Contábeis o portal da profissão contábil

22
Set 2014
11:13

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Cancelamento do Aviso Prévio

7   respostas
22.552   acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Luciana Agostini

Usuário Novo

postada em: Quarta-Feira, 22 de agosto de 2007 às 08:32:06
Bom Dia, Gostaria de saber se alguem possui algum modelo de cancelamento do aviso prévio? Já que a empresa resolveu não dispensar mais o funcionário.

Att

Luciana A.
Monique Serafim Silvares

Usuário 4 Estrelas Novas

postada em: Quarta-Feira, 22 de agosto de 2007 às 08:34:31
a 2ª via do aviso está com ele, se não tiver é só desconsiderar.

é assim que eu faço.
Luciana Agostini

Usuário Novo

postada em: Quarta-Feira, 22 de agosto de 2007 às 08:39:34
Monique, a Empresa irá pegar a via do funcionário, porem gostaria de fornecer uma carta informando que o aviso não será valido, voltado ele trabalhar por prazo indeterminado.
Juliana Mira

Usuário 4 Estrelas Novas

postada em: Quarta-Feira, 22 de agosto de 2007 às 08:44:40
se vc pegar a via que esta com o funcionario e desconsiderar este não terá mais validade é claro que tudo deve ser feito com o consentimento do mesmo...
Luciana Agostini

Usuário Novo

postada em: Quarta-Feira, 22 de agosto de 2007 às 08:52:11
Mas Para Prevenção gostariamos de fazer uma cartinha.
Luiz José

Moderador

postada em: Quarta-Feira, 22 de agosto de 2007 às 11:03:16
A título de complementação do tópico, vale salientar que a CLT estabelece que a rescisão torna-se efetiva depois de expirado o prazo do aviso prévio, mas possibilita a sua reconsideração. A parte notificante, empregador ou empregado, poderá reconsiderar o ato, ( dispensa sem justa causa ou pedido de demissão, conforme o caso ) antes do término do aviso, sendo facultado à outra parte aceitá-la ou não. O contrato continuará a vigorar, como se o aviso não tivesse sido dado, caso seja aceita a reconsideração, ou o empregado tenha continuado a prestação de serviço depois de expirado o prazo.

Amparo legal artigo 489 da CLT.

AVISO AOS NAVEGANTES: Qualquer pessoa tem o direito de presumir–se inocente até a sua culpabilidade ser provada. Cabe a cada um ser reto em suas ações para que seja sempre inocente.
Zilva Candida

Usuário 5 Estrelas de Prata

postada em: Quarta-Feira, 22 de agosto de 2007 às 11:13:49
Olá meninas!!

Art. 489. Dado o aviso prévio, a rescisão torna-se efetiva depois de expirado o respectivo prazo, mas, se a parte notificante reconsiderar o ato, antes de seu termo, à outra parte é facultado aceitar ou não a reconsideração.

Parágrafo único. Caso seja aceita a reconsideração ou continuando a prestação depois de expirado o prazo, o contrato continuará a vigorar, como se o aviso não tivesse sido dado.

Portanto, não será "arrancando" a 2ª via do funcionário que a empresa consiguirá anular o referido aviso, como a Juliana disse..."é claro que tudo deve ser feito com o consentimento do mesmo..."

Luciana, não existe modelo legal sobre essa "cartinha", mas se pra você será mais seguro tê-la, não precisa ser nada muito formal apenas dizendo uma justificativa da anulação do aviso prévio.

abç!!

"Que Deus me dê Serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar, Coragem para mudar as que posso e Sabedoria para distinguir uma da outra."

Zilva


Zilva Candida

Usuário 5 Estrelas de Prata

postada em: Quarta-Feira, 22 de agosto de 2007 às 11:15:33
Bom dia Luiz, sem palavras...rsr

abç!

"Que Deus me dê Serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar, Coragem para mudar as que posso e Sabedoria para distinguir uma da outra."

Zilva



Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Receba Novidades


Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.2 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César