PARTICIPE

O Maior Evento Online Contábil do País - Inscrições gratuitas

19 a 23 de junho de 2017

www.conbcon.com.br
x

Contábeis o portal da profissão contábil

28
May 2017
19:22

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


MEI - Microempreendedor Individual

6respostas
401acessos
  

Elaine Batista

Usuário Novo

profissãoAnalista Fiscal
mensagens2
pontos12
membro desde05/09/2016
cidadeContagem - MG
Postada:Segunda-Feira, 5 de setembro de 2016 às 18:24:29

Olá!

Gostaria de saber se no cadastro de atividades do MEI, as atividades secundárias devem obrigatoriamente ser compatível, devem ser preponderante à atividade primária?

E, sendo atividade de comerciante, posso utilizar meu próprio endereço de residência para me cadastrar? Seria a opção "Estabelecimento fixo", ou "Em local fixo, fora da loja"?


Desde já agradeço,
Elaine.
Analista Fiscal
Davi Menezes

Usuário Estrela Nova

profissão
mensagens217
pontos4.891
membro desde21/08/2012
cidadeSalvador - BA
Postada:Terça-Feira, 6 de setembro de 2016 às 10:09:11
Elaine, bom dia!

Não há a necessidade de suas atividades serem compatíveis nem preponderantes.

Quanto a atividade de comercio ser realizada na sua residência, embora haja a facilidade na formalização do MEI, em alguns casos precisa-se analisar com a Prefeitura como funciona a liberação da licença para funcionamento. Seria prudente da sua parte verificar este detalhe, mas, não tem que ficar tão preocupada.

A forma de atuação pode ser "Estabelecimento Fixo".

Att.

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Elaine Batista

Usuário Novo

profissãoAnalista Fiscal
mensagens2
pontos12
membro desde05/09/2016
cidadeContagem - MG
Postada:Terça-Feira, 6 de setembro de 2016 às 10:14:02

Bom dia, Davi.


Muito obrigada.


Elaine.
Maury Navarro Jr

Usuário Novo

profissãoAnalista Fiscal
mensagens25
pontos158
membro desde16/10/2009
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sexta-Feira, 7 de outubro de 2016 às 11:34:04
Olá a todos, tenho uma dúvida, um MEI também pode ter carteira assinada, até aí tudo bem, porém, para considerar o faturamento máximo anual de 60.000,00 para se manter como MEI, também soma o salário do trabalho com carteira assinada? Ou somente considera o rendimento como MEI para considerar o limite?

Agradeço a atenção
Marcos Braga

Usuário Estrela Dourada

profissãoContador(a)
mensagens1.072
pontos10.840
membro desde28/08/2012
cidadeJau - SP
Postada:Sexta-Feira, 7 de outubro de 2016 às 13:46:44
Maury Navarro Jr.

Para efeitos de enquadramento no SIMEI, é considerado somente a receita bruta auferida no ano. Portanto, é considerado somente o rendimento do MEI.

Att.

Att.

Marcos Braga
Maury Navarro Jr

Usuário Novo

profissãoAnalista Fiscal
mensagens25
pontos158
membro desde16/10/2009
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sexta-Feira, 7 de outubro de 2016 às 14:07:18
Marcos Braga
Ok Obrigado!
Marcela Fernandes

Usuário Iniciante

profissãoAuxiliar Escritório
mensagens34
pontos225
membro desde30/10/2012
cidadePetropolis - RJ
Postada:Quinta-Feira, 20 de abril de 2017 às 17:24:20
Boa Tarde,


Gostaria de tirar uma duvida a respeito do MEI, tenho que uma empresa Cnae 47.55-5-02 - Comercio varejista de artigos de armarinho,no caso ela faz muita recarga de celular, essas recargas entra na conta da empresa no banco logo em seguida e debitado pelas operadoras de telefonia.
Fiquei na duvida em relação ao Faturamento da Empresa se isso pode estourar o limite do MEI alguém pode me ajudar.

Obrigado

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

WebContábeis Conteúdo contábil atualizado e de qualidade em seu site.

Desconto de 10% na mensalidade dos planos básicos de conteúdo.

conheça mais

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.1 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César