Contábeis o portal da profissão contábil

25
Jul 2014
16:57

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


CFOP 5101 ou 6101?

5respostas
11.591acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Elisete Rocha Lacerda

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens1
pontos6
membro desde30/07/2009
cidadeBelo Horizonte - MG
Postada:Quinta-Feira, 30 de julho de 2009 às 10:17:33
Estou com um problema, o que considero para emitir uma Nota Fiscal, o CNPJ ou o Local de Entrega? Tenho as duas situações:

Empresa localizada em Belo Horizonte e Local de entrega no Rio de Janero e Empresa localizada em São Paulo com Local de entrega em Belo Horizonte.

A Contabilidade não consegue me informar com precisão qual CFOP utilizo em cada situação e preciso emitir essas notas.

Alguém pode por favor me ajudar?

Obrigada!
Victor William

Usuário Estrela Dourada

profissãoCoordenador(a)
mensagens1.185
pontos6.668
membro desde08/04/2009
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 30 de julho de 2009 às 11:52:12
Elisete, a nota fiscal que voce faturar, voce emite com o CNPJ de quem vai te pagar efetivamente com o devidos impostos, para a entrega você coloca o CFOP 6949, simples remessa, na nota fiscal voce descrimina a nota da qual voce faturou (DATA, NUMERO, PJ da Pessoa que adquirio).
Esse é o meu entendimento
Espero ter ajudado
Abraço

"God Our Hope, Our Salvation"
"Para vencer na vida não é importante chegar em primeiro. Simplesmente é preciso chegar, levantando a cada vez que cair pelo caminho."
Jose Carlos Ribeiro

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens2
pontos17
membro desde13/08/2009
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sexta-Feira, 11 de março de 2011 às 15:46:10
Mensagem Editada por Jose Carlos Ribeiro em 29/07/2011 13:45:27
Mensagem Editada por Claudio Rufino em 29/07/2011 13:56:34
Ola boa tarde, estou registrando uma nota de comtpa (entrada) cfop 6101 . qual o cfop que devo itilizar qdo registrar essa nota aqui na empresa comrpadora?
grato
Jose Carlos Ribeiro

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens2
pontos17
membro desde13/08/2009
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sexta-Feira, 29 de julho de 2011 às 13:46:34
Mensagem Editada por Rogério César em 22/08/2012 14:28:46
boa tarde gostaria de obter informações atualizadas do diferencial de aliquota, tipo lei.
grato
Adalberto José Pereira Junior

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens2.341
pontos27.497
membro desde27/01/2010
cidadeSerrana - SP
Postada:Sexta-Feira, 29 de julho de 2011 às 13:56:13
José Carlos,

Depende da destinação da mercadoria.

Para saber qual código usar em cada situação, siga as instruções do ANEXO V - CLASSIFICAÇÃO DAS OPERAÇÕES, PRESTAÇÕES E SITUAÇÕES TRIBUTÁRIAS, do RICMS/2000

Qualquer dúvida, poste novamente.


Att.
Adalberto

Adalberto José Pereira Junior
Consultoria/Assessoria Tributária
adalbertojr.consultor@gmail.com
(16) 99263-0266
Adalberto José Pereira Junior

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens2.341
pontos27.497
membro desde27/01/2010
cidadeSerrana - SP
Postada:Sexta-Feira, 29 de julho de 2011 às 14:00:00
Mensagem Editada por Adalberto José Pereira Junior em 29/07/2011 14:02:57
José Carlos,

O que disciplina o diferencial de alíquotas no estado de São Paulo, é o Inciso XV-A, do Art. 115, do RICMS/2000, cfe. transcrevo abaixo.

Artigo 115 - Além de outras hipóteses expressamente previstas, o débito fiscal será recolhido mediante guia de recolhimentos especiais, observado o disposto no artigo 566, podendo efetivar-se sem os acréscimos legais, tais como a multa prevista no artigo 528 e os juros de mora, até os momentos adiante indicados, relativamente aos seguintes eventos

XV-A - na entrada em estabelecimento de contribuinte sujeito às normas do Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte - “Simples Nacional”, até o último dia útil da primeira quinzena do mês subseqüente ao da entrada: (Inciso acrescentado pelo Decreto 52.104, de 29-08-2007; DOE 30-08-2007)

a) de mercadoria destinada a industrialização ou comercialização, material de uso e consumo ou bem do ativo permanente, remetido por contribuinte localizado em outro Estado ou no Distrito Federal, o valor resultante da multiplicação do percentual correspondente à diferença entre a alíquota interna e a interestadual pela base de cálculo, quando a alíquota interestadual for inferior à interna

b) de petróleo, inclusive lubrificantes e combustíveis líquidos e gasosos dele derivados, bem como energia elétrica, oriundos de outro Estado ou Distrito Federal, quando não destinados à comercialização ou industrialização, calculado pela alíquota interna.

§ 8° - Para fins do disposto na alínea “a” do inciso XV-A, a alíquota interestadual a ser adotada será a de 12% (doze por cento). (Redação dada ao parágrafo pelo Decreto 52.858, de 02-04-2008; DOE 03-04-2008)


Qualquer dúvida, poste novamente.


Att.
Adalberto

Adalberto José Pereira Junior
Consultoria/Assessoria Tributária
adalbertojr.consultor@gmail.com
(16) 99263-0266

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

Facebook

Receba Novidades


POSTS RELACIONADOS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

Quem participa

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.17 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César