Contábeis o portal da profissão contábil

30
Jul 2014
06:03

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Devolução dos 40%

8respostas
6.520acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Luciana Ramalho Cursino

Usuário Iniciante

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens42
pontos252
membro desde08/08/2007
cidadeTaubate - SP
Postada:Terça-Feira, 28 de agosto de 2007 às 11:29:14
Como funciona a devolução desses 40% quando a empresa faz acordo com o funcionário???
Eugenio Lopes

Usuário 4 Estrelas de Prata

profissãoContador(a)
mensagens840
pontos6.023
membro desde20/06/2006
cidadeSorocaba - SP
Postada:Terça-Feira, 28 de agosto de 2007 às 11:35:20
Olá

Não existe acordo entre patrão e empregado.

Embora praticado, o empregador sofre as sanções por rescisão fraudulenta.

O que ocorre, é que num acordo entre as partes, o empregado devolve o valor referente aos 40% pagos pela empresa, sacando o valor disponibilizado em sua conta no FGTS.

At

Cláudio Lopes

EUGÊNIO LOPES
Monique Serafim Silvares

Usuário 4 Estrelas Novas

profissãoAuxiliar Escritório
mensagens397
pontos2.224
membro desde01/08/2007
cidadeSao Mateus - ES
Postada:Terça-Feira, 28 de agosto de 2007 às 14:35:25
tive casos aki em que o cliente entrou em acordo com o funcionários.

1 na hora da homologação o funcionário denunciou o patrão, e ele foi multado.

2 o funcionário sacou os 40% da multa e não deveolveu para a empresa.

então eu recomendo q além de ilegal, não fazer isto.
Mozart Rodrigues e Silva Neto

Usuário Estrela Dourada

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens1.466
pontos9.387
membro desde30/07/2007
cidadeFortaleza - CE
Postada:Terça-Feira, 28 de agosto de 2007 às 15:11:22
É um risco para o empregador, né?

Mas, já vi um caso em q esse valor era descontado no TRCT com uma verba "desconto autorizado".

Monique Serafim Silvares

Usuário 4 Estrelas Novas

profissãoAuxiliar Escritório
mensagens397
pontos2.224
membro desde01/08/2007
cidadeSao Mateus - ES
Postada:Terça-Feira, 28 de agosto de 2007 às 15:19:27
sim Morzat

eu acho que é um risco desnecesário.

esse desconto nunca vi, como é q ocorre?
Luciana Ramalho Cursino

Usuário Iniciante

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens42
pontos252
membro desde08/08/2007
cidadeTaubate - SP
Postada:Terça-Feira, 28 de agosto de 2007 às 15:22:25
Ok!! Pessoal obrigada pelos esclarecimentos!!!
Não sabia que era grave assim
Mozart Rodrigues e Silva Neto

Usuário Estrela Dourada

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens1.466
pontos9.387
membro desde30/07/2007
cidadeFortaleza - CE
Postada:Terça-Feira, 28 de agosto de 2007 às 15:23:56
Eu vi no TRCT de uma amiga q trabalhava em um supermercado aqui de Fortaleza.

Fizeram um acordo pra ela sacar o FGTS e receber o seguro-desemprego, com a promessa de que a readmitiriam e incluiram esse desconto com o título "desconto autorizado" no TRCT q era referente aos 40%.

A rescisão foi homologada sem q o homologador questionasse sobre esse desconto.

Monique Serafim Silvares

Usuário 4 Estrelas Novas

profissãoAuxiliar Escritório
mensagens397
pontos2.224
membro desde01/08/2007
cidadeSao Mateus - ES
Postada:Sexta-Feira, 31 de agosto de 2007 às 15:32:35
a tá entendi.

nesse caso o empregado, terá q confiamr este deconto, né.

abç
Filomena

Usuário 3 Estrelas Novas

profissãoEncarregado(a)
mensagens308
pontos1.846
membro desde13/04/2007
cidadeGoiania - GO
Postada:Sexta-Feira, 31 de agosto de 2007 às 16:45:31
Colegas

O lançamento dos 40% da multa maquiado na rescisão, é facilmente percebido pela fiscalização e em casos de denuncias tambem.

Este lançamento não é aconselhado.

Bom final de semana a todos.

Consulte sempre a Convençao Coletiva.

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

Facebook

Receba Novidades


POSTS RELACIONADOS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

Quem participa

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.36 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César