Contábeis o portal da profissão contábil

12
Dec 2017
00:40

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Homologação (Reforma Trabalhista)

24respostas
1.507acessos
  

Rayane da Silva Backo

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Depto. Pessoal
mensagens14
pontos126
membro desde08/06/2017
cidadeSao Lourenco da Mata - PE
Postada:Terça-Feira, 29 de agosto de 2017 às 14:26:05
Boa tarde!
Em relação a reforma trabalhista,sabemos que a homologação será feita na própria em Empresa,porém gostaria de saber,caso o funcionário assine a rescisão e todas as documentações rescisória na empresa,como será feito,o mesmo depois que assinar poder recorrer a justiça conforme anteriormente ? Recorrendo algo,mesmo que no momento da homologação havia concordado?

Abraços!
Rayane Backo

Flavio Zenicola

Usuário 5 Estrelas Douradas

profissãoSupervisor(a) Pessoal
mensagens3.116
pontos20.596
membro desde18/08/2011
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Terça-Feira, 29 de agosto de 2017 às 14:32:12
Boa tarde, o fato de "homologar" um Termo Rescisório, não afasta o direito de pleitear juridicamente, verbas não quitadas no periodo previsto em Lei. Creio que acontecerá normalmente como era antes, sendo apenas isenta de homologação.

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Endriw Braga

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoAssistente Depto. Pessoal
mensagens255
pontos1.981
membro desde13/07/2017
cidadeSanta Vitoria do Palmar - RS
Postada:Terça-Feira, 29 de agosto de 2017 às 15:40:32
Mensagem Editada por Endriw Braga em 29/08/2017 15:41:04
Boa Tarde

Pelo que ando pesquisando, esta assim, o acordo entre patrão e funcionário valera mais que contrato, isso é, depois que assinar a rescisão nn podera recorrer a justiça, mas isso e só a partir de novembro se não me engano, novembro ou dezembro.

Bruno Biana

Usuário 5 Estrelas

profissão
mensagens188
pontos1.194
membro desde12/01/2017
cidadeFlorianopolis - SC
Postada:Terça-Feira, 29 de agosto de 2017 às 15:47:01
Mensagem Editada por Bruno Biana em 29/08/2017 15:47:19
O que isso implica, o funcionário poderá recorrer, mas terás essas consequências.

AÇÃO JUDICIAL
- Caso o trabalhador ingresse com reclamação trabalhista e, em caso de perder a ação e não for beneficiário da Justiça gratuita, terá que arcar com as custas judiciais, bem como honorários pagos aos advogados e multa em caso de litigância de má-fé (quando entra com ação reivindicando algo que sabe que não tem direito).

"A maior habilidade de um líder é desenvolver habilidades extraordinárias em pessoas comuns."
Abraham Lincoln

2 pessoas aprovaram esta mensagem.

Endriw Braga

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoAssistente Depto. Pessoal
mensagens255
pontos1.981
membro desde13/07/2017
cidadeSanta Vitoria do Palmar - RS
Postada:Quarta-Feira, 30 de agosto de 2017 às 09:50:04
Bom Dia, Bruno Biana Isso mesmo.

Manoel Luiz Ribeiro Silva

Usuário 4 Estrelas Douradas

profissãoContador(a)
mensagens2.528
pontos15.906
membro desde29/03/2011
cidadeDuque de Caxias - RJ
Postada:Domingo, 10 de setembro de 2017 às 14:29:28
Prezados Colegas;
Parabéns a todos, no meu entender, conjugo com a opinião de vocês, Direito e uma Coisa Homologação e Outra, homologação e a concordância com os valores recebidos, mas caso aja duvidas sobre os mesmos, ou outros direitos, que entenda ter e nao foram pagos poderão entrar na justiça, pleiteando-os, porem cientes de que caso nao os tenha, arcara com as custas do processo. Acredito que com isso se eliminara milhares de processos, pode-se pensar em ate reduzir, tantas juntas e tribunais, porem e certo que como existe, empregador inescrupuloso, também existem empregados. Vamos ver como as coisas vão andar, espero que acabem com os cabides de empregos, nao só do governo, como nos sindicatos.
Sds. Ribeiro

MANOEl LUIZ RIBEIRO SILVA.
Contabilidade Ribeiro Ltda.ME
Bacharel em Ciencias Contabeis e em Administraçao
Mestre-Consultor,Palestrante,Articulista http://www.orgribeiro.com.br
Contador Atuante - Autor de Artigos e norma Orientativas a seus cliente.
Amigo

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Barbara Ferr

Usuário Novo

profissãoAnalista Recursos Humanos
mensagens8
pontos57
membro desde19/11/2015
cidadeCaxias do Sul - RS
Postada:Quinta-Feira, 19 de outubro de 2017 às 10:30:41
Voces sabem nos informar se na homologação na empresa precisamos dar algum recibo ao colaborador? assinar aquela homologação feita na homolognet? LIberei os documentos direto ao colaborador, pois hoje 19/10, ja nao ha mais agenda no MTE e a Caixa nao esta aceitando a rescisão sem o carimbo e a assinatura do fiscal para saque do fgts. ... Me ajudem por favor?
Michel Martins de Araújo

Usuário Estrela de Prata

profissãoAnalista Recursos Humanos
mensagens525
pontos2.897
membro desde27/01/2015
cidadeFortaleza - CE
Postada:Quinta-Feira, 19 de outubro de 2017 às 10:52:43
Voces sabem nos informar se na homologação na empresa precisamos dar algum recibo ao colaborador? assinar aquela homologação feita na homolognet? LIberei os documentos direto ao colaborador, pois hoje 19/10, ja nao ha mais agenda no MTE e a Caixa nao esta aceitando a rescisão sem o carimbo e a assinatura do fiscal para saque do fgts. ... Me ajudem por favor?


Até 10/11/2017 a regra válida é a antiga, os funcionários com mais de um ano demitidos devem ser homologados (Sindicato/MTE) a empresa não tem competência para liberação de FGTS.
Outro ponto a respeito da reforma, a homologação não acabará, apenas tornará-se facultativa, dessa forma deve ter o velho cuidado com os termos do verso da rescisão, pagamento feito na empresa, por mais que o funcionário possua mais de um ano de casa, com a implementação da reforma, deve ser feito em termo de quitação e não homologação.

Atenciosamente,

Michel Martins de Araújo
Analista em Departamento Pessoal

"O que ganho, se conquisto aquilo que busco? Um sonho, um alento, uma espuma de alegria fugidia. Quem compra o contentamento de um minuto para se lamentar uma semana?"

2 pessoas aprovaram esta mensagem.

Barbara Ferr

Usuário Novo

profissãoAnalista Recursos Humanos
mensagens8
pontos57
membro desde19/11/2015
cidadeCaxias do Sul - RS
Postada:Quinta-Feira, 19 de outubro de 2017 às 11:15:41
Entendi, obrigada Michel!

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Guido Salles

Usuário Estrela Nova

profissãoEncarregado(a) Recursos Humanos
mensagens217
pontos2.033
membro desde04/05/2006
cidadePresidente Prudente - SP
Postada:Sábado, 4 de novembro de 2017 às 08:27:10
Bom dia a todos
Acho difícil a empresa, escritório de contabilidade optarem por fazer a rescisão no sindicato heim Michel, rsrs
E não falo isso, pensando em lesar o funcionário não, mas no sindicato, muitos deles instigam o funcionário a
se rebelar contra a empresa., Essa semana mesmo numa homologação que a principio estaria tudo sob controle
de-repente por conta do sindicato que começou a sugerir um monte de direitos e nada de deveres, o funcionários
ficou doido que lembrou de uma dia lá no mês de Agosto do ano passado que fez 30 minutos de horas extras e ninguém
pagou pra ele... Resumo, fizeram uma porcaria de uma ressalva no termo de homologação, ou seja sindicato é BUXA.

Guido Salles - [email protected]

2 pessoas aprovaram esta mensagem.

Manoel Luiz Ribeiro Silva

Usuário 4 Estrelas Douradas

profissãoContador(a)
mensagens2.528
pontos15.906
membro desde29/03/2011
cidadeDuque de Caxias - RJ
Postada:Segunda-Feira, 6 de novembro de 2017 às 10:24:18
Prezados colegas;
As observações do Michel, foram muito oportunas, bem como a do Guido, no entanto, segundo noticias pelos meios eletrônicos , a Lei entrara em vigor no dia 11/11/17, e nesse mesmo dia entrara em vigor uma MP, regulamentando oito itens da referida reforma, como profissional, com anos de sofrimento por essa instabilidade jurídica existente, em vários setores governamentais. Por isso a dificuldade em arrumar investimentos no pais, tanto internos , como externos, pois não se tem segurança alguma, se o que esta escrito na lei terá validade mesmo, pois com o advento da MP, cujo objetivo seria consertar algum erro , e acelerar o funcionamento do Pais, infelizmente, esse instrumento administrativo e jurídico, foi desvirtuado e e utilizado indevidamente, atendendo a pressões de natureza politica, a qual e emitida segundo os diversos interesses que influenciam a administração publica.
Com isso nos meros contribuintes (sustentadores do estado como um todo), ficamos inseguros quanto aos investimentos, e nos profissionais de contabilidade, administração, economia e direito, entre outros, ficamos tolhidos em orientar corretamente nossos clientes, pois as MP, fluem conforme os interesses, o que nos deixa numa situação constrangedora por vezes perante os clientes.
Sds. Ribeiro

MANOEl LUIZ RIBEIRO SILVA.
Contabilidade Ribeiro Ltda.ME
Bacharel em Ciencias Contabeis e em Administraçao
Mestre-Consultor,Palestrante,Articulista http://www.orgribeiro.com.br
Contador Atuante - Autor de Artigos e norma Orientativas a seus cliente.
Amigo

2 pessoas aprovaram esta mensagem.

profissãoAuxiliar Depto. Pessoal
mensagens117
pontos1.854
membro desde12/01/2007
cidadeManhuacu - MG
Postada:Terça-Feira, 14 de novembro de 2017 às 10:31:40
Bom dia caros colegas.
Sobre a dispensa de funcionário a nova lei informa que precisamos comunicar ao Ministério alguém sabem dizer como seria feito isto.
Edilene

Usuário Iniciante

profissãoContador(a)
mensagens49
pontos341
membro desde29/09/2011
cidadePraia Grande - SP
Postada:Terça-Feira, 14 de novembro de 2017 às 10:44:52
Faço da dúvida do Everton a minha, acompanho o tópico
Alison L. Araujo

Usuário Estrela Nova

profissãoAnalista Pessoal
mensagens218
pontos1.577
membro desde03/11/2014
cidadeRecife - PE
Postada:Terça-Feira, 14 de novembro de 2017 às 11:23:52
Everton, entendo que essa "comunicação" seja as declarações eletrônicas que já enviamos. Ex: CAGED, GFIP, RAIS. ..
Rosangela Simon Tessaro

Usuário 2 Estrelas de Prata

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens612
pontos4.360
membro desde08/08/2012
cidadeSanta Terezinha de Itaipu - PR
Postada:Terça-Feira, 14 de novembro de 2017 às 11:41:13
o termo de homologação continua o mesmo?
Michel Martins de Araújo

Usuário Estrela de Prata

profissãoAnalista Recursos Humanos
mensagens525
pontos2.897
membro desde27/01/2015
cidadeFortaleza - CE
Postada:Terça-Feira, 14 de novembro de 2017 às 11:50:14
Sim, a comunicação é a que já fazemos de praxe, GRRF, CAGED, RAIS, Seguro Desemprego e ano que vem o E-social pra unificar essas brincadeirinhas.

@Guido Salles
Sim, há sindicatos e sindicatos, tivemos os sindicatos como porta voz de uma industria do processo trabalhista, instigando o empregado contra o trabalhador em diversas vezes, mas acredito que (agora com o fim da obrigatoriedade da homologação) alguns situações como demissão de funcionário com estabilidade em CIPA e outras situações mais delicadas, a presença desse mediador homologador possa a vir ser interessante no sentido de tentar colocar um pouco mais de respaldo e clareza na situação.

@Manoel Luiz Ribeiro
Achei muito pertinente seu comentário. Acrescento um pouco mais, certos pontos como mesmo a cobrança judicial mencionada pelo colega Bruno Biana neste tópico ainda não se encontram pacificados na esfera judicial e podem vir a gerar problemas, a escala 12x36 indiscriminada, a incorporação de gratificações e prêmios, o contrato intermitente...
Esses conflitos geram uma insegurança jurídica que complica nosso trabalho em assessorar da melhor forma os nossos clientes, cabendo uma interpretação do "além papel" para apresentar aos mesmos os possíveis riscos e consequências desses conteúdos. Enfim, ainda tem muito "pano pra manga" as consequências dessa reforma.

Atenciosamente,

Michel Martins de Araújo
Analista em Departamento Pessoal

"O que ganho, se conquisto aquilo que busco? Um sonho, um alento, uma espuma de alegria fugidia. Quem compra o contentamento de um minuto para se lamentar uma semana?"
Celia Aparecida Antonio Silva

Usuário Iniciante

profissãoAnalista Pessoal
mensagens47
pontos288
membro desde05/09/2017
cidadeCotia - SP
Postada:Terça-Feira, 14 de novembro de 2017 às 12:12:47
Prezados Colegas

Voces acreditam que já recebemos email do Sindicato da categoria de um de nossos clientes, nos informando que apesar das modificações sobre a homologação na Reforma Trabalhista, eles exigem que se dará continuidade em realizar as homologações, mesmo após a Reformar entrar em vigor?

Fazendo referência sobre a cláusula específica sobre a homologação, disse mais: .... o acordado sobrepõe ao legislado.

Desta forma, acredito que muitos Sindicatos colocar a homologação como obrigação na CCT.
profissãoAuxiliar Depto. Pessoal
mensagens117
pontos1.854
membro desde12/01/2007
cidadeManhuacu - MG
Postada:Terça-Feira, 14 de novembro de 2017 às 13:02:08
Acredito que será uma briga pois os sindicatos que representam o empregador não vão querer que seja incluído a homologação e também será que os sindicatos vão querer fazer homologação sem receber sindical.
Gabriela de Almeida Lino

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Depto. Pessoal
mensagens1
pontos11
membro desde01/07/2016
cidadeSorocaba - SP
Postada:Quinta-Feira, 16 de novembro de 2017 às 15:01:54
Olá Boa Tarde Colegas,
Alguém poderia me responder quanto a Caixa Econômica, numa rescisão de contrato sem justa causa, já estão liberando o FGTS sem o carimbo do Ministério ou Sindicato?
Alguém já passou por isso?

Att,
Gabriela
Elizabeth Cristina

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Depto. Pessoal
mensagens3
pontos35
membro desde12/04/2016
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sexta-Feira, 17 de novembro de 2017 às 10:11:36
Bom dia Colegas, gostaria de saber se alguém já colocou em prática essa desobrigação da homologação?
Se sim, Deu certo ? porque sabemos que está na lei mas quero saber se as repartições estão bem instruídas para
receber os funcionários.
Alison L. Araujo

Usuário Estrela Nova

profissãoAnalista Pessoal
mensagens218
pontos1.577
membro desde03/11/2014
cidadeRecife - PE
Postada:Sexta-Feira, 17 de novembro de 2017 às 10:14:30
Mensagem Editada por Alison L. Araujo em 17/11/2017 10:18:26
Gabriela de Almeida Lino e Elizabeth Cristina,

Tive dois casos já que enviei os documentos de rescisão, porém a data de saque está para dia 21/11. Terei de aguardar até semana que vem para saber se vai dar certo.

Utilizei o termo de quitação.

-

Everton Marins de Oliveira

Eu já acho que os sindicatos patronais não vão ajudar muito as empresas nessa questão da homologação. Porque com a homologação eles podem ganhar em cima também.
Pelo menos alguns, antes da lei, que tinha em convenção coletiva que para homologar era preciso está quite também com o patronal, mediante pagamento de contribuição assistencial/confederativa/operacional, etc..

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Michel Martins de Araújo

Usuário Estrela de Prata

profissãoAnalista Recursos Humanos
mensagens525
pontos2.897
membro desde27/01/2015
cidadeFortaleza - CE
Postada:Sexta-Feira, 17 de novembro de 2017 às 10:33:16
Acredito que será uma briga pois os sindicatos que representam o empregador não vão querer que seja incluído a homologação e também será que os sindicatos vão querer fazer homologação sem receber sindical.

Vão querer sim, agora eles podem cobrar por homologação, seria uma fonte alternativa de renda.

Alguns amigos já conseguiram liberação de FGTS com quitação aqui em Fortaleza/CE, sem problemas.
Não esqueçam de utilizar o termo de quitação.

Atenciosamente,

Michel Martins de Araújo
Analista em Departamento Pessoal

"O que ganho, se conquisto aquilo que busco? Um sonho, um alento, uma espuma de alegria fugidia. Quem compra o contentamento de um minuto para se lamentar uma semana?"

1 pessoa aprovou esta mensagem.

profissãoAssistente Recursos Humanos
mensagens7
pontos65
membro desde15/08/2016
cidadeCornelio Procopio - PR
Postada:Quinta-Feira, 23 de novembro de 2017 às 10:20:33
Bom dia
Gostaria de saber se o termo de homologação tem que ser mudado para o termo de quitação no caso da não homologação, pois tive um funcionário que foi fazer o procedimento de entrada do seguro desemprego , e o orgão informou que no caso da não homologação o termo tem que sair como quitação.
Vocês já tiveram algum caso.
Fico no aguardo.
Abraços.
Solange.
Manoel Luiz Ribeiro Silva

Usuário 4 Estrelas Douradas

profissãoContador(a)
mensagens2.528
pontos15.906
membro desde29/03/2011
cidadeDuque de Caxias - RJ
Postada:Sexta-Feira, 24 de novembro de 2017 às 20:33:34
Colega usar termo de quitação. Nao pode ser de homologação e sim de quitação.
Sds. Ribeiro

MANOEl LUIZ RIBEIRO SILVA.
Contabilidade Ribeiro Ltda.ME
Bacharel em Ciencias Contabeis e em Administraçao
Mestre-Consultor,Palestrante,Articulista http://www.orgribeiro.com.br
Contador Atuante - Autor de Artigos e norma Orientativas a seus cliente.
Amigo

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Luiz Antonio de Andrade

Usuário Ativo

profissãoConsultor(a) Contabilidade
mensagens141
pontos1.014
membro desde11/03/2010
cidadeUrania - SP
Postada:Quinta-Feira, 7 de dezembro de 2017 às 09:35:31
Prezados Colegas

Rescisão sem homologação de contrato com + de 01 ano deu tudo certo na Caixa . No SD um atendente solicitou que no termo de homologação fosse inserido no campo de ressalva o seguinte ":- TRCT dispensado de homologação de acordo com a Lei 13467 de 13/07/2017" - OK fiz isso e deu certo.
Já em outra rescisão o atendente do SD solicitou que no termo de homologação fosse inserido o carimbo e a assinatura da empresa e de que não precisava colocar o que o outro atendente solicitou.
Tá dificil.
Vejo também no Forum que alguns colegas em vez de enviarem o termo de homologação estão enviando o termo de quitação
No entanto, observo que estes modelos não foram alterados , ou seja, rescisão com - de 01 ano termo quitação, rescisão + de 01 ano termo de homologação.



1 pessoa aprovou esta mensagem.


Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

WebContábeis Conteúdo contábil atualizado e de qualidade em seu site.

Desconto de 10% na mensalidade dos planos básicos de conteúdo.

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.05 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César