Contábeis o portal da profissão contábil

12
Dec 2017
04:16

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Dúvidas sobre Desenquadramento MEI

2respostas
211acessos
  

Felippi Vanelli

Usuário Novo

profissão
mensagens4
pontos100
membro desde15/03/2017
cidadeNova Friburgo - RJ
Postada:Quarta-Feira, 19 de abril de 2017 às 14:03:23
Boa tarde pessoal! Após ler diversos tópicos aqui no fórum, ainda possuo dúvidas a respeito do assunto:

1º - Preciso desenquadrar um cliente do MEI e ele tem urgência. Não deseja esperar até o dia 01.01.2018. Então, para que ocorra de imediato o desenquadramento, vou selecionar a opção referente a contratação de 2 ou mais funcionários ou que a atividade econômica não é permitida no MEI. Sendo assim, a partir do dia 01.05.2017, a empresa estará optante pelo Simples Nacional, certo?

2º - Li aqui que quando a empresa ultrapassa o limite de faturamento durante o ano, ela é desenquadrada do MEI e precisa pagar o Simples Nacional desde Janeiro ou desde a data da abertura se tiver sido constituída no mesmo ano. No caso da opção pelo desenquadramento não ser referente ao limite de faturamento, é necessário pagar o Simples Nacional retroativo desde Janeiro/2017 até agora?

3º - Neste mês de Abril o MEI teve aproximadamente R$ 8.000,00 de notas fiscais de entrada. Isso pode gerar algum problema ou deve apenas respeitar o limite de faturamento?
Gabriela Domingues

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens8
pontos62
membro desde19/04/2017
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quarta-Feira, 19 de abril de 2017 às 17:39:03
Boa tarde Felippi,

sou nova no ramo, mas espero que eu consiga lhe ajudar, segue respostas:

1°- sim, a empresa será optante pelo Simples Nacional, porém a empresa deve estar enquadrada na opção ME ou EPP, caso a empresa não esteja nesse enquadramento, solicitar o mais rápido possível junto com a Junta Comercial o enquadramento dela, pois só é optante do Simples Nacional quem está enquadrado nessa condição.

2°- isso não faz sentido, pois desde a abertura a empresa já paga o simples nacional, não teria o porque dela pagar retroativo.

3°- isso gerará um problema sim, pois um MEI não pode ultrapassar R$ 60.000,00 de faturamento anual, e consequentemente o faturamento mensal terá que ser proporcional, para lhe explicar melhor, segue exemplo:

Por exemplo: 60.000,00 / por 12 meses = 5.000,00 por mês. Logo, se uma empresa for registrada em abril, a receita bruta não poderá ultrapassar R$ 45.000,00 (5.000,00 x 9 meses = 45.000,00).

Espero ter lhe ajudado !

Att,
Felippi Vanelli

Usuário Novo

profissão
mensagens4
pontos100
membro desde15/03/2017
cidadeNova Friburgo - RJ
Postada:Quinta-Feira, 20 de abril de 2017 às 09:28:36
Obrigado pelas respostas Gabriela Domingues!

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

Consulta de NFes direto da Sefaz Com download automático de XMLs de NFes e NFSes, DANFes e mais

20% de desconto nos primeiros 6 meses! Descontos especiais para escritórios contábeis.

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.05 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César