Contábeis o portal da profissão contábil

30
Jul 2014
12:11
você está em:

FÓRUM CONTÁBEIS » Contabilidade

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Balanço de Abertura

57respostas
21.692acessos
  

mostrando página 1 de 2
1 2

POSTS RELACIONADOS

Aparecida Rosa Meira

Usuário Freqüente

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens89
pontos668
membro desde21/10/2009
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Segunda-Feira, 12 de setembro de 2011 às 12:07:50
Bom dia a todos, sobre o balanço de abertura desculpem minha ignorância mas estou aprendendo com vcs, já tenho um modelo da estrutura do Balanço de Abertura mas a dúvida é o seguinte: meu cliente inicio em abril de 2010 no restante desses meses ele obteve algumas despesas, como ficam estas despesas? Onde lanço isto?

Obrigada pela compreensão de todos
Abraço
Heloisa Motoki

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens3.160
pontos22.066
membro desde02/02/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Segunda-Feira, 12 de setembro de 2011 às 12:52:15
Aparecida
Boa tarde


Se o balanço de abertura refere-se ao ano de 2010 vc deve alocar as despesas em cada conta cfe ultimo balanço fechado.

Por exemplo, se vc esta implantando o saldo em abril de 2010 vc deve alocar as despesas e receitas que ocorreram em cada conta de 2010, no lançamento todos as contas terão como contrapartida a conta de balanço de abertura e ao final o saldo deverá ser ZERO, se ficar com saldo algum lançamento esta incorreto ou faltado.


Heloisa Motoki
Aparecida Rosa Meira

Usuário Freqüente

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens89
pontos668
membro desde21/10/2009
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Segunda-Feira, 12 de setembro de 2011 às 13:29:31
Muito obrigada pela ajuda
Aparecida Rosa Meira

Usuário Freqüente

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens89
pontos668
membro desde21/10/2009
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Segunda-Feira, 12 de setembro de 2011 às 16:34:24
E este balanço de abertura deve ser registrado com o Livro Diário?
M Messias Santos

Usuário 2 Estrelas Douradas

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens1.644
pontos9.661
membro desde25/11/2007
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Segunda-Feira, 12 de setembro de 2011 às 16:53:46
Mensagem Editada por M Messias Santos em 12/09/2011 16:55:00
Cabe observar que a solução indicada será somente para as contas de ativo, passivo e PL. Mesmo assim há um inconveniente com a DIPJ de 2011, haja visto que na contabilidade haverá saldo do exercicio 2010 e na DIPJ de 2011 voce irá informar que não houve porque a mesma não foi entregue.

Só sei que nada sei.
Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância.
frases do Mestre dos Mestres-SÓCRATES
Aparecida Rosa Meira

Usuário Freqüente

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens89
pontos668
membro desde21/10/2009
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Segunda-Feira, 12 de setembro de 2011 às 17:10:16
Obrigada pela observação Messias mas a empresa está enquadrada no Simples Nacional.
Heloisa Motoki

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens3.160
pontos22.066
membro desde02/02/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Terça-Feira, 13 de setembro de 2011 às 00:36:10
Aparecida
Bom dia


Mesmo sendo do simples nacional vc precisará dos saldos contábeis para informar na DASN e terá que ser coerente o fechamento do ultimo exercicio, o saldo implantando e o fechamento do exercicio atual


Heloisa Motoki
Aparecida Rosa Meira

Usuário Freqüente

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens89
pontos668
membro desde21/10/2009
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Terça-Feira, 13 de setembro de 2011 às 12:03:45
Bom dia Heloisa
Sobre o balanço de abertura como seria dentro do ano do inicio da atividade da empresa vai existir balanço de abertura na data da constituição da empresa e no final do ano o balanço patrimonial?

Obrigada
Abraço
Heloisa Motoki

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens3.160
pontos22.066
membro desde02/02/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Terça-Feira, 13 de setembro de 2011 às 13:51:48
Aparecida
Boa tarde

Não sei se entendi sua duvida, mas funciona assim.

Quando uma empresa abre vc deve fazer um balanço inicial de integralização de capital

D - caixa
C - capital social

Depois disso vai se fazendo os lançamentos da operação - receitas, despesas, ativos, passivos, etc..

Suponhando que a empresa abriu em 2010 e teve alteração de contador, o primeiro deverá iniciar e finalizar o balancete/balanço ate a sua data de responsabilidade técnica e o segundo deve cadastrar o balanço inicial considerando os dados de fechamento do primeiro contador para continuar o balancete/balanço.


Heloisa Motoki
Aparecida Rosa Meira

Usuário Freqüente

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens89
pontos668
membro desde21/10/2009
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Terça-Feira, 13 de setembro de 2011 às 14:52:38
Boa tarde Heloisa
Esse Balanço Inicial com o registro do capital social deve ser registrado na junta comercial com o livro diário?
profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens141
pontos1.181
membro desde09/06/2008
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Terça-Feira, 13 de setembro de 2011 às 15:14:32
Boa tarde Srs , Tambem gostaria de mais informações sobre implantações de saldo do ultimo balanço 31-12-2010 , como devo proceder para que meu sistema reconheça todos os saldos para dar continuidade contabil..

Obrigado..

"Vivendo e apreendendo cada dia mais"
Heloisa Motoki

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens3.160
pontos22.066
membro desde02/02/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Terça-Feira, 13 de setembro de 2011 às 16:44:05
Aparecida


O balanço deve constar no livro diario de acordo com o termino do exercicio ou termino da responsabilidade técnica e deve ser registrado na junta comercial/ cartorio.


Heloisa Motoki
Heloisa Motoki

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens3.160
pontos22.066
membro desde02/02/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Terça-Feira, 13 de setembro de 2011 às 16:46:42
Adilson
Boa tarde


Depende do sistema que vc trabalha, há sistemas em que ha uma rotina espefica para implantação de saldo para vc ter o balanço comparativo.

Quando não tem rotina a implantação dos saldos pode ser feita em 31/12/2010 ou 01/01/2011.

Todos os lançamentos são feitos contra a conta Balanço de Abertura e o historico tb pode ser esse.


Heloisa Motoki
profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens141
pontos1.181
membro desde09/06/2008
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Terça-Feira, 13 de setembro de 2011 às 17:05:15
Olá Heloisa
Boa tarde ,

Deixa eu ver se entendi , no meu caso não tenho esse sistema com uma rotina , devo criar uma conta Balanço de abertura como contra partida de todas as outras contas do balanço ..?? se for possivél poderia me dar um exemplo?

Obigado..

"Vivendo e apreendendo cada dia mais"
Claudio Rufino

Moderador

profissãoContador(a)
mensagens3.159
pontos26.979
membro desde02/06/2005
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Terça-Feira, 13 de setembro de 2011 às 23:03:42
Mensagem Editada por Claudio Rufino em 13/09/2011 23:04:04
Aparecida Rosa Meira & Adilson De Brito Nascimento.

Muito embora esse assunto de balanço de abertura já tenha sido tema de outros debates aqui no Fórum contábeis (uma simples pesquisa e vocês já teriam tido respostas para tal situação), vou reescrever para cá o escopo/procedimento de como fazer/implantar os saldos iniciais de uma empresa:

PESSOA JURÍDICA DISPENSADA DA ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL PERANTE A LEGISLAÇÃO FISCAL

Perante a legislação comercial e falimentar, todas as pessoas jurídicas estão obrigadas a manter a escrituração contábil, tendo em vista os interesses societários e creditícios da sociedade. Vale lembrar que a manutenção da escrituração contábil completa se constitui num instrumento seguro para tomada de decisões pelos administradores e sócios. No entanto, perante a legislação do Imposto de Renda, as pessoas jurídicas optantes pela tributação com base no lucro presumido ou enquadradas no SIMPLES ficam dispensadas de manter escrituração contábil, ficando tão-somente obrigadas à escrituração do livro Caixa e do livro Registro de Inventário.

PESSOA JURÍDICA OBRIGADA A INICIAR OU REINICIAR A ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL

A pessoa jurídica optante pela tributação com base no lucro presumido ou enquadrada no SIMPLES que retornar ao regime de tributação com base no lucro real, por sua opção ou por não mais se enquadrar nos requisitos exigidos para aquela opção, se não tiver escrituração, deverá efetuar um levantamento patrimonial - bens, direitos e obrigações - a fim de elaborar o balanço de abertura e iniciar ou reiniciar a escrituração.

No caso da pessoa jurídica que adotou o regime de caixa para reconhecimento das receitas, no período em que se submeteu à tributação com base no lucro presumido ou que esteve enquadrada no SIMPLES, além do levantamento patrimonial, deverá apurar os saldos dos direitos (receitas que ainda não foram apropriadas em função da utilização do regime de caixa) e obrigações (fornecedores, salários, impostos não provisionados em função da utilização do regime de caixa) na data em que elaborar o balanço de abertura.

PESSOA JURÍDICA QUE ABANDONOU A ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL

No ano-calendário em que a pessoa jurídica retornar à tributação com base no lucro real, deverá elaborar balanço de abertura, observando o seguinte (Parecer Normativo CST nº 33/1978):

a) em relação aos bens e valores sujeitos à correção monetária, partir dos valores corrigidos constantes do último balanço levantado antes de optar pela tributação com base no lucro presumido;

b) considerar como exercício da correção os períodos- base em relação aos quais apresentou declaração com base no lucro presumido;

c) considerar as variações ocorridas nos elementos patrimoniais no período em que a escrituração esteve paralisada (aquisições/baixas de bens posteriores ao último balanço, etc.);

d) considerar como utilizadas as quotas de depreciação, amortização e exaustão, devidamente corrigidas, que seriam cabíveis nos exercícios anteriores àquele em que realizarem o referido balanço de abertura, relativo ao período em que se submeteram à tributação com base no lucro presumido;

e) a diferença apurada entre o Ativo e o Passivo será classificada como Lucros ou Prejuízos Acumulados.
Observe-se que a correção monetária das demonstracões financeiras foi revogada pelo artigo 4º da Lei nº 9.249/1995.

PESSOA JURÍDICA QUE, EMBORA DESOBRIGADA, MANTEVE ESCRITURAÇÃO REGULAR

Se a empresa houver mantido escrituração regular durante o período que tenha optado pela tributação com base no lucro presumido (entendendo-se que procedeu normalmente nas épocas próprias, à correção monetária de balanço, ao registro das aquisições e baixas), o balanço de abertura será a simples transposição dos valores expressos no último balanço levantado, correspondente a 31 de dezembro do ano findo.

5. PESSOA JURÍDICA QUE NUNCA MANTEVE ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL
Se a pessoa jurídica nunca efetuou registros contábeis nas condições exigidas pela legislação fiscal, deverá, por ocasião do levantamento do balanço de abertura, proceder da seguinte forma:

a) tomar como base, para determinar o valor a ser registrado, o custo dos bens do ativo imobilizado, dos investimentos permanentes e outros valores sujeitos à correção monetária do balanço, bem como o valor do capital social, corrigidos monetariamente desde a data da aquisição e da integralização do capital até 31.12.1995;

b) considerar como utilizadas as quotas de depreciação, amortização e exaustão, devidamente corrigidas até 31.12.1995, que seriam cabíveis nos períodos-base anteriores àquele em que realizar o balanço de abertura;

c) após essas providências, proceder aos registros contábeis dos valores apurados no levantamento patrimonial, lançando a diferença apurada entre os valores lançados no Ativo e no Passivo como Lucros ou Prejuízos Acumulados;

d) os registros contábeis referidos na letra "c" serão efetuados da seguinte forma:
d.1) debitar contas do ativo e creditar conta transitória "Balanço de Abertura";
d.2) debitar conta transitória "Balanço de Abertura" e creditar contas do passivo;
d.3) debitar conta transitória "Balanço de Abertura" e creditar conta "Lucros Acumulados" quando o resultado for positivo;
d.4) debitar "Prejuízos Acumulados" e creditar conta transitória "Balanço de Abertura".
Ressalte-se que o valor registrado como Prejuízos Acumulados (diferença apurada entre o Ativo e o Passivo) não poderá ser compensado na determinação do lucro real, tendo em vista tratar-se de prejuízo meramente contábil

Não as franquias de serviços contábeis
Professor de Contabilidade
http://www.contabilidadesemsegredos.com.br
http://professorclaudiorufino.blogspot.com/
twitter @claudio_rufino
skype : c_rufino
@FCSContabeis
http://www.facebook.com/fcscontabeis
Gilney Nascimento

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens25
pontos448
membro desde02/08/2011
cidadeSao Luis - MA
Postada:Segunda-Feira, 2 de julho de 2012 às 14:08:45
O balanço de abertura é para ser feito na data da constituição, ou, por exemplo, existe uma empresa A que foi constituida em 2009 mas até 2011 não foi feito nenhum BP, eu poderia fazer um balanço de abertura em 2012? Quais documentações eu deveria utilizar como base para a mensuração dos saldos? Todo o levantamento dos saldos devem ser baseados em documentações, mesmo a empresa possuindo um bem que não tem Nota? Para autenticar na junta é necessário a mudança de contador no órgão?

Paulo R. Schafer

Moderador

profissãoContador(a)
mensagens5.635
pontos72.142
membro desde16/12/2011
cidadeBrusque - SC
Postada:Segunda-Feira, 2 de julho de 2012 às 14:34:09
Boa tarde colegas,

O empresário que em 2011 era MEI, e que passou a Simples Nacional em 2012, e com isso passou a efetuar as devidas escriturações.

Como será composto o saldo inicial da Conta Caixa e Capital social ?

Obrigado.

Sds...

"Se pensarmos no pássaro garantido em nossa mão, perdemos uma revoada de oportunidades..."
Aldilene Sampaio

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens8
pontos39
membro desde09/09/2010
cidadeMacapa - AP
Postada:Segunda-Feira, 16 de julho de 2012 às 20:34:03
Mensagem Editada por Ricardo C. Gimenez em 16/07/2012 22:37:31
(Regra 18) Seja mais sugestivo no título/assunto do seu tópico, bem como não utilize termos como URGENTE, URGENTÍSSIMO. por Ricardo C. Gimenez em 16/07/2012 22:38:15
Já li várias explicações e não tirei minha dúvida. Peguei uma empresa que iniciou suas atividades em 01/03/2011. Comecei fazer escrituração normal e fechei um balanço em 31/12/2011, sendo que a empresa começou a ter faturamento em Novembro de 2011, registrei tudo nesse diário numero 1.Não utilizei a conta Balanço de abertura, queria saber se esse balanço que fechei e registrei na Junta comercial como primeiro balanço está incorreto? Gostaria de saber se deveria ter fechado um balanço de abertura antes desse balanço, somente com a despesas iniciais. Se sim, há possibilidade de corrigir esse erro? É obrigatório um Balanço de abertura, utilizando a conta especifica "Balanço de abertura"?
Gilberto C. Olgado

Consultor Especial

profissãoGerente Administrativo Financeiro
mensagens3.676
pontos28.004
membro desde21/02/2008
cidadeTupa - SP
Postada:Terça-Feira, 17 de julho de 2012 às 14:48:17
Boa tarde Aldilene!

Neste caso não foi necessário fazer o balanço de abertura porque você iniciou a contabilização já no início da atividade da empresa.

O balanço de abertura é necessário para empresas que já estão em atividade, mas que nos períodos anteriores não foram feitos balanços patrimoniais, como são os vários casos de empresas do Simples Nacional em que se escrituram somente o Livro Caixa.

A vida não é medida pela quantidade de vezes que respiramos, mas pelos momentos que nos tiram a respiração...
" VIVA INTENSAMENTE CADA MINUTO "
Aldilene Sampaio

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens8
pontos39
membro desde09/09/2010
cidadeMacapa - AP
Postada:Terça-Feira, 17 de julho de 2012 às 15:03:21
Obrigada pelos esclarecimentos;

Mas tenho outras duas empresas que possuem Balanço de abertura, feitas pelos contadores anteriores na data da abertura das mesmas,por isso minha dúvida? E mesmo as empresas fornecedoras dessa nova empresa que exerce atividade de comércio, pedem para cadastro, o Balanço de abertura, seria então esse primeiro balanço que fiz, ele pode ser considerado como o balanço de abertura?

agradeço desde já.
Gilberto C. Olgado

Consultor Especial

profissãoGerente Administrativo Financeiro
mensagens3.676
pontos28.004
membro desde21/02/2008
cidadeTupa - SP
Postada:Terça-Feira, 17 de julho de 2012 às 17:05:21
Aldilene, acima tem exemplo feito pela Heloísa dos lançamentos da abertura da empresa, do capital social integralizado, por isso no ano da abertura da empresa não há que se falar em Balanço de Abertura.

Agora no ano seguinte, o saldo das contas do ativo e passivo do final do ano anterior, do encerramento do balanço, pode ser considerado o Balanço de Abertura para iniciar o ano seguinte, algumas instituições pedem para poder avaliar a evolução patrimonial da empresa no ano corrente.

Estas empresas que você diz que tem balanço de abertura deve ser empresas que nos períodos anteriores não possuiam balanço.

No seu caso específico, no ano de 2011, onde a empresa iniciou as atividades não há que se falar em balanço de abertura, pois você contabilizou a empresa deste a abertura, com isso você só tem um Balanço Patrimonial em 31.12.2011.

A vida não é medida pela quantidade de vezes que respiramos, mas pelos momentos que nos tiram a respiração...
" VIVA INTENSAMENTE CADA MINUTO "
Aldilene Sampaio

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens8
pontos39
membro desde09/09/2010
cidadeMacapa - AP
Postada:Terça-Feira, 17 de julho de 2012 às 17:59:14
Dúvidas esclarecidas, muito obrigada Gilberto!
Fábio Henrique Catelani Ferreguti

Usuário 3 Estrelas Novas

profissão
mensagens324
pontos1.927
membro desde08/03/2010
cidadeRondonopolis - MT
Postada:Quarta-Feira, 29 de agosto de 2012 às 18:18:09
Amigo Gilberto, boa tarde

Com relação a esse mesmo assunto, uma empresa (SN) foi constituída em 11/2011 e ja operacionou, porem apenas a partir de 01/2012 que é de minha competencia que ela vai querer fazer a contabilidade. Nesse caso preciso de um balanço de abertura, certo? Em qual data faço esses lançamentos? 31/12/11 ?

Muito Obrigado

Fábio Henrique Catelani Ferreguti
Heloisa Motoki

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens3.160
pontos22.066
membro desde02/02/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Segunda-Feira, 3 de setembro de 2012 às 08:33:42
Fabio
bom dia

Sim, vc deve fazer pq o vale a data de existencia da empresa.

Heloisa Motoki
Gilberto C. Olgado

Consultor Especial

profissãoGerente Administrativo Financeiro
mensagens3.676
pontos28.004
membro desde21/02/2008
cidadeTupa - SP
Postada:Terça-Feira, 4 de setembro de 2012 às 08:48:09
Olá bom dia Fábio!

Seu exemplo é igual ao da Aldilene Sampaio acima, se no ano de 2011, da abertura da empresa em novembro e o mês de dezembro foi contabilizado e fechado o balanço, a empresa já tem saldos das contas do ativo e passivo em 31/12/11.

Com isso é só implantar os saldos em 01/01/2012 no seu sistema, ou fazer os lançamentos conforme explicado acima na conta transitória Balanço de Abertura destes saldos em suas contas respectivas.

Se a empresa não fechou balanço em 31/12/11, você tem 2 opções, como só são 2 meses, fazer os lançamentos destes dois meses e fechar o balanço do ano 2011 ou fazer levantamento dos saldos do ativo e passivo em 31/12/2011.

Bom trabalho.

A vida não é medida pela quantidade de vezes que respiramos, mas pelos momentos que nos tiram a respiração...
" VIVA INTENSAMENTE CADA MINUTO "
Fábio Henrique Catelani Ferreguti

Usuário 3 Estrelas Novas

profissão
mensagens324
pontos1.927
membro desde08/03/2010
cidadeRondonopolis - MT
Postada:Terça-Feira, 4 de setembro de 2012 às 09:00:27
Bom dia Gilberto

Realmente, optei por pedir a ele que fizesse um levantamento de ativos e passivos que possui(ia) em 31/12 para eu lançar no balanço de abertura.

Como o antigo contador não fez o balanço desde o inicio, para eu refazer cobrei um valor, porem o cliente não queria pagar, queria que fizessemos de graça, sem condições.

Mais agradeço a atenção e as respostas

Um abraço e bom trabalho!

Fábio Henrique Catelani Ferreguti
Mariana Cabral Pena

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens21
pontos166
membro desde06/03/2012
cidadeSalvador - BA
Postada:Quinta-Feira, 4 de outubro de 2012 às 09:28:30
Bom dia pessoal,

Fiz a abertura de uma empresa em 28/08/2012 com enquadramento no SN e a mesma solicita uma Balanço de Abertura principalmente para emitir ao banco com objetivo de financiamento. Minha dúvida é : o extrato possui uma valor maior do que R$ 60.000,00 referente ao capital social em contrato. Como contabilizo isso.
Grata.
Heloisa Motoki

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens3.160
pontos22.066
membro desde02/02/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sexta-Feira, 5 de outubro de 2012 às 15:03:34
Mariana
Boa tarde


Certifique de que o valor esta mesmo identificado no contrato social, em caso positivo vc deverá lançar:

D - Bancos (Ativo)
C - Capital Social (PL)


Heloisa Motoki

Igor Montenegro Escariao

Usuário Iniciante

profissãoContador(a)
mensagens41
pontos501
membro desde08/01/2013
cidadeJoao Pessoa - PB
Postada:Terça-Feira, 19 de março de 2013 às 09:53:16
Pessoal, tou com a mesma dúvida do Paulo e acho que não foi respondido.
Tenho um cliente que em 2012 era MEI, e passou para Microempresa do Simples em Janeiro de 2013.
Como devo fazer o balanço inicial ou balanço de abertura?
Gilberto C. Olgado

Consultor Especial

profissãoGerente Administrativo Financeiro
mensagens3.676
pontos28.004
membro desde21/02/2008
cidadeTupa - SP
Postada:Quinta-Feira, 21 de março de 2013 às 09:20:07
Bom dia Igor Montenegro!

O fato de a empresa alterar o enquadramento fiscal na Receita Federal não altera os valores do balanço já encerrado no ano anterior.

No seu caso, pode ser lançado no início do ano de 2013 o saldo do balanço anterior, de 2012, e iniciar a contabilização do período.

O que altera é a forma de apuração dos impostos que deve ser adequada de acordo com o enquadramento.

A vida não é medida pela quantidade de vezes que respiramos, mas pelos momentos que nos tiram a respiração...
" VIVA INTENSAMENTE CADA MINUTO "

mostrando página 1 de 2
1 2

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

Facebook

Receba Novidades


POSTS RELACIONADOS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

Quem participa

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 1.38 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César