituição De Partes Ou Peças
Os Gastos Incorridos Com Melhorias, Alterações, Recuperações E Reparos Para Manter Ou Recolocar Os Ativos Em Condições Normais De Uso Serão Agregados À Conta Que Registra O Bem No Grupo Do Ativo Permanente E Depreciados Conforme Prazo De Vida Útil Previsto, Sempre Que Forem De Valores Relevantes E Aumentarem A Vida Útil Originalmente Prevista Para O Bem. Caso Contrário, Serão Lançados Como Despesas, À Medida Que Os Gastos São Incorridos.
Perante A Legislação Do Imposto De Renda Pode Ser Lançado Como Custo Ou Despesa Operacional O Valor De Aquisição De Bens Para O Ativo Permanente, Cujo Prazo De Vida Útil Não Ultrapasse Um Ano Ou O Valor Unitário Seja Inferior A R$ 326,61 (Trezentos E Vinte E Seis Reais E Sessenta E Um Centavos) (Art. 301 Do Rir/1999 E Art. 30 Da Lei Nº 9.249/1995).


7. Bens Obsoletos Ou Sucateados
Tratando-Se De Bens Obsoletos, Sucateados Ou Totalmente Depreciados, Deverão Permanecer Registrados Contabilmente, Pois A Baixa Contábil Deve Ser Concomitante À Baixa Física Do Bem, Ou Seja, Com Sua Efetiva Saída Do Patrimônio Da Empresa, E O Valor De Alienação, Caso Haja Valor Econômico Apurável, Servirá Para Apuração Da Receita Eventual Ou Do Valor Efetivo Da Perda.

Nota- O item de numero 6 responde sua pergunta, mas se ainda assim houver dúvidas, disponha do Forum.

Não as franquias de serviços contábeis
Professor de Contabilidade
http://www.contabilidadesemsegredos.com.br
e-mail: rufinoclaudio.moderador@gmail.com
http://professorclaudiorufino.blogspot.com/
twitter @claudio_rufino
skype : c_rufino
@FCSContabeis
Claudia Dione Lazzarin

Usuário Ativo

profissão
mensagens108
pontos706
membro desde19/01/2008
cidadeSao Francisco do Guapore - RO
Postada:Quarta-Feira, 13 de fevereiro de 2008 às 19:06:56
olha muito obrigada me ajudou bastante


mas tenho outra pergunta - no ano anterior extamente 31/12/2007 - foi feito um lancamento pelo contador que nao sou eu - o historico dizia o seguinte construcao completa de alvenaria 218.000,00 inclusive ja esta em uso - em 2008 continua vindo NF: de compra de materiais para instalacao hidraulica, eletrica e mesmo material p construcao mesmo minha duvida e o seguinte lanco como despesas esta NF; ou continuo agregando no valor da construcao que no balanco anterior diz ja estar pronta - lembrando que e uma associacao - esta e aminha grande dúvida

obrigada
Claudio Rufino

Moderador

profissãoContador(a)
mensagens3.120
pontos26.651
membro desde02/06/2005
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quarta-Feira, 13 de fevereiro de 2008 às 19:19:03
6. Reparos, Manutenções E Substituição De Partes Ou Peças

Os Gastos Incorridos Com Melhorias, Alterações, Recuperações E Reparos Para Manter Ou Recolocar Os Ativos Em Condições Normais De Uso Serão Agregados À Conta Que Registra O Bem No Grupo Do Ativo Permanente E Depreciados Conforme Prazo De Vida Útil Previsto, Sempre Que Forem De Valores Relevantes E Aumentarem A Vida Útil Originalmente Prevista Para O Bem. Caso Contrário, Serão Lançados Como Despesas, À Medida Que Os Gastos São Incorridos.

Perante A Legislação Do Imposto De Renda Pode Ser Lançado Como Custo Ou Despesa Operacional O Valor De Aquisição De Bens Para O Ativo Permanente, Cujo Prazo De Vida Útil Não Ultrapasse Um Ano Ou O Valor Unitário Seja Inferior A R$ 326,61 (Trezentos E Vinte E Seis Reais E Sessenta E Um Centavos) (Art. 301 Do Rir/1999 E Art. 30 Da Lei Nº 9.249/1995).

Aplique o item 06, desde que observados os principios que esta no teexto, pois estará agregando valores e por conseguinte aumentando a vida útil do bem ok? o fato de no histórico dizer: "o historico dizia o seguinte construcao completa de alvenaria 218.000,00 inclusive ja esta em uso", não quer dizer que você não possa nao deva agregar as benfeitorias ok?

Não as franquias de serviços contábeis
Professor de Contabilidade
http://www.contabilidadesemsegredos.com.br
e-mail: rufinoclaudio.moderador@gmail.com
http://professorclaudiorufino.blogspot.com/
twitter @claudio_rufino
skype : c_rufino
@FCSContabeis
Juliana de Cavalho Silva

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens10
pontos40
membro desde04/10/2010
cidadeLagoa da Prata - MG
Postada:Terça-Feira, 1 de março de 2011 às 14:52:08
Oi boa tarde,
Gostaria de saber qual conta do Ativo entra aparelho telefônico.

Obrigada
Juliana
Claudia Miceli

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens29
pontos183
membro desde29/09/2010
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Quinta-Feira, 26 de maio de 2011 às 12:07:30
Mensagem Editada por Claudia Miceli em 26/05/2011 12:08:20
Bom dia Juliana.

Aparelho telefônico geralmente é classificado no grupo de Aparelhos.E a taxa de depreciação é de 20%.

"Aparelhos elétricos para telefonia ou telegrafia, por fio, incluidos os aparelhos telefônicos por fio conjugado com um aparelho telefônico portátil sem fio e os aparelhos de telecomunicação por corrente portadora ou de telecomunicação digital; videofones"

Eu tenho a seguinte pergunta para o fórum:relógio de ponto é considerado imobilizado?Em qual conta?Seria Instalações?

Desde já agradeço!
Valéria

Usuário Novo

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens6
pontos51
membro desde28/04/2010
cidadeSorocaba - SP
Postada:Terça-Feira, 23 de agosto de 2011 às 09:24:17
Bom dia a todos,

Por gentileza alguém poderia me dizer qual conta contábil poderia classificar a compra de uma relógio de ponto com código de barras no Ativo Imobilizado?

Desde já agradeço

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

Facebook

Receba Novidades


POSTS RELACIONADOS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

Quem participa

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.43 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César