Contábeis o portal da profissão contábil

21
Abr 2014
01:45

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


COTA IRPJ e CSLL

11respostas
7.556acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Daniela Ferreira Marques

Usuário 5 Estrelas

profissãoAnalista
mensagens165
pontos1.057
membro desde24/04/2007
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Segunda-Feira, 18 de agosto de 2008 às 16:06:58
Boa tarde pessoal!

Quanto às cotas de IRPJ e CSLL, a base de cáluclo deve ser obrigatoriamente iguais? Por exemplo, no pagamento da 1ª posso pagar um valor a maior do que na 2ª e 3ª?

Grata,
Daniela.

"Mentes criativas sempre sabem sobreviver a qualquer tipo de mau treinamento!"
Saulo Heusi

Usuário VIP

profissão
mensagens18.067
pontos149.543
membro desde24/07/2006
cidade
Postada:Segunda-Feira, 18 de agosto de 2008 às 22:04:18
Boa noite Daniela,

Lê-se no §1º e seguintes, do Artigo 5º da Lei 9.430/96 que:

Artigo 5º...

§ 1º À opção da pessoa jurídica, o imposto devido poderá ser pago em até três quotas mensais, iguais e sucessivas, vencíveis no último dia útil dos três meses subseqüentes ao de encerramento do período de apuração a que corresponder.

§ 2º Nenhuma quota poderá ter valor inferior a R$ 1.000,00 (mil reais) e o imposto de valor inferior a R$ 2.000,00 (dois mil reais) será pago em quota única, até o último dia útil do mês subseqüente ao do encerramento do período de apuração.

§ 3º As quotas do imposto serão acrescidas de juros equivalentes à taxa referencial do Sistema Especial de Liquidação e Custódia - SELIC, para títulos federais, acumulada mensalmente, calculados a partir do primeiro dia do segundo mês subseqüente ao do encerramento do período de apuração até o último dia do mês anterior ao do pagamento e de um por cento no mês do pagamento. (eu grifei)

(...)


O dispositivo por si só dispensa quaisquer esclarecimentos, haja vista que claro está. Entretanto, se persistirem dúvidas torne a postá-las.

...
Daniela Ferreira Marques

Usuário 5 Estrelas

profissãoAnalista
mensagens165
pontos1.057
membro desde24/04/2007
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Terça-Feira, 19 de agosto de 2008 às 11:26:41
Saulo está claro mesmo!
Acontece que vi que pagamos a CSLL e IRPJ a maior na 1ª cota. Posso pagar as demais com os valores corretos e pedir compensação do valor pago a maior na 1ª cota?

Grata,
Daniela.

"Mentes criativas sempre sabem sobreviver a qualquer tipo de mau treinamento!"
Saulo Heusi

Usuário VIP

profissão
mensagens18.067
pontos149.543
membro desde24/07/2006
cidade
Postada:Quarta-Feira, 20 de agosto de 2008 às 07:02:45
Bom dia Daniela,

Tecnicamente o procedimento correto para estes casos é o que você mencionou.

Ainda assim alternativamente é aconselhável que você entre em contato com o pessoal do CAC de sua Região Fiscal. Nada os impede de autorizarem a compensação do valor pago a maior na primeira, com os da segunda ou da terceira parcelas.

As Secretarias das diferentes Regiões Fiscais (para alguns casos) têm entendimentos diferentes e determinada autonomia. Usam-na desde que não colidente com os interesses da Receita Federal.

...
Daniela Ferreira Marques

Usuário 5 Estrelas

profissãoAnalista
mensagens165
pontos1.057
membro desde24/04/2007
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quarta-Feira, 20 de agosto de 2008 às 08:19:47
Saulo, muito obrigada. Irei no CAC da minha região.

"Mentes criativas sempre sabem sobreviver a qualquer tipo de mau treinamento!"
Suenne Santos

Usuário Freqüente

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens85
pontos705
membro desde06/11/2006
cidadeMarica - RJ
Postada:Segunda-Feira, 26 de julho de 2010 às 09:08:12
Bom dia colegas!

Estou com uma dúvida. A empresa pagou o IRPJ em duas cotas de igual valor R$ 2.259,84, porém no fechamento da Contabilidade foi constatado que o valor foi pago a menor, necessitando fazer um complemeto de R$ 680,28 com data de apuração 31/03/2009 e vencimento em 30/04/2009. Agora a RFB está cobrando um valor de R$ 176,95 de Principal + multa e juros.
Agora fiquei sem saber se mesmo tendo pago os débitos devo pagar este valor que a RFB está me cobrando. Por favor, me ajudem!

Obrigada!

"A verdadeira maneira de se enganar é julgar-se mais sabido que outros."
Hanks

Usuário Novo

profissãoAssistente
mensagens20
pontos134
membro desde22/10/2010
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 18 de novembro de 2010 às 11:59:53
Bom dia!


Alguém poderia me auxiliar na quetão quotas irpj/csll.

Onde apurei os impostos do 3º trimestre e vou emitir os darf's:

1ª quota - Periodo de Apuração = 30/09/2010;
2ª quota - Periodo de Apuração = 31/10/2010; e,
3ª quota - Periodo de Apuração = 30/11/2010.

Ou o periodo de apuração para todas quotas serão 30/09/2010?


Agradeço atenção,
Adalberto José Pereira Junior

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens2.316
pontos26.854
membro desde27/01/2010
cidadeSerrana - SP
Postada:Quinta-Feira, 18 de novembro de 2010 às 12:37:40
Hanks,

Referente ao 3º trimestre IRPJ e CSLL, o período de apuração é 30/09/2010, sempre a data do fechamento do trimestre.

ok.

Att.
Adalberto

Adalberto José Pereira Junior
Consultoria/Assessoria Tributária
adalbertojr.consultor@gmail.com
(16) 99263-0266
Roane Pacheco

Usuário Ativo

profissãoAnalista Fiscal
mensagens147
pontos1.385
membro desde27/10/2009
cidadeSalvador - BA
Postada:Quinta-Feira, 18 de novembro de 2010 às 12:54:03
As pessoas jurídicas poderão apurar o imposto de renda com base no lucro real, presumido, ou arbitrado, determinado por períodos de apuração trimestrais encerrados em 31 de março, 30 de junho, 30 de setembro e 31 de dezembro de cada ano-calendário (RIR/1999, art. 220).

Fonte: http://www.receita.fazenda.gov.br/pessoajuridica/dipj/2005/pergresp2005/pr586a594.htm

Portanto, como afirmou nosso colega Adalberto, o período de apuração será o final de cada trimestre de apuração.

Espero ter ajudado.

Abs,
Roane

Roane Pacheco
profissãoAssistente Contabilidade
mensagens9
pontos62
membro desde26/02/2012
cidadePorto Alegre - RS
Postada:Segunda-Feira, 13 de agosto de 2012 às 10:48:05
Bom dia à todos.

Prezados, é o seguinte...

Foi feita a opção por pagamento em quotas do IRPJ e CSLL
onde posteriormente foi identificada a necessidade de uma complementação diante de um erro na apuração dos mesmos.

A minha dúvida fica em relação as DARFS e DCTF. ..
Separo o pagamento do complemento em quotas assim como o valor anterior?Ou posso pagar em DARF única?E se o valor for menor que os 1.000,00 mínimos que a Receita impõe?E como informo isso na DCTF?


Grato à todos que sempre são~tão dispostos por aqui.
Saulo Heusi

Usuário VIP

profissão
mensagens18.067
pontos149.543
membro desde24/07/2006
cidade
Postada:Segunda-Feira, 13 de agosto de 2012 às 12:50:39
Mensagem Editada por Saulo Heusi em 13/08/2012 13:10:50
Boa tarde Gustavo,

Você deve separar sim, pois a despeito doo erro referir-se a totalidade do débito, as parcelas que foram pagas individualmente devem ser complementadas também individualmente.

Pouco ou nada importa o fato das parcelas complementares serem inferiores a R$ 1.000,00 desde (é claro) que as complementadas tenham sido superiores a este valor.

Na DCTF (retificadora) você informará dois pagamentos/DARFs para cada parcela (um principal e um complementar).

...
profissãoAssistente Contabilidade
mensagens9
pontos62
membro desde26/02/2012
cidadePorto Alegre - RS
Postada:Segunda-Feira, 13 de agosto de 2012 às 12:56:45
Obrigado Saulo.

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

Facebook

Receba Novidades


POSTS RELACIONADOS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

Quem participa

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.45 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César