BUSCAR NO FÓRUM

buscar


ISS Retenção no Simples Nacional 2018

129respostas
36.705acessos
  

mostrando página 5 de 5
1 2 3 4 5
Marcos Nunes

Usuário Estrela Dourada

profissãoConsultor(a)
mensagens1.433
pontos11.362
membro desde20/11/2014
cidadeAparecida de Goiania - GO
Postada:Sexta-Feira, 4 de maio de 2018 às 16:37:54
Boa tarde,

no caso de RT12 superior ao sublimite, tem que observar que o cálculo "foge" da regra.

A RBA no ano de 2018 foi inferior ao sublimite de R$ 3.600.000,00?


PERT: https://vimeo.com/240862915

https://www.facebook.com/objetivaedicoes/
E-mail e Skype: contabil.marcos@hotmail.com
Daiana Soares

Usuário 4 Estrelas Novas

profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens375
pontos3.672
membro desde10/12/2012
cidadeTiete - SP
Postada:Sexta-Feira, 4 de maio de 2018 às 16:44:32
Faixa da receita no mercado interno, até o limite 6:

Fórmula: (Média Acumulada dos 12 meses anteriores no mercado interno * (Alíquota da Faixa 6)) - Valor Deduzido da Faixa 6) / Média Acumulada dos 12 meses anteriores no mercado interno = Alíquota Efetiva
Alíquota Efetiva = ((3.830.106,80 * (33,00)) - 648.000,00) / 3.830.106,80 = 16,08

Faturamento TOTAL IRPJ CSLL COFINS PIS/PASEP CPP ISS
Receita do mês, até o limite, no mercado interno
R$ 361.630,00 22,01750% 5,68485% 2,46145% 2,75833% 0,59715% 5,51572% 5,00000%
R$ 79.621,89 R$ 20.558,11 R$ 8.901,34 R$ 9.974,94 R$ 2.159,49 R$ 19.946,51 R$ 18.081,50

O percentual destinado ao ISS foi calculado da seguinte forma: {[(RBT12 x alíquota nominal da 5ª faixa) - parcela a deduzir da 5ª faixa] / RBT12} x percentual de distribuição do ISS da 5ª faixa. Nos casos em que o percentual do ISS exceder a alíquota máxima de 5%, a parcela excedente é distribuída aos tributos federais. (Resolução CGSN n° 94/2011, art. 20, inciso III, "a" e "b")

São na mesma forma das outras faixas observar apenas o ISS.

Mariane Moreira Cesar

Usuário Iniciante

profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens52
pontos513
membro desde06/07/2015
cidadePiracicaba - SP
Postada:Segunda-Feira, 7 de maio de 2018 às 10:27:14
Bom dia Diana Soares!

E qual é a forma para distribuir a diferença do ISS para os demais tributos?
Reinaldo Fonseca

Usuário 3 Estrelas Douradas

profissão
mensagens2.122
pontos12.556
membro desde09/11/2012
cidade
Postada:Segunda-Feira, 7 de maio de 2018 às 11:30:06
Cara Sabrina Santiago,

Percebi que respondeu o questionamento da colega Erika com outro questionamento, achei por bem responder para tirar qualquer dúvida.

Ou seja, como respondi anteriormente o MEI terá de observar o artigo 6º da LC 116/2003 e as legislações dos municípios envolvidos, para saber se deve ou não reter o ISS.


Att, Reinaldo Fonseca


____________________________________________
Cuidado com o "COSTUME", a Legislação muda.
Sabrina Santiago

Usuário Iniciante

profissãoAssistente Fiscal
mensagens43
pontos481
membro desde16/02/2017
cidadeSimoes Filho - BA
Postada:Segunda-Feira, 7 de maio de 2018 às 16:54:34
Reinaldo Fonseca,

Tudo bem. A intenção do meu questionamento foi para apurar melhor a situação da empresa e poder respondê-la. Mas como você já atendeu ao questionamento, tá tranquilo.

Sds

" A parte que ignoramos é muito maior que tudo aquilo que sabemos. " Platão
Mariane Moreira Cesar

Usuário Iniciante

profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens52
pontos513
membro desde06/07/2015
cidadePiracicaba - SP
Postada:Terça-Feira, 8 de maio de 2018 às 10:41:28
Bom dia pessoal!

A Colega Daiana Soares informou certinho as % distribuídas ref. ao excedente do ISS nos demais tributos, qual o calculo usado para distribuir esses valores nos demais impostos, ela informou as alíquotas certas mais quero saber como ela chegou nessas alíquotas?

resposta da colega Daiana:

Faixa da receita no mercado interno, até o limite 6:

Fórmula: (Média Acumulada dos 12 meses anteriores no mercado interno * (Alíquota da Faixa 6)) - Valor Deduzido da Faixa 6) / Média Acumulada dos 12 meses anteriores no mercado interno = Alíquota Efetiva
Alíquota Efetiva = ((3.830.106,80 * (33,00)) - 648.000,00) / 3.830.106,80 = 16,08

Faturamento TOTAL IRPJ CSLL COFINS PIS/PASEP CPP ISS
Receita do mês, até o limite, no mercado interno
R$ 361.630,00 22,01750% 5,68485% 2,46145% 2,75833% 0,59715% 5,51572% 5,00000%
R$ 79.621,89 R$ 20.558,11 R$ 8.901,34 R$ 9.974,94 R$ 2.159,49 R$ 19.946,51 R$ 18.081,50

O percentual destinado ao ISS foi calculado da seguinte forma: {[(RBT12 x alíquota nominal da 5ª faixa) - parcela a deduzir da 5ª faixa] / RBT12} x percentual de distribuição do ISS da 5ª faixa. Nos casos em que o percentual do ISS exceder a alíquota máxima de 5%, a parcela excedente é distribuída aos tributos federais. (Resolução CGSN n° 94/2011, art. 20, inciso III, "a" e "b")

São na mesma forma das outras faixas observar apenas o ISS.]


desde já agradeço !
Camila

Usuário 5 Estrelas

profissãoAssistente Administrativo
mensagens165
pontos994
membro desde02/08/2011
cidadePiracicaba - SP
Postada:Quarta-Feira, 16 de maio de 2018 às 12:11:09
Bom dia

Todas as Prefeituras estão utilizando nas notas de Maio/2018 a alíquota do ISSQN destacada considerando a RBT (05/2017 à 04/2018)?

Agradeço que puder me ajudar.
Marcos Nunes

Usuário Estrela Dourada

profissãoConsultor(a)
mensagens1.433
pontos11.362
membro desde20/11/2014
cidadeAparecida de Goiania - GO
Postada:Quarta-Feira, 16 de maio de 2018 às 13:59:03
Boa tarde
Camila

Pra efeito retenção destaque de ISS na nota fiscal de 05/2018 devem utilizar a RBT12 de 03/2018 a 04/2017.

PERT: https://vimeo.com/240862915

https://www.facebook.com/objetivaedicoes/
E-mail e Skype: contabil.marcos@hotmail.com
Camila

Usuário 5 Estrelas

profissãoAssistente Administrativo
mensagens165
pontos994
membro desde02/08/2011
cidadePiracicaba - SP
Postada:Quarta-Feira, 16 de maio de 2018 às 14:13:07
Boa tarde Marcos Nunes


Obrigada pelo retorno. No caso de notas fiscais que não há retenção, porém há um campo no documento fiscal que aparece o valor do ISSQN. Neste caso também utilizo esta receita bruta de 03/2018 a 04/2017?
Marcos Nunes

Usuário Estrela Dourada

profissãoConsultor(a)
mensagens1.433
pontos11.362
membro desde20/11/2014
cidadeAparecida de Goiania - GO
Postada:Quarta-Feira, 16 de maio de 2018 às 14:46:17
Boa tarde
Camila

Não há essa obrigatoriedade de informar alíquota de tributos na nota fiscal emitida pelo Simples Nacional. Se o sistema emissor da NFSe estiver exigindo ENTENDO que tenha que ser a alíquota devida naquele período, que seria a RBT12 do mês anterior pra trás.

PERT: https://vimeo.com/240862915

https://www.facebook.com/objetivaedicoes/
E-mail e Skype: contabil.marcos@hotmail.com

mostrando página 5 de 5
1 2 3 4 5

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

FAÇA O LOGIN
E APROVEITE

o melhor conteúdo
contabil da internet
brasileira.

x

Entre e aproveite o
melhor conteúdo
contabil da internet.

ENTRAR | LOGIN

não lembra a senha, clique aqui
ENTRAR

FAÇA LOGIN COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César