Contábeis o portal da profissão contábil

29
Nov 2014
04:08

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


DCTF preenchimento Darf pago a maior

26   respostas
11.755   acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Débora

Usuário Ativo

postada em: Segunda-Feira, 17 de janeiro de 2011 às 13:49:42
Tenho a seguinte situação: No começo do ano apuramos (lucro Real) um valor devido a pagar de IRPJ, por ex: 52.000. Posteriormente, apuramos um outro valor e recolhemos a diferença ex: R$ 2.000.
Agora no final do ano de 2010, fechando o ano apuramos q o valor correto seria de 50.000,00.
Como acertar a DCTF desse período, sendo que tenho 2 DARFs recolhidos. A minha duvida maior é em relação ao campo de preenchimento do pagto do Darf: "Valor pago do Débito", pois nao posso deixa-lo zerado e tenho dois pagamento a maior.
Alguem poderia me orientar?
postada em: Segunda-Feira, 17 de janeiro de 2011 às 14:32:45
Boa tarde!

Pelo que eu entendi o debito apurado do periodo foi de 50.000,00, o recolhimento do periodo foram em 2 DARF's sendo um no valor de 52.000,00 e outro no valor de 2.000,00. Correto?
Sendo assim você irá informar o valor do debito 50.000,00 e o pagamento irá informar o DARF com o valor pago de 52.000,00, porem no campo "VALOR PAGO DO DEBITO" informe o valor de 50.000,00 (valor que corresponde ao debito apurado do mes).
O DARF recolhido no valor de 2.000,00 este nao deverá informar, por se tratar de credito e posteriormente será compensado ou restituido via Per/dcomp.

Espero que tenha ajudado!

Att.

Yone Sinzato Trajai
e-mail: yonesinzato@gmail,com
Débora

Usuário Ativo

postada em: Segunda-Feira, 17 de janeiro de 2011 às 14:38:11
Mas, eu ja informei o darf de R$2.000 na DCTF retificadora, nao informar na segunda declaração retificadora esse recolhimento daria algum problema?
postada em: Segunda-Feira, 17 de janeiro de 2011 às 14:59:58
Sim, como se trata de credito nao deve informa-lo em DCTF.
Caso venha fazer alguma Per/dcomp seja restituição ou compensação poderá ser indeferida por ter informado na DCTF.

Abraços.

Yone Sinzato Trajai
e-mail: yonesinzato@gmail,com
Débora

Usuário Ativo

postada em: Terça-Feira, 18 de janeiro de 2011 às 14:09:43
Pessoal, preciso de uma orientação objetiva e conclusiva em relação ao preenchimento do campo "Valor Pago do Débito" na aba "pagamento com DARF"
Como estamos fazendo uma retificação preciso saber se nesse campo eu coloco o valor recolhido do DARF (que no caso foi a maior e existe mais de uma DARF) ou se preencho com o valor devido ou melhor dizendo o valor corretamente apurado, que aqui no caso é menor que o valor do primeiro recolhimento.
E dependendo da orientação como seria a restituição ou compensação pois entendo que se o Crédito nao constar na DCTF nao ha como ser feito PERDCOMP.
Por favor, peço por gentileza a orientação de vcs.
Obrigada!
Saulo Heusi

Usuário VIP

postada em: Terça-Feira, 18 de janeiro de 2011 às 16:45:39
Boa tarde Débora,

Acerca do assunto assim dispõe o menu Ajuda do Programa:

Valor Pago do Débito
Informar a parcela do valor originário do imposto/contribuição que está sendo amortizada pelo pagamento.

Atenção:

1) Caso o Darf tenha sido utilizado para quitar mais de um débito, a pessoa jurídica deve informar o valor do principal utilizado para quitar o respectivo débito. Assim sendo, o Darf deve ser informado todas as vezes que for utilizado para quitar determinado débito.

2) A pessoa jurídica não deve preencher DCTF Mensal retificadora para informar o Darf pago posteriormente à entrega da DCTF Mensal original, uma vez que estes casos serão tratados em procedimento de auditoria interna e não prejudicarão a situação fiscal do contribuinte. O Darf deve ser informado somente no período em que o somatório dos valores do imposto ou contribuição pago for igual ou superior a R$10,00.

3) Caso não seja informado o "Valor Pago do Débito", os valores do Darf serão utilizados, única e exclusivamente, para amortizar os eventuais acréscimos legais (multa e/ou juros de mora) incidentes sobre o imposto/contribuição declarado, pago fora do prazo previsto na legislação vigente, caso este tenha sido recolhido em separado

Total Pago do Débito
Este campo é preenchido automaticamente e corresponde ao somatório dos valores informados no campo "Valor Pago do Débito".


...

Débora

Usuário Ativo

postada em: Quarta-Feira, 19 de janeiro de 2011 às 09:29:53
Ola Saulo!
No meu caso existe uma particularidade, pois tenho 3 darfs pagos pro mesmo tributo, devido a diferenças na apuração, mas ao final do ano apuramos o valor correto e este é menor que o valor do primeiro recolhimento. Ex:
R$ 50.000,00 - 1º recolhimento
R$ 1.000,00 - 1º dif. recolh.
R$ 1.000,00 - 2º dif. recolh.

Valor do Débito: R$ 48.000,00

Se o que eu devo informar no campo "Valor pago do Débito" é R$48.000,00 vinculado ao pagamento de R$50.000,00 Como eu faço para declarar os outros pagamentos de R$ 1.000,00 sabendo que no primeiro ja esta declarado todo o debito e nao existe mais valor a ser declarado nesse campo??
postada em: Quarta-Feira, 19 de janeiro de 2011 às 17:43:49
Debora desculpe minha intromissão.

Mas a DCTF é uma declaração de debitos e creditos tributarios federais.
Pelo menos não é do meu conhecimento que haja algum campo que seja declarados DARF pago indevidamente, que é o que aconteceu dos DARF's de recolhimento no valor de 1000,00.
Quando se diz declaração de credito é quando o valor do debito for inferior ao DARF recolhido. A diferença entre valor devido e valor pago é credito quando se tratar de darf pago a maior.

Peço a gentileza que os amigos me corrijam se estiver errada.

Yone Sinzato Trajai
e-mail: yonesinzato@gmail,com
Rafael Nagoshi da Costa

Usuário Novo

postada em: Quarta-Feira, 19 de janeiro de 2011 às 18:08:33
Débora,

para a Receita Federal não interessa como você paga os impostos. Eu posso quitar uma dívida de R$ 3.000,00 com 3 Darf´s de R$ 1.000,00. O que eles analisam eletrônicamente são os campos "período de apuração", "CNPJ" e "código da receita". A DCTF serve para vincular os Darf´s recolhidos com os impostos declarados na mesma.
Por Exemplo: eu posso por conta, preencher um Darf aleatório hoje e pagar. Esse Darf vai ficar lá "aguardando o débito", ou seja, enquanto eu não declarar o débito, a receita não vincula esse meu pagamento com nenhum outro imposto. Se não tiver imposto para vinculá-lo, peço a restituição.

No seu caso você deve fazer uma retificação da DCTF informando o valor do débito R$ 48.000,00 e no campo pagamento com Darf preencher como se um fosse único DARF de R$ 52.000,00.

Se quiser dividir os darf tbm pode (não vejo necessidade) informando 48.000,00 (débito), darf de 50.000,00 e valor pago do debito de 48.000,00; clica em incluir, darf de 1.000,00 e valor do débito 0,00; clica em incluir, darf de 1.000,00 e valor do débito 0,00.
Depois faça um PER/DCOMP para compensar outros impostos ou ressarcir.
postada em: Quarta-Feira, 19 de janeiro de 2011 às 20:28:20
Rafael boa noite,

Desculpe por minha intromissão novamente.

Informar os 3 darf's como se fosse unico creio que não deve ser um procedimento recomendado, pois a RFB não ira encontrar o pagamento com as caracteristica de 52.000,00, e sim um de 50.000,00, 1.000,00 e 1.000,00.
Debora, caso queira informar os 3 DARF's que no caso não acredito ser necessario, poderá informar o DARF de 50.000,00 com valor do debito 46.000,00, e os de valores de 1.000,00 com valor do debito de 1.000,00.
E caso venha fazer uso de per/dcomp tera credito de 4.000,00 no darf de 50.000,00.

É uma alternativa.

Ressalto que na minha opnião os DARF's nos valores de 1.000,00 são pagamentos indevidos e portanto não caberia informa-los em DCTF.

Att.

Yone Sinzato Trajai
e-mail: yonesinzato@gmail,com
Saulo Heusi

Usuário VIP

postada em: Quarta-Feira, 19 de janeiro de 2011 às 21:10:02
Boa noite,

Solução:

1. Informe o débito de 48.000,00 na ficha "Débitos/Créditos" na opção "Valor do Débito"

2. Discrimine o DARF de 1.000,00 e no campo"Valor pago do débito" informe 1.000,00

3. Clique em "incluir" no "campo Informações do DARF" e discrimine o segundo DARF de 1.000,00 e no campo"Valor pago do débito" informe 1.000,00

4. Clique em "incluir" no "campo Informações do DARF" e discrimine o terceiro DARF de 50.000,00 e no campo"Valor pago do débito" informe 46.000,00

Deste forma ao consultar a ficha "Resumo" você terá como "Débitos Apurados" 48.000,00 e como "Créditos Vinculados" também os 48.000,00

O valor excedente (4.000,00) que não aparece na ficha "Resumo" deverá ser motivo para solicitação de compensação ou restituição via Per/DComp.

Nota
Os DARFs deverão ser informados na ordem da data de pagamento, desta maneira manter-se-á a ordem cronológica dos acontecimentos.

...


Débora

Usuário Ativo

postada em: Quinta-Feira, 20 de janeiro de 2011 às 11:05:11
Pessoal, muito obrigada! Vcs são mto profissionais!
Esclareceu todas as minhas dúvidas. Acho essas discussões fundamentais para nosso crescimento profissional.
Sucesso a todos!
Márcio Marques

Usuário 5 Estrelas

postada em: Quarta-Feira, 23 de maio de 2012 às 09:49:17
Bom dia!

No caso do pagamento foi feito a maior, verificado o erro, foi retificado a DCTF do período da seguinte forma.

O valor recolhido:
Valor principal 48.067,37
Multa 317,24
Valor total 48.384,61

O valor real do debito:
Valor principal 37.858,37
Multa 249,86
Valor total 38.108,23

Na DCTF foi informado

COFINS
Valor do debito: 37.858,37
Pagamento com DARF
O valor que foi efetivamente recolhido no caso 48.067,37+317,24=48.384,61
No campo valor pago do débito: 37.858.37

Quando for fazer a PERD/COMP, qual o credito que devo apropria, o valor da diferença somente a diferença os valores principais que seria: 48.067,37 – 37.858,37 = 10.209,00 ou posso apropria o valor da diferença total que seria: 48.384,61 – 37.108,23 = 10.276,38?

Analise Fiscal, com enfase nas EFD Fiscal, EFD Contribuição e Desoneração.
Simone Mello

Usuário Iniciante

postada em: Segunda-Feira, 15 de outubro de 2012 às 13:29:58
Boa tarde pessoal,

Seguinte, estou com uma dúvida em relação as declarações e pagamentos.
como não tínhamos acertado a EFD pis e cofins ainda, fomos recolhendo valores aproximados e enviando sped e dacon sem movimento, porém, informamos na dctf os valores pagos. Gerei todas a Efd's desde o inicio do ano, e em quase todos os meses, pagamos a maior.
Ex.
Janeiro/2012
Pis A Recolher EFD R$ 1.659,86
Pis Recolhido no prazo R$ 2.200,00

Irei enviar O Sped e Dacon, com os valores a recolher, R$ 1.659,86 e na DCTF, No valor do Débito, irei informar, R$ 1.659,86, no preenchimento do darf, irei informar o Valor de R$ 2.200,00, mas naquele campo a direita "Valor pago do Débito" R$ 1.659,86, para fechar o debito e o crédito, isso?
E se eu quiser compensar futuramente essa diferença paga a maior, poderei fazer a Dcomp??

Agradeço pela atenção.
Márcio Marques

Usuário 5 Estrelas

postada em: Segunda-Feira, 15 de outubro de 2012 às 16:35:41
Boa tarde, Simone!

Fiz dessa forma que você colocou, pois dessa forma você expõe o crédito quando for fazer a DCOMP!

Analise Fiscal, com enfase nas EFD Fiscal, EFD Contribuição e Desoneração.
Simone Mello

Usuário Iniciante

postada em: Segunda-Feira, 15 de outubro de 2012 às 16:50:47
Olá Marcio,
Certo, vou fazer dessa forma.

Obrigada.
Rafael Nagoshi da Costa

Usuário Novo

postada em: Quarta-Feira, 31 de outubro de 2012 às 09:36:16
Bom dia Marcio,


aproveite o crédito somente do valor do imposto, indicando na primeira ficha da DCOMP a qual grupo de impostos ele se enquadra. Nesse grupo de tributos você verá que há também um item específico para MULTA/JUROS. Ou seja, você fará duas DCOMPs.


Simone, esse procedimento está correto.
Mariza Nascimento

Usuário 5 Estrelas Novas

postada em: Quinta-Feira, 20 de dezembro de 2012 às 11:02:11
uma empresa no lucro presumido havia pago um irpj do 4ª trimestre de 2011 um valor de 1.055,48 só que foi refeito os calculos e agora não deu nada a pagar, como eu coloco na DCTF refificadora que fou fazer agora, valor do debito é 0,00 e no darf preenchido se eu colocar o darf pago da erro, o que fazer?
postada em: Quinta-Feira, 10 de janeiro de 2013 às 16:42:39
Boa Tarde.

Tive um Darf que foi pago a maior do mês de novembro:

Darf - Valor principal: R$ 2.550,53
Multa: R$ 33,67
Juros: R$ 25,51
Total: R$ 2.609,71

Darf - Valor principal: R$ 2.550,53
Multa: R$ 67,33
Juros: R$ 25,51
Total: R$ 2.643,37

O 1º foi pago dia 06/12, o 2º dia 10/12

Como eu devo proceder na DCTF de novembro? Eu coloco no "Valor do Débito" R$ 5.101,06 e insiro os dois darf's?

Obrigado pela atenção.


Maria Lucimar dos Santos

Usuário Iniciante

postada em: Sexta-Feira, 19 de julho de 2013 às 10:23:43
Bom dia a todos!

Existe alguma forma de compensar um tributo (COFINS) , pago a maior sem o uso do Per/Dcomp ??


Maria Lucimar

Maria Lucimar dos Santos
Assessorize Contabilidade
(79) 3021-4672

Nossa Missão: Satisfação e garantia de bons serviços aos clientes.
Nossa Visão: Ser uma empresa reconhecida pela sua credibilidade
Anderson Souza dos Santos

Usuário 3 Estrelas de Prata

postada em: Sexta-Feira, 19 de julho de 2013 às 10:27:14
Bom Dia!!!

Não, Maria Lucimar.
Márcio Marques

Usuário 5 Estrelas

postada em: Sexta-Feira, 19 de julho de 2013 às 11:01:33
Maria Lucimar dos Santos, essa pergunta a resposta do anderso é correta, mas relate a situação para que possamos ver uma solução!

Analise Fiscal, com enfase nas EFD Fiscal, EFD Contribuição e Desoneração.
Maria Lucimar dos Santos

Usuário Iniciante

postada em: Sexta-Feira, 19 de julho de 2013 às 11:17:07
Anderson, obrigada pela resposta!

Márcio,
A situação é a seguinte:
Paguei um DARF de Cofins no valor de R$ 13.976,48, mas o correto seria R$ 13.796,48. Dai uma conhecida me falou que poderia ser compensado direto na DCTF do mês seguinte. Pesquisei a solução dada por ela, porém todos falam que só através do Per/Dcomp.

Maria Lucimar

Maria Lucimar dos Santos
Assessorize Contabilidade
(79) 3021-4672

Nossa Missão: Satisfação e garantia de bons serviços aos clientes.
Nossa Visão: Ser uma empresa reconhecida pela sua credibilidade
postada em: Sexta-Feira, 19 de julho de 2013 às 18:55:10
Boa noite Maria Lucimar.

As informaçöes passadas estão corretas. Você compensa a COFINS na Dcomp e ao final do processo será gerado o numero do processo. E esse numero deverá ser informado na DCTF no campo do imposto que desseje compensar na área "outras compensações".

Espero ter ajudado.


Alex de Rodat Cumaru

Usuário Novo

postada em: Terça-Feira, 5 de novembro de 2013 às 18:51:34
Boa tarde pessoal, minha situação é semelhante a de Maria Lucimar dos Santos, sendo que fiz um PER/DECOMP de "pedido de restituição" que o cliente solicitou inicialmente, depois ele queria que esse valor fosse "compensado" nos próximos impostos e a DCTF não está considerando o nº da PER/DECOMP como pedido de "compensação". Como faria isso então?

Retificaria o PER/DECOMP de pedido de restituição para uma "declaração de compensação" e assim colocar na DCTF seguinte esse crédito???

Desde já obrigado pela força.
Raquel de Souza Braga

Usuário Novo

postada em: Quarta-Feira, 17 de setembro de 2014 às 14:51:55
Boa tarde, a minha é parecida com a Maria Lucimar, fiz todo preenchimento do Perdcomp e na hora do envio da erro, a mensagem é :

O DARF informado não foi localizado no sistema da secretaria Receita Federal.

O que eu faço agora ? Já conferi o DARF e ele ta correto, fui no E CAC consultei por DARF em abertos e consta lá.

Agradeço desde ja pela atenção
Ligia de Assis Silva

Usuário Novo

postada em: Terça-Feira, 23 de setembro de 2014 às 11:01:33
Olá gostaria de saber qual a data de vencimento que coloco na DCTF quando um DARF é pago com multa e juros a data de vencimento do imposto ou a data de pagamento?

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Receba Novidades


Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.65 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César