Contábeis o portal da profissão contábil

20
Dez 2014
07:37

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Salario Maternidade

23   respostas
6.141   acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Julio Cesar da Cruz Siqueira

Usuário Iniciante

postada em: Segunda-Feira, 17 de maio de 2010 às 22:21:33
Boa noite
Tenho uma funcionaria que entrou de licença maternidade no dia 16/05/2010 neste caso os quinze dias que ela trabalhou normal eu pagarei do meu bolso e o restante o INSS ou este paga o mes integral? E quanto ela retornar vai ser do mesmo jeito?
Desde de já agradeço.
Eva Cristina

Usuário Ativo

postada em: Terça-Feira, 18 de maio de 2010 às 11:21:04
Bom dia Julio Cesar da Cruz Siqueira ;
A licença maternidade é paga pelo empregador como salário normal, e o valor pago a sua funcionária, será abatido no valor da guia de GPS que você paga mensalmente.
Resumindo, você paga mas ao mesmo tempo o INSS reembolsa a empresa.
Espero ter ajudado.
Igor

Usuário Estrela Dourada

postada em: Quarta-Feira, 19 de maio de 2010 às 11:19:25
Bom dia !!

Mas como solicitar o salario maternidade que vai ser realizado de forma a compensar no INSS ou REEMBOLSO que demora anos e anos?

Eu quero optar pelo modo de compensacao, me informaram que e por meio do programa da receita federal o PERD COMP !!!

E esse PERD COMP e bem complicado, gostaria que me ajuda- se!!


Obrigado,
Igor Cavalcante.
Pablo Temujin Figueira

Usuário Frequente

postada em: Quarta-Feira, 19 de maio de 2010 às 11:47:17
Bom dia.

Igor, no caso de Salário Maternidade você deverá compensar o valor pago a funcionária, na hora que estiver enviando a GFIP.
Assim fica bem simples, você paga o valor na folha de pagamento e compensa na guia de INSS.
Acredito que o seu programa de folha de pagamento, deve fazer isso automaticamente.

Att,

Pablo Temujin Figueira
Igor

Usuário Estrela Dourada

postada em: Quarta-Feira, 19 de maio de 2010 às 11:51:12
Pablo era exatamente isso que eu tinha em mente a fazer, liguei Na previdencia social e me informaram o que eu ja tinha postado, que deveria ser feita pelo programa PERD COMP
Pablo Temujin Figueira

Usuário Frequente

postada em: Quarta-Feira, 19 de maio de 2010 às 11:56:40
Mas não existe a necessidade.

Mesmo que no mês o valor da GPS seja menor do que o valor a compensar, você vai acumulando e compensando até que o saldo à compensar tenha zerado.

A restituição é um processo chato e demorado.

Att,

Pablo Temujin Figueira
Isis D Avila

Usuário 5 Estrelas de Prata

postada em: Quinta-Feira, 20 de maio de 2010 às 09:01:17
Igor não está previsto no Perdecomp a compensação de INSS, somente de pagamentos efetuados através de Darfs.

Pelo pouco que conheço de RH, é isso mesmo que o pessoal falou: se compensa diretamente na guia, diminuindo o valor a pagar do mês e se demonstra da Sefip

Editando: hoje que vi que na Perdecomp tem a opção de lançar o valor de INSS (inclusive salário maternidade) , mas não sei como compensar. No último curso que fiz sobre o assunto não tinha esta opção.
Vou baixar o curso de Perdecomp pra ver se fala sobre isso.
Igor

Usuário Estrela Dourada

postada em: Quarta-Feira, 26 de maio de 2010 às 09:41:29
Ola isis !!

Esse PERD COMP e bem complicado mesmo, tambem baixei o programa o curso tambem, agora tenho e duvidas de preenchimentos.
Igor

Usuário Estrela Dourada

postada em: Quarta-Feira, 26 de maio de 2010 às 09:41:55
Ola isis !!

Esse PERD COMP e bem complicado mesmo, tambem baixei o programa o curso tambem, agora tenho e duvidas de preenchimentos.
Isis D Avila

Usuário 5 Estrelas de Prata

postada em: Quarta-Feira, 26 de maio de 2010 às 09:54:15
Igor, o curso disponibilizado pela Receita ainda é com a versão antiga do programa, sem o INSS. O ideal seria fazer um curso presencial deste conteúdo.
Olhando a ajuda do programa, acho que o Perdecomp é utilizado quando se quer o reembolso do valor. Olha só:

Ficha Reembolso Salário-Família/Salário-Maternidade

Essa ficha será disponibilizada ao contribuinte, dentro da pasta "Crédito", na hipótese de elaboração de Pedido Eletrônico de Reembolso de valores de cotas de Salário-Família e Salário-Maternidade, que não tenham sido objeto de reconhecimento judicial.

Podem ser objeto de reembolso os valores pagos por pessoa jurídica a título de Salário-Família e Salário-Maternidade para segurados a seu serviço.

Atenção! O direito ao reembolso não alcança os valores de cotas de Salário-Família e Salário-Maternidade compensados em GFIP.

Atenção! O reembolso do Salário-Maternidade aplica-se ao benefício iniciado em período anterior a 29 de novembro de 1999 e aos requeridos a partir de 1º de setembro de 2003.


Acho que se tem a opção de solicitar a compensação diretamente na Sefip ou o reembolso pelo Perdecomp (de valores que não foram compensados através da Sefip)
Igor

Usuário Estrela Dourada

postada em: Quarta-Feira, 28 de julho de 2010 às 09:21:36
Bom dia a todos!!

gostaria da ajuda de voces!!

Tenho uma funcionaria que ganhou o filho dia 04/03/2010, desde entao ela nao trabalha mais ficou os 4 meses afastada.
A pergunta e se nesses 4 meses eu continuo pagando e recolhendo os impostos (FGTS e INSS) e posso fazer aumento de salario pois em abril houve um aumento de salario da categoria e se pode haver desconto sindical?

"pois aconteceu o seguinte eu gerei normal as sefip, fiz o desconto sindical e o aumento de salario, nao apresentei o cod para o salario maternidade gerou inss e fgts e foi pago as guias de inss"

posso refazer todas as sefip fazendo corretamente para sobrepor ou tenho que fazer a exclusao de informacoes anteriores e so depois fazer de novo?
Rogerio Scabora

Usuário Novo

postada em: Quinta-Feira, 3 de fevereiro de 2011 às 15:16:22
boa tarde. E primeira vez que acessopara perguntar uma duvida.
A respeito salario maternidade fiz a deduçao do salario maternidade na guia da gps e deu um valor negativo e todos os meses vai acontecer a mesma coisa. A restituiçao desse valor so peço no final dos 4 mes para emglobar tudo ou posso ir pedindo por mes. e fiquei com duvidas sobre os documentos necessarios
Jader Roberto

Usuário 5 Estrelas

postada em: Quinta-Feira, 3 de fevereiro de 2011 às 20:28:02
rogeria Voce Compensara esse valor no Campo Compensação no Programa Sefip, após a empregada voltar do salario maternidade.
Ednei Padilha dos Santos

Usuário Iniciante

postada em: Domingo, 11 de setembro de 2011 às 17:18:45
esta compensação atraves da gfip eu conhecia, mas não existe nenhuma outra formalidade para esse lançamento?

AUDACE ASSESSORIA CONTABIL
Contabilidade - Consultoria Empresarial
Rio Negro - Paraná
http://www.audacecontabil.com
contato@audacecontabil.com
Ericka Muniz

Usuário 2 Estrelas Novas

postada em: Segunda-Feira, 12 de setembro de 2011 às 14:26:34
Boa Tarde!

A prorrogação do salario maternidade também pode ser compensada em GFIP?

Aguardo retorno

Erica

Pra Deus, tudo é possível!!
postada em: Terça-Feira, 13 de setembro de 2011 às 09:37:06
Bom dia,
Eu tenho uma funcionaria que estava de licença maternidade e hoje estou demitindo ela, como fica os calculos do 13º e ferias?
Obrigada.
Igor

Usuário Estrela Dourada

postada em: Terça-Feira, 13 de setembro de 2011 às 09:43:45
Quando a empresa demiti o funcionario ao qual estava compensando as Gps no salario maternidade, como fazer o reembolso do restante do dinheiro já que agora nao tem mais Gps?
Alexander Esteves Machado

Usuário Ativo

postada em: Terça-Feira, 13 de setembro de 2011 às 13:19:00
Boa tarde Igor!

Somente para reiterar do assunto.

A empresa possui mais funcionários?

Atenciosamente,

Alexander Esteves Machado

Essa é a nossa missão:
"Servir com Amor e empenho, Priorizando a Vida"
Hospital Nossa Senhora Auxiliadora
Alexander Esteves Machado

Usuário Ativo

postada em: Terça-Feira, 13 de setembro de 2011 às 13:23:03
O.j.p. Contabilidade Ltda.

Será que essa funcionária já cumpriu a estabilidade temporaria?

Caso sim, o acerto é normal de uma dispensa sem justa causa.

Atenciosamente,


Alexander Esteves Machado

Essa é a nossa missão:
"Servir com Amor e empenho, Priorizando a Vida"
Hospital Nossa Senhora Auxiliadora
José Bonifácio

Usuário Estrela Nova

postada em: Quarta-Feira, 8 de fevereiro de 2012 às 18:35:11
Olá amigos!

Ajuda sobre Salário Maternidade.

Um funcionário da empresa acabou de me entregar uma declaração da médica, com papel timbrado, carimbo e tudo mais dizendo o seguinte. "Declaro que o parto da Sra. Maria das Dores Batista está previsto para a primeira semana de Março e segundo a lei, pode entrar com a licença maternidade a partir de 13/02/2012".

A funcionária é comissionista pura. Não tem salário fixo. E está de férias no mês de fevereiro.

Diante disso, quero apenas confirmar se o meu procedimento estará correto para o pagamento do Salário Maternidade conforme descrevo abaixo:

1) Primeiro passo é suspender as férias. Assim ela terá desfrutado apenas 12 dias em fevereiro. Os 18 dias restantes das férias deverão ser desfrutados quando retornar dos 120 dias da licença maternidade, estou certo?

2) Como a declaração (atestado) da médica diz que a partir de 13/02/2012 ela deve receber o salário maternidade, a empresa pagará a funcionária o valor INTEGRAL da maior média das comissões apuradas junto com a folha do demais funcionários, mesmo tendo a licença maternidade somente sobre 17 dias no mês de fevereiro ou essa proporcionalidade não existe nesse caso?

3) Como o início da Licença se dará em 13/02/2012, o término será em 11/06/2012 quando completa os 120 dias. Aí de 12/06 até 29/06 ela desfrutará os 18 dias restantes das férias. Nesse caso o valor das última parcela do salário maternidade será pago INTEGRAL e TOTAL no início do mês 07 junto com a folha do mes 06, estou certo?

Meus amigos é uma dúvida atrás da outra, credo!

Preciso saber se meu raciocínio está correto.

Se alguém com mais experiência puder me ajudar...

Valeu gente!

Muito obrigado!

"O SENHOR está comigo entre os que me ajudam" (Salmos 118:7)
Weruska Rabelo

Usuário Novo

postada em: Quinta-Feira, 9 de fevereiro de 2012 às 09:17:56
bom dia, sou comissionada e estou gestante,seguno o RH da minha empresa o calculo da minha media para o salario da licença maternidade seria assim: eles pegam as minhas 12 ultimas comissoes somam e divide por 12 + o salario fixo,sendo assim caso eu tire licença em Junho/12 em Julho/12 eu receberia um valor X,em Agosto/12 eles pegariam 11 comissoes (ja que em Julho eu não teria comissao) somam e didive por 12 e assim nos meses seguintes,então cada mes eu receberia menos,agora pergunto: o certo nao seria pegar os 6 ultimos meses fazer minha media e eu receber este valor fixo pelos os 4 meses de licença. Aguardo resposta. Obrigado.
Kennya Eduardo

Consultor Especial

postada em: Sábado, 11 de fevereiro de 2012 às 10:12:30
Weruska, o cálculo é feito uma única vez, eles não tem de ir fazendo o cálculo mês a mês, acompanhnado sua licença maternidade.
Como vc mesma disse, será o mesmo valor por todo o período da licença.

Confira com o Sindicato qual a média deve ser a utilizada. Tem Sindicato que estabelece a média dos últimos 12 meses e/ou dos últimos 6 meses, devendo ser paga a média de maior valor.

Consiga uma cópia da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) de seu Sindicato e apresente a seu RH. Na CCT vem explicando a norma da indenização para os comissionistas.

Boa sorte!!
Juliana de Araujo

Usuário Novo

postada em: Terça-Feira, 14 de fevereiro de 2012 às 14:13:06
Boa tarde!

Gostaria de saber se a empresa poderá se beneficiar com os creditos de INSS com relação a licença maternidade da socia? Aguardo uma posição. Desde já obrigada!

Ats,
Juliana de Araújo
Rosangela Maria da Cruz

Usuário Ativo

postada em: Terça-Feira, 14 de fevereiro de 2012 às 17:38:32
Olá!
Gostaria que alguém me tirasse uma dúvida: No caso de uma empregada doméstica afastada para ter o bebe, como é pago o auxilio? Fica a cargo da Previdencia ou do empregador?

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Receba Novidades


Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.9 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César