MOMENTO CONTÁBEIS

Distribuição dos lucros do FGTS | Redução de alíquotas para industrias PME | Envelhecimento populacional | CONBCON 2018

Contábeis o portal da profissão contábil

20
Aug 2018
20:52

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Recolhimento ICMS ST Simples Nacional

43respostas
15.898acessos
  

mostrando página 1 de 2
1 2
Victor

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens22
pontos139
membro desde03/09/2015
cidadeJacarei - SP
Postada:Quinta-Feira, 1 de junho de 2017 às 16:21:19
Boa Tarde!

Tenho aqui uma empresa do Simples Nacional que começou a vender mercadoria sujeita ao regime ST, foram emitida as notas com o destaque do ICMS ST.
Minha duvida é como faço para recolher a GARE ICMS ST li algumas coisas na internet e fiquei bem confusa: qual o código devo usar 146-6 ou 063-2? qual a data de vencimento (último dia útil da primeira quinzena ou último dia útil do segundo mês subsequente)?
Alguém gera essas guias pra poder me ajudar?
Hellen Coelho

Usuário Frequente

profissãoAssistente Fiscal
mensagens64
pontos360
membro desde31/08/2016
cidadePorto Alegre - RS
Postada:Quinta-Feira, 1 de junho de 2017 às 16:42:14
Boa tarde, Vitor.

Empresa do Simples Nacional não está sujeita ao recolhimento do ICMS ST.
Estas NFs com destaque de ST foram emitidas pela empresa ou para ela?
Victor

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens22
pontos139
membro desde03/09/2015
cidadeJacarei - SP
Postada:Quinta-Feira, 1 de junho de 2017 às 16:51:08
Hellen, a situação é a seguinte, a empresa passou a comprar placas de alumínio para industrialização de portas e janelas para que passassem a fornecer estes produtos à varejistas que farão a comercialização desses itens, portanto, ela passa a ser sujeita à substituição tributária. Minha dúvida é, como faço para gerar estas guias tratando-se de uma empresa optante pelo simples nacional.
Hellen Coelho

Usuário Frequente

profissãoAssistente Fiscal
mensagens64
pontos360
membro desde31/08/2016
cidadePorto Alegre - RS
Postada:Quinta-Feira, 1 de junho de 2017 às 17:07:50
Victor,

Entendi seu questionamento.
O que acontece é que empresa enquadrada no Simples Nacional não é substituta tributária, independente da sua atividade.
Victor

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens22
pontos139
membro desde03/09/2015
cidadeJacarei - SP
Postada:Sexta-Feira, 2 de junho de 2017 às 09:04:57
Bom dia, Hellen, sim, tínhamos este entendimento sobre o Simples nacional, porém na LCP 123 do Simples Nacional No Art. 13 §1º diz o seguinte:

§ 1o O recolhimento na forma deste artigo não exclui a incidência dos seguintes impostos ou contribuições, devidos na qualidade de contribuinte ou responsável, em relação aos quais será observada a legislação aplicável às demais pessoas jurídicas:

Item XIII: ICMS Devido
a) nas operações sujeitas ao regime de substituição tributária, tributação concentrada em uma única etapa (monofásica) e sujeitas ao regime de antecipação do recolhimento do imposto com encerramento de tributação, envolvendo combustíveis e lubrificantes; energia elétrica; cigarros e outros produtos derivados do fumo; bebidas; óleos e azeites vegetais comestíveis; farinha de trigo e misturas de farinha de trigo; massas alimentícias; açúcares; produtos lácteos; carnes e suas preparações; preparações à base de cereais; chocolates; produtos de padaria e da indústria de bolachas e biscoitos; sorvetes e preparados para fabricação de sorvetes em máquinas; cafés e mates, seus extratos, essências e concentrados; preparações para molhos e molhos preparados; preparações de produtos vegetais; rações para animais domésticos; veículos automotivos e automotores, suas peças, componentes e acessórios; pneumáticos; câmaras de ar e protetores de borracha; medicamentos e outros produtos farmacêuticos para uso humano ou veterinário; cosméticos; produtos de perfumaria e de higiene pessoal; papéis; plásticos; canetas e malas; cimentos; cal e argamassas; produtos cerâmicos; vidros; obras de metal e plástico para construção; telhas e caixas d’água; tintas e vernizes; produtos eletrônicos, eletroeletrônicos e eletrodomésticos; fios; cabos e outros condutores; transformadores elétricos e reatores; disjuntores; interruptores e tomadas; isoladores; para-raios e lâmpadas; máquinas e aparelhos de ar-condicionado; centrifugadores de uso doméstico; aparelhos e instrumentos de pesagem de uso doméstico; extintores; aparelhos ou máquinas de barbear; máquinas de cortar o cabelo ou de tosquiar; aparelhos de depilar, com motor elétrico incorporado; aquecedores elétricos de água para uso doméstico e termômetros; ferramentas; álcool etílico; sabões em pó e líquidos para roupas; detergentes; alvejantes; esponjas; palhas de aço e amaciantes de roupas; venda de mercadorias pelo sistema porta a porta; nas operações sujeitas ao regime de substituição tributária pelas operações anteriores; e nas prestações de serviços sujeitas aos regimes de substituição tributária e de antecipação de recolhimento do imposto com encerramento de tributação; LCP 147

Portanto, no nosso caso, a empresa mesmo que seja optante pelo simples nacional, ela está sujeita ao recolhimento da guia de ST devido a operação ser sujeita ao regime de ST e nossa duvida agora, é como devemos gerar esta guia para recolhimento?
Marco Antonio

Usuário Novo

profissãoAdministrador(a) Empresas
mensagens22
pontos257
membro desde29/09/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Segunda-Feira, 26 de junho de 2017 às 10:45:25
Endereço para emissão de GARE SEFAZ-SP:

http://www.fazenda.sp.gov.br/guiasinternet/gare/paginas/gare.aspx

Espero ter ajudado.
Boa sorte!
Adailson Silva

Usuário Estrela Dourada

profissãoAssistente Tributário
mensagens1.340
pontos9.822
membro desde26/01/2016
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Segunda-Feira, 26 de junho de 2017 às 11:39:59
Hellen Coelho

Empresas do Simples são sim Substitutas tibutárias.

Gerar guia no site: http://www.fazenda.sp.gov.br/guiasinternet/gare/paginas/gare.aspx
Codigo: 063.2

último dia útil do segundo mês subsequente

profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens11
pontos249
membro desde20/10/2014
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Segunda-Feira, 3 de julho de 2017 às 11:58:49
Bom dia, Senhores (as)

Preciso de uma ajuda, tenho uma empresa do simples nacional,

29.44-1-00 - Fabricação de peças e acessórios para o sistema de direção e suspensão de veículos automotores.

Preciso saber qual o codigo de recolhimento do ICMS ST, da mesma, e o vencimento, algum pode me ajudar por gentileza?

Tem algum site que possa consultar isso, estamos sem acessória tributaria no momento.

Desde ja agradeço a disposiçao de todos.



Yuri Monsani

Usuário Ativo

profissão
mensagens129
pontos1.439
membro desde18/02/2010
cidadeJundiai - SP
Postada:Segunda-Feira, 3 de julho de 2017 às 13:43:25
Kelly Cristina Domingues Borges, boa tarde!

O código na condição de substituto tributário, sendo a empresa RPA ou Simples Nacional será utilizado 146-6 e o vencimento será o ultimo dia útil do segundo mês subsequente.

Fonte: Vencimento - http://info.fazenda.sp.gov.br/nxt/gateway.dll/legislacao_tributaria/comunicados_cat/ccat122017.htm
Código - http://www.tax-contabilidade.com.br/pergresps/pergrespsindex.php?idpergresp=1925

Espero ter ajudado.

Att,
Yuri Monsani

“Se nada nos salva da morte, pelo menos que o amor nos salve da vida.” (Pablo Neruda)

João Carlos

Usuário Estrela Dourada

profissão
mensagens1.459
pontos8.609
membro desde06/03/2012
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Segunda-Feira, 3 de julho de 2017 às 13:44:33
Boa tarde a todos,

Apenas salientando que as empresas optantes pelo simples nacional não estão excluídas da substituição tributária, somente os casos aos quais são expressos no regulamento do ICMS, destarte sua aplicação se torna normal.

Kelly,


O código de recolhimento para a substituição tributária interna é o 146-6 conforme nosso amigo Yuri citou, independentemente se for RPA ou simples nacional conforme dispõe a Portaria CAT nº 126/2011.

João Carlos
CLM Controller System LTDA.
http://www.clmcontroller.com.br

"Não há quem não possa fazer das muralhas da vida o seu campo de treinamento"
profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens11
pontos249
membro desde20/10/2014
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Terça-Feira, 4 de julho de 2017 às 10:26:30
Bom dia, a todos.


Venho aqui pedir uma ajuda a voces, tenho um cliente que recolhe ICMS-ST, referente saida de mercadoria de material eletrico, ncm 8536, e teve uma alteraçao no iva, em janeiro de 2016 ate 30/09/2017.


Alguem sabe se houve alteraçao para esse IVA a partir de 01/10/2017 ?


Preciso informar meu cliente e não consigo ess informação.


Desde ja agradeço a todos.







Cátia

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens2
pontos19
membro desde17/08/2017
cidadeAracatuba - SP
Postada:Sexta-Feira, 29 de setembro de 2017 às 15:10:15
Pessoal, boa tarde!

Tenho uma empresa, que começou a atividade recentemente. Ela é simples nacional, vai importar brinquedos do Mercosul e vai vender: brinquedos , doces e refrigerante. NCMs: 95030050-17049020-39241000-22029900-17049090....
Enfim, se ela vender esses produtos para SC dentre outros estados, deverá recolher alguma guia de ST? Qual legislação especifica?
Me ajudem
João Carlos

Usuário Estrela Dourada

profissão
mensagens1.459
pontos8.609
membro desde06/03/2012
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Domingo, 1 de outubro de 2017 às 00:05:30
Boa noite Catia,

Se a sua empresa for equiparada a indústria, será substituta tributária somente das mercadorias que importar, desta forma tanto no comércio interno quanto no comércio interestadual poderá ter substituição tributária, salvo se em SP houver a mercadoria no artigo 313, letras A até Z do RICMS/SP, já no interestadual caso haja Protocolo ou Convênio conforme disposto na Confaz.

Interno (dentro de SP): se caso o destinatário for revender, sendo para outras finalidades não haverá o recolhimento.

Interestadual (outras UFs): somente se houver Protocolo ou Convênio firmado entre estados signatários, sendo para revenda, uso e consumo ou ativo imobilizado. No caso da revenda utilizar o IVA original conforme dispõe o Convênio ICMS nº 35/2011 até o final deste ano, pois será revogado pelo Convênio ICMS nº 52/2017.

João Carlos
CLM Controller System LTDA.
http://www.clmcontroller.com.br

"Não há quem não possa fazer das muralhas da vida o seu campo de treinamento"
Kesya Lourenço

Usuário Novo

profissãoAdministrador(a)
mensagens15
pontos115
membro desde30/10/2017
cidadeItabira - MG
Postada:Segunda-Feira, 6 de novembro de 2017 às 17:42:41
Boa tarde Pessoal!

Estou com uma dúvida..se vocês puderem me ajudar. agradeço!

A situação é a seguinte:
A empresa é do simples Nacional localizada em MG e compra cosmético do estado do ES.
Cosmético em MG é ST e no ES não é ST. De acordo com minhas consultas, o espirito santo está excluído do Protocolo ICMS 191/09 onde existia um acordo com MG, Ou seja, não existe mais um acordo.
A nota fiscal que veio do ES para MG está com NCM 33051000 (Cosmético) e está com CFOP 6101. Como a nota fiscal feio com um CFOP de mercadoria Tributada, quando a nota chegou aqui no destino MG calculou-se a Antecipação Parcial do ICMS (pois a mercadoria é para revenda).
Fiquei na dúvida pelo seguinte, como não existe protocolo entre MG e ES, a empresa adquirente do destino teria que pagar ICMS ST desta mercadoria?Pois ela é ST no destino MG.

Desde já agradeço.
Paulo Leoncio

Usuário Novo

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens2
pontos114
membro desde11/12/2017
cidadeLimeira - SP
Postada:Segunda-Feira, 11 de dezembro de 2017 às 12:07:11
OLÁ MEUS CAROS,
Tenho uma dúvida : uma empresa Simples nacional ramo de autopeças vende para o Estado do Paraná, na nota eu apliquei o icms-st porém minha dúvida é : como recolher este ICMS_ST ? é para o Paraná ou para São Paulo e qual o código da GNRE? No Parana tbm é ST, obrigado
João Carlos

Usuário Estrela Dourada

profissão
mensagens1.459
pontos8.609
membro desde06/03/2012
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Segunda-Feira, 11 de dezembro de 2017 às 13:54:47
Boa tarde a todos,

Kesya, de acordo com o artigo 3º da Instrução Normativa SUTRI Nº 001, de 6 de maio 2016 não é devido a antecipação do imposto em mercadorias sujeitas a substituição tributária.

Paulo, o recolhimento da GNRE neste caso é a favor do estado do Paraná, poderá aprontar o imposto clicando aqui.

Utilizar o código 100099 - substituição tributária por operação, se for inscrito no estado destino, utilizar o código 100048 - substituição tributária por apuração.

João Carlos
CLM Controller System LTDA.
http://www.clmcontroller.com.br

"Não há quem não possa fazer das muralhas da vida o seu campo de treinamento"
Paulo Leoncio

Usuário Novo

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens2
pontos114
membro desde11/12/2017
cidadeLimeira - SP
Postada:Segunda-Feira, 11 de dezembro de 2017 às 15:10:27
muito obrigado joÃo carlos,
pelo que entendi sempre vou recolher em favor do estado que vendi correto?
João Carlos

Usuário Estrela Dourada

profissão
mensagens1.459
pontos8.609
membro desde06/03/2012
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Segunda-Feira, 11 de dezembro de 2017 às 16:06:01
Oi Paulo,

Se estiver neste modalidade sim, sempre a favor do estado destino.

João Carlos
CLM Controller System LTDA.
http://www.clmcontroller.com.br

"Não há quem não possa fazer das muralhas da vida o seu campo de treinamento"
Nilson

Usuário Ativo

profissãoContador(a)
mensagens102
pontos660
membro desde20/07/2016
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 4 de janeiro de 2018 às 18:50:18
Ola boa noite pessoal gostaria de ajuda referente ao calculo da substituição tributaria para empresas do simples nacional nesta nova mudança, do simples ou não muda nada o sistema de calculo da substituição tributaria continua o mesmo sendo pago a guia a parte somente irá mudar a forma de calcular o simples que será a aliquota achada no anexo sobre o faturamento dos ultimos 12 meses.

NILSON
Anderson

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens1
pontos9
membro desde26/07/2017
cidadeIrece - BA
Postada:Sábado, 10 de fevereiro de 2018 às 11:39:08
Bom dia, estou com a seguinte dúvida, tenho uma empresa de auto peças no regime de simples nacional no estado da bahia, comprei uma mercadoria ST do fornecedor de SP que também é simples nacional, o cfop veio 6404 (fase encerrada) a mercadoria veio sem a gnre, esta certo ? por se tratar de uma operação interestadual ?
Kesya Lourenço

Usuário Novo

profissãoAdministrador(a)
mensagens15
pontos115
membro desde30/10/2017
cidadeItabira - MG
Postada:Quarta-Feira, 14 de fevereiro de 2018 às 12:52:16
Bom dia!

Tenho uma duvida!

Uma empresa do simples Nacional do estado de MG realiza vendas de cosméticos. No estado de MG cosmético é ST, quando esta empresa vender para um estado que cosmético não é ST, como fica o recolhimento do ICMS ST neste caso? alguém poderia me ajudar? (nao sei se fui clara)
Michelle

Usuário Iniciante

profissãoAssistente
mensagens38
pontos606
membro desde27/04/2015
cidadeSao Carlos - SP
Postada:Terça-Feira, 13 de março de 2018 às 14:31:06
Boa tarde

Tenho uma empresa Simples Nacional que comprou produtos para uso e consumo de fora de São Paulo (Minas Gerais e Santa Catarina), em são paulo os produtos estão na ST, recolho o ICMS ST? qual a legislação?

Att,
João Carlos

Usuário Estrela Dourada

profissão
mensagens1.459
pontos8.609
membro desde06/03/2012
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quarta-Feira, 14 de março de 2018 às 09:09:34
Bom dia Michele,

Se os produtos estão com o ICMS de substituição tributária retido na NF nãoa há necessidade de recolhimento interno, caso não esteja, deverá antecipar o imposto a título de diferencial de alíquotas (se houver) conforme dispõe o artigo 115, inciso XV-A, alínea "a" do RICMS/SP. A antecipação da substituição tributária não ocorre na hipótese aventada, somente se adquirir para posterior revenda, vide o artigo 426-A do mesmo regulamento.

João Carlos
CLM Controller System LTDA.
http://www.clmcontroller.com.br

"Não há quem não possa fazer das muralhas da vida o seu campo de treinamento"
profissãoAssistente Fiscal
mensagens12
pontos262
membro desde01/06/2015
cidadeMongagua - SP
Postada:Terça-Feira, 3 de abril de 2018 às 16:42:23
olá, boa tarde

Estou com uma duvida, uma Empresa do simples nacional comprou mercadoria de fora do Estado e preciso fazer a Antecipação de ICMS ST, qual código para antecipação st?

Deis de já agradeço
João Carlos

Usuário Estrela Dourada

profissão
mensagens1.459
pontos8.609
membro desde06/03/2012
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quarta-Feira, 4 de abril de 2018 às 09:49:19
Bom dia Luciene,

O código do recolhimento é o 063-2 e o prazo findo é aquele descrito no item 2 do § 4º do artigo 426-A do RICMS/SP.

§ 4° - O imposto calculado nos termos do § 2° será recolhido por meio de guia de recolhimentos especiais, conforme disciplina estabelecida pela Secretaria da Fazenda:
...
2 - até o último dia do segundo mês subsequente ao da entrada da mercadoria no território deste Estado, tratando-se de contribuinte sujeito às normas do "Simples Nacional", devendo observar o disposto no item 2 do § 4° do artigo 277.

João Carlos
CLM Controller System LTDA.
http://www.clmcontroller.com.br

"Não há quem não possa fazer das muralhas da vida o seu campo de treinamento"
profissãoAssistente Fiscal
mensagens12
pontos262
membro desde01/06/2015
cidadeMongagua - SP
Postada:Quarta-Feira, 4 de abril de 2018 às 12:02:59
João Carlos

Muito obrigada pela ajuda!

Deise Figueiredo

Usuário Novo

profissãoAnalista Fiscal
mensagens29
pontos214
membro desde04/06/2013
cidadeItatiba - SP
Postada:Quarta-Feira, 18 de abril de 2018 às 11:29:17
Bom Dia!

Tenho um cliente que é Simples Nacional, ele compra mercadorias de outro Estado, e quando chega aqui faço as guias de recolhimento de Antecipação do ICMS , algumas recolho o ICMS ST e outras o diferencial de alíquotas.

Quando esse cliente vende as mercadorias para outro Estado, geralmente pela internet, algumas ele vende para consumidor final e outras para empresas que vão revender.

Minha pergunta é. Quando for para empresas de outro Estado que vão revender, com qual CFOP devo emitir a nota? cfop. 6404?

E outro questionamento: Quando for fazer a apuração do DAS, devo descontar o ICMS normal que já foi pago quando recolhi a guia de ICMS ST?

Por favor, me ajudem!!

Deise Figueiredo.
Elaine Ferreira de Melo

Usuário Estrela Nova

profissãoContador(a)
mensagens239
pontos1.925
membro desde14/06/2013
cidadeItabaiana - SE
Postada:Quarta-Feira, 18 de abril de 2018 às 11:49:34
Isso, quando você for revender essas peças nas quais já foram pagas a S.T, você coloca o cfop 6404/ 5405 e lança no simples como revenda sujeitas a S.T para não pagar duas vezes o icms.
Deise Figueiredo

Usuário Novo

profissãoAnalista Fiscal
mensagens29
pontos214
membro desde04/06/2013
cidadeItatiba - SP
Postada:Quarta-Feira, 18 de abril de 2018 às 13:18:20
Muito obrigada pela ajuda, mas quando revendo para outro Estado, que tem ST, eu não preciso recolher o ICMS novamente?
Mauricio Ramos

Usuário 5 Estrelas

profissãoAnalista Fiscal
mensagens174
pontos1.723
membro desde25/02/2015
cidadeCuritiba - PR
Postada:Quarta-Feira, 18 de abril de 2018 às 13:29:42
Deise Figueiredo
Se a mercadoria que você estiver revendendo para fora do Estado for para consumidor final não precisará recolher o ICMS ST. Como trata-se de uma empresa optante pelo Simples Nacional estará ISENTA do DIFAL 87/2015 que é cobrada nestas operações.

mostrando página 1 de 2
1 2

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César