PARTICIPE

O Maior Evento Online Contábil do País - Inscrições gratuitas

19 a 23 de junho de 2017

www.conbcon.com.br
x

Contábeis o portal da profissão contábil

25
May 2017
13:12

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Tributação das empresas locadoras de bens móveis

6respostas
133acessos
  

Roseli Vitorino da Silva

Usuário Iniciante

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens57
pontos552
membro desde03/12/2010
cidadePraia Grande - SP
Postada:Quarta-Feira, 19 de abril de 2017 às 15:48:29
Boa tarde caros colegas

Estou com um cliente novo com a atividade de aluguel de andaime e está enquadrado no Lucro Presumido
Minha dúvida é a seguinte:
Quanto a apuração de PIS, COFINS, IRPJ, CSLL, E ISS, uma colega de um outro escritório me deixou em dúvida, pois disse que tal
atividade é isenta destes impostos.
Pesquisei alguns artigos e leis , e o que entendi é que existia uma norma antiga a este respeito e a atividade somente de locação de bens
movéis (que é o caso do cliente, ele só manda o equipamento para o local, não há mão de obra). Mas com a mudança da Lei 12.973/2014
estas isenções cairam.

Mas ainda estou em dúvida, pois lendo a lei 12.973/2014 fiquei confusa.

Alguém poderia me ajudar a respeito e indicar onde eu posso ter certeza disso.

Obrigada


msn: rosecontals@hotmail.com

"Grande Luz Divina á todos"
Adalberto José Pereira Junior

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens2.701
pontos37.335
membro desde27/01/2010
cidadeRibeirao Preto - SP
Postada:Quinta-Feira, 20 de abril de 2017 às 07:42:17
Roseli, bom dia!

Se tratando de locação de bens móveis no lucro presumido, a tributação fica da seguinte forma:

Pis - 0,65%

Cofins - 3%

Base Legal: Lei 9.718/1998


IRPJ: BC 32% - Alíquota 15%

Base Legal: RIR/99 - Art. 519.


CSLL: BC 32% - Alíquota 9%

Base Legal: Lei 9.249/1995 - Art. 20


ISS - não há incidência (não é prestação de serviço).


Bom trabalho!

Adalberto José Pereira Junior
Contabilidade
Consultoria/Assessoria Tributária
adalbertojr.consultor@gmail.com
(16) 99263-0266
Adalberto José Pereira Junior

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens2.701
pontos37.335
membro desde27/01/2010
cidadeRibeirao Preto - SP
Postada:Quinta-Feira, 20 de abril de 2017 às 07:42:19
Roseli, bom dia!

Se tratando de locação de bens móveis no lucro presumido, a tributação fica da seguinte forma:

Pis - 0,65%

Cofins - 3%

Base Legal: Lei 9.718/1998


IRPJ: BC 32% - Alíquota 15%

Base Legal: RIR/99 - Art. 519.


CSLL: BC 32% - Alíquota 9%

Base Legal: Lei 9.249/1995 - Art. 20


ISS - não há incidência (não é prestação de serviço).


Bom trabalho!

Adalberto José Pereira Junior
Contabilidade
Consultoria/Assessoria Tributária
adalbertojr.consultor@gmail.com
(16) 99263-0266
profissãoContador(a)
mensagens6.356
pontos40.703
membro desde07/11/2009
cidadeRio Grande - RS
Postada:Quinta-Feira, 20 de abril de 2017 às 08:46:27
Roseli Vitorino da Silva,

Bom dia. Com relação ao IRPJ, se o faturamento anual da empresa for de até R$ 120.000,00, a base de cálculo cai para 16%.
Alan

Usuário Frequente

profissão
mensagens93
pontos1.082
membro desde26/03/2013
cidadeItaquaquecetuba - SP
Postada:Quinta-Feira, 20 de abril de 2017 às 09:07:42
Olá, bom dia Srs.

Continuando a pergunta da colega.

Tenho uma empresa locadora de imóveis.

A mesma recebe seu aluguel juntamente com a depesa de condominio inclusa em conta corrente.

Para a tributação reconheço somente o valor do aluguel descontados da despesa com condominio ?

Ou preciso tributar o valor recebido em conta corrente, tendo em vista que entrou no banco?

A empresa é Lucro Presumido pelo regime CAIXA.
Luciano Fayer Bastos

Usuário 5 Estrelas Douradas

profissão
mensagens3.855
pontos24.434
membro desde26/06/2014
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Quinta-Feira, 20 de abril de 2017 às 09:27:59
Alan a receita tributada é a da locação dos imoveis o condominio não entra nesta conta a titulo de impostos federais

Luciano Fayer Bastos

https://br.linkedin.com/in/lucianobastos2020


“O saber é saber que nada se sabe. Este é a definição do verdadeiro conhecimento.” (Confúcio)

profissãoContador(a)
mensagens6.356
pontos40.703
membro desde07/11/2009
cidadeRio Grande - RS
Postada:Segunda-Feira, 8 de maio de 2017 às 13:43:36
Boa tarde!

Abaixo, a base legal da minha mensagem anterior ("com relação ao IRPJ, se o faturamento anual da empresa for de até R$ 120.000,00, a base de cálculo cai para 16%").


(IN 1700/2017)
Art. 215. O lucro presumido será determinado mediante aplicação dos percentuais de que tratam o caput e os §§ 1º e 2º do art. 33 sobre a receita bruta definida pelo art. 26, relativa a cada atividade, auferida em cada período de apuração trimestral, deduzida das devoluções e vendas canceladas e dos descontos incondicionais concedidos.
...
§ 10. As pessoas jurídicas exclusivamente prestadoras de serviços em geral, mencionados nas alíneas "b", "c", "d", "f", "g" e "h" do inciso IV do § 1º do art. 33, cuja receita bruta anual seja de até R$ 120.000,00 (cento e vinte mil reais), poderão utilizar, na determinação da parcela da base de cálculo do IRPJ de que trata o caput, o percentual de 16% (dezesseis por cento).



Art. 33.
§ 1º Nas seguintes atividades o percentual de determinação da base de cálculo do IRPJ de que trata o caput será de:
IV - 32% (trinta e dois por cento) sobre a receita bruta auferida com as atividades de:
...
c) administração, locação ou cessão de bens imóveis, móveis e direitos de qualquer natureza;


Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

Consulta de NFes direto da Sefaz Com download automático de XMLs de NFes e NFSes, DANFes e mais

20% de desconto nos primeiros 6 meses! Descontos especiais para escritórios contábeis.

conheça mais

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.12 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César