Contábeis o portal da profissão contábil

23
Nov 2014
23:03
você está em:

FÓRUM CONTÁBEIS » Contabilidade

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Cartao de credito

38   respostas
43.309   acessos
  

mostrando página 1 de 2
1 2

POSTS RELACIONADOS

postada em: Quarta-Feira, 24 de janeiro de 2007 às 09:13:00
Prezados senhores, bom dia

Como eu classifico as compras efetuadas com cartao de credito da empresa?

Se possivel, conta analitica e sintetica.

Grato
Saulo Heusi

Usuário VIP

postada em: Quarta-Feira, 24 de janeiro de 2007 às 21:29:00
Boa noite André

As compras, assim como as vendas de produtos e ou serviços realizadas com uso de Cartões de Crédito, nada mais são que operações (vendas e compras) a prazo.

Isto se dá porque as Administradoras de Cartões de Crédito só efetuam o pagamento depois de decorrido determinado prazo da entrega das autorizações de pagamento (usualmente 20 dias).

Deste modo, não são valores que a empresa vendedora possa dispor a qualquer tempo, por isto a classificação contábil não deve constar no subgrupo Disponível e sim em conta distinta do Ativo Circulante, de onde será baixada pelo efetivo recebimento.

No mesmo raciocínio, as compras deverão contas do Passivo Circulante, pois não são valores que a empresa compradora tenha que quitar a vista, uma vez que há igual prazo para o pagamento.

Por este motivo o registro do crédito a receber no Ativo Circulante ou da obrigação a pagar no Passivo Circulante será feito em nome da administradora do cartão de crédito e não do comprador ou vendedor da mercadoria (produto ou serviço) uma vez que a administradora, por contrato, fica responsável pelo recebimento ou pagamento de seus correntistas.

Vejamos exemplos práticos:

Vendas com Cartão de Crédito
Vamos supor que uma empresa no dia 01/01/07 tenha efetuado uma venda por meio do Cartão de Crédito da Administradora Compre Fácil S/A no valor de 10.000,00 cujo ICMS (a 17%) totalizou 1.700,00. Vamos supor ainda que a Administradora, que cobra 5% (500,00) de despesas e corretagem, tenha efetuado o pagamento a vendedora no dia 21/01/07 via crédito em conta bancária do valor líquido de 9.500,00. Contabilmente os fatos seriam assim registrados:

 Pela venda com cartão em 01/01/07
D - Contas a Receber - Administradora Compre Fácil S/A (AC) - 9.500,00
D - Despesas com Vendas (CR) - 500,00
C - Receitas da Venda de Mercadorias (CR) - 10.000,00

 Pelo valor do ICMS incidente sobre a venda
D - ICMS sobre Vendas (CR) - 1.700.00
C - ICMS a Recolher (PC) - 1.700,00

 Pelo recebimento da Administradora em 21/01/07
D - Bancos Conta Movimento (AC) - 9.500,00
C - Contas a Receber - Administradora Compre Fácil S/A (AC) - 9.500,00



Compras com Cartão de Crédito
Neste caso (o seu) vamos supor que no dia 01/01/07 sua empresa tenha comprado com o uso do Cartão de Crédito da Administradora Compre Fácil S/A, mercadorias no valor de 10.000,00 que lhe dá direito ao crédito do ICMS (a 17%) de 1.700,00 e cuja fatura você terá de pagar no dia 21/01/07.
Contabilmente estes fatos devem ser assim registrados:

 Pela compra com cartão em 01/01/07
D - Estoques de Mercadorias para Revenda (AC) - 8.300,00
D - ICMS a Recuperar (AC) - 1.700,00
C - Contas a Pagar - Administradora Compre Fácil S/A (PC) - 10.000,00

 Pelo pagamento a Administradora em 21/01/07
D - Conta a Pagar - Administradora Compre Fácil S/A (PC) - 10.000,00
C - Caixa ou Bancos Conta Movimento (AC) - 10.000,00

Legendas
AC - Ativo Circulante
PC - Passivo Circulante
CR - Contas de Resultado

PS - Nos exemplos foram mencionadas as operações de compra e de venda na pretensão de lhe permitir melhor entendimento do funcionamento das operações que envolvem Cartões de Crédito.

Se restarem dúvidas, disponha do Fórum.
Daniel Alves dos Santos

Usuário Novo

postada em: Quinta-Feira, 14 de agosto de 2008 às 16:11:35
Ola boa tarde a todos. Estou com uma dúvida, estou querendo controlar o recebimento de cartões de crédito de meu cliente, mas estou na dúvida de como proceder contabilmente com este controle. Tenho em mãos os relatórios mensais da administradora. O que mais irei precisar para que eu possa dar seguimento neste procedimento?

Boa Tarde
Saulo Heusi

Usuário VIP

postada em: Quinta-Feira, 14 de agosto de 2008 às 20:51:50
Boa noite Daniel,

Para controlar as vendas e os recebimentos via Cartões de Crédito, de seu cliente, basta que o mesmo indique nas Notas Fiscais ou em relatório a parte, quais foram as vendas efetuada via Cartões de Crédito.

Os lançamentos contábeis estão demonstrados na postagem efetuada imediatamente acima.

...
postada em: Terça-Feira, 26 de agosto de 2008 às 22:19:01
Estou lendo uma matéria que obtive através de um boletim informativo hoje, amanhã estarei dando detalhes dos lançamentos.
Petrúcio Freitas da Hora

Usuário Frequente

postada em: Quarta-Feira, 27 de agosto de 2008 às 16:02:42
José Carlos...

Estou interessado em ter o controle sobre estes recebimentos, visto que muitas empresas não sabem ao certo quanto irão receber.

Se souber de alguma coisa. Agradeço desde já.
David R. S. Soares

Usuário Iniciante

postada em: Quarta-Feira, 27 de agosto de 2008 às 17:27:48
segundo sr. saulo:

 Pela compra com cartão em 01/01/07
D - Estoques de Mercadorias para Revenda (AC) - 8.300,00
D - ICMS a Recuperar (AC) - 1.700,00
C - Contas a Pagar - Administradora Compre Fácil S/A (PC) - 10.000,00


na minha compra:

Faço uma compra de 10.000 de mercadorias para revenda, sendo essa compra efetuada por meio de cartão de crédito, mesmo tendo a nota fiscal de meu fornecedor, tenho que registrar a compra na conta da operadora do cartão?!
Saulo Heusi

Usuário VIP

postada em: Quarta-Feira, 27 de agosto de 2008 às 18:49:45
Boa noite David,

Exatamente!

Para quaisquer efeitos você quitou o débito (compra) com seu Fornecedor através do uso do Cartão de Crédito, ou seja, "pagou com cartão de crédito".

A partir de então você está devendo apenas para administradora do cartão.

Isto porque a Administradora pagou sua conta junto ao fornecedor e vai cobrá-la de você futuramente.

...
Eliete Lucia

Usuário Novo

postada em: Quarta-Feira, 28 de outubro de 2009 às 15:00:13
boa tarde,

a encarregada de tirar as notas fiscais me informou que se foram vendidos 30.000,00 de cartoes,ela tira as notas que dê o mesmo total.Sendo assim,fica dificil a minha conciliacao.Onde trabalho, todas as vendas sao creditadas em vendas a vista.Preciso concilia-las.É correto voce alterar um valor X para venda a vista e outro valor X para venda a prazo?
Ex:No extrato do redecard tem vendas feitas dia 07/01 no valor de 9000,00,mas nas minhas vendas pelo fiscal eu nao tenho esse valor total.Então,como posso concilia-las?
Visto que essas notas sao tiradas de forma incorreta como devo informar a encarregada da melhor maneira possivel?
Saulo Heusi

Usuário VIP

postada em: Quarta-Feira, 28 de outubro de 2009 às 18:53:00
Boa noite Eliete,

Provavelmente a faturista tem ordens para emitir Notas Fiscais no total idêntico ao existente no extrato fornecidos pelas administradoras do cartões, com vistas a evitar a divergência de valores quando do cruzamente de informações pela Receita Estadual.

No exemplo dado por você, comete a faturista erros graves e deve ter em conta que:

1 - O faturamento diário da empresa, assim entendido as vendas a prazo e a vista, tem que ser idêntico (ou maior) do que aquele constante dos extratos fornecidos pelas administradoras

2 - Nenhuma empresa vende apenas com cartão de débito ou crédito, negando inclusive o recebimento de dinheiro, é contra a lógica e a lei.

3 - O risco fiscal envolvido neste caso é idêntico ao que se verifica quando ocorre omissão de receitas, pois está claro que esta empresa só emite Nota Fiscal com vistas a atender ao fisco.

Face ao exposto, as Notas Fiscais que acobertam as vendas diárias, devem obrigatoriamente ser idênticas aquelas diariamente informadas nos extratos das administradoras de cartões (em raros casos) e maiores (na maioria deles).

É, repito, uma questão de pura lógica. Você não pode informar ao fisco que em determinado dia vendeu (por exemplo) R$ 1.000,00 e contabilizar a venda naquele mesmo dia de R$ 3.000,00 provada via Cartões de Crédito ou Débito.

...
postada em: Quarta-Feira, 18 de novembro de 2009 às 01:46:01
Boa noite...
Estou precisando muito de uma planilha ou outro tipo de controle para venda parcelada ou debito. Tenho muita dificuldade na hora de conciliar a venda com o extrato do cartão. POR FAVOR ME AJUDE...
Manoel de Souza Neto

Usuário Novo

postada em: Sábado, 21 de novembro de 2009 às 10:50:12
Bom dia Prezados:
Trabalho em um hospital que mantem uma operadora de plano de saúde (OPS).
Em ambas unidades começamos a operar com cartões de crédito.
Só q alem dos serviços medicos/hospitalares, passamos a fazer recargas de telefones celurares via cartão. O q nos gera uma pequena receita.
Qual o processo para contabilzar ambas operações.
Lembrando que as receitas/despesas das OPS devem seguir as normas e plano padrão ANS (AGENCIA NACIONAL DE SAÚDE).
Alguem pode me orientar neste processo?

Manoel
Os desafios são lançados para serem vencidos.
Simony Cunha Guimarães

Usuário Novo

postada em: Domingo, 8 de agosto de 2010 às 20:13:01
Caros, boa noite!

Estou com duvidas referidas a lançamentos de vendas de cartões de credito de empresas optante pelo simples nacional, pois quero saber se posso fazer os lançamentos das vendas no valor total no final do mês, sendo que o recebimento é feito diario conforme o extrato bancario.
Gostaria de saber tambem, se posso diminuir das vendas a vista o valor das vendas com cartões de credito conforme informado no extrato de cartão de credito ?

Desde já agradeço a todos.

Simony Guimarães_Suprema Contabilidade Ltda.

Simony C. Guimarães
(27) 8193-8031
Agnaldo do Espírito Santo

Usuário 5 Estrelas Novas

postada em: Terça-Feira, 10 de agosto de 2010 às 10:56:21
Bom dia Pessoal. Entrei aqui apenas para destacar um fato que deve ser de conhecimento de todos vocês, mas que é sempre bom ficar atento.

Um empresario do ramo de alimentos/restaurante, me procurou para prestar lhe assessoria contábil visto que estava descontente com o escritório que lhe prestava serviços, segundo ele, por falta de orientação que esta lhe custando uma multa de mais de R$ 30 mil reais. Dos fatos:

Segunto ele, seu faturamento mensal gira em torno de R$ 60 mil - venda de refeições bebidas etc.

deste valor cerca de 50% é pago com cartões de crédito/débito - em torno de R$ 30 mil.

Ocorre que ele tem a prática de usar o cupom fiscal, aleatóriamente. não emite para todas as vendas. O fisco cruzando as informações das vendas com cartão, detectou que ele não emitia nota nem para o total das vendas com cartão. Isso expos sua prática de sonegação.

Para variar, a culpa (segundo ele) é do contador que não orientou o mesmo a emitir as notas, integralmente de acordo com seu movimento financeiro.

Se alguem tiver clientes cujio movimento com cartões é relevante, creio que orientá-lo podera ser um diferencial competitivo do seu escritório. Sugiro inclusive que faça a orientação por meio de memorando, para evitar de no futuro o cliente lhe acusar de negligência. é isso. Só para alertar.


Saudações contábeis

Agnaldo






Saudações Contábilistas
Agnaldo
site: http://agnaldoconexaocontabil.com/

e mail: agnaldo_paraty@hotmail.com

Da justiça de cada um, nasce a Paz - João Paulo II
Elisabete Vitoriano Machado

Usuário Estrela Dourada

postada em: Terça-Feira, 10 de agosto de 2010 às 11:22:26
Bom dia Agnaldo,

Essa é a maior dificuldade que temos com alguns clientes, vendem via cartão e não emitem nota fiscal do mesmo.

Aproveitando o topico, voce teria uma sugestão de como fazer este memorando para enviar-mos aos clientes, com indicação de Lei e suas consequencias?

Agradeço antecipadamente!

O que sabemos é uma gota, o que ignoramos é um oceano. (Isaac Newton).
Simony Cunha Guimarães

Usuário Novo

postada em: Quarta-Feira, 11 de agosto de 2010 às 22:13:11
Caros, boa noite!


Como minha pergunta ainda nao foi responido venho faze-la novamente.
Estou com duvidas referidas a lançamentos de vendas de cartões de credito de empresas optante pelo simples nacional, pois quero saber se posso fazer os lançamentos das vendas no valor total no final do mês, sendo que o recebimento é feito diario conforme o extrato bancario.
Gostaria de saber tambem, se posso diminuir das vendas a vista o valor das vendas com cartões de credito conforme informado no extrato de cartão de credito ?

Desde já agradeço a todos.

Simony Guimarães_Suprema Contabilidade Ltda.

Simony C. Guimarães
(27) 8193-8031
Agnaldo do Espírito Santo

Usuário 5 Estrelas Novas

postada em: Quinta-Feira, 12 de agosto de 2010 às 13:17:27
Bom dia Agnaldo,

Essa é a maior dificuldade que temos com alguns clientes, vendem via cartão e não emitem nota fiscal do mesmo.

Aproveitando o topico, voce teria uma sugestão de como fazer este memorando para enviar-mos aos clientes, com indicação de Lei e suas consequencias?

Agradeço antecipadamente

Oi Elizabete. com relação a sua pergunta, não tenho nenhum modelo pronto, visto que não tenho clientes nesta situação. se tivesse eu colocaria aqui ok? vamos aguardar, pode ser que alguem o tenha né?

Saudações contabilistas

Agnaldo

NOTA DA MODERAÇÃO.

Mensagem com edição em virtude da falta de estética e consequentemente consumo excessivo de espaços no banco de dados do Forum.

Saudações Contábilistas
Agnaldo
site: http://agnaldoconexaocontabil.com/

e mail: agnaldo_paraty@hotmail.com

Da justiça de cada um, nasce a Paz - João Paulo II
Agnaldo do Espírito Santo

Usuário 5 Estrelas Novas

postada em: Quinta-Feira, 12 de agosto de 2010 às 13:35:25
Caros, boa noite!

Como minha pergunta ainda nao foi responido venho faze-la novamente.
Estou com duvidas referidas a lançamentos de vendas de cartões de credito de empresas optante pelo simples nacional, pois quero saber se posso fazer os lançamentos das vendas no valor total no final do mês, sendo que o recebimento é feito diario conforme o extrato bancario.


Oi Simony. Com relação ao seu questionamento, sugiro a leitura do esclarecimento no link abaixo. No meu entendimento não pode, ou não compensa pois a lei determina o uso de livro auxiliar e diz que os lançamentos devem ser dia a dia. sabe se que os lançamentos de diário devem ser efetuados em ordem cronolólgica. Entretanto note que é permitido fazer um unico lançamento pelo montante das vendas diárias.

No tocante a separar vendas a vista de vendas a prazo ou com cartão, não ha nehum problema, desde que o total feche com a Nota Fiscal. Na minha empresa eu faço a segregação do movimento diário, separando o que é a vista (em especies) cartão de crédito/débito e a prazo. veja o linke, espero que lhe seja util. um abraço

Escrituração Contábil

Saudações Contabilistas

Agnaldo

NOTA DA MODERAÇÃO.

Mensagem com edição em virtude da falta de estética e consequentemente consumo excessivo de espaços no banco de dados do Forum.

Saudações Contábilistas
Agnaldo
site: http://agnaldoconexaocontabil.com/

e mail: agnaldo_paraty@hotmail.com

Da justiça de cada um, nasce a Paz - João Paulo II
Elisabete Vitoriano Machado

Usuário Estrela Dourada

postada em: Quinta-Feira, 12 de agosto de 2010 às 14:57:38
Boa tarde Agnaldo,

Obrigada por sua resposta e disposição em me ajudar!

O que sabemos é uma gota, o que ignoramos é um oceano. (Isaac Newton).
Simony Cunha Guimarães

Usuário Novo

postada em: Sexta-Feira, 13 de agosto de 2010 às 08:29:27
Agnaldo, bom dia!

obrigado pela atenção, mas nâo consigo abrir o link que enviou.




Grata,

Simony C. Guimarães

Simony C. Guimarães
(27) 8193-8031
Agnaldo do Espírito Santo

Usuário 5 Estrelas Novas

postada em: Sexta-Feira, 13 de agosto de 2010 às 09:00:30
Oi Simony; bom dia. editei o link. pode entrar que agora dará certo.


Saudações contabilistas

Agnaldo

Saudações Contábilistas
Agnaldo
site: http://agnaldoconexaocontabil.com/

e mail: agnaldo_paraty@hotmail.com

Da justiça de cada um, nasce a Paz - João Paulo II
Josiane Peres de Paula

Usuário Novo

postada em: Segunda-Feira, 25 de outubro de 2010 às 09:28:10
Bom dia a todos tenho uma dúvida, foi feito o lançamento das vendas a prazo com cartão de credito, mesmo dando baixa do valor que cai no banco e das despesas com cartão, minha conta de cartão de credito está com um saldo muito alto a receber e eu gostaria de dar baixa zerar esse saldo e passar a a lançar tudo a vista já que é uma empresa de Simples, e sofre de problemas de saldo de caixa, como posso efetuar este lançamento.

Att.
Josiane Peres
Ricardo C. Gimenez

Moderador

postada em: Terça-Feira, 26 de outubro de 2010 às 18:52:07
Boa tarde, Josiane


As vendas com cartão de crédito são feitas à vista (recebíveis diretamente da administradora geralmente após 31 dias corridos) ou a prazo, parcelado pela administradora (que a loja recebe à vista) ou pela loja (para receber em parcelas mensais), e as vendas com cartão de débito são recebidas no próximo dia útil.

Portanto, independentemente de ser feito o negócio pelo preço à vista ou parcelado, a empresa receberá a quantia somente após alguns dias, salvo se fizer uma antecipação. Neste contexto, tal recebimento se assemelha a uma venda a prazo, tanto nas vendas à vista ou parceladas (pela loja ou pela operadora) pelo cartão de crédito, quanto nas vendas via cartão de débito (algumas operadoras oferecem a opção de cheque pré), enquanto as vendas parceladas, como o próprio nome diz, de fato são parceladas.

Porém, como as vendas com cartões, em essência, não são como uma venda a prazo porque de acordo com o contrato firmado com a administradora esta se compromete a pagar a empresa, tendo ou não recebido dos clientes, e é por isto que é cobrada a taxa de adminsitração frente aos riscos de inadimplência, é aconselhável que as contas correntes com as administradoras de cartões fiquem no grupo de créditos.

Em meu plano de contas classifico os cartões da seguinte maneira:

1 Ativo

1.1 Circulante

1.1.1 Disponibilidades
(...)

1.1.2 Aplicações Financeiras
(...)

1.1.3 Títulos de Crédito

1.1.3.01 Cheques a Depositar
(...)

1.1.3.02 Duplicatas a Receber
(...)

1.1.3.03 Cartões de Crédito/Débito
1.1.3.03.01 CC - Operadora X
1.1.3.03.02 Taxa de intermediação a incorrer
1.1.3.03.03 CD - Operadora X
1.1.3.03.04 Taxa de intermediação a incorrer
1.1.3.03.05 CC - Operadora Y
1.1.3.03.06 Taxa de intermediação a incorrer
1.1.3.03.07 CD - Operadora Y
1.1.3.03.08 Taxa de intermediação a incorrer
(...)


Após esta introdução pretendo adiante lhe oferecer minha opinião para solucionar sua dúvida:

mesmo dando baixa do valor que cai no banco e das despesas com cartão, minha conta de cartão de credito está com um saldo muito alto a receber

Se o saldo contábil a receber está muito alto frente ao saldo do extrato da operadora, significa que os lançamentos contábeis dos recebimentos não foram feitos corretamente; se as administradoras de cartões só pagam diretamente em conta corrente bancária, obrigatoriamente os saldos contábeis, dos extratos de contas correntes bancárias e das administradoras de cartões devem estar relacionados entre si com valores iguais; em palavras populares, "tem que bater"
Solução: Fazer conciliação das contas com os extratos para descobrir a origem do erro e o corrigir, inclusive separando as vendas à vista das parceladas.

e eu gostaria de dar baixa zerar esse saldo e passar a a lançar tudo a vista já que é uma empresa de Simples, e sofre de problemas de saldo de caixa, como posso efetuar este lançamento.

Solução: Assim que for encontrada a origem do erro, conforme indiquei na sugestão anterior, não será necessário dar baixa de modo incorreto como este que você pretende. Saiba que a correção de erros não pode ser feita transferindo o saldo para qualquer outra conta, ferindo a ética profissional e a credibilidade das demonstrações emitidas; ademais, geralmente a falta de caixa advém de omissão de receitas e também da confusão de patrimônios da direção - proprietário(s) - com o da empresa. Portanto, a direção da empresa precisa de orientações concisas sobre os grandes riscos que envolvem estes fatos.

Enfim, é importante levar em conta que é indiferente o regime de tributação da empresa (simples, lucro real ou lucro presumido) porque as Normas Contábeis e demais determinações legais (inicialmente as do Código Civil) são aplicáveis a todas as pessoas jurídicas de qualquer porte e/ou regime tributário, estando assegurada às microempresas apenas registros simplificados, algo bem distante de contabilidade omissa, incompleta e fraudulenta.


Saudações

e-mail de moderador: rcgimenez.moderador@gmail.com
skype : rc.gimenez - twitter: rcgimenez
http://www.blogdoprofessorricardo.blogspot.com.br
http://www.contabilidadesemsegredos.com.br
Josiane Peres de Paula

Usuário Novo

postada em: Quarta-Feira, 27 de outubro de 2010 às 08:59:03
Ricardo, bom dia e muito obrigada pela ajuda o meu problema com essa firma é que ela não me manda o extrato dos cartões e quando eu peguei ela para fazer vi o tamanho do saldo da conta cartão e achei estranho pq faço de outras firmas e como vc mesmo disse batem o valor direitinho.

Salvei suas soluções e procurarei fazer como me foi sugerido.

Att.
Josiane Peres
Andreia Berti

Usuário Novo

postada em: Quarta-Feira, 2 de fevereiro de 2011 às 09:19:14
Gente, bom dia

Estou cuidando de uma loja de comunicação visual que recebe alguns pagamentos em cartão de crédito ou débito, eles não emitem nota a não ser que o cliente solicite, o valor é baixo, coisa de 300,00 dia.
A empresa é optante pelo Simples e é Empresário Individual, como eu faço para tributar esses pagamentos para não dar problemas com o FISCO?

Quando ela recebe em dinheiro e cheque sem emitir NF, esse dinheiro pode ser depositado no banco na conta da empresa, por se tratar de Empresário Individual?

Grata,
Agnaldo do Espírito Santo

Usuário 5 Estrelas Novas

postada em: Quarta-Feira, 2 de fevereiro de 2011 às 11:15:31
Andreia Berti, bom dia.
Como sabeis, a movimentação da empresa (total) deve transitar pelo caixa e/ou Banco em conta em nome da empresa.
A venda sem nota fiscal, é um ato omisso, que não tramita na contabilidade nem na conta corrente da empresa e m uito menos no caixa, e nem no forum. RSRSRS
Se vocês tiverem a impressora de Cupom Fiscal, emitam o cupom. Observe que as regras do Forum, preve a orientação segundo as boas normas contábeis, logo, não ha por que falar de venda sem emissão de NF. Eu sugiro que sejam emitidas os documentos fiscais, seja Cupom fiscal ou NF. Sem este procedimento, me parece que qualquer indicação seria contraria a finalidade do forum, né? um abraço.

Saudações Contábilistas
Agnaldo
site: http://agnaldoconexaocontabil.com/

e mail: agnaldo_paraty@hotmail.com

Da justiça de cada um, nasce a Paz - João Paulo II
Andreia Berti

Usuário Novo

postada em: Quarta-Feira, 2 de fevereiro de 2011 às 11:30:08
Desculpa, acho q expliquei errado, não é algo q eu esteja fazendo, é algo que vem sendo feito e agora estamos tentando arrumar isso, o contador da empresa nunca informou q não poderia haver venda em cartão sem nota, nem informou qto o deposito de valores que entram na empresa sem nota , ele diz q não tem problema por ser Empresario Individual, como eu sou recem formada, eu queria confirmar se isso procede.
Agnaldo do Espírito Santo

Usuário 5 Estrelas Novas

postada em: Quarta-Feira, 2 de fevereiro de 2011 às 19:49:00
Não procede. O unico tipo que pode operar sem nota fiscal, é MEI - microeendedor individual, cujo faturamento não pode superar R$ 3.000 mes.
se for MEI, aí não tem problema, pois tem amparo legal.

Saudações Contábilistas
Agnaldo
site: http://agnaldoconexaocontabil.com/

e mail: agnaldo_paraty@hotmail.com

Da justiça de cada um, nasce a Paz - João Paulo II
Graça Costa

Usuário Novo

postada em: Domingo, 6 de fevereiro de 2011 às 10:15:54
srs bom dia


como contabilizar antecipação pelo banco das vendas de cartão .

ex. vendas cartao master 10.000,00

o banco me antecipa e cobra juros pela anteçipaçao, como faço?
desde já agradeço o tratamento contabil

graça
Agnaldo do Espírito Santo

Usuário 5 Estrelas Novas

postada em: Segunda-Feira, 7 de fevereiro de 2011 às 14:10:23
Bom dia Graça. é simples e pode ser feito de 2 formas.

1) abrindo uma conta no passivo, para registrar os valores antecipados, pois é na verdade um empréstimo.
2) poderá também registrar no ativo, em conta redutora da conta Créditos da administradora de cartão a receber.

No primeiro caso:

Você faz uma antecipação de R$ 10.000,00 e o banco lhe credita R$ 9,800,00 cobrando R$ 200,00 de juros.

DEBITE: Banco Conta movimento...9,800,00
DEBITE: Despesas Financeiras............ 200,00
CREDITE: empréstimos - Antecipação de créditos a receber... 10.000,00






Saudações Contábilistas
Agnaldo
site: http://agnaldoconexaocontabil.com/

e mail: agnaldo_paraty@hotmail.com

Da justiça de cada um, nasce a Paz - João Paulo II

mostrando página 1 de 2
1 2

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Receba Novidades


Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.8 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César