Momento Contábeis

Prazo para a entrega do SPED/ECF | Fiscalização do eSocial | Resultado do primeiro exame do CFC 2018

Contábeis o portal da profissão contábil

22
Jul 2018
07:15

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Complemento de INSS Contrato Parcial

18respostas
4.398acessos
  

Mexerica

Usuário Novo

profissãoAnalista Sistemas
mensagens12
pontos80
membro desde28/08/2017
cidadeLencois Paulista - SP
Postada:Terça-Feira, 28 de novembro de 2017 às 09:48:26
Olá, Bom dia..............Como faço para recolher o complemento de INSS de uma empregada domestica que trabalha em regime de contrato parcial com 24 horas semanais, com salario mensal de R$ 600,00, porém quero recolher o INSS sobre o minimo federal, sendo que no E-Social só calcula sobre os 600,00, mas preciso calcular sobre o piso 937,00..........Alguém pode me dar uma dica......obrigado
Jaqueline

Usuário Iniciante

profissãoAnalista Recursos Humanos
mensagens54
pontos491
membro desde26/04/2016
cidadeChapeco - SC
Postada:Terça-Feira, 28 de novembro de 2017 às 09:51:25
BOM DIA
AINDA NÃO SAIU NADA DE CÓDIGO PARA RECOLHER A DIFERENÇA, INCLUSIVE ESTAVA EM DÚVIDA SE TEM QUE RECOLHER PARA TODOS OU SOMENTE INTERMITENTE

ATO DECLARATÓRIO INTERPRETATIVO SRF N° 006, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2017

(DOU de 27.11.2017)

Dispõe sobre a contribuição previdenciária complementar prevista no § 1° do art. 911-A da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) , aprovada pelo Decreto-Lei n° 5.452, de 1° de maio de 1943.

Econet Comenta
O SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL, no uso da atribuição que lhe confere o inciso XXV do art. 327 do Regimento Interno da Secretaria da Receita Federal do Brasil, aprovado pela Portaria MF n° 430, de 9 de outubro de 2017, e tendo em vista o disposto no art. 911-A da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) , aprovada pelo Decreto-Lei n° 5.452, de 1° de maio de 1943,

DECLARA:

Art. 1° A contribuição previdenciária complementar prevista no § 1° do art. 911-A da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) , aprovada pelo Decreto-Lei n° 5.452, de 1° de maio de 1943, a ser recolhida pelo segurado empregado que receber no mês, de um ou mais empregadores, remuneração inferior ao salário mínimo mensal, será calculada mediante aplicação da alíquota de 8% (oito por cento) sobre a diferença entre a remuneração recebida e o valor do salário mínimo mensal.

§ 1° O recolhimento da contribuição previdenciária prevista no caput deverá ser efetuado pelo próprio segurado até o dia 20 (vinte) do mês seguinte ao da prestação do serviço.

§ 2° Não será computado como tempo de contribuição para fins previdenciários, inclusive para manutenção da condição de segurado do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) e cumprimento de prazo de carência para concessão de benefícios previdenciários, o mês em que a remuneração recebida pelo segurado tenha sido inferior ao salário mínimo mensal e não tenha sido efetuado o recolhimento da contribuição previdenciária complementar prevista no caput.

JORGE ANTONIO DEHER RACHID
Mexerica

Usuário Novo

profissãoAnalista Sistemas
mensagens12
pontos80
membro desde28/08/2017
cidadeLencois Paulista - SP
Postada:Terça-Feira, 28 de novembro de 2017 às 10:26:54
Então Jaqueline, no meu caso não é intermitente e sim contrato parcial, o qual já existia antes e fala quando se paga valor inferior ao piso federal ou estadual e se quiser usufruir dos benefícios do INSS, tem que pagar/recolher a diferença até o piso.
Exemplo:
Pago R$ 600,00 e recolho INSS sobre esse valor, porém existe uma diferença pro Piso federal de R$ 337,00, então quero recolher o INSS sobre esse R$ 337, 00 também. Não encontrei forma para recolher essa diferença..........Inclusive no E-Social Domestica......

Obrigado..........
Jaqueline

Usuário Iniciante

profissãoAnalista Recursos Humanos
mensagens54
pontos491
membro desde26/04/2016
cidadeChapeco - SC
Postada:Terça-Feira, 28 de novembro de 2017 às 11:46:43
Bom Dia!

A contribuição complementar instituída pelo art. 911-A da CLT por meio da MP 808/2017 é aplicável para qualquer tipo de contrato de trabalho, conforme o próprio §1º do mencionado artigo dispõe.

Contudo, como o Simples Doméstico possui recolhimento de INSS de forma diferenciada através de DAE, até o momento não houve nenhuma regulamentação acerca da aplicação deste recolhimento complementar ao Doméstico.

Acredito que antes do dia 20/12 a receita deve esclarecer qual código realizar esse pagamento
o valor seria 337 * 8% = 26,96
vamos aguardar
Mexerica

Usuário Novo

profissãoAnalista Sistemas
mensagens12
pontos80
membro desde28/08/2017
cidadeLencois Paulista - SP
Postada:Quinta-Feira, 30 de novembro de 2017 às 08:12:56
Jaqueline, Bom dia, Valeu Moça, obrigado.........
Daniele Matias

Usuário Iniciante

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens42
pontos507
membro desde25/09/2012
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sexta-Feira, 15 de dezembro de 2017 às 10:46:58
Pessoal, boa tarde!
Sobre o contrato parcial, uma vez que o colaborador recebe salario proporcional sobre a jornada, exemplo 220h = 1.000,00; 104h = 472,73... como não irá atingir o minimo para recolhimento do INSS, o empregador deve recolher sobre o minimo? Ou o colaborador deverá recolher a diferença como no intermitente?

Obrigada.
Sinval Júnior

Usuário Novo

profissãoGerente Pessoal
mensagens3
pontos63
membro desde16/08/2016
cidadeDivinopolis - MG
Postada:Terça-Feira, 19 de dezembro de 2017 às 16:51:50
SAIU NA DATA DE ONTEM (18/12/2017) O CÓDIGO DE RECOLHIMENTO DO COMPLEMENTO DO INSS. O CÓDIGO É O "1872" E, O RECOLHIMENTO É DE COMPETÊNCIA DO CONTRIBUINTE E NÃO DO EMPREGADOR. TAL RECOLHIMENTO SERÁ FEITO EM "DARF", ATRAVÉS DO PROGRAMA SICALC.

QUEM TEM FÉ, NÃO PRECISA DE SORTE!
Ana Marcia Sato

Usuário Novo

profissãoGerente Contabilidade
mensagens2
pontos129
membro desde10/03/2016
cidadeCuritiba - PR
Postada:Quarta-Feira, 20 de dezembro de 2017 às 08:57:02
O codigo 1872 foi anunciado, mas ainda nao está liberado pela receita, sicalc diz que nao existe, alguem sabe como proceder pois o vencimento é hoje dia 20/12 ?
Rosana

Usuário Novo

profissão
mensagens3
pontos144
membro desde20/09/2017
cidadeSanto Antonio do Monte - MG
Postada:Quarta-Feira, 20 de dezembro de 2017 às 09:30:16
Estou tentando deste ontem, também não consigo, código 1872 inválido.
Andréia

Usuário 2 Estrelas de Prata

profissãoAnalista Pessoal
mensagens617
pontos7.201
membro desde22/04/2016
cidadeMassaranduba - SC
Postada:Quarta-Feira, 20 de dezembro de 2017 às 11:33:31
Bom dia pessoal,

No caso de trabalhador em regime de tempo parcial (contrato de trabalho indeterminado), o empregado deverá fazer o recolhimento sozinho, a empresa não precisa recolher por ele, certo??

E quando não for recolhido o complemento, o recolhimento à menor não será considerado para tempo de contribuição (carência de benefícios e aposentadoria) , é isso??

E as contribuições retroativas não tem o que se falar, uma vez que esta regra é válida somente da competência 11/2017 em diante, correto??

Se alguém puder esclarecer as dúvida acima, fico grata! Obrigada desde já.
Rosana

Usuário Novo

profissão
mensagens3
pontos144
membro desde20/09/2017
cidadeSanto Antonio do Monte - MG
Postada:Quarta-Feira, 20 de dezembro de 2017 às 14:02:30
Respostas corretas em suas perguntas Andréia !
Aguardando novidades sobre o recolhimento com o código 1872, complementação.
Jaqueline

Usuário Iniciante

profissãoAnalista Recursos Humanos
mensagens54
pontos491
membro desde26/04/2016
cidadeChapeco - SC
Postada:Quarta-Feira, 20 de dezembro de 2017 às 17:54:37
vejam o link, esta disponivel para fazer a guia do inss complementar

http://www31.receita.fazenda.gov.br/sicalcweb/inicial.asp?ap=&tiptributo=1&formapagto=1
Ana Marcia Sato

Usuário Novo

profissãoGerente Contabilidade
mensagens2
pontos129
membro desde10/03/2016
cidadeCuritiba - PR
Postada:Quinta-Feira, 21 de dezembro de 2017 às 08:42:14
Bom dia, então a Receita liberou ontem no final da tarde a opção de emitir o DARF 1872, e quem não conseguiu pagar... alguém sabe como calcular os encargos do complemento que agora já estão em atraso ?
Mexerica

Usuário Novo

profissãoAnalista Sistemas
mensagens12
pontos80
membro desde28/08/2017
cidadeLencois Paulista - SP
Postada:Sexta-Feira, 22 de dezembro de 2017 às 11:59:01
Bom dia a todos...........

Mais uma duvida, o empregado deve recolher somente a diferença do minimo considerando 8% ou também a parte da empresa ???


Feliz Natal e um Ano Novo cheiro de realizações...

Abraçossssssss
Rosana

Usuário Novo

profissão
mensagens3
pontos144
membro desde20/09/2017
cidadeSanto Antonio do Monte - MG
Postada:Sexta-Feira, 22 de dezembro de 2017 às 16:38:11
O complemento é para benefício da pessoa física, somente os 8%.

Kamilla

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens4
pontos28
membro desde04/01/2018
cidadeDores do Indaia - MG
Postada:Quinta-Feira, 4 de janeiro de 2018 às 08:32:24
Bom dia!

Vocês fizeram a emissão da guia complementar do INSS? Como preencheram, estou com dúvidas na emissão da guia.
Andréia

Usuário 2 Estrelas de Prata

profissãoAnalista Pessoal
mensagens617
pontos7.201
membro desde22/04/2016
cidadeMassaranduba - SC
Postada:Quinta-Feira, 4 de janeiro de 2018 às 13:38:41
Boa tarde pessoal,

Conforme informações que recebi da Receita Federal a obrigatoriedade da emissão do DARF é do empregador.

Pergunto à vocês, estão fazendo o recolhimento do complemento direto na folha de pagamento? Ou estão entregando o DARF em mãos para o funcionário?
Marcus Walesa

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens22
pontos193
membro desde23/11/2016
cidadePiranga - MG
Postada:Sexta-Feira, 12 de janeiro de 2018 às 08:30:56
Boa tarde,
sobre a Contribuição ao INSS depois da nova MP 808/2017 – valor menor do que 01 Salario mínimo.
Todos os trabalhadores que são registrados com menos de 01 salário mínimo. Por exemplo:
O trabalhador registrado desde 01/2015 recebe 1/2 salario minimo, ele terá que recolher a diferença na guia DARF código 1872 – Segurado Empregado – Recolhimento Mensal – Complemento, conforme definido no Ato Declaratório Executivo CODAC nº 38/2017.?
Anselmo Beraldo

Usuário Novo

profissãoAdministrador(a)
mensagens5
pontos57
membro desde29/01/2018
cidadeIrati - PR
Postada:Segunda-Feira, 29 de janeiro de 2018 às 22:22:54
Boa noite.

Tenho a seguinte dúvida. Um colaborador de serviços gerais que está a 7 anos com registro parcial da carteira, com 22 horas semanais, contribuindo somente com esse valor, como será o cálculo de sua aposentadoria? Ela terá que contribuir retroativamente com 8% do valor complementar ao salário mínimo de todos esses anos para que sejam contados 7 anos de contribuição?
Pelo que entendi, a partir de novembro de 2017 ela é obrigada a fazer essa contribuição complementar, mas tenho dúvidas quanto ao período anterior.

Alguém pode me esclarecer por gentileza. Obrigado

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César