Momento Contábeis

Prazo para a entrega do SPED/ECF | Fiscalização do eSocial | Resultado do primeiro exame do CFC 2018

Contábeis o portal da profissão contábil

22
Jul 2018
07:39

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Pert SN

45respostas
6.853acessos
  

mostrando página 1 de 2
1 2
Patricia Favoretto

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens13
pontos95
membro desde04/08/2016
cidadeSanto Andre - SP
Postada:Quinta-Feira, 3 de maio de 2018 às 09:25:14
Bom dia.

Alguém sabe dizer se a Receita Federal e a Procuradoria já disponibilizaram o link de adesão ao PERT SN? Segundo consta, estava previsto para ontem (02/05) .

Atenciosamente

Patricia S. F. Ribeiro
Daiana Soares

Usuário 5 Estrelas Novas

profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens496
pontos4.509
membro desde10/12/2012
cidadeTiete - SP
Postada:Quinta-Feira, 3 de maio de 2018 às 09:30:52

Patricia, ja existe varias resposta a respeito da sua pergunta segue abaixo texto:

Comitê Gestor regulamenta o PERT-SN, criado pela Lei Complementar nº 162 - 24/04/2018.

Foram publicadas no Diário Oficial da União as Resoluções CGSN nº 138 e 139, que regulamentam o Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte optantes pelo Simples Nacional (PERT-SN), previsto na Lei Complementar nº 162, de 06/04/2018.


Poderão aderir ao PERT as empresas que tenham débitos apurados no Simples Nacional e/ou no Simei, ainda que não sejam mais optantes por aqueles regimes.

No âmbito da RFB, a previsão é de que o aplicativo esteja disponível a partir de 04/06/2018.

Os débitos apurados no Simples Nacional até a competência de Novembro de 2017 poderão ser parcelados em até 180 parcelas mensais.

As 5 (cinco) primeiras parcelas vencerão a partir do mês de adesão, correspondendo a 1% da dívida consolidada, corrigidas pela SELIC.

Caso o contribuinte não pague integralmente os valores correspondentes a 5% da dívida consolidada (com as devidas atualizações), o parcelamento será cancelado.

O saldo restante (95%) poderá ser:

Liquidado integralmente, em parcela única, com redução de 90% dos juros de mora, 70% das multas de mora, de ofício ou isoladas e 100% dos encargos legais, inclusive honorários advocatícios;
Parcelado em até 145 mensais e sucessivas, com redução de 80% dos juros de mora, 50% das multas de mora, de ofício ou isoladas e 100% dos encargos legais, inclusive honorários advocatícios; ou
Parcelado em até 175 mensais e sucessivas, com redução de 50% dos juros de mora, 25% das multas de mora, de ofício ou isoladas e 100% dos encargos legais, inclusive honorários advocatícios.
A escolha da modalidade ocorrerá no momento da adesão e será irretratável.

O valor da parcela mínima será de R$ 50,00 para o Microempreendedor Individual - MEI e de R$ 300,00 para as demais microempresas e empresas de pequeno porte. As parcelas serão corrigidas pela SELIC.

A adesão ao PERT-SN poderá ser feita até 09/07/2018, de acordo com os procedimentos que serão estabelecidos pela RFB, PGFN, Estados e Municípios.

A adesão ao PERT/SN suspende eventual termo de exclusão do Simples Nacional, inclusive Ato Declaratório Executivo, que estiver no prazo de regularização de débitos tributários, que é de 30 dias a partir da ciência do respectivo termo.

Os pedidos serão direcionados à RFB, exceto com relação aos débitos:

a) Inscritos em Dívida Ativa da União, os quais serão parcelados junto à PGFN;

b) De ICMS e de ISS encaminhados para inscrição em dívida ativa dos Estados ou Municípios, em virtude de convênio com a PGFN, que serão parcelados junto aos respectivos entes federados.

O pedido de parcelamento implicará desistência compulsória e definitiva de parcelamento anterior (até a competência de novembro/2017), sem restabelecimento dos parcelamentos rescindidos caso o novo parcelamento venha a ser cancelado ou rescindido.

O MEI deve entregar a Declaração Anual do Simples Nacional – DASN-SIMEI para os períodos objeto do parcelamento.



SECRETARIA-EXECUTIVA DO COMITÊ GESTOR DO SIMPLES NACIONAL.




PGFN regulamenta adesão ao Pert do Simples Nacional.

Requerimentos de adesão poderão ser encaminhados pelo site da PGFN de 2 de maio a 9 de julho.

O Diário Oficial da União - DOU publicou hoje, 27, a Portaria PGFN nº 38/2018, que regulamenta o Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte optantes pelo Simples Nacional - Pert-SN, no âmbito da PGFN. A iniciativa oferece o parcelamento da dívida e descontos de até 90% sobre atrasos, de acordo com a modalidade de adesão. O prazo para inscrições terá início às 08h00 de 2 de maio e vai até às 21h00 do dia 9 de julho pelo Portal e-CAC PGFN.

O Pert-SN abrange os débitos vencidos até a competência do mês de novembro de 2017 e inscritos em Dívida Ativa da União - DAU até a data de adesão ao programa, inclusive aqueles que foram objeto de parcelamentos anteriores ativos ou rescindidos, ou que estão em discussão judicial (mesmo que em fase de execução fiscal ajuizada).

Como aderir

A adesão ao Pert-SN ocorrerá mediante requerimento a ser realizado exclusivamente por meio do sítio da PGFN na Internet, no Portal e-CAC PGFN, opção “Programa Especial de Regularização Tributária – Simples Nacional”, disponível em “adesão ao parcelamento”.

Para aderir ao programa, o contribuinte deverá pagar uma entrada correspondente a 5% do valor total da dívida, que poderá ser dividida em cinco prestações mensais. O montante restante poderá ser quitado em:

a) parcela única, com redução de 90% dos juros de mora, 70% das multas de mora, de ofício ou isoladas e 100% dos encargos legais, inclusive honorários advocatícios;

b) 145 parcelas, com redução de 80% dos juros de mora, 50% das multas de mora, de ofício ou isoladas e 100% dos encargos legais, inclusive honorários advocatícios;

c) 175 parcelas, com redução de 50% dos juros de mora, 25% das multas de mora, de ofício ou isoladas e 100% dos encargos legais, inclusive honorários advocatícios.

Em qualquer hipótese citada, o valor da parcela não poderá ser inferior a R$300. Além disso, não é necessária a garantia ou o arrolamento de bens para aderir ao Programa.

Patricia Favoretto

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens13
pontos95
membro desde04/08/2016
cidadeSanto Andre - SP
Postada:Quinta-Feira, 3 de maio de 2018 às 12:43:58
Obrigada, Daiana.

Na PGFN já entrei, está bem bacana com os cálculos já feitos e o valor das parcelas de pedágio e demais já informados; vamos aguardar a adesão no âmbito da RFB , em junho.

att,

Patricia
Junia Meireles

Usuário 5 Estrelas Novas

profissãoContador(a)
mensagens408
pontos4.515
membro desde11/09/2013
cidadePirapora - MG
Postada:Quinta-Feira, 3 de maio de 2018 às 14:01:52
Patricia Favoretto

BOA TARDE,

seus calculos bateram com o da PGFN?



att


junia

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens100
pontos996
membro desde14/08/2006
cidadeSantos - SP
Postada:Quinta-Feira, 3 de maio de 2018 às 14:21:38
os meus não ou eu não entendi
Eu tenho alguns parcelamentos já feitos, para refazer preciso entrar em desistencia?E pédir o parcelamento de novo?

Por favor qual o CNAE usado para prestação de serviço de comissão sobre consignação de venda de automóvel? Já li vários tópicos e nenhum responde a mesma pergunta.


Junia Meireles

Usuário 5 Estrelas Novas

profissãoContador(a)
mensagens408
pontos4.515
membro desde11/09/2013
cidadePirapora - MG
Postada:Quinta-Feira, 3 de maio de 2018 às 15:19:16
Elizabeth de Souza Lacerda

sobre o parcelamento, ate o meu entendimento deveremos desistir dos parcelamentos ativos para ingressar no pert.





att


junia

Patricia Favoretto

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens13
pontos95
membro desde04/08/2016
cidadeSanto Andre - SP
Postada:Quinta-Feira, 3 de maio de 2018 às 15:29:19
Junia, boa tarde.

Sim, os meus cálculos bateram certinho com os valores apresentados na simulação do parcelamento!

Elizabeth, sim, deve-se solicitar o cancelamento dos parcelamentos atuais para poder aderir ao PERT SN
profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens100
pontos996
membro desde14/08/2006
cidadeSantos - SP
Postada:Quinta-Feira, 3 de maio de 2018 às 17:54:56
Obrigada, achei que teria um link separado.

Por favor qual o CNAE usado para prestação de serviço de comissão sobre consignação de venda de automóvel? Já li vários tópicos e nenhum responde a mesma pergunta.


Rafael Dias de Oliveira

Usuário Frequente

profissãoAnalista Fiscal
mensagens71
pontos723
membro desde01/12/2017
cidadeCascavel - PR
Postada:Sexta-Feira, 4 de maio de 2018 às 16:56:05
Patricia Favoretto Boa tarde,

Você fez uma planilha para simular os valores?
profissãoContador(a)
mensagens3
pontos43
membro desde02/01/2018
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Terça-Feira, 8 de maio de 2018 às 14:12:20
Para aderir ao PERT-SN, somente presencialmente.
Com os Formulários PEPAR e DIPAR

Att,
Arga Contábil
Adri Anzini

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens4
pontos32
membro desde21/07/2016
cidadeBlumenau - SC
Postada:Quinta-Feira, 10 de maio de 2018 às 08:43:46
Arga Contábil, onde vc obteve a informação q o PERT-SN deve ser feito presencialmente via formulário? A orientação é q deve ser feito pelo ecac...


Alguém conseguiu fazer o PERT-SN no site da Receita Federal? Não localizo a opção...
profissãoAssistente Administrativo
mensagens13
pontos232
membro desde23/06/2015
cidadePiracicaba - SP
Postada:Quinta-Feira, 10 de maio de 2018 às 16:00:19
Boa tarde,
Estou tentando fazer as adesões ao PERT porem como tentei fazer o ano passado fala que a mesma solicitação vai ser vinculada esse ano, alguem sabe se essa informação procede?
Se não , como devo proceder ?estou meio perdida em relação a esse parcelamento;

Aguardo orientações!
Desde já agradecida.
Daiana Soares

Usuário 5 Estrelas Novas

profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens496
pontos4.509
membro desde10/12/2012
cidadeTiete - SP
Postada:Quinta-Feira, 10 de maio de 2018 às 16:23:37
Adri Anzini A previsão é de que o aplicativo esteja disponível a partir de 04/06/2018. Apenas para débitos que já estão em Divida ativa o Sistema esta disponível deu uma olhadinha no Site segue linK:
http://www.pgfn.fazenda.gov.br/noticias/2018/fique-por-dentro-simulador-e-passo-a-passo-sobre-o-perto-do-simples-nacional-estao-disponiveis/view. http://www.pgfn.fazenda.gov.br/
Caso não consiga acessar so procurar por PFGN
Vanessa você ja tem parcelamento ativo quem qual âmbito? Receita ou Procuradoria?

Allysson Luize Nobrega

Usuário Novo

profissãoAdministrador(a)
mensagens1
pontos7
membro desde16/05/2018
cidadePorto Franco - MA
Postada:Quarta-Feira, 16 de maio de 2018 às 22:07:43
Pessoal boa noite, tentei efetuar o parcelamento pelo portal ecac PGDN, porém um dos débitos não está enquadrando no PERT SN devido a ser do Simples código 8822, os demais débitos inscritos estão entrando normalmente devido a serem do Simples Nacional código 1507. O referido débito entra no parcelamento convencional normalmente, mas a taxa de juros e multa ficaram altos.
Cecília Facundo

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens7
pontos305
membro desde24/11/2016
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 24 de maio de 2018 às 14:58:25
Boa tarde!

Site com o simulador do Pert - SN

http://www.pgfn.fazenda.gov.br/noticias/2018/fique-por-dentro-simulador-e-passo-a-passo-sobre-o-perto-do-simples-nacional-estao-disponiveis/view

Tomem cuidado ao cancelar o parcelamento já ativo, lembrando que não poderá parcelar novamente os débitos posteriores a 11/2017 com os mesmos benefícios.

Dica: Planilhar tudo e ver se realmente compensa, pagar parcelamento + débitos após 11/2017 (caso tenha) + impostos do mês.
Rodrigo Takahara

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens1
pontos27
membro desde03/05/2012
cidadeSao Bernardo do Campo - SP
Postada:Segunda-Feira, 28 de maio de 2018 às 15:54:00
Estou com uma duvida.

Foi solicitado o pagamento a vista de uma divida referente a DAS (Simples Nacional) já consolidada no PGFN.

Foi gerado o pedágio em 1/5 parcelas com vencimento a 31/05/2018 e vi que a parcela a vista de numero 6/6 é gerada automaticamente para o dia 31/05/2018.

A parcela do pagamento a vista pode ser paga após o pagamento final do pedágio ou necessita ser paga dentro do mês de adesão?



Não encontrei nada referente a isso.
Timóteo Rosa

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens14
pontos152
membro desde11/06/2013
cidadeNova Friburgo - RJ
Postada:Terça-Feira, 5 de junho de 2018 às 11:18:09
IMPORTANTE!
O aplicativo calcula a quantidade de parcelas de forma automática, de acordo com
a modalidade escolhida pelo contribuinte, considerando o maior número de
parcelas possível, respeitado o valor mínimo da parcela, ou seja, não é permitido
ao contribuinte escolher o número de parcelas. Esta regra também vale para a
quantidade de parcelas da entrada.
O valor mínimo da parcela é de R$ 300,00 para débitos de Simples Nacional e de
R$ 50,00 para débitos do Simei.



Bom dia, alguém sabe o real motivo de não poder escolher o numero de parcelas ?

Acho um absurdo, se tenho um cliente que não tem o capital de giro para quitar a vista, mais que em 10 vezes por exemplo conseguiria, vai ter que esperar 50 meses para quitar o seu debito, com juros e Selic.

Marcelo Kachel

Usuário Novo

profissãoAssistente Advocacia
mensagens7
pontos49
membro desde16/03/2018
cidadeVila Velha - ES
Postada:Quarta-Feira, 6 de junho de 2018 às 13:11:19
Alguém sabe me dizer se é possível aumentar o valor da entrada ao aderir ao PERT-SN no e-cac da PGFN ?
Cláudio Antônio da Silva

Usuário 2 Estrelas Douradas

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens1.685
pontos14.750
membro desde19/05/2010
cidadeNovo Hamburgo - RS
Postada:Quarta-Feira, 6 de junho de 2018 às 13:30:26
Marcelo Kachel

O valor aumenta ou diminui, de acordo com o número de parcelas que você solicitar para parcelar.

Cláudio Antônio da Silva
Técnico em Contabilidade
CRIATIVA Contabilidade Ltda
WhatsApp Business (51) 986320450
claudio@criativacontabilidade.com.br
http://www.facebook.com/criativacontabilidade
http://www.instagram.com/criativacontabilidade
Daiana Soares

Usuário 5 Estrelas Novas

profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens496
pontos4.509
membro desde10/12/2012
cidadeTiete - SP
Postada:Quarta-Feira, 6 de junho de 2018 às 13:35:05
Marcelo Kachel o parcelamento é consolidado ate o máximo de parcelas. Claro que de acordo com o valor da divida as parcelas não podem ser inferior a R$ 300,00 para Simples e R$ 50,00 Para MEI.

Marcelo Kachel

Usuário Novo

profissãoAssistente Advocacia
mensagens7
pontos49
membro desde16/03/2018
cidadeVila Velha - ES
Postada:Quarta-Feira, 6 de junho de 2018 às 13:46:37
No caso, a cliente quer aderir ao PERT-SN em 145 vezes na PGFN.
Na simulação a entrada é de R$ 18.177,00 parcelada em 5 vezes de 3.635,40.
Mas, ela quer pagar uma entrada de R$ 50.000,00 (em uma única vez) e parcelar o restante da CDA em 145 vezes.
É possível aumentar o valor da entrada ?
Cláudio Antônio da Silva

Usuário 2 Estrelas Douradas

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens1.685
pontos14.750
membro desde19/05/2010
cidadeNovo Hamburgo - RS
Postada:Quarta-Feira, 6 de junho de 2018 às 13:50:33
Marcelo Kachel

Isso não é possível de fazer, pelo menos não pelo portal.

Cláudio Antônio da Silva
Técnico em Contabilidade
CRIATIVA Contabilidade Ltda
WhatsApp Business (51) 986320450
claudio@criativacontabilidade.com.br
http://www.facebook.com/criativacontabilidade
http://www.instagram.com/criativacontabilidade
Edijames Pereira dos Santos

Usuário Iniciante

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens43
pontos362
membro desde18/07/2017
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quarta-Feira, 6 de junho de 2018 às 15:49:42
Boa tarde Caros colegas,

Alguém sabe me dizer se uma empresa CNPJ baixada, porém, com parcelamento ativo do Simples Nacional na PGFN pode aderir ao novo parcelamento (PERT-SN)? Ou seja, posso desistir do atual acordo e aderir ao novo com os descontos de multa, juros e encargos.

Grato.

Edijames Pereira

Daiana Soares

Usuário 5 Estrelas Novas

profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens496
pontos4.509
membro desde10/12/2012
cidadeTiete - SP
Postada:Quarta-Feira, 6 de junho de 2018 às 16:49:12
Edijames Pereira dos Santos Ola boa tare pode sim apenas observe se as dividas ainda estão no CNPJ e se a empresa tem procuração valida para poder aderir ao pedido visto que o seu código de acesso esta cancelado.

Jessyca

Usuário Estrela Vermelha

profissãoAssistente Depto. Pessoal
mensagens4.226
pontos32.129
membro desde26/06/2015
cidadeFranca - SP
Postada:Quinta-Feira, 7 de junho de 2018 às 09:14:20
Patricia Favoretto,

Segue tópico do fórum que fala sobre o assunto:
http://www.contabeis.com.br/forum/topicos/285257/pert-simples-nacional-lc-16218/11

“...carpe diem, quam minimum credula postero"


http://spedconsultoria.com.br/
Edijames Pereira dos Santos

Usuário Iniciante

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens43
pontos362
membro desde18/07/2017
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 7 de junho de 2018 às 09:26:59
Daiana Soares, bom dia, obrigado pela resposta. Respondendo a sua pergunta: Sim, o débito ainda encotra-se no CNPJ e o responsável pela empresa acessa pelo certificado da Pessoa Física.
Daiana Soares

Usuário 5 Estrelas Novas

profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens496
pontos4.509
membro desde10/12/2012
cidadeTiete - SP
Postada:Quinta-Feira, 7 de junho de 2018 às 10:35:17
Edijames Pereira dos Santos Por nada não pelo certificado da empresa mas nesse caso o ideal como a empresa esta baixada fazer uma procuração no certificado do escritório ou contador.

profissãoCoordenador(a) Contabilidde
mensagens52
pontos542
membro desde27/01/2016
cidadeCacapava - SP
Postada:Quarta-Feira, 13 de junho de 2018 às 09:58:44
Prezados,

Tenho um cliente que foi desenquadrado do Simples em 2018 por conta de dividas de 2017.

Vamos efetuar o Pert - SN das dividas vencidas até 29/12/22017, mais ele tem dividas de competência 12/2017 que vencem em 01/2018.

Tem como fazer o Pert- SN e fazer outro parcelamento para o mês 12/2017 ?

Pois ele quer a reintegração do simples retroativo a 01/2018.

Nos meses de 01/2018 á 05/2018 a empresa como tinha desenquadrado foi entregue obrigações assessorias como lucro presumido e o mesmo não pagou essas valores, as dividas em aberto de 2018 pode impedir o Pert SN ?

Quem puder me orientar ficaria grata !!!

Att,

João Ricardo

Usuário Iniciante

profissãoAssessor(a) Financeiro
mensagens33
pontos242
membro desde20/06/2017
cidadeFlorianopolis - SC
Postada:Quarta-Feira, 13 de junho de 2018 às 10:23:57
Esse parcelamento não contempla as dívidas previdenciárias? Não acredito O.o
Junia Meireles

Usuário 5 Estrelas Novas

profissãoContador(a)
mensagens408
pontos4.515
membro desde11/09/2013
cidadePirapora - MG
Postada:Quarta-Feira, 13 de junho de 2018 às 10:33:27
Kátia Regina dos Santos Citro de Godoy

sim depois que fizer o pert relativo ate 11/2017 podera fazer o convencional, do debito de 2018

João Ricardo nao, somente debitos do simples nacional.



att


junia


mostrando página 1 de 2
1 2

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César