Contábeis o portal da profissão contábil

23
Abr 2014
13:13
você está em:

FÓRUM CONTÁBEIS » Contabilidade

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Contabilização transf. merc. da Matriz p/Filial

49respostas
61.304acessos
  

mostrando página 1 de 2
1 2

POSTS RELACIONADOS

Deniel Fernandes Fortes

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens9
pontos85
membro desde30/05/2007
cidadeJacarei - SP
Postada:Sexta-Feira, 1 de junho de 2007 às 15:41:23
Estou com duvidas de meu lançamento de transferencia de mercadorias da empresa Matriz para suas filiais...
Bom, quando a MATRIZ efetua a transferencia de mercadorias para uma de suas FILIAIS contabilizo da seguinte forma:

D - Custos Vendas "Transferencia da Matriz" - Passivo (Conta do PC da Filial)
C - CMV "(-) Transferencia p/ Filial" - Passivo (Conta do PC da Matriz)

O plano de contas da Matriz e das Filiais são os mesmos, sendo que fazemos as separações das Receitas, Custos e Despesas individualmente.

Alguem poderia "dar uma luz", se estamos fazendo da maneira correta... e tb temos duvida como realizar a entrada dessa mercadoria contabilmente?

Obrigado
Saulo Heusi

Usuário VIP

profissão
mensagens18.080
pontos149.735
membro desde24/07/2006
cidade
Postada:Domingo, 3 de junho de 2007 às 16:30:34
Boa tarde Deniel,

As transferências de mercadorias entre Matriz e Filiais podem ser registradas pelo custo (a exemplo do que você faz) ou pelo Lucro. Em ambos os casos, a contrapartida será sempre a levada a débito ou a crédito de Conta Corrente. O assunto é extenso e parece não se esgotar, por isto no exemplo abaixo, teremos em conta apenas as transferências contabilizadas pelo custo.

Transferência de mercadorias pelo custo
Vamos supor que a exemplo do que ocorre na sua empresa, haja determinação no sentido de que todas as transferências de Mercadorias entre a Matriz e suas Filiais ou entre estas últimas, devam ser efetuadas sempre pelo valor de custo constante de seus controles de estoque (que estão ao preço médio de aquisição).

Nestes termos, admitamos uma transferência de produtos pelo custo avaliado em R$ 8.000,00, com incidência do ICMS no valor de R$ 1.700,00. (Alíquota de 17%, sobre uma base de cálculo de R$ 10.000,00). Assim, teremos os seguintes registros:

Na Matriz:
D - Conta Corrente Filiais - Filial Jacareí (RLP)
C - Estoques (AC) - 8.000,00

D - Conta Corrente Filiais - Filial Jacareí (RLP)
C - ICMS a Recolher (PC) - 1.700,00

Na Filial:
D - Estoques (AC)
C - Conta Corrente Matriz (ELP) - 8.000,00

D - ICMS a Recuperar (AC)
C - Conta Corrente Matriz (ELP) - 1.700,00

Com esse tipo de registro, tem-se uma transferência de mercadorias pelo custo, de forma que não será apurado nenhum lucro em tal transação. Os mesmos registros são assim realizados quando as transferências se dão entre filiais.

Os saldos das contas correntes serão naturalmente eliminados pela simples consolidação e conferência.

A classificação contábil acima demonstrada é a mais simples de todas, podendo, é claro, ser tornada mais complexa caso sejam necessárias informações adicionais. Suponhamos, para o exemplo, que a Diretoria queira saber (sempre) o valor global das transferências de mercadorias entre as filiais e quiser ter registradas todas essas movimentações.

Neste caso, alternativamente, o registro contábil poderia ser assim:

Na matriz:
D - Conta Corrente Filiais - Filial Jacareí (RLP) - 9.700,00
C - Mercadorias Transferidas - Filial Jacareí (CR) 8.000,00
C - ICMS a Recolher (PC) 1.700,00

D - Custo das Mercadorias Transferidas - Filial Jacareí (CR)
C - Estoques (AC) 8.000,00

Na Filial:
D - Transferência de Mercadorias - Matriz (CR) - 8.000,00
D - ICMS a Recuperar (AC) - 1.700,00
C - Conta Corrente Matriz (ELP) - 9.700,00

D - Estoques (AC)
C - Mercadorias Recebidas em Transferência (CR) - 8.000,00

Naturalmente esta maneira de se registrar as transferências de mercadorias é mais tradicional ou antiga, na verdade, pouco utilizada hoje, mas permite a visualização do volume de transferências efetuado entre Matriz e Filiais.

Assim teremos:
- na matriz, a conta "Mercadorias Transferidas" funcionando como se fosse a conta de "Vendas", de tal forma que sempre se tem o total transferido para cada filial (ou para a matriz) além do total global. Este saldo é fechado pelo menos ao final do exercício social diretamente contra "Custo das Mercadorias Transferidas", que obrigatoriamente possuirá sempre saldo absolutamente igual; e

- na filial, a conta "Transferência de Mercadorias" utilizada como se fosse a conta de "Compras", com o controle dos recebimentos da matriz ou de outras filiais, e também encerrada periodicamente contra "Mercadorias Recebidas em Transferência", sempre, também, de igual valor.

Nota
O exemplo acima tratou das transferências de mercadorias entre Matriz e Filiais com incidência do ICMS, naturalmente deve ser adaptado para os casos em que não haja a referida incidência.

...
Marcos Soares

Usuário Freqüente

profissãoAnalista Fiscal
mensagens96
pontos631
membro desde01/04/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Quarta-Feira, 4 de junho de 2008 às 12:26:30
Ola, Saulo.

Quero parabenizar sobre a explicação, porem eu estou com uma dúvida parecida:

Como eu devo proceder para uma empresa do Lucro Real? junto com a mercadoria eu tenho que enviar também as contribuições de PIS e COFINS, acrescido de IPI?

Exemplo eu fiz assim em um exercicio na faculdade porem o meu prof. falou que o conceito está errado e eu fiquei perdido

Matriz / RJ

D - Transferencia Mercadoria Filial SP - 11.000,00
a diversos
C - Estoque - 7.875,00
C - ICM's a Rec. - 1.200,00
C - PIS a Rec. - 165,00
C - COFINS a Rec. - 760,00
C - IPI a Rec. - 1.000,00

Filial/SP

a diversos
D - Estoque - 7.875,00
D - ICM's a Rec. - 1.200,00
D - PIS a Rec. - 165,00
D - COFINS a Rec. - 760,00
D - IPI a Rec. - 1.000,00
a
C - Transferencia Mercadoria Matriz/RJ - 11.000,00


E ai o que você acha está errado ??? sinceramente eu já procurei em um monte de lugar mais nenhum me da uma luz sobre isso, se poder me ajudar ficarei muito grato.

att
Marcos Soares

Usuário Freqüente

profissãoAnalista Fiscal
mensagens96
pontos631
membro desde01/04/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Quinta-Feira, 5 de junho de 2008 às 12:20:44
Bom gente,

Eu encontrei no RICMS do RJ no livro I, essa infomação que até antes eu não conhecia:

"Art. 8.º Para efeito de fixação da base de cálculo, na saída de mercadoria para estabelecimento do mesmo titular, deve ser observado o seguinte:

I - destinatário localizado em outra unidade da Federação:

1. o preço de aquisição mais recente, quando o remetente for estabelecimento comercial;"


Agora me surgiu a seguinte dúvida, se eu tenho que lançar na NF de Transferencia o Vr da minha última aquisição, pq muitos comentam sobre Vr. de Custo e Vr. com Lucro, etc.?

Bom se alguem poder me ajudar ficarei feliz.

abç a todos.
Luciana Silva

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens10
pontos59
membro desde04/04/2009
cidadeFortaleza - CE
Postada:Sábado, 1 de agosto de 2009 às 14:34:02

Boa Tarde,

Eu posso ter um plano de contas para a matriz e outros p/ as filiais? As filiais podem fazer cada uma o pagamento de seus boletos, ou a matriz quem deverá fazê-lo? Caso cada uma possua plano de contas como poderia contabilizar um pagamento de uma filial realizado no banco da matriz?

Grata

Luciana
Luciana Silva

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens10
pontos59
membro desde04/04/2009
cidadeFortaleza - CE
Postada:Sábado, 1 de agosto de 2009 às 14:47:57

Sobre o exemplo acima citado entendi que os 17% dos 10.000 ficou os 1.700 referente ao ICMS e pq a mercadoria foi registrada pelos 8.000,00? Não seria 8.300,00?

Grata

Luciana
Saulo Heusi

Usuário VIP

profissão
mensagens18.080
pontos149.735
membro desde24/07/2006
cidade
Postada:Sábado, 1 de agosto de 2009 às 15:22:28
Boa tarde Luciana,

A empresa, a despeito de possuir uma ou várias filiais, é uma só, ou seja, é uma empresa com filiais. Daí não existir a possibilidade da adoção de Planos de Contas diferentes.

Ainda que não seja terminantemente "proibido", usá-los diferentes significa ter o trabalho de elaborar a correlação entre as contas contábeis dos dois Planos, quando da consolidação do Balanço Patrimonial.

Isto porque o Balanço Patrimonial para fins do Imposto de Renda (DIPJ) deve ser consolidado a exemplo do pagamento de tributos e contribuições que devem ser calculados e pagos de forma centralizada pela Matriz.

O "controle" das transações efetuadas entre a Matriz e suas Filiais - ou entre estas últimas - deve ser promovido via "Contas Correntes". Assim (por exemplo) se o pagamento de um fornecedor registrado na contabilidade da Filial foi efetuado pela Matriz os lançamentos contábeis ficariam assim:

Na Matriz
D - Contas Correntes Filial 1 (ANC)
C - Caixa ou Bancos Conta Movimento (AC)

Na Filial
D - Fornecedores (PC)
C - Contas Correntes Matriz (PNC)

Quando do levantamento do Balanço Patrimonial Consolidado não há a necessidade de se fazer constar os Contas Correntes mencionados, pois os valores serão idênticos e por si só se anulam sem interferirem no Resultado do Período.

...


Editado por Saulo Heusi em 1 de agosto de 2009 às 18:16:07

João de Carvalho Leite

Usuário Novo

profissãoAuditor(a)
mensagens19
pontos99
membro desde01/09/2009
cidadePresidente Prudente - SP
Postada:Quarta-Feira, 2 de setembro de 2009 às 00:00:41
O site http://www.contabiliza.com.br indicado aqui no "Forumcontábeis" por vários usuários está agora com novo endereço: http://www.contabilizando.com (sem o br)

Faça uma visita, pois a página continua muito interessante.
Alexandre

Usuário Ativo

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens115
pontos1.115
membro desde12/05/2009
cidadeNovo Hamburgo - RS
Postada:Segunda-Feira, 31 de maio de 2010 às 23:17:36
boa noite
as conta corrente usada para filiais qual conta no plano de rerencia da receita federal devo usar ?
Joviano Antonio

Usuário Novo

profissão
mensagens26
pontos207
membro desde20/12/2009
cidadeAcrelandia - AC
Postada:Quarta-Feira, 16 de junho de 2010 às 08:34:16
Na questão das transferencia de valores matriz/filial, como zerar os saldos que ficam nas Contas Correntes Filial (ANC / PNC), como o exemplo abaixo.



O "controle" das transações efetuadas entre a Matriz e suas Filiais - ou entre estas últimas - deve ser promovido via "Contas Correntes". Assim (por exemplo) se o pagamento de um fornecedor registrado na contabilidade da Filial foi efetuado pela Matriz os lançamentos contábeis ficariam assim:

Na Matriz
D - Contas Correntes Filial 1 (ANC)
C - Caixa ou Bancos Conta Movimento (AC)

Na Filial
D - Fornecedores (PC)
C - Contas Correntes Matriz (PNC)
Reginaldo Cavalcante

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens23
pontos139
membro desde04/09/2009
cidadeUbirata - PR
Postada:Quarta-Feira, 16 de junho de 2010 às 14:37:35
Eu tenho que contabilizar transferencia de mercadorias entre matriz e filiais, com plano de contas diferenciados.

Estou quebrando a cabeça alguem pode me ajudar por favor.
Saulo Heusi

Usuário VIP

profissão
mensagens18.080
pontos149.735
membro desde24/07/2006
cidade
Postada:Quinta-Feira, 17 de junho de 2010 às 07:52:31
Bom dia Alexandre,

As Contas Correntes entre Matriz e Filiais não devem ser informadas no Plano Referencial. Na ECD, assim como nas contabilidades normais, o Balanço Patrimonial da empresa deve ser consolidado.

Na consolidação estas duas contas se anulam e assim como ocorre com as Contas de Compensação não interferem no Resultado.

...
Saulo Heusi

Usuário VIP

profissão
mensagens18.080
pontos149.735
membro desde24/07/2006
cidade
Postada:Quinta-Feira, 17 de junho de 2010 às 08:02:16
Mensagem Editada por Saulo Heusi em 17/06/2010 08:17:12
Bom dia Joviano,

Tais contas só serão zeradas se não houverem mais transações entre Matriz e Filiais, caso contrário permanecerão em ambas.

Entretanto, o Balanço Patrimonial para todos efeitos e fins do Imposto de Renda e declarações (DIPJ, DCTF, DACON, ECD, FCont, etc) deve ser consolidado a exemplo do pagamento de tributos e contribuições que serão calculados e pagos de forma centralizada pela Matriz.

Quando da consolidação estas duas contas correntes se anulam, pois o saldo de ambas será idêntico sendo um devedor e o outro credor. Vale dizer que não interferem no Resultado e tal como acontece com as Contas de Compensação, não devem figurar no Balanço Patrimonial.

...
Saulo Heusi

Usuário VIP

profissão
mensagens18.080
pontos149.735
membro desde24/07/2006
cidade
Postada:Quinta-Feira, 17 de junho de 2010 às 08:12:56
Bom dia Reginaldo,

Se você é o responsável pela contabilidade de ambas (Matriz e Filial) é imperativo que adote o mesmo Plano de Contas que lhe permita fácil consolidação.

Hoje a maioria dos programas de contabilidade - desde que usado o mesmo Plano de Contas - fazem a consolidação em segundos.

Se você usa Planos de Contas diferentes (o que não é proibido a despeito de desaconselhável) não tem outra alternativa que não o trabalho de elaborar a correlação (de...para) entre as contas contábeis dos dois Planos, quando da consolidação do Balanço Patrimonial.

...
Elisangela Santos

Usuário Novo

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens11
pontos135
membro desde28/10/2009
cidadeSao Goncalo - RJ
Postada:Quinta-Feira, 19 de agosto de 2010 às 17:09:49
boa tarde
gostaria de fazer uma pergunta, como faria este lançamento
Ex: Saida da matriz dia 20/01
Entrada na filial 22/01
minha duvida é teria que ter um conta intermediaria, devido as datas?

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens7
pontos42
membro desde09/10/2010
cidadeCariacica - ES
Postada:Sábado, 9 de outubro de 2010 às 17:42:59
Boa tarde.
Pessoal estou fazendo uma transferência de numerários entre a Matriz e Filial.
Como farei a contabilização dessa transferência e em qual grupo essas contas deverão constar?

Obrigado.
Saulo Heusi

Usuário VIP

profissão
mensagens18.080
pontos149.735
membro desde24/07/2006
cidade
Postada:Domingo, 10 de outubro de 2010 às 11:06:58
Bom dia Patrick,

Na Matriz
D - Conta Corrente Filial (ANC)
C - Caixa ou Bancos Conta Movimento (AC)

Na Filial
D - Caixa ou Bancos Conta Movimento (AC)
C - Conta Corrente Matriz (PNC)

Legenda:
AC - Ativo Circulante
ANC - Ativo Não Circulante
PNC - Passivo Não Circulante

...
Saulo Heusi

Usuário VIP

profissão
mensagens18.080
pontos149.735
membro desde24/07/2006
cidade
Postada:Domingo, 10 de outubro de 2010 às 11:15:07
Bom dia Elisa,

Para que você obtenha as respostas que procura, será necessário (pelo menos) nos dizer de que tipo de "Saída" e de "Entrada" você se refere.

...
Alex Rodrigo

Usuário Iniciante

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens54
pontos292
membro desde24/02/2009
cidadeFranca - SP
Postada:Quarta-Feira, 24 de novembro de 2010 às 13:30:22
Boa tarde,
Estou com uma duvida sobre esse tipo de lançamento:
Matriz estado de São Paulo, preciso transferir mercadorias (Auto Peças) pra a filial no estado de Minas Gerais. Ambas Optantes pelo simples Nacional, como seria o lançamento a fazer.......
Ricardo C. Gimenez

Moderador

profissãoAssessor(a) Contabilidade
mensagens3.369
pontos34.935
membro desde27/02/2008
cidadeLins - SP
Postada:Quinta-Feira, 25 de novembro de 2010 às 08:17:42
Bom dia, Alex


Com créditos a Saulo Heusi, recomendo-lhe a análise da segunda postagem deste tópico.

Na certeza de que você cultivará o hábito de ler pelo menos as mensagens anteriores de cada tópico acessado, agradeço pela atenção.


Bom trabalho

e-mail de moderador: rcgimenez.moderador@gmail.com
skype : rc.gimenez - twitter: rcgimenez
http://www.blogdoprofessorricardo.blogspot.com.br
http://www.contabilidadesemsegredos.com.br
Carlos Alexandre da Silva

Usuário Ativo

profissãoAssistente Contabilidade
mensagens113
pontos751
membro desde25/09/2009
cidadeCambe - PR
Postada:Terça-Feira, 4 de janeiro de 2011 às 17:03:39
Prezados,

Consegui entender perfeitamento como é feito a contabilizacao entre matriz e filial. Mas uma situacao ocorre comigo. A matriz da empresa fica em outro estado. A filial no Parana. A contabilidade da empreza (matriz e filial), é feita de forma centralizada, nao é separada. So que a matriz enviou para a filial notas de transferencia de mercadoria para revenda e de transferencia do ativo imobilizado. Como fazer esses lancamentos se a contabilidade é centralizada?
Ana Sozinho

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens16
pontos104
membro desde12/11/2010
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 27 de janeiro de 2011 às 11:43:19
Bom dia,

Tenho dúvidas a respeito dessa contabilização, pois faço as transferencias entre matriz e filial da forma que foi descrito na primeira resposta, mas na hora de lançar o CMV de acordo com a planilha de estoqeu (CUSTO MEDIO) não está dando certo, tem algo que estou fazendo errado. E ainda teve um roubo no mesmo mês, ficou meio confuso e não estou conseguindo bater o meu saldo de estoque da planilha com a contabilidade.
Por favor me dêem uma luz.

Grata,

Ana.
Jose Carlos Jacob

Usuário Novo

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens19
pontos183
membro desde03/08/2010
cidadePassa Quatro - MG
Postada:Sexta-Feira, 11 de fevereiro de 2011 às 14:38:20
Mensagem Editada por Jose Carlos Jacob em 11/02/2011 14:39:55
Boa Tarde!



Quando faço o lançamento de transferência da matriz para filial eu crio as chamadas contas correntes tanto no ativo como no passivo, eu não consigo entender como será feito o fechamento destas contas quando do fechamento do balanço no final do periodo, devo fazer algum lançamento para zerar estas contas ou elas permaneceram com saldo?
Alexandre

Usuário Ativo

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens115
pontos1.115
membro desde12/05/2009
cidadeNovo Hamburgo - RS
Postada:Sexta-Feira, 11 de fevereiro de 2011 às 14:49:26
Boa tarde jose carlos.

eu não lanço essas notas fiscais ignoro pois fica tudo centralizado.
Jose Carlos Jacob

Usuário Novo

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens19
pontos183
membro desde03/08/2010
cidadePassa Quatro - MG
Postada:Sexta-Feira, 11 de fevereiro de 2011 às 15:31:58
Boa tarde Alexandre.

Mas não tem problema eu deixar de contabilizar estas notas?
Franci

Usuário Novo

profissãoAssistente Contabilidade
mensagens22
pontos338
membro desde14/02/2011
cidadeUniao da Vitoria - PR
Postada:Segunda-Feira, 14 de fevereiro de 2011 às 10:37:14
bom dia
Estou fazendo a contabilidade de uma Matriz com Filial optante pelo Simples Nacional, minha duvida é em relação a contabilização da transferencia de mercadorias da matriz para filial , gostaria de saber como fazer, que contas usar, e como ficaria na DRE,

Obrigada

"... Não se mede o valor de um homem pelas suas roupas, ou pelos bens que possui,o verdadeiro valor de um homem é o seu carater suas idéias e a nobreza de seus ideais ..." "...Charles Chaplin..."
Antonio Monaski Neto

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens28
pontos282
membro desde20/02/2008
cidadeJacunda - PA
Postada:Terça-Feira, 5 de abril de 2011 às 11:53:55
Eu tb tenho essas dúvidas e ja pensei em fazer como o Alexandre,

mas isso não implicaria em alguma penalidade?!

Att

Monaski .'.

"Tenha uma vida equilibrada: ande sobre duas rodas "
http://twitter.com/monaskicontabil
profissãoAssistente Contabilidade
mensagens17
pontos141
membro desde29/04/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quarta-Feira, 18 de maio de 2011 às 15:00:15
Boa tarde Saulo,

Votando ao inicio deste tópico, ainda tenho dúvidas sobre lançamentos de tranferencia de estoque da matriz para filiais, no meu caso da Matriz que confecciona as roupas para as lojas.

Usando seu exemplo:

Saida
D- Estoque-loja 103 (compensação)* - obs: vou criar uma conta pra cada loja?Que Grupo?
C- Estoque de Produto Acabado

D- Estoque - loja 103 ( pq não custo?)
C- ICMS Recolher

Entrada loja

D- Estoque de Produto Acabado
C- Estoque Matriz (compensação)*

D- ICMS Recuperar
C- Estoque Matriz (compensação)* - pq. estoque?

????? como vou zerar essas contas de compensação se tenho saldo devedor e credor em ambas? Na sua explicação diz: " os saldos das contas correntes ( compensação) serão naturalmente eliminados pela simples consolidação e conferencia. (?????)

Segundo meu plano e pelo que entendi ( no meu planotenho as contas "transferencia remetida" no grupo vendas e "transferencia recebida" no grupo compras. Tenho o grupo de contas de compensação, nem ativo, nem passivo, grupo 3, nos quais tenho as contas de remessa para industrialização, nenhuma de estoque):

Saída:

D- Transferencia Remetida - ( no caso acrescento loja 103)
C- Estoque Produto Acabado

D- Transferencia Remetida
C- ICMS Recolher

Entrada Loja:

D- Estoque Produto Acabado
C- Transferencia Recebida - MTZ

D- ICMS Recuperar
C - Transferencia Recebida - MTZ

Procede?

????? Em uma explicação anterior, não sua, " sim, vc deverá apropriar no ativo estoque para cada unidade", na verdade a que ficou transitoria foi a conta 'Estoque de Produto Acabado" , saiu e entrou.

Por favor, me esclareça isso, preciso fechar esse assunto urgente!

Muito Grata,

Eliana




Jose Carlos Jacob

Usuário Novo

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens19
pontos183
membro desde03/08/2010
cidadePassa Quatro - MG
Postada:Quarta-Feira, 25 de maio de 2011 às 09:21:14
Bom dia Saulo,


Com relação a materia postada no segundo topico, a empresa que tenho que fazer a transferencia de produtos nao tem controle regular de estoque e desta forma não contabilizo a conta estoque como devo fazer este lancamento.
Devo creditar direto em Custos (CR), ou devo fazer de outra forma?
Elisangela Santos

Usuário Novo

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens11
pontos135
membro desde28/10/2009
cidadeSao Goncalo - RJ
Postada:Sexta-Feira, 17 de junho de 2011 às 11:32:55
Bom dia
Tenho uma empresa que é Lucro Real com uma filial que durante o ano teve entradas de mercadorias a 12% e teve incidência de pis/cofins. No fim do ano transferiu todo o seu estoque para a Matriz a 19%. E essa diferença de ICMS não sei como contabilizar pode me orientar por favor. Exemplo:

Compras Filial 10.000,00
ICMS – 1.200,00
PIS 165,00
Cofins 760,00


D- estoque filial 8.800,00
D- ICMS a recuperar 1.200,00
C- fornecedores 10.000,00

D- Pis a recuperar Filial 165,00
D- Cofins a recuperar 760,00
C- Estoque Filial 925,00

Estoque liquido 7.875,00

Transferência para Matriz 10.000,00
ICMS 1.900,00

D- Estoque Matriz 10.000,00
C- Pis a recup Filail 165,00
C- Cofins a recup. Filial 760,00
C- Estoque filial 8.100,00
C- xxxxxxx (Icms) ????

Como o cliente zerou seu estoque estou com essa dificuldade, devido ao ICMS, e esses lançamentos estão corretos?


mostrando página 1 de 2
1 2

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

Facebook

Receba Novidades


POSTS RELACIONADOS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

Quem participa

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 1.41 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César