Contábeis o portal da profissão contábil

22
Dez 2014
11:24

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Honorários

36   respostas
21.000   acessos
  

mostrando página 1 de 2
1 2

POSTS RELACIONADOS

Flávio Oliveira

Usuário Iniciante

postada em: Quinta-Feira, 16 de abril de 2009 às 17:44:47
Caros amigos,

Estamos tendo problemas com valores de honorários, pois a concorrência está oferendo valores bem baixos, agora fiquei na dúvida se é nós que estamos com os preços errados.

Alguém segue alguma tabela como base aqui no estado de são paulo?

Em média quanto estão cobrando de uma ME optante Simples Nacional comércio/prestação serviços sem funcionários? E com funcionários?

Cobram valores separados para obrigações como RAIS, DIRF, IRPJ, DECLARAÇÃO DO SIMPLES etc....

Obrigado!
Carlos Fernando da Cruz

Usuário Novo

postada em: Sexta-Feira, 17 de abril de 2009 às 17:46:26
Prezado Flavio,
Esta questão de honorários, sempre foi e continuará sendo, até o dia em que o CFC Conselho Federal de Contabilidade, instituir uma tabela mínima de honorários obrigatória, tal como acontece com os advogados. Enquanto isso, temos de agir com o bom senso e cobrarmos nossos honorários de acordo com o tipo, tamanho e dificuldades de cada trabalho requerido por nossos clientes.
Um forte abraço e sucesso.

Editado por Carlos Fernando da Cruz em 17 de abril de 2009 às 17:48:08

Carlos Fernando da Cruz
CFC Contabilidade
Contabilidade com Qualidade!
http://www.cfccontabilidade.com.br

postada em: Sexta-Feira, 17 de abril de 2009 às 18:31:30
Flávio Oliveira,

Também tenho este problema aqui.
Na minha cidade existem profissionais que cobram a bagatela de R$ 25,00 mensais para um ME Simples Nacional.

Mas, apenas para você ter uma base, pode consultas as tabelas do Sinescontábil/MG e também a do Sicontiba.

Sempre pesquise antes de postar
Visite o meu Facebook.
***CCB
Oliveira

Usuário 5 Estrelas

postada em: Terça-Feira, 2 de junho de 2009 às 18:37:28
Eu também recebe reclamação. Tem cliente que reclama toda vez do pagamento e no entanto não sai para aquele que diz ser mais em conta.

Eu fixei como base para ME SN, o valor de R$ 183,00, sem empregado.

R$ 20,00 por empregado.

Alguns casos acabei cedendo, mas exigi que o cliente traga os documentos e retire os documentos, e tudo o mais, cobre em apartado.

De todos cobro Rais negativa/Positiva, Rescisões, Homologações, Cadastro bancários.

Estou tendo muito problema mas decide que prefiro perder, até já tenho os contratos prontos, pois quando "herdei" o escritório em plena tempestade da opção pelo Simples Nacional não havia ordem na casa.

Eu gostaria de aproveitar e saber dos nobres colegas se vocês estipulam um horário para atendimento pessoal ou ao menos faz com que os clientes agendem.

Estou ficando doente, eu não consigo mais trabalhar durante o expediente normal devido a telefonemas, visitas de clientes/empregados, vendedores chatos que tentam-me empurrar livros, assinaturas, trocar de sistema e etc.

Penso em fazer um comunicado aos clientes dizendo que é necessário agendar horário para solução de conflitos (trabalhistas!) e tudo o mais.

Trabalho na área desde 1998, mas como proprietário faz 18 meses e penso em largar tudo.

Pela secessão individual
Indicação de leitura: Democracy: The God That Failed, de Hans-Hermann Hoppe

mises.org.br / midiasemmascara.org / http://lucianoayan.com / libertatum.blogspot.com

Andrea Alves da Silva

Usuário Novo

postada em: Sexta-Feira, 5 de junho de 2009 às 15:02:42
Amigo Oliveira, nao desista, pois quando "herdei" o meu escritorio, tbm pensei nisso e depois de quase tres anos, as coisas estao ficando do meu jeitinho, consegui melhorar muitas coisas, poxa quantas noites e noites nao dormi e pensei em desistir..... agora com relaçao a horário.....eu so consigo trabalhar depois as 17:00 hs , tenho saido daki nove ...dez horas da noite !!!! O que eu faço durante o dia, quando to mais atarefada do que o normal é pedir para falar que nao estou!!! é o unico jeito.
Edilson Silva

Usuário 5 Estrelas

postada em: Sexta-Feira, 5 de junho de 2009 às 17:23:48
Não sei se serve como referencia.
Brasilia.
ME - 250 reais com até 2 funcionarios.
Normal, clinicas e outros 400,00 até dois funcionarios.

acima disso, em média, 80 reais, por funcionario adicional.

abertura de empresa.
465,00 desconto de 15,00 R$ 450,00.

Valores de 13 parcelas por ano. Já incluso, Rais, DCTF, DAS, ou seja obrigações acessorias. inclusive a declaração de ir da pessoa fisíca.

Edilson Silva
Contabilidade
Pós Graduação em Pericia e Interpretação de sentenças.
MSC UnB
Rubens

Usuário Novo

postada em: Segunda-Feira, 8 de junho de 2009 às 14:28:46
Flávio, essa questão é muito difícil mesmo.
Aqui cobramos 50 % do salário mínimo para empresas sem empregados. E olha que são mais de 500 clientes.
Porém, oferecemos um trabalho de qualidade. Mesmo com a concorrencia (que chega a cobrar 100 reais) conseguimos manter os clientes. Também acho que deveria ter uma tabela com o valor mínimo e máximo. Porém, enquanto não vem, pense em tudo que você estudou, em todo o conhecimento que você tem e o que pode oferecer para estipular o valor. Não desvalorize seu trabalho.
Oliveira

Usuário 5 Estrelas

postada em: Segunda-Feira, 22 de junho de 2009 às 12:35:33
Gostaria de saber do porque os profissionais da contabilidade quando iniciam sozinhos seus escritórios são resistentes a proposta de sociedade com outros.

Eu em 2008 contatei alguns contabilistas propondo uma união, visando a melhor prestação de serviços e também redução dos custos, visto que no meu entender praticamente toda despesa seria pela metade, um só aluguel, uma só conexão banda larga/provedor, uma só assinatura de boletins e etc.


No entanto todas as respostas foram prontamente negativas, sem sequer a minima postulação do assunto.


Eu ainda sim penso que seria benefica uma sociedade, partindo do principio da idoneidade, seriedade e empenho das partes.

Pela secessão individual
Indicação de leitura: Democracy: The God That Failed, de Hans-Hermann Hoppe

mises.org.br / midiasemmascara.org / http://lucianoayan.com / libertatum.blogspot.com

Oliveira

Usuário 5 Estrelas

postada em: Segunda-Feira, 22 de junho de 2009 às 12:38:30
Outro ponto, é que não seriamos concorrentes.

Semana passada, um cliente questionou dizendo que estou cobrando muito em comparação a um escritório renomada daqui.

Eu segurei-me para não dizer: leve pra lá então.

Mas o que ele disse foi uma verdade, no caso dele, o valor do honorário está parelho com o do renomado.

Eu sei bem que aqui no meu caso persiste algumas dificuldades que creio eu não existirem no outro.

Pela secessão individual
Indicação de leitura: Democracy: The God That Failed, de Hans-Hermann Hoppe

mises.org.br / midiasemmascara.org / http://lucianoayan.com / libertatum.blogspot.com

postada em: Sexta-Feira, 26 de junho de 2009 às 20:02:51
Caros Colegas!
Realmente é uma situação difícil a nossa, se a classe não se organizar, vai ser assim "uma prostituição" pelos serviços!!!
Me desculpem a expressão, mas é isto mesmo, somos contadores!! e não outra profissão!! Se cada se der o seu valor não será por apelo do cliente que você será reconhecido.
Aqui em SC, tbëm escuto mto de alguns colegas essas reclamações, mas de outros que se valorizam não estão com estes problemas. Portanto se valorize!!!
Para quem está sozinho é bom procurar uma paceria, os custo abaixam mto.
Todos demais profissionais tem sua tabela mínima a nível nacional, e cada pode adaptar a sua região, no caso de advogados, médicos, engenheiros civis, arquitetos, cartórios a tabela é a nivel nacional!!! Por que o contador que presta o serviço burocrático a todos e não pode cobrar os seus direitos em honorários justos.
Deixo aqui me manifesto e so a palavra acima entre "" , que ouvi de um professor num curso onde ele valoriza a classe que obedece uma tabela e se dá o seu valor(Honório Fudida).
Abraços
Leandro R.f.

Usuário Ativo

postada em: Sexta-Feira, 15 de janeiro de 2010 às 18:28:35
Olá colegas,

Tenho algumas coisas a falar sobre honorários e decidi "reviver" esse tópico, caso fiz errado me corrijam ou apaguem esse post que crio outro, só não fiz isso para não criar tópicos repetidos demais.

Tenho um escritório que herdei também e tive muitas dificuldades e com o passar dos anos fui melhorando e agora to no mesmo barco que a maioria e tendo as mesmas dificuldades, ou seja, já me igualei a um escritório de nível alto no sentido da prestação de serviço em si.

O que mais me chama atenção sobre a cobrança dos honorários é a diferença entre os escritórios, uns tem 200 clientes de R$ 100 ao mês e conta apenas com 1 empregado e não paga aluguel, pois atende em sua própria casa e tal, esse aí consegue cobrar essa merreca (pois não deveria, deixa desleal a concorrência), já outros pagam R$ 1000,00 de aluguel, tem empregados que somam R$ 2.500,00 de salário, sistemas de informática, consultorias, despesas de consumo e etc... esse aí não consegue cobrar R$ 100,00, tem que ser no mínimo R$ 200,00.

E é aí que me enquadro, tenho altas despesas e estou com uma dificuldade imensa de reajustar os clientes que choram em pagar os R$ 150,00 por exemplo, pois emitem uma única nóta, está no Simples Nacional e tal, mas levo em consideração que estou o mês inteiro à disposição dele via email, telefone e no escritório e não só eu como meus colaboradores aqui. Sendo assim, qro reajustar e com um índice bacana, penso no IGP-M, não sei se posso e qria saber dos colegas se seria uma boa.

E uma coisa que digo: alguns dos clientes que realmente confiam em seu contador e levando uma proposta a ele que quer reajustar por motivos concretos, ele aceita, já os "crica" não meeeesmo! Mas vou generalizar, tenho que me valorizar.

Um forte abraço.
Mario Luiz da Silva

Usuário Frequente

postada em: Quarta-Feira, 31 de março de 2010 às 14:45:39
Me dá nos nervos esse honorário...

quando um cliente solicita abatimento por conta de um cretino que não se valoriza, dá vontade de abandonar mesmo...

já fiz várias reclamações no conselho por aviltamento de honorários, mas estes dizem que precisa haver uma conivencia do cliente, ora, se o cliente está se beneficiando, acham que ele irá comigo lá reclamar? Tenham dó!!!


Espero uma reforma profunda no nosso regimento...

Com tanto aumento de obrigações... não sei como eles conseguem cobrar 100...150 de uma empresa...

Acho que um salário mínimo seria o minimo a cobrar-mos... se uma empresa não pode pagar um salário minimo ao seu "funcionário" mais importante, que não se estabeleça... é minha opinião.

"Salvai-nos desta geração perversa" Atos 2:40
William Ilário de Lima

Usuário 5 Estrelas

postada em: Quinta-Feira, 1 de abril de 2010 às 16:50:33
Olá, pessoal!

A questão dos honorários realmente é complicada.
Acredito que, infelizmente, muitos empresários nos consideram "representantes do fisco" cujos escândalos na política e a alta carga tributária brasileira indispõe o empresariado quanto ao governo.
Por outro lado, os colegas que se prestam a cobrar o "mínimo do mínimo" só para conquistar o cliente num primeiro momento, desvalorizam a si próprios e à profissão que escolheram.
Entretanto, tenho certeza que todos sabemos quanto custa manter as mínimas despesas e estar disponíveis a todo cliente que nos procura quase sempre com urgência.

"Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela usar legitimamente..." Apóstolo Paulo em I Tm 1:8
Saulo Reis Borges

Usuário Frequente

postada em: Quinta-Feira, 15 de abril de 2010 às 11:59:25
Eu acho o seguinte...
Honorário é muito complicado, mais como ja disseram, temos que valorizar o nosso serviço.
Vejam os advogados eles para irem a uma unica audiencia eles cobram valores altos e acabam recebendo.
Ja nois temos "concorrentes" que não se valorizam...
Mais continuo cobrando um preço justo e deixando os clientes que querem pagar micharias....

O crescimento do homen não está em quantas vezes ele deixou de cair, mais sim quantas vezes ele se lavantou
Simone

Usuário Frequente

postada em: Sexta-Feira, 16 de abril de 2010 às 14:20:19
Colegas,

Na regiao onde moro as coisas sao mais complicadas que a de vcs, pelo menos pelo que pude perceber. Os honorarios aqui sao baixissimos, alguns escritorios nao chegam a cobrar 100, 00 de uma empresa SN com faturamento abaixo dos 3.000,00.
Onde moro, sou o unico escritorio e abri a apenas 6 meses. Até entao os comerciantes iam para as cidades vizinhas. O que acontece é que alguns contabilistas procuram os comerciantes oferendo preços mais baixos.
Realmente é um problema grave, mas a realidade aqui é que todos procuram preço baixo, pois, na sua maioria, sao comerciantes optantes pelo SN e com baixo faturamento, de até 15.000,00.
Ouvi um professor dizer que os contabilistas nao sabem cobrar, mas o que vejo é que os clientes nao querem pagar.
Fico triste e decepcionada em nao poder cobrar o que realmente vale o nosso trabalho.

Simone
Saulo Reis Borges

Usuário Frequente

postada em: Sexta-Feira, 16 de abril de 2010 às 15:25:28
Prezada Simone

Infelizmente seu caso é complicado, tem muitos contadores que acham q ganham dinheiro, com muitos clientes e serviços porcos, pois não dão conta de pagar e/ou manter funcionarios experientes.
Já pensei em abrir um escritorio em uma cidade pequena, sei que la só tem um contador, mais pela minha pesquisa o valor com certeza não compensa...
Abraços e sucesso em sua jornada.

O crescimento do homen não está em quantas vezes ele deixou de cair, mais sim quantas vezes ele se lavantou
Mario Luiz da Silva

Usuário Frequente

postada em: Sexta-Feira, 16 de abril de 2010 às 15:53:43
Desta maneira estes "mendigos" devem manter um cliente só para pagar as anuidades do CRC... Aliás enquanto nós pagarmos nossas anuidades o CFC não se manifestará sobre isto. Vemos nossa classe se degladiando por miséria...

Ainda sou a favor de que fosse Honorário mínimo de um Salário... Quem não pode pagar um salário para seu "funcionário mais barato", como irá manter seu negócio?

t+

"Salvai-nos desta geração perversa" Atos 2:40
Leandro R.f.

Usuário Ativo

postada em: Sábado, 8 de maio de 2010 às 13:07:13
Pois é Mario, as coisas estão tão complicadas para nós que o que recebemos de alguns clientes, nos faz pensar se vale a pena ficar até se aposentar no ramo.

Digo isso, pq tenho clientes aqui que me olham como um mero apurador de impostos e preenchedor de formulários e IR. Uns já falaram na minha cara isso...

Já outros fazem questão de pagar certinho todo mês, pois sabe que sou parceiro.

Agora, os engraçados são aqueles que nos envia tudo certinho para o balanço e a gente percebe a elevada evolução patrimonial da empresa e particular e vem dizer que anda "quebrado" pq não tá comercialmente bem no mercado.

Deveriamos ter o título de psicólogos também viu!

Abraço
Joao Paulo de Queiroz

Usuário Frequente

postada em: Quarta-Feira, 16 de junho de 2010 às 00:25:43
Pessoal a minha realidade é, até então, descepcionante.... Sou contador a uns 05 meses, peguei algumas empresas e, a principal dificuldade é convencer os empresários da nescessidade de manter uma contabilidade organizada, tudo escriturado, com base em documentação legal. Pessoal, aqui circula muita mercadoria e serviço sem nota, ai fica quase impossível chegar para um cliente e dizer: Amigo, vc tem que emitir NF e tal, pois o empresário vai logo dizer, todo mundo faz isso, porque eu vou ter mais custos só para parecer bunito na contabilidade. ....
Eu não sei mais o que fazer, o pessoal sequer organiza os documentos para mim poder fazer, quando organizam é preciso eu adular para me enviarem... Fazer contabiliade descente aqui é uma tarefa se não impossível, quase impossível....
Quanto a questão de honorário, pelo desabafo acima já da pra imaginar como é na hora de pagar, tudo acham que é muito caro, e tem alguns contabilistas que francamente, corroboram para a desmoralização e desvalorização da nossa profissão, cobrando valores baixíssimos....
Nesses poucos meses de trabalho, claro é início, tem as dificulades normais, mas a realidade já me fez pensar muitas vezes em desistir e partir pra outra coisa...
Marcia Marines Jochem

Usuário Novo

postada em: Quarta-Feira, 16 de junho de 2010 às 22:21:18
Caros colegas, Tenho um escritório de Contabilidade, há 02 anos, digo que não é uma Profissão Fácil, principalmente com tantas mudanças na Legislação,mas tenho muito orgulho desta PROFISSÃO os honorários que cobro são: ME R$ 200,00 , TRANSPORTADORA R$ 250,00 muitas notas pra lançar, empresas menores R$ 150,00. Estou sempre buscando conhecimento(CURSOS, FIZ PÓS GRADUAÇÃO) , para fazer o melhor possível para meus clientes, mas na cidade existem colegas que fazem um preço impossível para conseguir fazer contabilidade, mas penso que precisamos ter PRINCIPIOS, CONHECIMENTO , BOM ATENDIMENTO aos nossos CLIENTES Portanto não abro mão disso, posso até fazer um desconto,mas TRABALHAR DE GRAÇA, NÃO TEM COMO??? PRECISAMOS VALORIZAR MAIS NOSSA PROFISSÃO .. A PROFISSÃO CONTÁBIL É MUITO IMPORTANTE PARA UMA EMPRESA E PRECISAMOS SER RECONHECIDOS PELO NOSSO TRABALHO!!!
um abraço a todos
postada em: Quarta-Feira, 16 de junho de 2010 às 23:36:31
Boa noite Marcia Marines Jochem!


Apenas um pequeno comentário sobre sua mensagem:
... os honorários que cobro são: ME R$ 200,00 , TRANSPORTADORA R$ 250,00 muitas notas pra lançar, empresas menores R$ 150,00...

Veja nesta Tabela Referencial de Honorários ContábeiS do Sinescontábil/MG, com vigência de maio/2008 até abril/2009, que mesmo assim o seu honorário está um pouco abaixo.

Nesta tabela (que serve apenas para uma referência), para uma ME que possui um faturamento até R$ 70.000,00, o honorário sugerido é de R$ 235,00.

Penso que, quando falamos de honorários com preços menores do que expomos aqui, é praticamente impossível que o contabilista possa prestar um serviço de qualidade para seus clientes, com contratação de mão-de-obra qualificada para o apoio em suas operações.

Por isso é que precisamos de valorizar nosso serviço.

Sempre pesquise antes de postar
Visite o meu Facebook.
***CCB
Leandro R.f.

Usuário Ativo

postada em: Terça-Feira, 20 de julho de 2010 às 18:57:05
É caro Wilson, pra vc ver como essa tabela nos orienta bem e mostra que não é fácil cobrar os valores sugeridos.

Eu estou com um problema nas empresas inativas, o cara de repente para de funcionar e não quer pagar porque parou com as atividades e nem quer dar baixa na empresa.

Estou batendo o pé quanto a isso e cobrando o honorário mensalmente, nem que seja o valor mais baixo. Muitos reclamam e fazem aquela velha e chata comparação: "o contador do meu amigo não cobra nada por empresa inativa".

E vcs? Estão tendo problemas com empresas inativas em seus escritórios?

Abraço.
postada em: Terça-Feira, 20 de julho de 2010 às 21:15:02
Boa noite Leandro!


Empresas inativas, na minha opinião, é uma verdadeira bomba nas mãos dos contabilistas.

Como você disse, os empresários não querem pagar os honorários, simplesmente por estarem inativas.

Mas os órgãos governamentais (União, Estado, Municípios, etc.) não querem saber disto e estabelecem obrigações acessórias e, se o contabilista não cumprir com estas obrigações, recaem as multas para as empresas.

Resultado, a culpa é do contador.


Para a grande maioria dos contabilistas, restam apenas duas alteranativas:

1º - Cumprir estas obrigações e lutarem para receber os honorários, que muitas das vezes não consegue receber, acabando por "trabalhar de graça", ou;

2º - Deixar de cumprir estas obrigações e acabar levando a culpa pelas multas impostas pelo não cumprimento (entrega de declarações, por exemplo);


Nas realidade, a única saída é, ao estabelecer o Contrato de Prestação de Servições Contábeis, já constar uma cláusula sobre o pagamento dos honorários em caso de inatividade da empresa.

Caso o empresário não cumpra com esta cláusula, basta efetuar a rescisão contratual e devolver toda a documentação ao empresário, deixando-o com a responsabilidade pelas obrigações acessórios de sua empresa inativa.

Somente desta forma é que ele (empresário) reconhecerá o verdadeiro valor de seu contabilista.

Sempre pesquise antes de postar
Visite o meu Facebook.
***CCB
Leandro R.f.

Usuário Ativo

postada em: Quarta-Feira, 21 de julho de 2010 às 10:10:46
Olá Wilson,

De fato, é uma verdadeira bomba em nossa mão as empresas inativas, devo ter aqui umas 30 nessa situação e todo ano é a mesma coisa.

Olha, e ainda tem contador por ai que consegue fazer a desfeita de cobrar míseros honorários e não perceber o quanto somos responsáveis solidários por atos praticados.

As alternativas que citou, realmente são as únicas saídas.
postada em: Quinta-Feira, 22 de julho de 2010 às 19:43:27
Puxa!!! se serve de consolo tenho mais colegas nessa situação, gostaria solicitar aos colegas material como planilhas, e para aqueles que morem na Bahia vamos fazer contato.


Um forte abraço a todos.
Leduardo da Silva

Usuário 3 Estrelas Novas

postada em: Sexta-Feira, 23 de julho de 2010 às 10:16:27
bom dia,colegas,vejam vces,como fazer uma sociedade,com um outro contador,se o mesmo ja tem uma carteira maior que a sua,outra como fazer uma sociedade,se em um dos escritorios trabalha familia,outra,sera que e possivel a divisao correta dos valores,,outra,como pode a pessoa que esta iniciando suas atividades,cobrar acima de 150,visto o escritorio com mais tempo no mercado,tem mais chances de angariar o cliente,entao eu tb acredito,que se a categoria se organizar e requerer um honorario padrao,todos,vao ser beneficiados,mas se isso acontecer,acredito,que muitos vao burlar a lei,visto cada regiao existe uma sistematica de comercio,negocio,um ponto forte que eu acho e o exemplo do colega de uma regiao,que uma vez por semana se reune com colegas da mesma regiao e debate varios assuntos.ex.usa se uma base de preços,de assuntos,de tdo,acredito eu assim como faz o crc de cada regiao..
Sonia Longo

Usuário Iniciante

postada em: Quarta-Feira, 16 de fevereiro de 2011 às 15:33:29
Boa tarde, queridos colegas!

Sinto em questionar assunto tão exaustivamente comentado, porém necessito de sua sábia orientação. Após anos de trabalho em empresa privada, abri meu próprio escritório e eis que surge uma dúvida: Tenho que formular um contrato de prestação de serviço com uma empresa onde o valor combinado foi fixado em um salario mínimo. Como pesquisei, por força de Lei, não posso mencionar tal indexador. Como devo proceder, visto que não gostaria de estipular um valor em Real. Grata.
Cassiel Leite de Melo

Usuário Iniciante

postada em: Terça-Feira, 22 de fevereiro de 2011 às 12:15:27
Caro Colegas

Tenho pouco tempo de Atuação no mercado, trabalhei 2 anos numa construtora de médio porte e abri meu escritório no final de setembro de 2010. E infelizmente, reforçando o que disse outros colegas, não entendo por que as pessoas são tão resistente a formação de sociedades (e olha que a minha tentativa foram muitas). Mas díficil ainda é a captação dos primeiros clientes, as empresas que tenho são de pessoas conhecidas. Contudo acho que nada justifica vc subavaliar seus serviços, mesmo por que a contabilidade é um serviço de extrema resposabilidade, então não adiante vc cobrar pouco sabendo que seu cliente irá exigir MUITO de vc.
Além disso, como opinião pessoal, gostaria de destacar a atuação infima dos concelhos em fiscalizar aqueles escritórios que fazem dos nossos serviços uma piada, cobrado valores que nem o jardineiro lá de casa cobra. Para se ter uma idéia, no meu escritório estabeci um parametro, cobro 270,00 para uma empresa com até 3 funcionários, 100 lançamentos, 3 contas bancárias e optante do simples (a partir daí vo aumento conforme a numero de funcionários, lançamentos, contas bancárias, relatórios e declarações), contudo quando disse isso a um senhor (cuja empresa tinha 4 funcionários) ele achou muito caro e disse que o contador do amigo dele cobrava 180 reais (é nessa horas que temos controlar a nossa lingua para não ser grosseiro).
Na minha opinião a classe TEM QUE SE VALORIZAR, e se dar conta que os serviços contábeis não é nada simples e a exigencia é grande, oferecer só serviços burocráticos também não ajuda, deve se ter em mente o foco gerencial na hora de eleborar uma proposta e calcular honorário. Eu particularmente gosto e respiro contabilidade, não me vejo fazendo outra coisa, por isso faço curso de extensão e estudo para mestrado, mas além disso NÃO BARGANHEM PREÇO cobrem um valor justo compátivel a responsabilidade do trabalho, estudem a empresa cliente e façam um contrato de prestação de serviços coerente.
Saulo Reis Borges

Usuário Frequente

postada em: Terça-Feira, 22 de fevereiro de 2011 às 14:57:21
Temos dois tipos de contadores.
Alguns são iguais a nós que participam de forum para atualização e discursões de idéias, assim prestando um serviço descente.
Ja outros são só emissores de guias...
Infelizmente este é o cenario brasileiros...
Não cobro preço abaixo de 1/2 salario minimo se achar contador que faz mais barato é melhor, pois tambem quero clientes melhores...


O crescimento do homen não está em quantas vezes ele deixou de cair, mais sim quantas vezes ele se lavantou
Pelicano Lee

Usuário Novo

postada em: Terça-Feira, 22 de fevereiro de 2011 às 15:57:39
Boa Tarde Amigos Contadores !

Bom, a minha opinião a respeito de tudo isso é que agora com a volta do exame de suficiência muitos "contadores" que certamente abririam seus escritórios nos fundos de uma casa alugada não poderão mais fazer isso, pelo menos boa parte deles.

Mas o principal de tudo isso é que muitas empresas ainda não dão valor ao Contador, o Contador para muitas empresas ainda é um simples emissor de guias, como disse nosso amigo Saulo. Dessa forma não temos como receber nossos salários tão pesados por inumeras delcarações em diversos meses do ano, se não colocarmos nosso poder, nossa visão a frente de uma empresa.

Mas como fazer isso, como mudar a mente de tantas empresas, mudar o que já vem a anos desenhado, que o Contador não serve pra muita coisa, e um lugarzinho no porão já está bom pra ele lançãr suas notinhas todos mês. "que bom, que fácil seria nossa vida se fosse apenas isso"

Temos que mudar a visão de todos, temos que colocar nossa visão a frente de uma empresa, só assim nós Contadores poderemos dizer o quando somos importantes, não só dizer, mas mostrar o quando nosso conhecimento é importante para a vida e o progresso de qualquer empresa.

Um grande abraço à todos.

mostrando página 1 de 2
1 2

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Receba Novidades


Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 1.14 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César