Contábeis o portal da profissão contábil

24
Jul 2014
21:38
você está em:

FÓRUM CONTÁBEIS » Contabilidade

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


pró-labore.

15respostas
6.654acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Cleber

Usuário Iniciante

profissãoAssistente Contabilidade
mensagens51
pontos327
membro desde30/01/2008
cidadeRolandia - PR
Postada:Quinta-Feira, 3 de setembro de 2009 às 09:56:08
Bom dia

Alguem poderia me confirmar se o lçtos. do pró-labore fica assim:

pró-labore 9.165,00
ir 1.439,69

D pró-labore 9.165,00
C ir 1.439,69
C pró-labore pg. 7.725,31

no pagamento:
D pró labore pg. 7.725,31
C salarios pg 7.725,31

Obrigado.
Fernando Bernardo

Usuário 5 Estrelas

profissãoContador(a)
mensagens155
pontos998
membro desde31/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Quinta-Feira, 3 de setembro de 2009 às 10:28:31
Bom dia Cleber

estes lançamentos se referem a provisão ?

Os lançamentos na provisão são como segue:

D Pró-labore 9.165,00
C IRRF a Recolher 1.857,41
C Pró-labore a Pagar 7.307,59

No pagamento:

D Prólabore a Pagar 7.307,59
C Caixa ou Banco 7.307,59

Caso o pagamento ocorra no próprio mês:

D Pró-labore 9.165,00
C IRRF a Recolher 1.857,41
C Caixa ou Banco 7.307,59

Obs. O IRRF foi cálculado conforme tabela progressiva mensal para 2009. Alíquota 27,5 % e parcela a deduzir de R$ 662,94

Espero ter ajudado.

Cleber

Usuário Iniciante

profissãoAssistente Contabilidade
mensagens51
pontos327
membro desde30/01/2008
cidadeRolandia - PR
Postada:Quinta-Feira, 3 de setembro de 2009 às 10:37:43
Fernando, não entendi a segunda parte:

D Prólabore a Pagar 7.307,59
C Caixa ou Banco 7.307,59

não teria que descontar dos salarios a pagar ??? não vejo nenhuma retirada aqui em caixa ou banco!

Editado por Cleber em 3 de setembro de 2009 às 10:49:27

Rafael Brejinski Werner

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens6
pontos37
membro desde23/06/2009
cidadeCuritiba - PR
Postada:Quinta-Feira, 3 de setembro de 2009 às 11:05:08
Bom dia.

Quando você efetua o seguinte lançamento:

no pagamento:
D pró labore pg. 7.725,31
C salarios pg 7.725,31


você não está descontado da conta salários a pagar, mas sim tirando o valor da provisão da conta pró-labore e movendo-a para a conta salários a pagar.



D Pró-labore 9.165,00
C IRRF a Recolher 1.857,41
C Pró-labore a Pagar 7.307,59


Aqui você efetua a provisão do Pró-labore e do IRRF a Recolher, para assim efetuar o pagamento:

D Prólabore a Pagar 7.307,59
C Caixa ou Banco 7.307,59
D IRRF a Recolher 1.857,41
C Caixa ou Banco 1.857,41



Note que o saldo da conta Pró-labore foi zerado, assim como do IRRF.

Espero ter ajudado.
Claudio Rufino

Moderador

profissãoContador(a)
mensagens3.159
pontos26.966
membro desde02/06/2005
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 3 de setembro de 2009 às 13:27:16
Caros boa tarde.

Sem querer entrar no mérito da questão, observando o debate avençado entre vós, percebe-se nitidamente que "alguem" ou alguns esqueceram do Inss. Desta forma, apresento-lhes uma sugestão.

A "Dita" remuneração pró-labore corresponde ao valor pago ao administrador por seus serviços à sociedade, o valor corresponde a um monatante ajustado entre os socios.

1 - O Pró-Labore será levado a debito, para as contas de resultados a saber: Custos ou Despesas operacionais.

2 - Como custo, a classificação será feita se tratarmos de remuneração atribuída a dirigente/diretor de indústria e de produção dos serviços, ou como despesa operacional quando a aludida remuneração atribuída for a dirigentes ligados à administração.

Face ao exposto, vamos aos Exemplos clássicos:

No reconhecimento do pró-labore:

D - Pró-Labore (CR)
C - Pró-Labore a Pagar (PC)

Agora falando da retenção do IRRF:

D - Pró-Labore a Pagar (PC)
C - IRRF a Pagar (PC)

Uma conta importante, que não se deve esquecer em hipotese alguma "Inss S/Pro-Lbore

Trataremos dos encargos da empresa primeiramte - A contribuição compulsória(Tal do INSS) incidente sobre a remuneração de pró-labore, calculado mediante aplicação da alíquota de 20% (vinte por cento), exceto em determinadas empresas optantes pelo Simples Nacional, seguirá a mesma sistemática adotada para a contabilização do próprio pró-labore, n´outras palavras temos:

Sendo o pró-labore originário de dirigente/diretor da indústria, o INSS será debitado a conta de custos.

Sendo o pró-labore originário de dirigente/diretor administrativo da indústria, o INSS será debitado a conta de custos.

Valor Retido:

O INSS retido de 11% será contabilizado como segue:

D - Pró-Labore a Pagar (PC)
C - INSS a Recolher (PC)

Sds.

Editado por Claudio Rufino em 3 de setembro de 2009 às 13:50:23

Não as franquias de serviços contábeis
Professor de Contabilidade
http://www.contabilidadesemsegredos.com.br
http://professorclaudiorufino.blogspot.com/
twitter @claudio_rufino
skype : c_rufino
@FCSContabeis
http://www.facebook.com/fcscontabeis
Fernando Bernardo

Usuário 5 Estrelas

profissãoContador(a)
mensagens155
pontos998
membro desde31/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Quinta-Feira, 3 de setembro de 2009 às 13:48:50
Cleber,

O fato de você estar lançando em salários a pagar não quer dizer que você pagou a despesa provisionada, neste caso o "Pró-labore". Como disse o nosso colega Rafael, você somente está transferindo o saldo.

Quando lançamos nas contas "a pagar" ou a "recolher", quer dizer que temos uma obrigação futura. Se "a pagar", uma despesa da empresa. Se "a Recolher" é uma obrigação de recolher algo que retive-mos de terceiros. Portanto, essas contas deverão sempre estar zeradas após o pagamento da obrigação.

Você disse que:

Fernando, não entendi a segunda parte:

D Prólabore a Pagar 7.307,59
C Caixa ou Banco 7.307,59

não teria que descontar dos salarios a pagar ??? não vejo nenhuma retirada aqui em caixa ou banco!


Você perguntou se não deveria descontar dos salarios a pagar e que não vê nenhuma retirada em caixa?

Quando você provisiona os salários, você lança:

D Salários
C Salários a Pagar

E quando você lança o pagamento dos salários:

D Salários a Pagar
C Caixa ou Banco

Ou seus funcionários não recebem ?

Após o pagamento aos funcionários a conta salários a pagar deverá estar zerada, caso haja algum saldo deverá ser apurado o por que.

Digamos que você faça o lançamento conforme você disse fazer, você estará zerando a conta Pró-labore a pagar e acrescentando na conta salários a pagar.

E os sócios administradores da empresa não recebem?

Da mesma forma é com a provisão de Pro-labore.

É bom lembrar que Salário é uma coisa e Pró-labore é outra, logo, você não pederá lançar algo referente a pró-labore em salário.

Espero ter ajudado.

Mas a dúvida continuar, pergunte e não se acanhe.

As mais ricas bênção de Deus em sua vida.


Fernando Bernardo

Usuário 5 Estrelas

profissãoContador(a)
mensagens155
pontos998
membro desde31/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Quinta-Feira, 3 de setembro de 2009 às 13:52:30
Boa tarde Cláudio

Agradeço pela lembrança e peço desculpas ao Cleber pelo esquecimento do INSS na provisão.
M Messias Santos

Usuário 2 Estrelas Douradas

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens1.644
pontos9.661
membro desde25/11/2007
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sexta-Feira, 4 de setembro de 2009 às 13:34:48
Fernando Bernardo

Nunca use 2 pesos e uma medida na contabilidade, porque a tendência de seu balanço sair errado é muito grande.

Ou voce faz a Provisão, usando o regime de competência, e depois baixa pelo pagamento ou voce usa o regime de caixa. Se para o mesmo fato contábil uma hora voce usa regime de competência outra hora usa o regime de caixa, vai ter um momento que na hora do pagamento voce não saberá se foi ou não apropriado.

Editado por M Messias Santos em 4 de setembro de 2009 às 13:35:26

Só sei que nada sei.
Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância.
frases do Mestre dos Mestres-SÓCRATES
Fernando Bernardo

Usuário 5 Estrelas

profissãoContador(a)
mensagens155
pontos998
membro desde31/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Sexta-Feira, 4 de setembro de 2009 às 14:52:47
Estimado M Messias,

Não me lembro que em momento algum eu disse que usava esses dois regimes.

Tenho ciencia de que pela legislação do IR ao iniciar-mos um regime seja de competencia ou caixa temos que usa-lo durante todo o exercício social.

Se eu por acaso disse algo parecido em uma das citações acima, por favor me mostre para que eu possa corrigir, pois eu li novamente e não vi nada parecido com o seu questionamento.

Mas mesmo assim muito obrigado pelo comentário.
M Messias Santos

Usuário 2 Estrelas Douradas

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens1.644
pontos9.661
membro desde25/11/2007
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sexta-Feira, 4 de setembro de 2009 às 15:19:17
Mensagem Editada por M Messias Santos em 14/11/2009 18:51:50
Fernando Bernardo

Os lançamentos na provisão são como segue:
D Pró-labore 9.165,00
C IRRF a Recolher 1.857,41
C Pró-labore a Pagar 7.307,59

No pagamento:

D Prólabore a Pagar 7.307,59
C Caixa ou Banco 7.307,59

Caso o pagamento ocorra no próprio mês:

D Pró-labore 9.165,00
C IRRF a Recolher 1.857,41
C Caixa ou Banco 7.307,59


Voce está usando o regime de caixa e competência. Não importa se foi pago dentro do mês ou não. Pelo Pagamento faça:

D-Pro-Labore a Pagar(PC)
C-Banco ou Caixa(AC)
A apropriação foi feita antes - Regime de Competência

OU

D-Pro-Labore (CR)
C-Banco ou Caixa(AC)
C-IRRF a Recolher(PC)
C-INSS a Recolher(PC)
Não foi feita apropriação - Regime de caixa.

Use um ou o outro, mas nunca uma vez um e outra vez e o outro.




Só sei que nada sei.
Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância.
frases do Mestre dos Mestres-SÓCRATES
Fernando Bernardo

Usuário 5 Estrelas

profissãoContador(a)
mensagens155
pontos998
membro desde31/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Sexta-Feira, 4 de setembro de 2009 às 16:06:32
Pelo que sei a provisão somente é feita quando a despesa do mês não é paga dentro do mesmo. Se ela é paga dentro do próprio mês não é necessário efetuar provisão, logo, isso não caracteriza estar utilizando 2 regimes de competência.

Se eu estiver errado, por favor me diga.

no exemplo acima eu utilizei o regime de competência, aliás, eu sempre fiz assim e nunca tive problemas com o meu balanço.

Aqui na empresa onde trabalho somos do lucro Real e utilizamos o regime de competência e quando efetuamos o pagamento dentro do mês fazemos assim os lançamentos e quando não faço como exemplifiquei.

M Messias Santos

Usuário 2 Estrelas Douradas

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens1.644
pontos9.661
membro desde25/11/2007
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sexta-Feira, 4 de setembro de 2009 às 16:41:15
Fernando Bernardo
Pelo que sei a provisão somente é feita quando a despesa do mês não é paga dentro do mesmo. Se ela é paga dentro do próprio mês não é necessário efetuar provisão, logo, isso não caracteriza estar utilizando 2 regimes de competência


Está havendo um pequeno equívoco

Convem voce fazer uma revisão lendo os dois conceitos contidos no link abaixo.

[url=http://www.cosif.com.br/mostra.asp?arquivo=regcompe]
Regime de Caixa e de Competência[/url]

Faço Lucro Real a 40 anos de empresas de grande porte. Coisa como uma rede de supermercado com 120 filiais.


Editado por M Messias Santos em 4 de setembro de 2009 às 16:55:07

Só sei que nada sei.
Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância.
frases do Mestre dos Mestres-SÓCRATES
Fernando Bernardo

Usuário 5 Estrelas

profissãoContador(a)
mensagens155
pontos998
membro desde31/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Sexta-Feira, 4 de setembro de 2009 às 20:04:14

DEFINIÇÕES

REGIME DE COMPETÊNCIA

Baseado no Princípio da Competência constante dos Princípios Fundamentais de Contabilidade baixados pelo CFC - Conselho Federal de Contabilidade, o Regime Competência de tem a finalidade reconhecer na contabilidade das entidades jurídicas as receitas, os custos e as despesas no período a que competem, independente do seu recebimento (receitas) ou pagamento (custos e despesas) em moeda corrente.

REGIME DE CAIXA

O chamado de Regime de Caixa consiste na contabilização das receitas somente por ocasião do seu efetivo recebimento e da contabilização dos custos e das despesas somente por ocasião do seu efetivo pagamento em moeda corrente.


Boa noite Sr.M.Messias,

Em primeiro lugar gostaria de me desculpar se deixei em dúvida o vosso conhecimento, pois essa não foi a minha intenção, tanto que pedi para o senhor me corrigir se eu estivesse errado.

De acordo com a citação acima, o regime de competencia serve para reconhecer as despesas e receitas em seu mês de referencia não importanto a data do seu pagamento(despesa) ou recebimento(receita).

Se o Pró-labore foi pago (saida de recurso) dentro do próprio mês porque eu deverei fazer uma provisão lançando em Pró-labore a pagar e não diretamente em conta de despesa com Pró-labore?

Agora fiquei preocupado com essa questão, pois se da forma que venho fazendo não está correto terei então que revisar a minha contabilidade.
Rafael Nakamura

Usuário Novo

profissão
mensagens1
pontos6
membro desde13/11/2009
cidadeLondrina - PR
Postada:Sexta-Feira, 13 de novembro de 2009 às 15:28:14
Caros amigos, sou novo aqui no fórum e gostaria da ajuda de vocês para uma dúvida semelhante.

Tenho os seguintes dados:

Apropriar a retirada de pro-labore do mês no valor de R$ 2.100.
INSS da empresa: 20%; INSS do empregado: 11%; IRRF: R$ 88,50.

Estou em dúvida em como proceder os lançamentos. Se alguem puder ajudar, fico grato.

Att. Rafael
Ricardo C. Gimenez

Moderador

profissãoAssessor(a) Contabilidade
mensagens3.375
pontos35.161
membro desde27/02/2008
cidadeLins - SP
Postada:Sábado, 14 de novembro de 2009 às 14:28:15
Boa tarde, Rafael


Bem vindo ao Fórum Contábeis!

Para dirimir a sua dúvida sugiro-lhe a leitura da mensagem do Moderador Cláudio Rufino, logo acima, postada em 3 de setembro de 2009 às 13:27:16.

Boa sorte

e-mail de moderador: rcgimenez.moderador@gmail.com
skype : rc.gimenez - twitter: rcgimenez
http://www.blogdoprofessorricardo.blogspot.com.br
http://www.contabilidadesemsegredos.com.br
Danilo

Usuário Novo

profissãoEstagiário(a)
mensagens9
pontos91
membro desde16/04/2010
cidadePaulinia - SP
Postada:Quarta-Feira, 31 de agosto de 2011 às 10:47:24
Bom dia pessoal, estou revivendo este tópico por causa de uma duvida relacionada a pro Labore. Aqui o pro labore é pelo regime de caixa, mas a contabilidade é competencia, então tenho uma duvida que é a seguinte imagine:

no mes 03
Pro labore - 4000
IRRF - 303,06
INSS - 405,86

No mes 04
pro labore - 3000
IRRF s/ Pro labore - 106,92
INSS contr. Indiv. - 330

Vou fazer a contabilização no mes 03 ficando 303,06 de Ir a pagar certo?
Até ai tudo bem em 20/04 faço o pagamento é zera a conta só q este pagamento se refere ao mes 02, no mes 04 vou provisionar 106,92, só que o pagamento no mes 05 será de 303,06 que ainda é da apuração de 30/04/2011 por ser regime decaixa do 5º util, então ficará 196,14 em débito, como acerto esta conta? Faço um complemento de IR s/ Pro labore ou estorno de valor pago a maior, dependendo do saldo que ficar?

Não sei se deu para entender, mas obrigado.




Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

Facebook

Receba Novidades


POSTS RELACIONADOS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

Quem participa

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.71 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César