Contábeis o portal da profissão contábil

20
Abr 2014
12:58

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Aviso Previo Indenizado - Projeção na CTPS

60respostas
77.681acessos
  

mostrando página 1 de 3
1 2 3

POSTS RELACIONADOS

profissãoContador(a)
mensagens4
pontos29
membro desde03/08/2010
cidadeSanto Andre - SP
Postada:Terça-Feira, 3 de agosto de 2010 às 12:11:39
Mensagem Editada por Reginaldo Teles dos Santos em 03/08/2010 13:04:59
olá, verifiquei no DOU de 15/07/2010, que quando o aviso prévio for indenizado, a data da saída a ser anotada na CTPS deve ser na página relativa ao contrato de trabalho, a do ultimo dia da data PROJETADA para o aviso prévio indenizado, e na página relativa a anotações gerais, a data do último dia efetivamente trabalhado... ou seja se a baixa for 02/08/2010 tem que colocar na CTPS o dia 31/08/2010 (30 dias pra frente), e na anotações gerais o dia 02/08/2010...., mas na rescisão as datas continuam as mesmas, só muda na ctps...


- alguem está aplicando esta nova regra??? me parece sem sentido algum projetar a data na ctps....

ver Anexos (1)

Juliano Rodrigo Vieira

Usuário Estrela Nova

profissãoAnalista Pessoal
mensagens216
pontos1.375
membro desde06/07/2008
cidadeBelo Horizonte - MG
Postada:Terça-Feira, 3 de agosto de 2010 às 17:46:42
Reginaldo, realmente pela nova regra a data de saída a ser registrada no contrato de trabalho na CTPS deve ser a data projetada do aviso prévio, quando indenizado.
E me permita discordar de você, sempre achei que isso era necessário. É a data do efetivo encerramento do contrato de trabalho, tanto que é utilizada em tudo: aposentadoria, reclamatórias trabalhistas, etc.
E como na carteira não há - e não deve mesmo haver - o tipo de rescisão que foi feita, essa anotação é muito útil.

ver Anexos (1)

Daisy de Assis Matos

Usuário Iniciante

profissãoAssistente Recursos Humanos
mensagens35
pontos221
membro desde29/01/2010
cidadeItaborai - RJ
Postada:Quarta-Feira, 4 de agosto de 2010 às 10:59:02
Tinha o hábito, por exigência do Sindicato nas homologações, anotar em Gerais que o aviso foi indenizado.
Quando o homologador conferir na rescisão uma data e na CTPS outra, não vai ficar confuso?

ver Anexos (1)

Juliano Rodrigo Vieira

Usuário Estrela Nova

profissãoAnalista Pessoal
mensagens216
pontos1.375
membro desde06/07/2008
cidadeBelo Horizonte - MG
Postada:Quarta-Feira, 4 de agosto de 2010 às 12:43:42
Daisy, não vai porque na TRCT vem a informação de que o aviso prévio foi indenizado

ver Anexos (1)

profissãoContador(a)
mensagens4
pontos29
membro desde03/08/2010
cidadeSanto Andre - SP
Postada:Quarta-Feira, 4 de agosto de 2010 às 17:19:28
Mensagem Editada por Reginaldo Teles dos Santos em 04/08/2010 17:23:14
poxa, juliano eu to que nem a daisy, no caso de reclamatória isso vai ser uma confusão...

- aposto q tem muita gente q não sabe disso... já homologuei muito funcionário e ninguem sabe!!! os sindicatos aqui desconhecem isso.

-bom o jeito é aplicar a regra.... obrigado.

ver Anexos (1)

Elisabete Vitoriano Machado

Usuário Estrela Dourada

profissão
mensagens1.235
pontos9.100
membro desde27/11/2009
cidadeCaieiras - SP
Postada:Quarta-Feira, 4 de agosto de 2010 às 17:34:51
Boa tarde!

Para mim isso também é novidade!

Já fizemos varias homologações com a data de demissão na CTPS com a data de dispensa, nunca com data do aviso previo indenizado, tanto no MTE como nos Sindicatos, nunca fomos questionados por isso!
Isso realmente procede?

O que sabemos é uma gota, o que ignoramos é um oceano. (Isaac Newton).

ver Anexos (1)

Valter Gonçalves

Usuário 3 Estrelas Novas

profissãoEncarregado(a) Pessoal
mensagens300
pontos1.913
membro desde19/05/2010
cidadeItajai - SC
Postada:Quarta-Feira, 4 de agosto de 2010 às 18:15:37
Juliano, você disse:
E como na carteira não há - e não deve mesmo haver - o tipo de
rescisão que foi feita, essa anotação é muito útil.

Essa questão da anotação do aviso prévio indenizado na CTPS, sempre foi uma icógnita, até que veio a Instrução Normativa nº 03 de 21/06/2002, que diz:
Art. 20. O aviso prévio indenizado deverá constar nas anotações gerais da CTPS e a data da saída será a do último dia trabalhado.

Então, quem fazia a anotação do aviso prévio indenizado em anotações gerais da CTPS, estava certissimo, e quem não fazia, não estava atendendo a determinação desta IN.

A IN SRT 15/2010 revoga a IN SRT 03/2002.

ver Anexos (1)

profissãoAssistente Depto. Pessoal
mensagens18
pontos139
membro desde11/01/2010
cidadeIlheus - BA
Postada:Quarta-Feira, 4 de agosto de 2010 às 19:02:33
Eu tinha postado sobre isso neste tópico http://www.forumcontabeis.com.br/ler_topico.asp?id=39741.


poxa, juliano eu to que nem a daisy, no caso de reclamatória isso vai ser uma confusão...

[...]

Reginaldo, não deve haver confusão, o respaldo é a instrução normativa número 15 como havia postado.

ver Anexos (1)

Juliano Rodrigo Vieira

Usuário Estrela Nova

profissãoAnalista Pessoal
mensagens216
pontos1.375
membro desde06/07/2008
cidadeBelo Horizonte - MG
Postada:Quinta-Feira, 5 de agosto de 2010 às 10:35:19
Nas homologações, é só levar uma cópia da instrução normativa. Se o povo encrencar, mostra e pronto...

ver Anexos (1)

Suzi Gabriel de Carvalho

Usuário Novo

profissãoAssistente Depto. Pessoal
mensagens4
pontos31
membro desde07/08/2010
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Sábado, 7 de agosto de 2010 às 02:40:31
Eu já trabalhei em uma empresa que tinha um carimbo pronto dizendo,
"Aviso prévio indenizado de ____/____/_____ a ____/____/______.
Pode ser desta forma tambem ?

ver Anexos (1)

Igor

Usuário Estrela Dourada

profissãoSupervisor(a) Administrativo
mensagens1.045
pontos7.246
membro desde14/05/2010
cidadeItumbiara - GO
Postada:Segunda-Feira, 9 de agosto de 2010 às 09:04:37
Bom dia!!

No caso de um funcionario que esta de aviso do dia 02/08/2010 ate 31/08/2010 como proceder na ctps dele, porque no TRCT a data e de 31/08/2010 e na CTPS tambem, esta correto?

ver Anexos (1)

profissãoAssistente Contabilidade
mensagens2
pontos7
membro desde15/08/2007
cidadePaulo Afonso - BA
Postada:Quarta-Feira, 1 de junho de 2011 às 16:34:02
Eu tambem estou com esta duvida, sobre o aviso idenizado
estou no momento como uma aqui pra anotar na carteira
a data da saida na carteira é a data de 30 dias pra frente ne isso mesmo?

ver Anexos (1)

profissãoContador(a)
mensagens4
pontos29
membro desde03/08/2010
cidadeSanto Andre - SP
Postada:Quarta-Feira, 1 de junho de 2011 às 16:51:37
Mensagem Editada por Reginaldo Teles dos Santos em 01/06/2011 16:53:14
Mensagem Editada por Hugo Ribeiro em 05/06/2011 11:46:15
isso mesmo, vc está correta.

ver Anexos (1)

profissãoEncarregado(a) Recursos Humanos
mensagens18
pontos124
membro desde13/12/2010
cidadeSao Carlos - SP
Postada:Quinta-Feira, 2 de junho de 2011 às 17:28:28
Do aviso prévio
Art. 15. O direito ao aviso prévio é irrenunciável pelo empregado, salvo se houver comprovação de que ele obteve novo emprego.
Art. 16. O período referente ao aviso prévio, inclusive quando indenizado, integra o tempo de serviço para todos os efeitos legais.
Art. 17. Quando o aviso prévio for indenizado, a data da saída a ser anotada na Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS deve ser:
I - na página relativa ao Contrato de Trabalho, a do último dia da data projetada para o aviso
5
prévio indenizado; e
II - na página relativa às Anotações Gerais, a data do último dia efetivamente trabalhado.
Parágrafo único. No TRCT, a data de afastamento a ser consignada será a do último dia efetivamente trabalhado.
Art. 18. Caso o empregador não permita que o empregado permaneça em atividade no local de trabalho durante o aviso prévio, na rescisão deverão ser obedecidas as mesmas regras do aviso prévio indenizado.
Art. 19. É inválida a comunicação do aviso prévio na fluência de garantia de emprego e de férias.
Subseção I
Da contagem dos prazos do aviso prévio
Art. 20. O prazo de trinta dias correspondente ao aviso prévio conta-se a partir do dia seguinte ao da comunicação, que deverá ser formalizada por escrito.
Parágrafo único. No aviso prévio indenizado, quando o prazo previsto no art. 477, § 6o, alínea “b” da CLT recair em dia não útil, o pagamento poderá ser feito no próximo dia útil.
Art. 21. Quando o aviso prévio for cumprido parcialmente, o prazo para pagamento das verbas rescisórias ao empregado será de dez dias contados a partir da dispensa de cumprimento do aviso prévio, salvo se o termo final do aviso ocorrer primeiramente.

ver Anexos (1)

profissãoAssistente Contabilidade
mensagens2
pontos7
membro desde15/08/2007
cidadePaulo Afonso - BA
Postada:Sexta-Feira, 3 de junho de 2011 às 08:39:34
(Regra 14) Mensagem digitada em CAIXA ALTA (CAPS LOCK) ou totalmente formatada (negrito, itálico, etc). por Hugo Ribeiro em 05/06/2011 11:42:34
obrigada pela resposta


um abraço

dos anjos

ver Anexos (1)

Anderson Quirino

Usuário Freqüente

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens69
pontos1.023
membro desde26/01/2010
cidadeCruzeiro - SP
Postada:Sexta-Feira, 3 de junho de 2011 às 09:42:40
Pessoal bom dia,
Alguem poderia me ajudar a interpretar o § 5° do art. 485 da CLT?
"Art 485 CLT - .
§ 5o O valor das horas extraordinárias habituais integra o aviso prévio indenizado.

No caso do empregado pedir demissão (sem aviso prévio) a empresa pode no desconto, integrar ao salário mensal (salário base) as horas extraordinárias habituais a título de aviso prévio indenizado?

ver Anexos (1)

Kennya Eduardo

Consultor Especial

profissão
mensagens7.261
pontos41.184
membro desde17/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Sexta-Feira, 3 de junho de 2011 às 12:34:58
Quando o aviso é indenizado ao empregado (a empresa paga para ele sumir, praticamente), deverá ser considerado na sua remuneração a expectativa de horas-extras habituais (que ele poderia produzir se cumprisse sua jornada laboral normalmente). Por isso que se considera a média das horas-extras HABITUAIS produzidas nos últimos 12 meses ou 6 meses, conforme o que determinar o Sindicato (muitos impõe a maior média).

Mas quando é o empregado a indenizar o aviso ao seu empregador não podemos considerar as horas extras do empregado porque o empregador não recebe horas-extras, nem tem direito em tomá-las de volta!

A indenização para o empregado é pela cessação da expectativa da média de sua remuneração; ao empregador é para que este se ressarça diante da necessidade eminente de contratar outro colaborador para cumprir as tarefas daquele que se demite. Se o novo colaborador irá produzir horas-extras, será da responsabilidade do empregador conceder ou provocar situação que leve o novo empregado produzir mais gerando riqueza para a empresa. Por isso que as horas-extras não podem e nem devem integrar o aviso indenizado descontado do empregado.

Espero ter ajudado.

ver Anexos (1)

Anderson Quirino

Usuário Freqüente

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens69
pontos1.023
membro desde26/01/2010
cidadeCruzeiro - SP
Postada:Sexta-Feira, 3 de junho de 2011 às 14:04:59
Boa tarde Kennya, ajudou e muito.
Eu estava com dúvidas em relação a esta situação, pois, entendia que a regra era tanto para empregador quanto empregado. Embora a CLT especifique que as médias de horas extras compoem o aviso indenizado não ficou claro se essa regra vale também para o pedido de demissão sem cumprimento de aviso.

Muito Obrigado.

ver Anexos (1)

Plácido Filho

Usuário 4 Estrelas de Prata

profissãoContador(a)
mensagens807
pontos5.656
membro desde29/06/2010
cidadeCaruaru - PE
Postada:Sexta-Feira, 3 de junho de 2011 às 14:10:07
Boa tarde, a todos

Acredito que um dos motivos é que: nos casos de aviso indenizado há o pagamento de um salário ao empregado, talvez por isso deva-se projetar a data para trinta dias.

minha opinião.

Persistir na raiva é como apanhar um pedaço de carvão quente com a intenção de o atirar em alguém. É sempre quem levanta a pedra que se queima. (Siddhartha Gautama )

ver Anexos (1)

Kennya Eduardo

Consultor Especial

profissão
mensagens7.261
pontos41.184
membro desde17/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Sexta-Feira, 3 de junho de 2011 às 19:28:10
Pois é, amigos Anderson e Plácido, essa dúvida é bastante comum. Só com o tempo a gente se acostuma e acaba fazendo no automático! rsrsrs

Mas é sempre bom entender os motivos, facilita para distinguir e explicar aos clientes internos (principalmente aos patrões!!).

Abraços à todos!

Bom fim de semana!

ver Anexos (1)

Bruno Alexandre Sato

Usuário Freqüente

profissãoContador(a)
mensagens89
pontos650
membro desde04/06/2010
cidadeGuararapes - SP
Postada:Segunda-Feira, 5 de dezembro de 2011 às 14:20:39
boa tarde pessoal, o aviso previo indenizado (pedido de demissão) temos que projetar tb a data da saída opu não? tem o pagamento de 1/12 a mais na férias e 13º?
obrigado desde já

ver Anexos (1)

Kennya Eduardo

Consultor Especial

profissão
mensagens7.261
pontos41.184
membro desde17/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Segunda-Feira, 5 de dezembro de 2011 às 21:17:07
Oi, Bruno!

A maioria dos Sindicatos tem colocado o entendimento que a extensão do aviso prévio pela contagem do tempo de serviço não se aplica quando o desligamento for por pedido de demissão.

Recomendo que contate o Sindicato da categoria que irá homologar sua rescisão para confirmar o procedimento. A nova Lei deixou este (e outros detalhes) sem normatização quanto a extensão do aviso, ficando aos Sindicato a função de estabelecer a norma até que surja nova Lei que pacifique a questão.

Espero ter ajudado.

ver Anexos (1)

Igor

Usuário Estrela Dourada

profissãoSupervisor(a) Administrativo
mensagens1.045
pontos7.246
membro desde14/05/2010
cidadeItumbiara - GO
Postada:Quarta-Feira, 7 de dezembro de 2011 às 08:41:38
Então se o aviso for indenizado a data da rescisao trct 29/11/2011, tenho que projetar 30 dias para frente na baixa da Ctps? para 29/12/2011.
e nas anotações gerais coloco a data correta de 29/11/2011.

e isso.?

ver Anexos (1)

profissãoSócio(a) Proprietário
mensagens4.392
pontos63.854
membro desde13/07/2010
cidadeBelo Horizonte - MG
Postada:Quarta-Feira, 7 de dezembro de 2011 às 08:48:24
Bom dia Igor,


Ver a seguir, Artigo 17 da INSTRUÇÃO NORMATIVA SECRETÁRIO DE RELAÇÕES DO TRABALHO - SRT Nº 15 DE 14.07.2010 :


Seção V

Do aviso prévio

Art. 15. O direito ao aviso prévio é irrenunciável pelo empregado, salvo se houver comprovação de que ele obteve novo emprego.

Art. 16. O período referente ao aviso prévio, inclusive quando indenizado, integra o tempo de serviço para todos os efeitos legais.

Art. 17. Quando o aviso prévio for indenizado, a data da saída a ser anotada na Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS deve ser:
I - na página relativa ao Contrato de Trabalho, a do último dia da data projetada para o aviso prévio indenizado; e
II - na página relativa às Anotações Gerais, a data do último dia efetivamente trabalhado.
Parágrafo único. No TRCT, a data de afastamento a ser consignada será a do último dia efetivamente trabalhado.

Art. 18. Caso o empregador não permita que o empregado permaneça em atividade no local de trabalho durante o aviso prévio, na rescisão deverão ser obedecidas as mesmas regras do aviso prévio indenizado.

Art. 19. É inválida a comunicação do aviso prévio na fluência de garantia de emprego e de férias.




[IN SRT nº 15/2010]

"O conhecimento é a única riqueza que quando é dividida, automaticamente se multiplica"

ver Anexos (1)

Kennya Eduardo

Consultor Especial

profissão
mensagens7.261
pontos41.184
membro desde17/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Quarta-Feira, 7 de dezembro de 2011 às 10:02:38
Mensagem Editada por Kennya Eduardo em 07/12/2011 10:05:41
Igor, torno a sugerir que contate o Sindicato da categoria, pois a empresa não está obrigada a descontar o aviso do empregado que não cumprí-lo, o que seria aviso indenizado AO EMPREGADOR.

Dessa forma, se é o empregado quem paga o aviso ao empregador este tempo pode não integrar a contagem do tempo de serviço, do mesmo modo se fosse o empregado dispensado de cumprí-lo.

Observe que a IN da SRT menciona em seu artigo 15 que o empregado não pode renunciar ao direito de seu aviso prévio, o que nos leva a entender que se trata de aviso concedido pela parte que rescinde, o empregador.

ver Anexos (1)

Igor

Usuário Estrela Dourada

profissãoSupervisor(a) Administrativo
mensagens1.045
pontos7.246
membro desde14/05/2010
cidadeItumbiara - GO
Postada:Quarta-Feira, 7 de dezembro de 2011 às 11:57:55
Kennya Eduardo, a empresa dispensou o funcionario dia 28/11/2011 aviso indenizado, como fica as anotações na Ctps das datas de saida?

ver Anexos (1)

Kennya Eduardo

Consultor Especial

profissão
mensagens7.261
pontos41.184
membro desde17/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Quarta-Feira, 7 de dezembro de 2011 às 20:02:48
Igor, a data do fim projetado do aviso prévio indenizado será a data que constará na "Data de Saída" na página do Contrato de Trabalho da CTPS, devendo ser posta uma observação em "Anotações Gerais" informando a data do último dia trabalhado, que será considerado o dia do afastamento, em consonância ao artigo nº 17, I e II da IN SRT Nº 15 DE 14.07.2010.

Espero ter ajudado.

ver Anexos (1)

Jakeline Galdino de Lima

Usuário Estrela Nova

profissãoCoordenador(a) Recursos Humanos
mensagens216
pontos2.228
membro desde16/02/2011
cidadeCandido Mota - SP
Postada:Segunda-Feira, 19 de março de 2012 às 08:14:59
Bom dia amigos!

Alguém pode me ajudar como colocarei na CTPS a data do aviso indenizado? O data de dispensa foi 05/03/12, porém o aviso foi de 42 dias. Contarei os 42 dias, ou apenas o 30? Alguém pode me explica?

Obrigada

ver Anexos (1)

Renata Barbieri Rufino

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoAnalista Recursos Humanos
mensagens296
pontos6.040
membro desde10/05/2011
cidadePiracicaba - SP
Postada:Segunda-Feira, 19 de março de 2012 às 09:00:15
Bom dia Jakeline,

Você deve contar os 42 dias para projetar a data de saída, e em anotações gerais, o ultimo dia trabalhado.

Att.,
Renata

ver Anexos (1)

Jakeline Galdino de Lima

Usuário Estrela Nova

profissãoCoordenador(a) Recursos Humanos
mensagens216
pontos2.228
membro desde16/02/2011
cidadeCandido Mota - SP
Postada:Segunda-Feira, 19 de março de 2012 às 09:07:18
Obrigada Renata pela ajuda.

ver Anexos (1)


mostrando página 1 de 3
1 2 3

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

Facebook

Receba Novidades


POSTS RELACIONADOS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

Quem participa

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.87 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César