Contábeis o portal da profissão contábil

20
Abr 2014
12:58

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Fui demitida e não recebi nada. O que fazer?

8respostas
2.799acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Simone Costa

Usuário Novo

profissão
mensagens3
pontos24
membro desde26/05/2011
cidadeSao Goncalo - RJ
Postada:Quinta-Feira, 26 de maio de 2011 às 17:14:01
Mensagem Editada por Simone Costa em 26/05/2011 17:14:43
Olá a todos. Vou tentar explicar de maneira sucinta meu caso. Trabalhei em um escritório de advocacia há 8 anos. Fiz um concurso público e passei. Comuniquei ao meu ex-chefe que gostaria de fazer um acordo para que ele me mandasse embora. Ele se negou. Continuei trabalhando normalmente, insatisfeita, mas continuei trabalhando.
Dia 12/05/11 meu ex-chefe nervoso com outros problemas ele me mandou embora e quando eu o perguntei sobre a baixa na carteira, rescisão e etc. ele me disse que eu entrasse na justiça. No dia 16/05/11 fui informada que deveria comparecer ao escritório de contabilidade que é responsável em fazer "meus cálculos" trabalhistas e acertei com o contador que devolveria a multa rescisória para poder resolver tudo sem muito estresse. O caso é que segundo fui informada pelo escritório de contabilidade, o meu ex-chefe já está com a Guia para depósito da multa rescisória (valor que eu devolveria a ele) e com o documento para efetivar (depositar na minha conta) a rescisão, e ainda segundo consta o prazo para pagamento é até 27/05/11, no entanto meu ex-chefe já avisou que não vai pagar nada. Não tenho prova de que ele de fato me mandou embora. O que faço?
Afonso Freitas

Usuário Freqüente

profissãoAssistente Depto. Pessoal
mensagens79
pontos765
membro desde10/09/2009
cidadeBelo Horizonte - MG
Postada:Quinta-Feira, 26 de maio de 2011 às 17:30:47
Boa tarde,

Minha opinião:

Se você não assinou aviso, nem fez exame médico e não tem nada que comprove que ele te mandou embora, volte a trabalhar... O máximo que pode acontecer é descontar esses dias como falta.

Como foi comunicada para comparecer ao escritório? Se foi atravez de carta, tem como provar que te dispensaram... agora se foi verbalmente não tem o que fazer.

Caso ele diga novamente que te mandará embora, diga que só aceitará perante a assinatura do aviso prévio, que comprovará de fato que ele está te dispensando.



afo.freitas@hotmail.com
Jonas Lourencini Poloni

Usuário Iniciante

profissãoContador(a)
mensagens31
pontos168
membro desde26/05/2011
cidadeIconha - ES
Postada:Quinta-Feira, 26 de maio de 2011 às 17:39:18
E se ele de fato te mandar embora, n ao tem porque voce devolver a multa.
Simone Costa

Usuário Novo

profissão
mensagens3
pontos24
membro desde26/05/2011
cidadeSao Goncalo - RJ
Postada:Quinta-Feira, 26 de maio de 2011 às 18:02:45
Mensagem Editada por Simone Costa em 26/05/2011 18:04:26
O caso é que ele se recusa a agir qualquer coisa no sentido de fazer rescisão. E eu não tenho como voltar a trabalhar, visto que ele me mandou embora.
Afonso Freitas

Usuário Freqüente

profissãoAssistente Depto. Pessoal
mensagens79
pontos765
membro desde10/09/2009
cidadeBelo Horizonte - MG
Postada:Quinta-Feira, 26 de maio de 2011 às 18:14:25
Então se pergunte: Como ele te mandou embora se você não assinou nada??

Se você não voltar a trabalhar, você vai ganhar falta.

Volte a trabalhar e diga a ele que se ele for te mandar embora, que te passe o aviso para assinar, caso contrário, você continuará a trabalhar.

E se ele te der o aviso, pede uma cópia, caso contrário não valerá de nada...

afo.freitas@hotmail.com
Simone Costa

Usuário Novo

profissão
mensagens3
pontos24
membro desde26/05/2011
cidadeSao Goncalo - RJ
Postada:Quinta-Feira, 26 de maio de 2011 às 19:01:47
Situação mesmo muito complicada. Eu fico me perguntando como volto a trabalhar lá? É um escritório pequeno, lá éramos ele, o estagiário e eu. No dia que ele me mandou embora o fez berrando, dizendo que eu não era nada, que o escritório era dele.

Estou mesmo muito perdida em meio esta situação.
Kennya Eduardo

Consultor Especial

profissão
mensagens7.261
pontos41.184
membro desde17/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Quinta-Feira, 26 de maio de 2011 às 19:44:09
Mensagem Editada por Kennya Eduardo em 26/05/2011 22:26:58
Simone, não se sinta perdida, minha amiga. Tudo tem jeito na vida, menos pra morte - morreu tá morto!

Vc pode ir ao Sindicato de sua categoria, descreva a situação, de lá eles mesmos podem ligar pro seu (ex)patrão pra saber como fica sua situação, se ele teve um rompante ou se vai levar a coisa adiante. Pela passagem de tempo e pelo que lhe falaram no escritório contábil (diga no sindicato tudo o que se passou, inclusive sobre sua ida ao escritório contábil), o jurídico do sindicato poderá ajuizar ação por dispensa indireta que é uma rescisão motivada pelo descumprimento das condições de trabalho provocada pelo seu empregador, seus direitos serão de uma dispensa sem justa causa - é como disse seu ex-patrão, vc terá de procurar a justiça.

A única outra opção é por abandono de emprego, como disseram os demais colegas aqui no tópico: vc não tem um documento que confirme que foi mandada embora sem justa causa, por sua ausência no trabalho (que vc não tem como voltar porque seu ex-patrão não quer) ele poderá dar abandono de emprego (tipo: "a "doida" foi embora e nunca mais voltou!", diria ele). Nesta opção vc perde muito.

Essa reação do seu ex-patrão é muito comum, minha amiga, muitos são os empresários que acham que são "donos" dos funcionários, que devemos viver em função da empresa deles, gerar riquezas para eles...etc e etc. Se vc prestou concurso é porque quer melhorar de vida (um direito seu) e garantir estabilidade, coisas que não encontrou na empresa em que estava. Imagine se um dia seu ex-patrão resolve mudar de cidade ou estado, como ficaria vc? Ele não iria se incomodar nada com isso, sua vida é sua vida, a dele é dele, oras!! Portanto, não tem que negociar devolução de multa já que ele teve "ataque de perereca" por vc o estar abandonando (snif!) (por que, então, ele não lhe fez uma contra-proposta, oferecendo até participação nos lucros?! É assim que retemos nossos melhores funcionários, não é dando "piti", humilhando um colaborador tão antigo e dedicado, foram 8 anos!).

Vá a luta, minha irmã, bola pra frente e lute por seus direitos sempre!! Muitas vezes ficamos tão acostumados com certas rotinas que lamentamos ter de abandoná-las, mas é um mal(?) necessário, pense em seu futuro. A sorte não volta a bater na porta, não!

Abraços e boa sorte!!
Maria Aurineide Lima

Usuário Novo

profissãoAgente Recursos Humanos
mensagens6
pontos50
membro desde18/05/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 26 de maio de 2011 às 20:29:23
concordo com os demais colegas se voce não tem testemunhas fica mais dificil é sua palavra contra a dele.
Maria Aurineide Lima

Usuário Novo

profissãoAgente Recursos Humanos
mensagens6
pontos50
membro desde18/05/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 26 de maio de 2011 às 20:30:26
concordo com os demais colegas se voce não tem testemunhas fica mais dificil é sua palavra contra a dele.

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

Facebook

Receba Novidades


POSTS RELACIONADOS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

Quem participa

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.31 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César