Contábeis o portal da profissão contábil

18
Dec 2017
02:52

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Venda de veiculos usados(Consignação) empresa Optante do Sim

5respostas
428acessos
  

profissãoContador(a)
mensagens9
pontos120
membro desde06/08/2010
cidadeGandu - BA
Postada:Quinta-Feira, 15 de junho de 2017 às 15:12:03
Boa tarde,
Colegas estou procurando saber o seguinte:
Uma empresa no Simples Nacional ao efetuar uma venda de um Veículo Usado por consignação qual o procedimento para a base de calculo do imposto do simples?

Vlr da Compra: 20.000,00
Vlr da Venda: 22.500,00

A base para calculo do imposto seria 22.500,00 ?

E se a Empresa for regime Luro Presumido? seria o mesmo o calculo do pis, cofins, IRPJ e csll também como base os 22.500,00??

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Cláudio Cardoso da Silva

Usuário 4 Estrelas Novas

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens354
pontos6.459
membro desde21/07/2010
cidadeSuzano - SP
Postada:Sexta-Feira, 16 de junho de 2017 às 12:30:37
Bom dia Jorge Cerqueira dos Santos Araújo!

Uma empresa no Simples Nacional ao efetuar uma venda de um Veículo Usado por consignação qual o procedimento para a base de calculo do imposto do simples?

Vlr da Compra: 20.000,00
Vlr da Venda: 22.500,00

A base para calculo do imposto seria 22.500,00 ?


A Base de Cálculo (mensal) para apuração do SIMPLES NACIONAL é o valor da receita bruta, assim entendido o produto da venda, excluídas as vendas canceladas e os descontos incondicionais concedidos; que será tributada pelas alíquotas constantes do Anexo I.

Observações: - Inaplicável a equiparação do art. 5º. da Lei nº 9.716, de 1998, para fins de Simples Nacional.

Portanto, sim, a base de cálculo para o Simples Nacional serão os 22.500,00.

E se a Empresa for regime Luro Presumido? seria o mesmo o calculo do pis, cofins, IRPJ e csll também como base os 22.500,00??


A Base de Cálculo (mensal) para apuração do PIS e COFINS é o valor relativo a diferença entre o valor constante da nota fiscal de entrada e o valor constante da nota fiscal de alienação; sendo as alíquotas de 0,65% (zero vírgula sessenta e cinco por cento) para o PIS e 3,00% (três por cento) para a COFINS.

A Base de Cálculo (trimestral) para apuração do IRPJ e CSLL é o produto resultante da aplicação do percentual de 32,00% (trinta e dois por cento) sobre o valor relativo a diferença entre o valor constante da nota fiscal de entrada e o valor constante da nota fiscal de alienação; sendo as alíquotas de 15,00% (quinze por cento) para o IRPJ e 9,00% (nove por cento) para a CSLL.

Observações: Artigo 5º. da Lei 9.716/98; Artigo 242 da IN-SRF nº. 1700/17; Artigo 10º. §§ 4, 5 e 6 da IN-SRF nº. 247/2002; e Artigo 219 do Decreto 3000/99.


Cláudio Cardoso da Silva .'.
[email protected]
http://www.ccscontabil.com.br

2 pessoas aprovaram esta mensagem.

profissãoContador(a)
mensagens9
pontos120
membro desde06/08/2010
cidadeGandu - BA
Postada:Sexta-Feira, 16 de junho de 2017 às 16:40:24
Boa Tarde,

Muito Obrigado Cláudio Cardoso da Silva.
Rose

Usuário 4 Estrelas de Prata

profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens819
pontos6.137
membro desde22/06/2004
cidadeHortolandia - SP
Postada:Segunda-Feira, 26 de junho de 2017 às 14:40:01
Mensagem Editada por Rose em 26/06/2017 15:41:58
Boa tarde,

Já li vários tópicos antigos sobre essa situação e agora achei esse mais atual, tenho um cliente que está começando a operar com veículos usados, é simples nacional e recebeu um email da financeira pedindo a nf do mês, no email eles informam o vr bruto retenção iss e irf e o vr liquido, nesse caso, tenho que emitir uma nf de serviço para a financeira com os valores relacionados e uma nf de venda do veículo para o cliente?
Ele emitindo esse tipo de nf pra financeira terá algum problema em relação a opção pelo simples?

Nesse tópico fiquei com dúvidas, o vr pra calculo do simples é pela diferença compr a/venda ou sobre vr total(O tópico é antigo_
http://www.contabeis.com.br/forum/topicos/56579/simples-nacional-revenda-veiculos-usados/

"Sonhos não morrem, apenas adormecem na alma da gente."
Chico Xavier
Cláudio Cardoso da Silva

Usuário 4 Estrelas Novas

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens354
pontos6.459
membro desde21/07/2010
cidadeSuzano - SP
Postada:Terça-Feira, 27 de junho de 2017 às 15:14:44
Boa Tarde Rose!

Já li vários tópicos antigos sobre essa situação e agora achei esse mais atual, tenho um cliente que está começando a operar com veículos usados, é simples nacional e recebeu um email da financeira pedindo a nf do mês, no email eles informam o vr bruto retenção iss e irf e o vr liquido, nesse caso, tenho que emitir uma nf de serviço para a financeira com os valores relacionados e uma nf de venda do veículo para o cliente?

A NF que a financeira está solicitando é referente a comissão que foi paga ao seu cliente, pela prestação de serviços de correspondente bancário que ele prestou. (vide o contrato de prestação de serviços de correspondente bancário assinado entre a financeira e seu cliente).
Quanto a NF de venda da mercadoria para o consumidor final, seu cliente deverá proceder com a emissão antes mesmo da sua circulação (saída da mercadoria).

Ele emitindo esse tipo de nf pra financeira terá algum problema em relação a opção pelo simples?

A atividade de correspondente bancário é ambígua, permitindo para determinados serviços sua opção pelo simples nacional (é o caso dos serviços descritos no item VIII do Artigo 8o. da Resolução Bacen: 3954). Porém, não lhe será possível a dedução quanto aos impostos retidos na fonte.

Nesse tópico fiquei com dúvidas, o vr pra calculo do simples é pela diferença compr a/venda ou sobre vr total(O tópico é antigo_
http://www.contabeis.com.br/forum/topicos/56579/simples-nacional-revenda-veiculos-usados/

A Base de Cálculo (mensal) para apuração do SIMPLES NACIONAL é o valor da receita bruta, assim entendido o produto da venda, excluídas as vendas canceladas e os descontos incondicionais concedidos; que será tributada pelas alíquotas constantes do Anexo I.

Observações: - Inaplicável a equiparação do art. 5º. da Lei nº 9.716, de 1998, para fins de Simples Nacional.

Este tem sido meu entendimento, s.m.j.

Cláudio Cardoso da Silva .'.
[email protected]
http://www.ccscontabil.com.br
Rose

Usuário 4 Estrelas de Prata

profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens819
pontos6.137
membro desde22/06/2004
cidadeHortolandia - SP
Postada:Quarta-Feira, 28 de junho de 2017 às 12:12:37
Mensagem Editada por Rose em 17/08/2017 14:43:08
Boa tarde Claudio,

Obrigada pelos esclarecimentos, então a empresa não fez nf de venda, estou achando estranho isso pois a financeira está pagando comissão é pq houve uma venda né...vou ver com eles o que houve e solicitar esse contrato com a financeira. (Me disseram que não houve venda, são pessoas que vão até eles e precisam refinanciar o próprio veículo para levantar um dinheiro, nesse caso essa comissão será paga pelo anexo VI?)

Ele emitindo esse tipo de nf pra financeira terá algum problema em relação a opção pelo simples?

A atividade de correspondente bancário é ambígua, permitindo para determinados serviços sua opção pelo simples nacional (é o caso dos serviços descritos no item VIII do Artigo 8o. da Resolução Bacen: 3954). Porém, não lhe será possível a dedução quanto aos impostos retidos na fonte.

Uma dúvida, a financeira está retendo ISS e IR é normal isso? O IR não sei se é correto sendo meu cliente do SN, o ISS por ser de SP a financeira pode reter desde que o meu cliente não tenha cadastro lá em SP...
Meu cliente não possui em seu CNPJ Cnae ref intermediação...




att,

Rose

"Sonhos não morrem, apenas adormecem na alma da gente."
Chico Xavier

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

Consulta de NFes direto da Sefaz Com download automático de XMLs de NFes e NFSes, DANFes e mais

20% de desconto nos primeiros 6 meses! Descontos especiais para escritórios contábeis.

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.05 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César