Contábeis o portal da profissão contábil

21
Out 2014
08:21

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Venda Ativo Imobilizado - Impostos

3   respostas
4.080   acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Robson Alexandre Nunes

Usuário Novo

postada em: Quarta-Feira, 16 de setembro de 2009 às 18:10:20
Boa noite.

Sou iniciante neste Fórum e, primeiramente, gostaria de parabenizar pela iniciativa de suprir uma necessidade tão premente de informações neste modelo.

Tenho uma dúvida e gostaria de compartilhar da opinião de vocês a respeito do assunto.

A Empresa que trabalho, é composta de uma sociedade que está se desfazendo. A Empresa possui 2 fábricas e, uma das unidades (a filial) ficará com a Empresa que vai sair da sociedade.

O acordo que está sendo definido é que os equipamentos que existem nesta filial, serão vendidos para esta Empresa, que sái da Sociedade.

Nesta venda, os equipamentos, por se tratarem de Ativo Fixo, não tem incidência de ICMS (Art. 7º - Item XIV Dec. 45.490/2000 RICMS). Correto??

Como fica a questão do CIAP?? Apenas se suspende o crédito das parcelas restantes, correto?

A minha dúvida quanto ao Pis / Cofins é, por ser Tributada pelo Lucro Presumido (portanto não há crédito de valores na entrada), a venda destes equipamentos não é tributada??

A lei 10.637/2002 que, teve a sua redação alterada pela Lei 10.684/2003, no Inc. XI, § 3º; Art. 1º, do capítulo 1, dizendo que: "Não integram a base de cálculo a que se refere este artigo, as receitas ... Não operacionais, decorrentes de Venda de Ativo Imobilizado."

Este artigo se aplica, mesmo em se tratando de Empresa do Lucro Presumido? ?

E finalmente, não existindo tributação do ICMS e do PIS / COFINS sobre estas vendas, só incidiriam o IR e CSLL sobre o ganho de capital, correto ?? Quais seriam as alíquotas ??

Obrigado e desculpem pelas muitas perguntas.

Robson Nunes
Saulo Heusi

Usuário VIP

postada em: Quinta-Feira, 17 de setembro de 2009 às 07:38:07
Bom dia Robson,

Você está certo no que diz respeito a não incidência do PIS e da COFINS sobre os ganhos de capital.

Sobre tais ganhos incidirão apenas IRPJ e CSLL às alíquotas de 15% e 9% respectivamente.

Para saber mais acerca do ICMS, repita seu questionamento na sala Legislações Estaduais e Municipais .

Certamente alguém de seu estado (que a frequente) saberá como orientá-lo a contento.

...
Douglas

Usuário Ativo

postada em: Segunda-Feira, 28 de setembro de 2009 às 00:04:48
em relação ao IRPJ e CSLL incidentes sibre a venda de imobilizado, existe um valor minimo (lucro referente a venda do bem ) Para nao pagar o IRPS e CSLL? ?? ou tera que pagar independendo do valor????? se a empresa é optante do simples nacional tambem tera que recolher IRPJ e CSLL sobre vendas do imobilizado???? e qual a aliquota dos impostos e qual a base legal q se refere ao recolhimento?????????????

grato

Analista Fiscal.
Bacharel em Ciências Contábeis.

MSN: douglasz_cco@hotmail.com
Saulo Heusi

Usuário VIP

postada em: Segunda-Feira, 28 de setembro de 2009 às 07:41:23
Bm dia Douglas,

A pessoa jurídica optante pelo Simples Nacional deverá apurar ganho de capital mediante a incidência da alíquota de 15% sobre a diferença positiva entre o valor da alienação e o custo de aquisição do bem ou direito diminuído, quando for o caso, da depreciação, amortização ou exaustão acumulada, ainda que não mantenha escrituração contábil.

O imposto de renda apurado deverá ser pago até o último dia útil do mês subseqüente ao da percepção dos ganhos. O seu recolhimento será efetuado ao Tesouro Nacional, por meio de DARF comum, com utilização do código de receita 0507.

Nota
Naturalmente o recolhimento só será devido para valores iguais ou superiores a R$ 10,00

...

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Receba Novidades


Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.31 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César