Contábeis o portal da profissão contábil

21
Jan 2018
01:06

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Alteração de Simples Nacional para Lucro Presumido

38respostas
34.030acessos
  

mostrando página 1 de 2
1 2
Janiffer Thais da Silva

Usuário Novo

profissãoAssistente Contabilidade
mensagens18
pontos286
membro desde03/06/2011
cidadePedreira - SP
Postada:Segunda-Feira, 25 de junho de 2012 às 16:08:36
Oi Boa Tarde.
Tenho uma empresa que mudou de simples nacional para lucro presumido no mês de abril, mas essa empresa faturou até o mês de março como simples nacional e só apartir de abril as obrigação seriam como lucro presumido, como vou fazer a parte do imposto de renda juridico da empresa eu vou entregar a DASN e a DIPJ no ano que vem ou vou entregar apenas um? Como que funciona? Se alguem puder ajudar desde já agradeço.
Phillipe Gambôa

Consultor Especial

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens3.829
pontos26.688
membro desde28/04/2010
cidadeRecife - PE
Postada:Segunda-Feira, 25 de junho de 2012 às 16:17:06
Mensagem Editada por Phillipe Gambôa em 25/06/2012 16:19:38
Janiffer Thais da Silva

Olá a opção de mudança tributária só ocorre uma vez ao ano e sempre no periodo de 01/01 a 31/01 se foi feito fora deste periodo está incorreto.

Apenas empresas novas (inscrição do cnpj) poderão optar em qualquer dia do ano o regime que adotará. Fora isto somente em janeiro.

No caso ai, cheque no site do simples a data do pedido de desenquadramento e a data que foi deferido.

Resumindo se ela recolheu como simples no inicio do ano deverá proceder até o final do ano.

Abertura, alterações e baixas no Brasil
Consultoria via Skype
Contabilidade
Fiscal
Orçamento gratuito
-----
[email protected]

2 pessoas aprovaram esta mensagem.

Janiffer Thais da Silva

Usuário Novo

profissãoAssistente Contabilidade
mensagens18
pontos286
membro desde03/06/2011
cidadePedreira - SP
Postada:Segunda-Feira, 25 de junho de 2012 às 16:30:50
É q a empresa fez alteração np contrato social ela era 47.44-0/02 Comércio varejista de madeira e artefatos e mudou para 49.29-9-02 - Transporte rodoviário coletivo de passageiros, sob regime de fretamento, intermunicipal, interestadual e internacional, e esse CNAE obriga a empresa a ser Lucro presumido e ela faturou como comercio varejista até o mes de março e apartir de abril se tornou Lucro Presumido como eu fasso nesse caso pra entregar o imposto de renda juridico? eu vou entregar a DASN e a DIPJ ou apenas um deles?
Phillipe Gambôa

Consultor Especial

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens3.829
pontos26.688
membro desde28/04/2010
cidadeRecife - PE
Postada:Segunda-Feira, 25 de junho de 2012 às 17:03:55
Primeiramente verifique no portal do simples :

http://www8.receita.fazenda.gov.br/simplesnacional/aplicacoes/atbhe/consultaoptantes.app/consultaropcao.aspx

Se o desenquadramento foi efetuado corretamente e a data, independente do pedido da JUNTA, você deverá checar se foi feito o desenquadramento a Receita Federal que é feito pelo site acima.

Após confirmar a data constante no site do simples, deverá apresentar DASN da data inicio até o desenquadramento, após o desenquadramento deverá apresentar a dipj.

Abertura, alterações e baixas no Brasil
Consultoria via Skype
Contabilidade
Fiscal
Orçamento gratuito
-----
[email protected]

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Regina Vitoria Rastrelli Teixeira

Usuário 2 Estrelas de Prata

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens668
pontos5.528
membro desde16/07/2010
cidadeNova Iguacu - RJ
Postada:Segunda-Feira, 25 de junho de 2012 às 17:10:56
Olá Janiffer,

Já tive o mesmo caso aqui.

Quando chegar no ano que vem você vai fazer duas declarações.
Uma no portal do simples do período em que a empresa era optante do simples.

A outra sera a DIPJ onde você deverá informar a data do desenquadramento e o período em que a empresa passou a lucro presumido.

Espero ter ajudado.

Abraço,

Regina Rastrelli
Contabilista - CRCRJ 043751/O-8

2 pessoas aprovaram esta mensagem.

Regina Vitoria Rastrelli Teixeira

Usuário 2 Estrelas de Prata

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens668
pontos5.528
membro desde16/07/2010
cidadeNova Iguacu - RJ
Postada:Segunda-Feira, 25 de junho de 2012 às 17:16:52
Jenniffer,

Devido ao comentário do Phillipe, resolvi complementar minha postagem:

Vale ressaltar que no portal do simples, após o envio do pedido de exclusão, este cliente continuou a constar como optante do simples durante todo o ano calendário.
Então, independente de obter a confirmação no site, se oriente pela data do instrumento no orgão de registro.

Assim você irá evitar possíveis multas.

Abraço,

Regina Rastrelli
Contabilista - CRCRJ 043751/O-8

1 pessoa aprovou esta mensagem.

profissãoContador(a)
mensagens130
pontos1.063
membro desde02/09/2010
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 5 de julho de 2012 às 17:12:47
E no caso de uma empresa que é optante pelo Simples Nacional, mas está INATIVA, ela pode alterar para PRESUMIDO, caso queira voltar a ter atividade financeira durante o decorrer do ano?
Luiz Carlos Matos

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens14
pontos173
membro desde11/04/2008
cidadeSalvador - BA
Postada:Terça-Feira, 19 de fevereiro de 2013 às 23:17:29
Amigos,

Tenho um Cliente optante pelo Simples Nacional.

Um dos sócios tem participação societária em outra empresa com percentual de 50%, com regime de tributação no Lucro Presumido.

Sabemos que não seria impedimento, já que as somas das receitas das duas empresas não superam 3.600.000,00.

Ocorre, entretanto que a empresa que ele participa no lucro presumido, tem receita adicional oriunda de uma sociedade me conta de participação-SCP.

Nosso questionamento é no sentido da receita da SCP. Que receita deve ser considerada para excesso de receita no Simples Nacional: A receita que deu origem a distribuição do lucro ou o lucro distribuido.

Gostaria de ouvir a opinião de vcs.

Grato.


Jumar José Vieira

Usuário Frequente

profissãoContador(a)
mensagens89
pontos991
membro desde14/11/2012
cidadeBrasilia - DF
Postada:Segunda-Feira, 4 de março de 2013 às 16:11:18
Como fica nas Declarações a distribuição de Lucros e o pagamento de pro labore de uma empresa que era do Simples até abril, depois passou para Presumido.
Jose Alencar de Novais Chaves

Usuário Iniciante

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens58
pontos1.360
membro desde29/07/2010
cidadeRio Claro - SP
Postada:Segunda-Feira, 22 de julho de 2013 às 10:33:12
Regina, Bom dia,


Poderia tirar uma duvida? Minha empresa é uma Transportadora tributada pelo simples Nacional, e o faturamento de Jan a Junho está em R$ 1.680.000,00. Minha dúvida é? posso agora em julho mudar e recolher sobre o lucro presumido, pois a expectativa é que este faturamento tenha um crescimento até dez/2013, Qual o procedimento que voçê me orienta?

Agradeço atenção,

Grato,

Alencar
Regina Vitoria Rastrelli Teixeira

Usuário 2 Estrelas de Prata

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens668
pontos5.528
membro desde16/07/2010
cidadeNova Iguacu - RJ
Postada:Segunda-Feira, 22 de julho de 2013 às 12:24:02
Jose Alencar de Novais Chaves, boa tarde.

O procedimento é fazer alteração no órgão de registro (RCPJ ou JUCERJA) e informar à Receita Federal o desenquadramento pelo programa do CNPJ.

Após informar poderá recolher os impostos pelo Lucro Presumido.

Durante algum tempo a sua empresa irá constar como optante pelo simples porque o sistema da RFB.

Quando for declarar o Imposto de Renda da PJ, você terá 2 declarações a ser feita. Uma no site do simples referente ao período em que ela permaneceu enquadrada e outra será a DIPJ do período após o desenquadramento.

Espero ter ajudado.

Tenha uma ótima tarde.

Regina Rastrelli
Contabilista - CRCRJ 043751/O-8

Jose Alencar de Novais Chaves

Usuário Iniciante

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens58
pontos1.360
membro desde29/07/2010
cidadeRio Claro - SP
Postada:Segunda-Feira, 22 de julho de 2013 às 13:32:39
Regina Vitoria, Boa tarde,

Quando você fala de registro,isto é no site do simples nacional fazer a exclusão, correto!, após isto o recolhimento ser pelo presumido?


Grato


José Alencar
Saulo Heusi

Usuário VIP

profissão
mensagens21.877
pontos213.970
membro desde24/07/2006
cidade
Postada:Segunda-Feira, 22 de julho de 2013 às 14:03:04
Boa tarde José,

Ultrapassar o limite previsto para permanência no Simples Nacional não é bastante para que a empresa mude o sistema tributário no decorrer do ano em questão.

Art. 73. A exclusão do Simples Nacional, mediante comunicação da ME ou da EPP, dar-se-á:

I - por opção, a qualquer tempo, produzindo efeitos: (Lei Complementar n º 123, de 2006, art. 30, inciso I e art. 31, inciso I e § 4 º )

a) a partir de 1 º de janeiro do ano-calendário, se comunicada no próprio mês de janeiro;

b) a partir de 1 º de janeiro do ano-calendário subsequente, se comunicada nos demais meses;

II - obrigatoriamente, quando:

a) a receita bruta acumulada ultrapassar um dos limites previstos no § 1 º do art. 2 º , hipótese em que a exclusão deverá ser comunicada:

1. até o último dia útil do mês subsequente à ultrapassagem em mais de 20% (vinte por cento) de um dos limites previstos no § 1 º do art. 2 º , produzindo efeitos a partir do mês subsequente ao do excesso; (Lei Complementar n º 123, de 2006, art. 30, inciso IV, § 1 º , inciso IV; art. 31, inciso V, alínea "a")

2. até o último dia útil do mês de janeiro do ano-calendário subsequente, na hipótese de não ter ultrapassado em mais de 20% (vinte por cento) um dos limites previstos no § 1 º do art. 2 º , produzindo efeitos a partir do ano-calendário subsequente ao do excesso; (Lei Complementar n º 123, de 2006, art. 30, inciso IV, § 1 º , inciso IV; art. 31, inciso V, alínea "b")

Art. 90. A falta de comunicação, quando obrigatória, da exclusão da ME ou EPP do Simples Nacional, nos termos do art. 73, sujeitará a multa correspondente a 10% (dez por cento) do total dos tributos devidos de conformidade com o Simples Nacional no mês que anteceder o início dos efeitos da exclusão, não inferior a R$ 200,00 (duzentos reais), insusceptível de redução. (Lei Complementar n º 123, de 2006, art. 36)


Resolução CGSN 94/2011

...

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Jose Alencar de Novais Chaves

Usuário Iniciante

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens58
pontos1.360
membro desde29/07/2010
cidadeRio Claro - SP
Postada:Segunda-Feira, 22 de julho de 2013 às 14:46:32
Boa tarde, Saulo,


É um grande prazer compartilhar com vossa sabedoria! quanto a questão do simples para presumido, A) e vetado a mudança de regime tributário no decorrer do execício? B) Existe outra forma que possamos utilizar para mudar.

Grato,

Abraço,

José Alencar
Regina Vitoria Rastrelli Teixeira

Usuário 2 Estrelas de Prata

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens668
pontos5.528
membro desde16/07/2010
cidadeNova Iguacu - RJ
Postada:Segunda-Feira, 22 de julho de 2013 às 17:43:55
Jose Alencar de Novais Chaves,

Na explicação do Saulo Heusi (Grande Mestre do nosso Fórum), observe que não foi dito que você não pode mudar o regime de tributação dentro do exercício quando trata-se de sair do simples para LP.
Leia atentamente o que ele publicou para tomar a iniciativa mais correta.
Quanto as suas perguntas: A) Não é vedado; e, B) Mudanças podem ser feitas mediante procedimentos informados na minha resposta e principalmente nas orientações do Saulo.

Quando a empresa é lucro presumido e quer ser optante pelo Simples é que não é possível dentro do ano calendário. A opção só é permitida e válida para o início do ano.

Grande abraço,

Regina Rastrelli
Contabilista - CRCRJ 043751/O-8

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Jose Alencar de Novais Chaves

Usuário Iniciante

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens58
pontos1.360
membro desde29/07/2010
cidadeRio Claro - SP
Postada:Terça-Feira, 23 de julho de 2013 às 11:25:10
Bom dia, Regina Vitoria,


Muito obrigado pela sua atenção,

Bom serviço e boa semana,

José Alencar
Marcy Cristina

Usuário Frequente

profissãoAssistente Fiscal
mensagens69
pontos553
membro desde28/08/2013
cidadeBelo Horizonte - MG
Postada:Segunda-Feira, 16 de setembro de 2013 às 12:14:48
Prezados, boa tarde!

Estou com uma dúvida e gostaria de um auxílio. Uma empresa cuja o CNAE é 85.99-6-05 - Cursos preparatórios para concursos, que era optante pelo simples nacional, tinha uma parcelamento e por falta de pagamento de algumas parcela ela foi excluída do simples nacional, em Julho/2013. Agora passou a ser Lucro Presumido. De Janeiro/2013 á Junho/2013, não emitiu nenhuma nota fiscal. Somente foi ter movimento a partir de Julho/2013. A empresa terá que recolher PIS, COFINS, a partir do mês de Julho/2013? Com relação as Declarações como DACON, DCFT, SPED, etc, como devo proceder?

Desde já agradeço
profissãoEconomista
mensagens1
pontos10
membro desde14/10/2013
cidadePorto Alegre - RS
Postada:Segunda-Feira, 14 de outubro de 2013 às 13:47:28
Olá,

estou com um pequeno problema de devolução. Recebi notas ficais de serviço de um consultor onde se destaca na nota fiscal que é optante pelo simples, porém ele fez na mesma nota o destaque das tributações. O que devo fazer? Devolvo a nota por haver duas formas de tributação ou faço a pagamento da mesma?

Saulo Heusi

Usuário VIP

profissão
mensagens21.877
pontos213.970
membro desde24/07/2006
cidade
Postada:Terça-Feira, 15 de outubro de 2013 às 07:40:54
Bom dia Tulio

Se estivermos falando de empresa de consultoria, certamente ela não poderá ser optante pelo Simples Nacional.

Neste caso você deve proceder as retenções (IR e CSRF) e alertar o responsável sobre a vedação de tais atividades no Simples Nacional.

...
André Amoroso Marçom

Usuário Ativo

profissãoContador(a)
mensagens110
pontos982
membro desde31/07/2007
cidadeIbira - SP
Postada:Segunda-Feira, 4 de novembro de 2013 às 13:26:38
Olá, gostaria de saber...Tenho uma empresa de transporte de cargas que é Simples Nacional, só que como é Simples a empresa que contrata não tem direito ao aproveitamento de crédito de ICMS, portanto eu queria mudar para o Lucro Presumido a partir de Janeiro/2014, qual é o procedimento a fazer?
att
André
Adilson Castro de Queiroz

Consultor Especial

profissãoAnalista Tributos
mensagens4.459
pontos32.219
membro desde12/08/2009
cidadeBirigui - SP
Postada:Quarta-Feira, 29 de janeiro de 2014 às 12:44:45
Regina Vitoria Rastrelli Teixeira!

No caso de Empresa, que em 2013 foi do Simples Nacional, e que resolveu desenquadrar, passando a ser do Lucro Presumido, é só desenquadrar ou tem que realizar algum outro procedimento?

Analista Fiscal e Tributário - Auditor SPED
Blog: http://spedeasy.blogspot.com.br/
Realizo uma Analise Sintética em seu arquivo SPED (sem compromisso)
Realizo verificação tributária de Itens: ICMS/PIS/COFINS
e-mail: [email protected]
Peterson de Souza Dal Col

Usuário 4 Estrelas de Prata

profissãoContador(a)
mensagens811
pontos8.037
membro desde23/02/2010
cidadePonta Grossa - PR
Postada:Quarta-Feira, 29 de janeiro de 2014 às 12:51:08
André Amoroso Marçom e Adilson Castro de Queiroz

Basta apenas acessar o portal do simples nacional e solicitar a exclusão do regime, passado então a cumprir as obrigações referentes ao lucro presumido.

Att
Fernanda Sayuri Fukui

Usuário Iniciante

profissãoContador(a)
mensagens57
pontos1.242
membro desde15/11/2012
cidadeSinop - MT
Postada:Quarta-Feira, 2 de abril de 2014 às 10:45:00
Bom dia, tenho uma indústria que atualmente está enquadrada no Simples Nacional, por motivos de requerer um beneficio fiscal o qual não aceita o Simples, ela deseja sair, por ser mais vantajoso e também porque ela com certeza irá ultrapassar o limite. A) A empresa consegue efetivar a exclusão neste período, com efeitos para o próximo mês? B) Se sim, como seria essa exclusão? C) Ela teria de recolher retroativo, o que já recolheu como Simples? D) Se a empresa, alterar o CNAE para um impeditivo, teria de recolher retroativo também?

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Marcos Rodrigues

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens9
pontos63
membro desde04/08/2010
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Quinta-Feira, 11 de dezembro de 2014 às 20:58:51
aproveitando o assunto alguem pode me confirmar oi me informar, se uma empresa de lucro presumido (seguradora) para ingressar no simples nacional ano que vem, precisa fazer alteração de contrato, algum procedimento no RCPJ, ou basta fazer o requerimento no site do Simples nacional?

no aguardo

abç a todos

Priscila

Usuário Novo

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens3
pontos21
membro desde04/12/2014
cidadeCampinas - SP
Postada:Quarta-Feira, 7 de outubro de 2015 às 16:56:58
Boa tarde !!!

Aqui no escritório tem uma empresa de Transporte que era optante pelo Simples Nacional e fez a exclusão do Simples por opção, consulto no site do Simples e ela está excluída a partir de 09/2015, como devo proceder em relação a tributação de agora em diante ? Os impostos que foram pagos de 01/2015 a 08/2015 continuaram como Simples Nacional ou tenho que retroceder desde 01/2015 para o presumido ?
Fernanda Sayuri Fukui

Usuário Iniciante

profissãoContador(a)
mensagens57
pontos1.242
membro desde15/11/2012
cidadeSinop - MT
Postada:Quarta-Feira, 7 de outubro de 2015 às 17:00:35
Boa Tarde Pricila tenho uma empresa que saiu do Simples por opção. Não fez recolhimento retroativo, eles começaram no Lucro Presumido a partir do mês de exclusão.
Grata

Danilo Zanon dos Santos

Usuário Estrela Dourada

profissãoContador(a)
mensagens1.052
pontos12.606
membro desde19/05/2015
cidadeSao Bernardo do Campo - SP
Postada:Quarta-Feira, 7 de outubro de 2015 às 17:04:52
Priscila,

É pela data. Pelo que você disse até 08/2015 fica Simples Nacional.

A partir da data da saída do Simples Nacional passe a gerar e recolher impostos pelo Lucro Presumido tranquilamente.

Não tem nada de retroativo.

Danilo Zanon dos Santos
Contador
Zanon Assessoria Contabil
Site: http://www.zanoncontabil.com.br
Facebook: http://www.facebook.com/zanoncontabil
Linkedin: https://www.linkedin.com/company/zanon-assessoria-contabil
profissãoContador(a)
mensagens4
pontos68
membro desde06/10/2014
cidadeBelo Horizonte - MG
Postada:Terça-Feira, 16 de fevereiro de 2016 às 17:29:04
Prezados,
me ajudem com essa situação.

Eu era optante pelo lucro presumido em 2015.

Minha atividade é comércio de bar e restaurante.

Em jan/2016, fiz opção pelo Simples Nacional.
Meu restaurante utiliza máquina de cupom fiscal. E utilizo o Sintegra para importar o faturamento pela máquina do Cupom Fiscal,

Estou com a seguinte dúvida:

1) Necessito alterar a parametrização da máquina de cupom fiscal para que a tributação seja pelo Simples Nacional?
2) Como a resposta pela opção do SN, deu-se agora em Fev/2016, como faço com a tributação de Jan/2016?

Obrigada pela atenção de sempre dos colegas!
Cristina Santos

Usuário Iniciante

profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens32
pontos331
membro desde17/06/2013
cidadeSuzano - SP
Postada:Quarta-Feira, 9 de março de 2016 às 14:45:48
Prezados

Sei que já foi mencionado no tópico em relação ao que fazer quando uma empresa participou de duas tributações no mesmo ano (Simples Nacional e Lucro Presumido) . Porém, estou tendo problemas pra fazer as duas declarações. No caso do Simples, consegui fazer a DEFIS no período correspondente de 01/03 a 31/03/2015, mas ao fazer a DIPJ no período em que ela ficou no Lucro Presumido, o sistema não aceita e dá a seguinte mensagem:

O CNPJ do declarante consta como optante do Simples Nacional, portanto, o contribuinte deve cumprir com as obrigações acessórias previstas na legislação específica.

Alguém pode me dar uma ajuda?
Danilo Zanon dos Santos

Usuário Estrela Dourada

profissãoContador(a)
mensagens1.052
pontos12.606
membro desde19/05/2015
cidadeSao Bernardo do Campo - SP
Postada:Quarta-Feira, 9 de março de 2016 às 14:52:34
Cristina Santos, boa tarde!

Tem certeza que é a DIPJ que você se refere? Deve haver algum engano aí... DIPJ não tem mais...

Danilo Zanon dos Santos
Contador
Zanon Assessoria Contabil
Site: http://www.zanoncontabil.com.br
Facebook: http://www.facebook.com/zanoncontabil
Linkedin: https://www.linkedin.com/company/zanon-assessoria-contabil

mostrando página 1 de 2
1 2

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

Certificado Digital certificados digitais com preços promocionais para contadores

desconto de 15% em certificados digitais e pague no boleto ou parcele sem juros no cartão.

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.05 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César