PARTICIPE

O Maior Evento Online Contábil do País - Inscrições gratuitas

19 a 23 de junho de 2017

www.conbcon.com.br
x

Contábeis o portal da profissão contábil

25
May 2017
15:03

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Pessoa Física que desenvolve atividade CLT e como Prestador

3respostas
172acessos
  

Marcelo de Lima

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens3
pontos132
membro desde26/01/2017
cidadeSanto Andre - SP
Postada:Sábado, 25 de fevereiro de 2017 às 17:08:21
Olá!!

Época de entrega de Declaração de Ajuste IRPF se aproximando e as consultas aumentam!!

Chegou para mim a seguinte situação:

Nutricionista que durante o dia exerce a função em consultório e durante a noite é professor universitário (CLT). Até aí, nenhuma novidade a não ser pelo seguinte: não possui registro como autônomo nem empresa aberta para a atividade de nutrição.

As receitas originadas da função diurna, são recebidas via cartão de crédito ("Moderninha" Pag Seguro) e, a pessoa está preocupada com a DIRPF, já que possui este rendimento não declarado, mas que passa por sua conta bancária.

Instrui que me procurasse com os apontamentos que faz em um livro caixa (sugerido por outro colega para fins de IR) e o informe de rendimento da atividade CLT.

A situação que informei a ele é a seguinte: como não tem registro de autônomo, consequentemente não faz recolhimento ao INSS e ao acrescentar sua receita não declarada em lugar algum, teria uma base de cálculo do IRPF muito elevada e o livro caixa não teria serventia para uma base de cálculo que realmente expressa a realidade, já que não teria a principal dedução da base de cálculo que é o INSS. Estou certo na minha análise? Quando do preenchimento da Declaração de Ajuste de Imposto de Renda devo considerar somente o Informe de Rendimentos da atividade CLT ou incluo os rendimentos recebidos de pessoa física, sendo que nunca foram registrados no Carnê Leão esses rendimentos?

Desde já agradeço a ajuda!!

Marcelo
Reinaldo Fonseca

Usuário 2 Estrelas Douradas

profissão
mensagens1.728
pontos10.324
membro desde09/11/2012
cidade
Postada:Segunda-Feira, 6 de março de 2017 às 12:22:06
Caro Marcelo de Lima,

Pessoalmente discordo, no meu entender temos de orientar as pessoas quanto ao correto, e nesse caso a primeira orientação deveria ser em relação a regularização da prestação de serviços, ou seja, fazer o registro de profissional liberal (atividade regulamentada).

Quanto a DIRPF, pessoalmente incluiria os dois rendimentos dela, pois se os clientes dela fizerem declaração a possibilidade dela "cair" numa malha fina é enorme.


Att, Reinaldo Fonseca


____________________________________________
Cuidado com o "COSTUME", a Legislação muda.
Marcelo de Lima

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens3
pontos132
membro desde26/01/2017
cidadeSanto Andre - SP
Postada:Segunda-Feira, 6 de março de 2017 às 13:30:35
Caro Reinaldo Fonseca,

A regularização da prestação de serviço não foi comentada, por não ser o alvo do questionamento

Concordo plenamente com o fato de que devemos instruir o que é o correto, mas sabemos que algumas pessoas se assustam com o resultado do cálculo da DIRPF e nos questionam sobre o que poderá ser feito, sendo estes clientes, munidos de todos os esclarecimentos, que decidem o que constar na DIRPF. O ponto principal do questionamento foi o fato do Livro Caixa (sugerido por outro colega) sem o Carnê Leão, sendo que muito provavelmente os clientes atendidos pelo profissional incluirão os recibos em suas DIRPFs e existe o risco concreto de ao não declarar essas receitas, que caia na malha da RFB.

Atenciosamente,
Marcelo de Lima

.


Reinaldo Fonseca

Usuário 2 Estrelas Douradas

profissão
mensagens1.728
pontos10.324
membro desde09/11/2012
cidade
Postada:Segunda-Feira, 6 de março de 2017 às 14:25:34
Caro Marcelo de Lima,

Na verdade eu corro de pessoas assim, com o tempo aprendi que "fazer algo" nas declarações podem trazer grandes transtornos.

Quando um pessoa me pergunta o pode ser feito repondo que nada, pois as dores de cabeças que isso pode trazer não compensa o que cobramos para fazer a DIRPF.

Pessoalmente acho que com a orientação para a pessoa se regularizar vc poderia cobrar mensalmente para auxilar a pessoa, por exemplo, fazendo o livro caixa, ou até mais se abri-se uma empresa.


Att, Reinaldo Fonseca


____________________________________________
Cuidado com o "COSTUME", a Legislação muda.

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

Certificado Digital certificados digitais com preços promocionais para contadores

desconto de 15% em certificados digitais e pague no boleto ou parcele sem juros no cartão.

conheça mais

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.09 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César