Contábeis o portal da profissão contábil

13
Dec 2017
12:57

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Morte do titular de firma individual

71respostas
73.109acessos
  

mostrando página 1 de 3
1 2 3
Itiene Rabelo de Oliveira

Usuário Iniciante

profissãoContador(a)
mensagens41
pontos289
membro desde28/09/2007
cidadeSao Joao Nepomuceno - MG
Postada:Segunda-Feira, 17 de agosto de 2009 às 14:40:05
Tópico Movido para esta sala por Eduardo de Limas em 15/06/2012 11:40:57
(Regra 8) Postagem postada em sala ou tópico indevidos. por Eduardo de Limas em 15/06/2012 11:40:57
Boa tarde a todos !

Um empresário titular de uma firma individual,optante pelo Simples Nacional, veio a falecer.
A empresa possui funcionários,fui orientada em pedir um alvará judicial específico para a empresa poder funcionar até
o final do ano,para assim proceder as rescisões contratuais.
Está correto este procedimento ?
Em relação a GFIP informo o afastamento dele por motivo de
morte ?
A firma ainda possui débitos com a receita federal e inss, neste
caso o conjuge responderá pelos débitos ?

Obrigada.

2 pessoas aprovaram esta mensagem.

Luiz José

Usuário Emérito

profissãoContador(a)
mensagens4.635
pontos32.933
membro desde10/10/2006
cidadeNiteroi - RJ
Postada:Segunda-Feira, 17 de agosto de 2009 às 21:24:47
Boa noite Itiene.

A princípio sim. Mas no caso, o pedido do Alvará deveria ser para assinar todas as documentações necessárias para o encerramento da firma, se for o caso e não somente até o final do ano com você informa.
Com relação aos débitos, ocorrendo a morte do titular da firma individual, os herdeiros poderão dar prosseguimento às atividades da firma, em nome do espólio, até a data da partilha ou adjudicação dos bens, nesse meio tempo os herdeiros poderão liquidar todas as obrigações pendentes. todo esse procedimento deverá ter acompanhamento de um advogado.

A vantagem de ter péssima memória é divertir-se muitas vezes com as mesmas coisas boas como se fosse a primeira vez.

Friedrich Nietzsche

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Angelica Almeida Santos

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens4
pontos125
membro desde13/05/2011
cidadeSalvador - BA
Postada:Sexta-Feira, 13 de maio de 2011 às 21:52:00
Tinha um cliente que era Empresario Individual do Simples Nacional e ele infelizmente veio a falecer, antes desse acontecimento ele passou o ponto, deu baixa no contrato de todos os funcionarios e as irmas e viuva querem que de baixa na empresa, como devo proceder, grata pela atencao.

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Valdir Alexandrino Pinheiro

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoContador(a)
mensagens265
pontos1.630
membro desde28/03/2011
cidadeTeofilo Otoni - MG
Postada:Segunda-Feira, 16 de maio de 2011 às 17:41:21
Mensagem Editada por Valdir Alexandrino Pinheiro em 16/05/2011 17:41:37
Etiene

boa noite

qdo o empresario vem a falecer, os herdeiros necessarios são responsaveis pelas dividas, a viuva meeira deverá ir a RF, com a copia do atestado de obito, requer parcelamento das dividas, se não ela não consigira fazer o inventario, qto ao acerto com os funcionarios ela deve ver no sindicato da classe. isto também vale para que a viuva receba a pensão por morte (quitar o inss)

ats.

valdir a. pinheiro

2 pessoas aprovaram esta mensagem.

Kelly Ribeiro

Usuário Novo

profissãoAssistente Contabilidade
mensagens3
pontos120
membro desde02/09/2009
cidadeCuritiba - PR
Postada:Segunda-Feira, 22 de agosto de 2011 às 17:24:02
Boa tarde, tenho uma empresa individual em que o empresário faleceu, já foi feito inventario e os herdeiros querem transformar a empresa individual em LTDA. Minha duvida éa seguinte na hora em que vou elaborar o contrato social de transformação, no preambulo como que eu especifico que o empresario faleceu? Tenho esse modelo que a JUCEPAR disponibiliza no site:

CONTRATO SOCIAL POR TRANSFORMAÇÃO DE EMPRESÁRIO.
Nome Empresarial (da Sociedade)............
(nome civil por extenso, do empresário), nacionalidade, estado civil, data
de nascimento (se solteiro), profissão, identidade (n°, órgão expedidor e
UF), CPF n°.........., residente e domiciliado (a) na .............., Empresário(a),
com sede na .................,inscrito(a) na Junta Comercial do
Estado ................, sob o NIRE....................... e no CNPJ sob n°..................,
fazendo uso do que permite o $ 3°, do artigo 968, da Lei n° 10.406/2002,
com a redação alterada pelo artigo 10, da Lei Complementar n° 128, de
19.12.2008, ora transforma seu registro de EMPRESÁRIO(A) em
SOCIEDADE EMPRESÁRIA, uma vez que admitiu o(a) sócio(a) (nome
civil por extenso), nacionalidade, estado civil, data de nascimento (se
solteiro), profissão, identidade (n°, órgão expedidor e UF), CPF n
°.............., residente e domiciliado(a) na........................, passando a
constituir o tipo jurídico SOCIEDADE LIMITADA, a qual se regerá,
doravante, pelo presente CONTRATO SOCIAL, ao qual se obrigam
mutuamente todos os sócios:

Mas não sei como colocar que o empresario faleceu e que agora foram admitidos outros dois socios!
Alguém pode me ajudar? se tiver um modelo desse tipo de contrato eu fico muito grata.

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Valdir Alexandrino Pinheiro

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoContador(a)
mensagens265
pontos1.630
membro desde28/03/2011
cidadeTeofilo Otoni - MG
Postada:Quarta-Feira, 24 de agosto de 2011 às 16:50:05
Mensagem Editada por Valdir Alexandrino Pinheiro em 24/08/2011 16:50:22
kelly

boa tarde

eu, pessoalmente não acho que será de muita vantagem esta transformação de empresa individual em soc. ltda, ainda mais após o falecimento do titular, o mais aconselhavel será fazer o inventario, da pessoa fisica, e soliciatar ao juiz uma autorização judicial para efetuar a baixa da empresa, apresente o balanço, ao juiz, faça uma abertura de uma soc. ltda, assim como o seu cliente (herdeiros) querem e a transferencia do estoque, mediante a emissão de uma nota fiscal (avulsa) que será emitida pela AF. Isso te dará menos trabalho e será bem mais pratico.

att.

valdir a. pinheiro

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Daniele da Silva Guedes

Usuário Iniciante

profissãoContador(a)
mensagens35
pontos490
membro desde08/12/2009
cidadeColombo - PR
Postada:Sexta-Feira, 15 de junho de 2012 às 09:54:12
valdir se puder me ajudar

Abri a empresa mas ela não teve nenhum movimento estavamos ainda dando entrada no Alvará quando um dos sócios morreu, como faço pra dar baixa ? obrigada

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Valdir Alexandrino Pinheiro

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoContador(a)
mensagens265
pontos1.630
membro desde28/03/2011
cidadeTeofilo Otoni - MG
Postada:Quarta-Feira, 20 de junho de 2012 às 16:32:22
Danile
boa tarde

Daniele o primeiro passo é abrir a sucessão(invetario)pelo falecimento do sócio, voce precisara de uma ordem judicial para dar baixa nesta empresa. O juiz poderá exigir o capital que foi integralizado ref. as cotas do de cujus, que serão divididas para os herdeiros, como nós sabemos na maioria das vezes esse capital e fiquiticio (naõ existe). Se o capital ainda não integralizado esse dinheiro terá que aparecer. A viuva terá que entrar com o inventário e ao mesmo tempo o advogado solicitará o juiz uma ordem judicial para exclusão do sócio falecido. Ai a viuva poderá assinar pelo de cujus.
não vejo outra maneira para voce solucionar este caso.

att.
valdir a. pinheiro

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Daniele da Silva Guedes

Usuário Iniciante

profissãoContador(a)
mensagens35
pontos490
membro desde08/12/2009
cidadeColombo - PR
Postada:Quarta-Feira, 20 de junho de 2012 às 16:36:31
Obrigada Valdir vou tentar falar com o Advogado, pior que sobrou apenas uma filha e acredito ser de menor, nesse caso o tutor poderá assinar...

Obrigada pela atenção....

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Phillipe Gambôa

Consultor Especial

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens3.824
pontos26.617
membro desde28/04/2010
cidadeRecife - PE
Postada:Quarta-Feira, 20 de junho de 2012 às 16:40:47
Olá Daniele da Silva Guedes

Dependendo da idade pode emancipar a menor.

Abertura, alterações e baixas no Brasil
Consultoria via Skype
Contabilidade
Fiscal
Orçamento gratuito
-----
[email protected]

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Valdir Alexandrino Pinheiro

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoContador(a)
mensagens265
pontos1.630
membro desde28/03/2011
cidadeTeofilo Otoni - MG
Postada:Quarta-Feira, 20 de junho de 2012 às 16:41:38
angelina
boa tarde

o seu caso é quase identico com o da daniele, terá que fazer o inventario, como ele já havia passado o ponto e dado baixa nos empregados, tem que requerer as certidão RFB, AF. Certidão do INSS,
ver se não ficou pendência, pois o advogado irá precisar destas Certidões negativas para fazer o inventario, ele poderá (o adv.) pedirá autorização judicial para a viuva assinar pelo de cujus, se for ela a inventariante.

att.
valdir a. pinheiro

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Valdir Alexandrino Pinheiro

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoContador(a)
mensagens265
pontos1.630
membro desde28/03/2011
cidadeTeofilo Otoni - MG
Postada:Quarta-Feira, 20 de junho de 2012 às 16:48:48
Etien
boa tarde

voce pode seguir as orientações do nosso colega Luiz José, pois estão corretissimas. Como ele disse deve quitar os debitos.

att.
valdir a. pinheiro

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Edleine /renata

Usuário Iniciante

profissãoContador(a)
mensagens33
pontos1.715
membro desde02/02/2011
cidadeItajuba - MG
Postada:Terça-Feira, 14 de agosto de 2012 às 09:55:26
Bom dia Valdir

Tenho uma empresa cujo empresario veio a falecer e a empresa tem debitos na receita federal, e a esposa não quer dar baixa simplesmente quer abandonar a empresa por orientação de seu advogado, pois o mesmo diz que a divida não é dela sendo que ela é casada com separação de bens, e que a receita jamais vai cobrar a divida dela mesmo ela ter virado pensionista dele ... isso esta correto?

Gostaria de saber como faço para tirar a responsabilidade perante os orgãos do contador e se essa divida passa para os herdeiros? Existe algum prazo para que os herdeiros deem baixa na empresa.... o empresario falecido não tem bens a não ser a empresa que se encontra aberta e com debitos na RFB.

Grata pela atenção
Edleine

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Marcelo Batalha

Usuário Novo

profissão
mensagens1
pontos-4
membro desde13/02/2013
cidadeBelem - PA
Postada:Quarta-Feira, 13 de fevereiro de 2013 às 21:33:02
Mensagem Editada por Vânia Zaniratto em 14/02/2013 11:11:38
(Regra 21) É proibida a solicitação ou oferecimento, via particular, de respostas e ou materiais. por Vânia Zaniratto em 14/02/2013 11:12:08
Olá gostaria de informações de como proceder para fazer a transferencia da empresa individual que esta no nome da minha mãe que veio a falecer recentemente, me falaram que eu tinha que fazer um inventário e ter uma ordem judicial para fazer essa transferencia. A empresa quase não tem movimentação e de bens somente pouca coisa de estoque. Me orientaram a abrir outra pois seria mais facil, mais pretendo dar continuidade nessa mesma. Por favor se alguem poder me orientar como fazer ficarei eternamente grato.

Nota da Moderação
Mensagem editada por ir contra as Regras do Fórum

Grato!!!!!!!

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Valdir Alexandrino Pinheiro

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoContador(a)
mensagens265
pontos1.630
membro desde28/03/2011
cidadeTeofilo Otoni - MG
Postada:Sexta-Feira, 15 de fevereiro de 2013 às 16:20:40
Marcelo
boa tarde

o procedimento correto é voce fazer o inventario mesmo que a empresa tenha pouco movimento, pois qualquer bem deixado por falecimento pertece aos herdeiros, no seu caso não tem como voce fazer esta transferencia (o correto é a baixa) que voce só poderá fazer com um alvara judical, a requerimento do seu advogado, voce deve continuar com a empresa até a expedição do alvara. Se voce for o unico filho, se tiver mais irmãos qualquer acresimo no patrimonio será divido.

att.

valdir a. pinheiro

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Nelson Junior

Usuário Novo

profissãoGerente Comercial
mensagens2
pontos12
membro desde27/12/2009
cidadeGuarulhos - SP
Postada:Terça-Feira, 14 de maio de 2013 às 13:50:01
Meu Pai faleceu e eu cuidava da empresa. Tenho uma procuração dele. Preciso receber de clientes e não tenho o CERTIFICADO DIGITAL. Fui no órgão e não aceitaram a PROCURAÇÃO par emitir o CERTIFICADO DIGITAL.
Já tenho alguns orçamentos aprovados com esta empresa.

É melhor eu transferir ela pra mim e assumir as dívidas e os futuros negócios ou deixa esta empresa para ser fechada e abro outra?

Minha mãe herda as dívidas?

Qual a melhor forma de pagar os débitos e continuar no ramo já que eu era o principal executor das principais tarefas?

Detalhe: Eu já tenho uma empresa individual em meu nome com algumas dívidas que estou resolvendo aos poucos e ainda vai levar uns 4 anos pra quitar.
Minha mãe tb tem a empresa dela mas disse que poderia fechar se preciso, pois pretende parar de empreender e só trabalhar em casa.

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Marcelo B. Sakamoto

Usuário 2 Estrelas Douradas

profissão
mensagens1.931
pontos24.370
membro desde16/03/2009
cidade
Postada:Terça-Feira, 14 de maio de 2013 às 13:53:25
Nelson Junior
Como a empresa era individual tem que fazer o fechamento dela por falecimento do proprietario e abrir uma nova para vc.

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Diogo Macedo

Usuário Novo

profissãoAdvogado(a)
mensagens1
pontos6
membro desde18/06/2013
cidadeImperatriz - MA
Postada:Terça-Feira, 18 de junho de 2013 às 11:59:14
Bom dia.
Em uma firma individual o empresário faleceu e logo após alguns empregados ingressaram com uma reclamação trabalhista contra a empresa. A citação foi feita na pessoa da esposa do empresário e não foi apontado seu falecimento. Essa citação é nula? Deveria ter sido apontada já o espólio?

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Alex Bozzetti

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens4
pontos237
membro desde29/06/2010
cidadeSao Gabriel da Palha - ES
Postada:Quinta-Feira, 11 de julho de 2013 às 14:38:35
Meu caso é um pouco mais complicado.
Seguinte o empresario veio a falecer e fizeram a declaração de espolio dele antes de baixarem a empresa, agora já fiz a baixa na junta comercial e não consigo fazer o DBE de baixa pq quando informo o cpf do responsável diz que cpf consta declaração de espolio e nao aceita. O que fazer nessa situação?

1 pessoa aprovou esta mensagem.

profissãoAdvogado(a)
mensagens1
pontos7
membro desde14/01/2014
cidadeNova Ponte - MG
Postada:Terça-Feira, 14 de janeiro de 2014 às 10:09:44
Tinha um cliente que possuía uma empresa individual em seu nome, no entanto este veio a falecer. Na certidão de óbito consta que não possui herdeiros, nem bens a inventariar. Fui procurado pelo pai do falecido para dar baixa nesta empresa. Tenho dúvida se mesmo sem bens a inventariar será necessário primeiro entrar com pedido de inventário e depois dentro do próprio inventário pedir o alvará judicial de baixa da empresa, ou se posso pedir diretamente o alvará judicial de encerramento da empresa por meio dos pais do falecido, o qual não deixou demais herdeiros.

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Maria Q. Pereira

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens27
pontos261
membro desde29/05/2012
cidadeAcari - RN
Postada:Terça-Feira, 10 de junho de 2014 às 16:41:24
Olá!
No Caso, qual o código do Evento da DBE para o procedimento de baixa no qual o Titular da empresa individual veio a falecer? Estou com dúvida relacionada á esse código. Pq na JUCERN me disseram que primeiro tenho que tá baixa no cadastro Sincronizado.

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Sidinei

Usuário Iniciante

profissãoContador(a)
mensagens36
pontos382
membro desde23/08/2006
cidadeXanxere - SC
Postada:Quarta-Feira, 28 de janeiro de 2015 às 09:48:50
bom dia

estou com uma situação que nunca tive preciso de ajuda dos nobres colegas.
tenho uma empresa individual com uma funcionária a empresária faleceu e agora no fazer a rescisão não consegui comunicar na caixa para liberar o fgts pois não tinha a chave da conectividade desta empresa nem certificado digital, ai liguei na caixa me informaram que devo fazer uma alteração na empresa colocando outro como responsável para dai poder fazer a chave da conectividade e ai poder comunicar a rescisão deste funcionário esta certo isso tem outra forma de fazer sendo que a funcionária n quer fazer a rescisão como pedido porque quer encaminhar o seguro desemprego ( a funcionária é filha da empresária falecida).

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Thiago Nunes Moreno

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens4
pontos24
membro desde23/07/2012
cidadeAruja - SP
Postada:Terça-Feira, 24 de fevereiro de 2015 às 10:44:10
Bom dia caros colegas!

Estou com um caso que o proprietário de uma empresa Individual veio a falecer, os herdeiros ja fizeram o Inventario e partilha, a empresa ficou com a esposa que trabalha no local, ela quer continuar com o CNPJ, pois a empresa é antiga e tem suas vantagens em questões financeiras e de cadastro a fornecedores..... minha pergunta é, como proceder nessa alteração contratual de empresário Individual? como vou manter a empresa individual mas como titular a esposa que tem direito a 100% do capital social (citado em Inventario e partilha)?...

Grato.

1 pessoa aprovou esta mensagem.

João Marques Soares

Usuário Iniciante

profissãoConsultor(a) Contabilidade
mensagens37
pontos462
membro desde30/10/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 5 de março de 2015 às 19:41:19
Mensagem Editada por João Marques Soares em 05/03/2015 19:43:12
boa noite a todos...


Estou com mesmo caso citado acima....alguém que tem o conhecimento pode dar uma solução....

Estou com um caso que o proprietário de uma empresa Individual veio a falecer, os herdeiros ja fizeram o Inventario e partilha, a empresa ficou com a esposa que trabalha no local, ela quer continuar com o CNPJ, pois a empresa é antiga e tem suas vantagens em questões financeiras e de cadastro a fornecedores..... minha pergunta é, como proceder nessa alteração contratual de empresário Individual? como vou manter a empresa individual mas como titular a esposa que tem direito a 100% do capital social (citado em Inventario e partilha)?...

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Luis Fernando de Morais

Usuário Frequente

profissãoContador(a)
mensagens69
pontos651
membro desde26/11/2010
cidadeItapira - SP
Postada:Quinta-Feira, 5 de março de 2015 às 21:04:36
Fiz uma alteração desta no ano passado.

O primeiro passo a fazer é colocar o inventariante no caso como preposto da empresa na Receita Federal, pois na Junta me avisaram que tinha que sair o nome do inventariante no DBE.

Depois disso, fazer um processo na Jucesp de Alteração Cadastral "Transferência por Titularidade de Sucessão".

Para o DBE à ser protocolado são dois, um com alteração de razão social e outro com "Espólio"

Dicas de finanças pessoais:

http://sobrefinancaspessoais.blogspot.com.br/

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Radmilla Cabral Souza

Usuário Novo

profissãoAdministrador(a)
mensagens1
pontos7
membro desde05/07/2015
cidadeItabuna - BA
Postada:Domingo, 5 de julho de 2015 às 19:40:25
Olá Boa noite!

Minha mãe faleceu a 2 meses e tinha uma empresa no nome dela, preciso passar a empresa para o meu nome .
Tenho um irmão e ele concorda que eu assuma a empresa.
Me deram a ideia de abrir uma nova empresa mas pra mim continuar com essa empresa seria melhor pois ela já existe a 20 anos.
Qual a melhor forma de fazer isso?
Desde já agradeço

1 pessoa aprovou esta mensagem.

profissãoContador(a)
mensagens3.729
pontos27.869
membro desde21/02/2010
cidadeBelo Horizonte - MG
Postada:Segunda-Feira, 6 de julho de 2015 às 07:24:06
Bom dia Radmilla.

O ideal seria continuar com a empresa que já existe.

Mesmo com a concordância do seu irmão faz-se necessária a contratação de um advogado para efetuar o inventário.

att

Contador CRC MG 106412/O Perito CNPC 087 Corretor CRECI MG 033981
Pericias em Apuração de Haveres, Financeiras
Consultoria Tributária, societária
Avaliação de imóveis urbanos e rurais
Fusões, cisões e incorporações
http://www.prosperarecontabil.com.br

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens2
pontos13
membro desde06/07/2015
cidadeVitoria da Conquista - BA
Postada:Segunda-Feira, 6 de julho de 2015 às 16:32:56
Olá Pessoal,


Estou com a mesma dúvida do Alex Bozzetti. Não consigo fazer o DBE de baixa do Empresário Individual por que já foi feito o espólio e o CPF dele consta já como cancelado por conta do próprio espólio. Como proceder?
profissãoContador(a)
mensagens3.729
pontos27.869
membro desde21/02/2010
cidadeBelo Horizonte - MG
Postada:Terça-Feira, 7 de julho de 2015 às 07:35:58
Bom dia João.


No caso de vocês (seu e do Alex) vejo como solução uma alteração de oficio ou seja você teria que ir a um posto da Receita Federal protocolar um requerimento anexando esta declaração de espolio e o inventário e indicando quem ou quais pessoa(s) ficaram como responsável pela empresa.

É uma sugestão.

Caso na Receita Federal não aceitem, vejo a via judicial como alternativa.

att

Contador CRC MG 106412/O Perito CNPC 087 Corretor CRECI MG 033981
Pericias em Apuração de Haveres, Financeiras
Consultoria Tributária, societária
Avaliação de imóveis urbanos e rurais
Fusões, cisões e incorporações
http://www.prosperarecontabil.com.br

Viviane de Oliveira Dantas

Usuário 4 Estrelas Novas

profissãoAnalista Contratos
mensagens350
pontos4.662
membro desde29/05/2013
cidadeSao Bernardo do Campo - SP
Postada:Quarta-Feira, 28 de outubro de 2015 às 15:44:27
Boa tarde colegas.

Fui fazer o espolio para fazer a baixa de uma empresa individual de titular falecido, acontece que não sei como transmitir o DBE, não possui senha e nem certificado!
Como transmito ?

Viviane Dantas
[email protected]


" A vida é maravilhosa se não se tem medo dela. "
Charles Chaplin

mostrando página 1 de 3
1 2 3

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

WebContábeis Conteúdo contábil atualizado e de qualidade em seu site.

Desconto de 10% na mensalidade dos planos básicos de conteúdo.

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.05 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César