Contábeis o portal da profissão contábil

26
Jul 2017
17:32

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Contribuiçao Sindical Patronal

24respostas
1.537acessos
  

Jakeline Rodrigues da Silva

Usuário Estrela Nova

profissãoAuxiliar Depto. Pessoal
mensagens227
pontos1.447
membro desde21/06/2016
cidadeTaboao da Serra - SP
Postada:Quarta-Feira, 11 de janeiro de 2017 às 11:03:16
Colegas, Boa Tarde

Trabalho numa contabilidade e estou recebendo vários boletos com vencimento para 31/01/17 referente a uma contribuição sindical patronal, andei pesquisando e vi que esse recolhimento é obrigatório, é isso mesmo? Até para empresas que retiram somente pro labore sem funcionários?

Li também que essa contribuição só não é cobrada empresas do simples nacional, é isso mesmo?

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Leonardo Ferreira Alves

Usuário Frequente

profissãoContador(a)
mensagens86
pontos945
membro desde28/07/2014
cidadeJoao Pessoa - PB
Postada:Quarta-Feira, 11 de janeiro de 2017 às 11:13:52
Aqui pagamos apenas se a empresa for filiada ao sindicato patronal. Caso a sua empresa não seja filiado ao sindicato na minha opinião não precisa pagar. Já no caso do sindicato do empregados esse sim deve ser pago referente a contribuição sindical.

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Jakeline Rodrigues da Silva

Usuário Estrela Nova

profissãoAuxiliar Depto. Pessoal
mensagens227
pontos1.447
membro desde21/06/2016
cidadeTaboao da Serra - SP
Postada:Quarta-Feira, 11 de janeiro de 2017 às 16:18:21
Leonardo, entendi.

A dos empregados a sindical que se refere é a sindical para em Março, correto?
Leonardo Ferreira Alves

Usuário Frequente

profissãoContador(a)
mensagens86
pontos945
membro desde28/07/2014
cidadeJoao Pessoa - PB
Postada:Quarta-Feira, 11 de janeiro de 2017 às 17:21:02
Isso mesmo.

Freitas

Usuário Frequente

profissãoDiretor(a) Contabilidade
mensagens81
pontos16.643
membro desde14/09/2011
cidadeManaus - AM
Postada:Quarta-Feira, 11 de janeiro de 2017 às 17:45:03
Boa tarde!

Caros Colegas,

Veja a matéria a seguir, que irá ajudar no entendimento da obrigatoriedade ou não da contribuição sindical patronal:

Contribuição Sindical Patronal – é Obrigatória? Quem está Isento?

Postado por: vertice

A Contribuição Sindical, conforme determinam os artigos 578 e seguintes da CLT, deverá ser recolhida anualmente e de uma só vez, sendo que para os empregadores o recolhimento da contribuição sindical será efetuado no mês de janeiro de cada ano, ou para os que venham a estabelecer-se após este mês, na ocasião em que requeiram às repartições o registro ou a licença para o exercício da respectiva atividade.

A contribuição sindical é devida por todos aqueles que participarem de uma determinada categoria econômica ou profissional, ou de uma profissão liberal, em favor do sindicato representativo da mesma categoria ou profissão ou, inexistindo este, recolhe-se a favor da correspondente Federação ou ainda, na falta desta, para a correspondente Confederação.

Empresas sem Empregados

A contribuição sindical patronal é devida por toda pessoa jurídica e equiparados que integrarem determinada categoria econômica, nos termos dos artigos 511, 578, 579 e 580, III e § 3º, da CLT, admitindo trabalhadores como empregados.

Nesse sentido, o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), pela Secretaria das Relações do Trabalho, mantém entendimento firmado por intermédio de Notas Técnicas, especialmente pela de nº 50/05, que exclui do pagamento da contribuição sindical patronal os não empregadores (acessível em http://www.multilex.com.br – Menu – Legislação – Trabalhista).

Com efeito, o Tribunal Superior do Trabalho (TST), ao julgar o Recurso de Revista nº 5407.2010.5.09.0012, confirmou esse posicionamento, decidindo a Corte Trabalhista não ser devida a referida contribuição pelo não empregador.

Simples Nacional

Os Empresários e Sociedades Empresárias enquadrados no regime simplificado de tributação denominado Simples Nacional estão isentos da Contribuição Sindical Patronal, conforme determina a Lei Complementar nº 123/06, art.13, § 3º.

Entidade sem Fins Econômicos e Condomínios

De acordo com os parágrafos 5º e 6º do art. 580 da CLT, as entidades ou instituições que comprovarem, através de requerimento dirigido ao MTE, que exercem atividade sem fins econômicos terão isenção da contribuição sindical patronal.

Apesar de a CLT prever a remessa de requerimento ao MTE, este procedimento não é mais adotado, sendo que o Ministério regulamentou o assunto por meio da Portaria MTE nº 1.012/03.

Assim, um dos requisitos para a referida isenção é a entidade ou a instituição declarar na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) que não exerce atividade econômica com fins lucrativos.

Além desta declaração, a interessada deverá manter em seu estabelecimento documentos comprobatórios da condição declarada, para apresentação à fiscalização do MTE, quando solicitados.

Atividades Paralisadas

Inexiste na legislação previsão de dispensa da contribuição sindical para a entidade que se encontre com suas atividades paralisadas.

Dessa forma, ainda inativa, mas sem formalizar o seu encerramento, deverá recolher a contribuição sindical patronal, cujo cálculo será efetuado segundo os critérios apontados acima.

Isso porque o fato gerador da contribuição sindical (de caráter tributário) não deixa de ocorrer com a circunstância da paralisação das atividades da empresa.

Importante ressaltar que a isenção tributária só se pode operar mediante previsão em lei, nos termos do art. 176 do Código Tributário Nacional.

Tabela de Contribuição

O cálculo da contribuição sindical patronal corresponde a uma importância proporcional ao capital social registrado pela Sociedade Empresária, mediante a aplicação de alíquotas, conforme a tabela progressiva prevista no art. 580, inciso III, convertida em reais.

A contribuição sindical patronal corresponderá à soma da aplicação das alíquotas sobre a porção do capital distribuído em cada classe, observados os respectivos limites.

O cálculo efetivo da contribuição devida pela atividade preponderante da Sociedade Empresária será realizado mediante tabela divulgada pela entidade sindical da categoria, conforme art. 605 da CLT.

Vale informar que a última tabela geral divulgada, provavelmente desatualizada para aplicação em 2012, consta da Nota Técnica MTE nº 50/05.

Associações e Igrejas – Cálculo

As entidades ou instituições que não estejam obrigadas ao registro de capital social e não comprovem o exercício de atividades sem fins econômicos, para fins do cálculo da contribuição sindical devida, deverão considerar como capital, para efeito do que trata a tabela progressiva constante do item III do artigo 580 da CLT, o valor resultante da aplicação do percentual de 40% sobre o movimento econômico registrado no exercício imediatamente anterior, do que darão conhecimento à respectiva entidade sindical ou à Superintendência Regional do Trabalho, observados os limites mínimos e máximos estabelecidos (limites divulgados pelas entidades sindicais).

Por exemplo, para o movimento econômico em 2011 no importe de R$ 100 mil, considerar-se-á R$ 40 mil (40%).

Levando-se em consideração tabelas para cálculo da contribuição sindical patronal vigente a partir de 1º de janeiro de 2012, divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), extraída do site (http://www.cnc.org.br – acesso em 13.01.12), a entidade ou instituição do exemplo acima estaria sujeita a uma contribuição sindical em torno de R$ 309,26.

Matriz e Filiais

As empresas que possuem sucursais, filiais ou agências, fora da base territorial da entidade sindical representativa da atividade econômica do estabelecimento principal, devem atribuir, para fins de recolhimento, parte do seu capital social, na proporção das correspondentes operações econômicas, devendo, ainda, fazer as devidas comunicações às Superintendências Regionais do Trabalho; caso contrário, se estiverem na mesma base, o recolhimento será centralizado na matriz.

Recolhimento

O recolhimento da contribuição sindical patronal, cujo vencimento ocorre em 31 de janeiro de 2012 (terça-feira), deve ser feito por intermédio da Guia de Recolhimento de Contribuição Sindical Urbana (GRCSU), aprovada pela Portaria MTE nº 488/05.

Espero ter ajudado!

Cordialmente,

Freitas
Contador Diretor
http://www.freitascontabilidade.com.br
e-mail: ejdfreitas@gmail.com
Skype: freitas-fc
Fone: 92.3657-2839
Cel. 92.99991-0151oi (whatsapp) - 99261-8807vivo / 98135-9922tim


Pammela

Usuário 3 Estrelas de Prata

profissãoAuxiliar Depto. Pessoal
mensagens719
pontos4.472
membro desde13/08/2014
cidadeBelo Horizonte - MG
Postada:Quarta-Feira, 11 de janeiro de 2017 às 17:53:27
Muito boa a explicação.

Atte.,
Pammela

"A maior habilidade de um líder é desenvolver habilidades extraordinárias em pessoas comuns."
Jessyca

Usuário 4 Estrelas Douradas

profissãoAssistente Depto. Pessoal
mensagens2.729
pontos19.948
membro desde26/06/2015
cidadeFranca - SP
Postada:Quinta-Feira, 12 de janeiro de 2017 às 07:28:28
Freitas,
Bom dia!!

Interessante, bem explicado, obrigada pela colaboração!

“...carpe diem, quam minimum credula postero"
Jakeline Rodrigues da Silva

Usuário Estrela Nova

profissãoAuxiliar Depto. Pessoal
mensagens227
pontos1.447
membro desde21/06/2016
cidadeTaboao da Serra - SP
Postada:Quinta-Feira, 12 de janeiro de 2017 às 08:26:35
Freitas, ficou claro!

Sanou minhas duvidas, muito obrigado!
Erô Souza

Usuário Ativo

profissãoContador(a)
mensagens120
pontos1.373
membro desde25/10/2011
cidadeMaceio - AL
Postada:Segunda-Feira, 16 de janeiro de 2017 às 14:40:31
Mensagem Editada por Erô Souza em 16/01/2017 14:41:11
Boa tarde colegas.

Aproveitando este gancho, gostaria de saber se autarquia paga contribuição sindical patronal?
Exemplo: Conselhos

Desde já agradeço
Fabricio Secco Cagliari

Usuário 5 Estrelas

profissãoAdministrador(a)
mensagens179
pontos1.907
membro desde11/07/2013
cidadeMundo Novo - MS
Postada:Segunda-Feira, 16 de janeiro de 2017 às 15:07:02
Boa tarde pessoal,

Também aproveitando CEI de empregador rural tem que pagar contribuição patronal ?
Elisangela Mello Medeiros

Usuário 5 Estrelas Novas

profissãoCoordenador(a) Recursos Humanos
mensagens455
pontos6.359
membro desde28/05/2012
cidadeIjui - RS
Postada:Segunda-Feira, 16 de janeiro de 2017 às 15:23:07
EPP também tem q pagar?


obrigado

Elisangela
Valesca Rodrigues Soares

Usuário Novo

profissãoCoordenador(a) Recursos Humanos
mensagens7
pontos171
membro desde11/01/2017
cidadeRio Grande - RS
Postada:Segunda-Feira, 16 de janeiro de 2017 às 15:44:47
Excelente explicação do colega !!!

Grata !!!
Thais Izabel Marinho

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens15
pontos93
membro desde27/07/2015
cidadeOsasco - SP
Postada:Segunda-Feira, 30 de janeiro de 2017 às 15:16:53
Boa tarde!!

Gostaria de uma ajuda referente a contribuição sindical Patronal.
Os empregados da empresa que cuido são divididos em diversos sindicatos, tais como bombeiros, enfermeiros, médicos e afins.
Andei pesquisando e li que deve considerar o sindicato patronal através do código de atividade da empresa, porem é um assunto novo para mim o rateio da contribuição, então queria que alguém me ajudasse se souber.
Fico no aguardo e desde já muito obrigado!

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Jaciel de Sousa Lima

Usuário Estrela de Prata

profissãoAuxiliar Depto. Pessoal
mensagens537
pontos3.592
membro desde02/06/2014
cidadeNovo Progresso - PA
Postada:Segunda-Feira, 30 de janeiro de 2017 às 15:34:44
A Contribuição sindical Patronal tem que ser paga até amanhã 31/01 é isso?

Escritório de Contabilidade Cohen
Rua Monte Castelo
Bairro Jardim Planalto N: 669
CEP: 68193-000
Fones: (93) 3528-1181 / (93)98411-8774

A sua Empresa merece estar aqui!

Jaciel de Sousa Lima - Dpt. Pessoal

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Jessyca

Usuário 4 Estrelas Douradas

profissãoAssistente Depto. Pessoal
mensagens2.729
pontos19.948
membro desde26/06/2015
cidadeFranca - SP
Postada:Segunda-Feira, 30 de janeiro de 2017 às 15:35:26
Jaciel ,

Isso mesmo!

“...carpe diem, quam minimum credula postero"

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Marcelo Menezes

Usuário Frequente

profissãoGestor(a)
mensagens68
pontos866
membro desde22/06/2012
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Terça-Feira, 31 de janeiro de 2017 às 15:15:41
Pessoal, boa tarde.

Um cliente, acaba de receber uma comunicado de uma ação movida pelo sindicato contra ele, referente a cobrança de Contribuição Sindical Patronal.

Entrei em contato com o Sindicato e expliquei que a cobrança era indevida por se tratar de uma empresa optante pelo SIMEI (MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL - OPTANTE PELO SIMPLES NACIONAL) . Porém, me disseram que a cobrança era devida, pois a Lei Complementar trata de outras contribuições e não explicitamente da Contribuição Sindical Patronal!

Fiquei sem saber o que falar para a pessoa que me atendeu!

Se alguém puder me ajudar, se teve algum caso na justiça sobre isso, fico grato!!!

Marcelo Menezes
Contabilista

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Aline Brasil

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoAssistente Depto. Pessoal
mensagens274
pontos2.159
membro desde30/09/2014
cidadeSao Leopoldo - RS
Postada:Terça-Feira, 31 de janeiro de 2017 às 15:41:33
Marcelo Menezes

empresas optantes pelo simples não são obrigadas a pagar...mas a maioria dos sindicatos insiste em cobrar igual...
é complicado...mas não é devido.

Att,
Aline Brasil
Tecg. Gestão em Recursos Humanos
Marcelo Menezes

Usuário Frequente

profissãoGestor(a)
mensagens68
pontos866
membro desde22/06/2012
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Terça-Feira, 31 de janeiro de 2017 às 15:46:36
Aline, boa tarde.

Muito obrigado!

Mas eu preciso de alguma jurisprudência, ou parecer jurídico que trate como indevida a cobrança para empresas optantes pelo SIMPLES NACIONAL, eu já havia recebido algo, mas não estou encontrando em meus arquivos.

Situação complicada!

Marcelo Menezes
Contabilista

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Aline Brasil

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoAssistente Depto. Pessoal
mensagens274
pontos2.159
membro desde30/09/2014
cidadeSao Leopoldo - RS
Postada:Quarta-Feira, 1 de fevereiro de 2017 às 08:06:19

Marcelo Menezes

A Contribuição Sindical, conforme determinam os artigos 578 e seguintes da CLT, deve ser recolhida anualmente e de uma só vez, sendo que para os empregadores o recolhimento da contribuição sindical será efetuado no mês de Janeiro de cada ano, ou para os que venham a estabelecer-se após este mês na ocasião em que requeiram às repartições o registro ou a licença para o exercício da respectiva atividade.

A Contribuição Sindical patronal é devida por todos aqueles que participarem de uma determinada categoria econômica ou profissional, ou de uma profissão liberal, em favor do sindicato representativo da mesma categoria ou profissão ou, inexistindo este, recolhe-se a favor da correspondente Federação ou ainda, na falta desta, para a correspondente Confederação.

Exceção:

Simples Nacional: os empresários e sociedades empresárias enquadrados no regime simplificado de tributação denominado Simples Nacional estão isentos da Contribuição Sindical Patronal, conforme determina a Lei Complementar n° 123/06, art.13.§3°.
Incluem – se nessa isenção, as empresas do MEI.

Att,
Aline Brasil
Tecg. Gestão em Recursos Humanos
Freitas

Usuário Frequente

profissãoDiretor(a) Contabilidade
mensagens81
pontos16.643
membro desde14/09/2011
cidadeManaus - AM
Postada:Quinta-Feira, 2 de fevereiro de 2017 às 10:03:57
Simples Nacional

Os Empresários e Sociedades Empresárias enquadrados no regime simplificado de tributação denominado Simples Nacional estão isentos da Contribuição Sindical Patronal, conforme determina a Lei Complementar nº 123/06, art.13, § 3º.

Entidade sem Fins Econômicos e Condomínios

De acordo com os parágrafos 5º e 6º do art. 580 da CLT, as entidades ou instituições que comprovarem, através de requerimento dirigido ao MTE, que exercem atividade sem fins econômicos terão isenção da contribuição sindical patronal.

Freitas
Contador Diretor
http://www.freitascontabilidade.com.br
e-mail: ejdfreitas@gmail.com
Skype: freitas-fc
Fone: 92.3657-2839
Cel. 92.99991-0151oi (whatsapp) - 99261-8807vivo / 98135-9922tim


Thais Cristina

Usuário 3 Estrelas Novas

profissãoAutônomo(a)
mensagens339
pontos2.065
membro desde09/04/2015
cidadeVila Velha - ES
Postada:Sexta-Feira, 24 de fevereiro de 2017 às 09:53:57
Bom DIa,
Somos do simples nacional, e já recebemos essa guia para pagamento, é somente não pagar ou deve ser apresentado algum comprovante para o sindicato?
Fredson Lopes Férias Até 03/07/2017

Usuário Estrela Vermelha

profissãoGestor(a)
mensagens4.039
pontos22.566
membro desde10/06/2013
cidadeSalvador - BA
Postada:Sexta-Feira, 24 de fevereiro de 2017 às 14:04:22
Thais Cristina boa tarde,

Empresas optantes pelo Simples Nacional estão legalmente dispensadas do recolhimento da contribuição sindical patronal.

http://atualconsult.com.br/contribuicao-sindical-patronal-simples-nacional-dispensado/

Fredson Lopes
Analista em Recursos Humanos


''Quando um homem cava um poço muitas pessoas conseguem água''....Não retenha o conhecimento...
Andrews Augustus

Usuário Frequente

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens99
pontos611
membro desde25/08/2016
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Segunda-Feira, 15 de maio de 2017 às 09:13:51
Bom dia,

O MTE publicou uma norma técnica revogando as anteriores (50/2005 e 02/2008) quanto a isenção da sindical patronal as empresas optantes pelo Simples Nacional.
Analisando a Norma Técnica do MTE 115/2017, para mim não ficou claro, ao meu ver o MTE apenas se isentou do julgamento favoravel ou contrario a isenção, deixando exclusivamente competente a Justiça do Trabalho.
E agora ? manteve ou não a isenção ?

Atenciosamente,

Andrews Augustus

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Noemia de Oliveira Brito

Usuário Novo

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens16
pontos251
membro desde30/06/2010
cidadeRolim de Moura - RO
Postada:Segunda-Feira, 29 de maio de 2017 às 12:47:19
Bom dia,

Meu caros, estou com um probleminha e não achei legislação que me confirmem o que o sindicato esta nos cobrando.

A empresa em que trabalho com analista de departamento pessoal é uma prestadora de serviço a órgãos públicos de vários locais incluindo estado do Rio de Janeiro que é onde esta ocorrendo este fato.

em janeiro de 2017 como nos anos anteriores sempre pagamos a contribuição sindical patronal, e o sindicato patronal do Rio quer a guia paga para o estado de nossa empresa, só que não temos filiais, agencias e sucursais como diz a lei que precisa recolher em outro estado a empresa que tiver atuando no estado. Somos prestadores de serviços apenas a órgãos públicos e não temos CEIs nem filiais. É licito esta cobrança por parte do sindicato patronal?

O dos empregados pagamos e seguimos a convenção de cada estado porem neste especifico tem a clausula que diz pra recolher um determinado valor além da contribuição de janeiro uma outra em outubro.

Não faço ideia do que fazer já que a lei não fala de prestador de serviço quanto a contribuição patronal.

Alguém já passou por isso ou que saiba que pode me ajudar?

Fico grata

Noemia O. Brito.

"UMA MENTE QUE SE ABRE A UMA NOVA IDEIAS NUNCA VOLTA AO SEU TAMANHO ORIGINAL"

Albert...

Uma mente que se abre a uma nova idéia nunca volta ao seu tamanho original (Albert Aisten)
Freitas

Usuário Frequente

profissãoDiretor(a) Contabilidade
mensagens81
pontos16.643
membro desde14/09/2011
cidadeManaus - AM
Postada:Quarta-Feira, 28 de junho de 2017 às 18:00:31
Boa tarde!

Noemia

A Contribuição Patronal é cobrada pela atividade desenvolvida, vinculada ao CNPJ Matriz ou Filial.

Se a vossa empresa é optante pelo Simples Nacional, está desobrigada, como já esclarecido neste tópico.

Caso seja Lucro Presumido ou Real, é devido a contribuição Patronal para algum Sindicato que representa a classe vinculada a atividade da empresa. Pelo fato de prestarem serviços para o Governo, não isenta a contribuição Patronal.

Se a vossa empresa recolhe dos Trabalhadores a Contribuição Sindical anual para um Sindicato, verifique qual é a Federação (Confederação) para localizar o Sindicato Patronal correto. Verifique a tabela, que tem como base o capital social das Sociedades.

Esse Sindicato que está cobrando a vossa empresa, é o Sindicato Correto?

Obs: 1. Cuidado com a cobrança Sindical das Confederações que ficam em Brasília. Normalmente fazem a cobrança localizando o CNPJ das empresas.
O pagamento é facultativo. Até esse aviso eles deixaram de colocar no boleto Bancário.
O pagamento deverá ser feito somente para o Sindicato Patronal do município onde está a sede da empresa.

Obs: 2. Você poderá também fazer uma consulta na Superintendência do Ministério do Trabalho no RIO, para verificar qual o Sindicato Patronal que vossa empresa deve recolher a contribuição.




Freitas
Contador Diretor
http://www.freitascontabilidade.com.br
e-mail: ejdfreitas@gmail.com
Skype: freitas-fc
Fone: 92.3657-2839
Cel. 92.99991-0151oi (whatsapp) - 99261-8807vivo / 98135-9922tim



Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

Consulta de NFes direto da Sefaz Com download automático de XMLs de NFes e NFSes, DANFes e mais

20% de desconto nos primeiros 6 meses! Descontos especiais para escritórios contábeis.

conheça mais

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.33 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César