Contábeis o portal da profissão contábil

19
Dez 2014
18:10
você está em:

FÓRUM CONTÁBEIS » Contabilidade

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Devolução de Vendas - Contabilização

13   respostas
7.314   acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Débora Laís Romano

Usuário Novo

postada em: Segunda-Feira, 21 de janeiro de 2013 às 09:11:04
Bom dia.

Estou com uma dúvida e gostaria que alguém pudesse me ajudar a fazer a contabilização da maneira correta

Na empresa onde trabalho, está sendo comum aparecer a seguinte situação:

Vendemos para o cliente e recebemos normalmente no vencimento. Mas, após algum tempo, há a devolução as vezes total, às vezes parcial referente à nota recebida.

Nisso, pela integração do nosso sistema contábil a conta do cliente FICA CREDORA com saldo em aberto para fazer a empresa fazer a devolução do dinheiro, ou abater esse valor com uma nova emissão de nota de venda.

Mas como aqui demora pra sair as notas ou a devolução em espécie a conta fica credora por um tempo razoável, isso me preocupa.

Existe algum tipo de lançamento que posso fazer para que essa conta não fique Credora?!


Desde já agradeço.
Wagner Gomes

Usuário Frequente

postada em: Segunda-Feira, 21 de janeiro de 2013 às 13:03:12
Prezada Debora, Boa tarde!!


Veja se neste topico já debatido aqui no forum, você encontra a solução para seu problema...


Sds,
Wagner Gomes

http://www.contabeis.com.br/forum/topicos/17891/contabilizacao-devolucao-compras-e-vendas/
Gilberto C. Olgado

Consultor Especial

postada em: Segunda-Feira, 21 de janeiro de 2013 às 14:29:25
Boa tarde Débora!

A concretização da devolução de vendas é a emissão da nota fiscal desta operação.

Creio que seu problema é operacional, a empresa tem que condicionar esta devolução com a emissão da nota fiscal, não se pode deixar mercadorias transitarem sem ser acobertadas pela nota fiscal, com isso na devolução da venda o cliente tem que emitir a nota de devolução.

O setor financeiro não pode efetuar um pagamento sem que haja a nota fiscal.

Nestes casos já concretos, deve ser lançado o pagamento em outra conta no ativo, adiantamento de cliente por exemplo.

Após a emissão da nota fiscal de devolução faz-se o lançamento para conta própria.

A vida não é medida pela quantidade de vezes que respiramos, mas pelos momentos que nos tiram a respiração...
" VIVA INTENSAMENTE CADA MINUTO "
Débora Laís Romano

Usuário Novo

postada em: Segunda-Feira, 21 de janeiro de 2013 às 16:37:47
Boa tarde Gilberto,

Para explanar melhor, tenho a seguinte situação de lançamento contábil na empresa (datas e valores fictícios):

14/05 - Venda

D - CLIENTES - 100,00
C - VENDA DE MERCADORIAS - 100,00

16/05 - RECEBIMENTO

D - BANCO/CAIXA - 100,00
C - CLIENTES - 100,00

05/06 - DEVOLUÇÃO

D - DEVOLUÇÃO - 100,00
C - CLIENTES - 100,00

Sendo assim, a conta de Clientes fica Credora em 100,00

Contabilmente, gostaria de saber se existe alguma conta contábil para utilizar, uma vez que a empresa na qual trabalho demora para fazer a contrapartida para zerar essa conta.
Anderson Souza dos Santos

Usuário 3 Estrelas de Prata

postada em: Segunda-Feira, 21 de janeiro de 2013 às 17:32:08
Boa tarde

Seria.

D - CLIENTES
C - DUPLICATAS A PAGAR

Marcelo Sousa Santos

Usuário Novo

postada em: Segunda-Feira, 21 de janeiro de 2013 às 17:50:47
OLA ACREDITO QUE SUA SITUAÇÃO SEJA ESTA.
DEVOLUÇÃO DE VENDAS

1. DEVOLUÇÃO DE VENDAS DO PRÓPRIO EXERCÍCIO

Ocorrendo a devolução de venda, o valor correspondente a essa devolução deverá ser contabilizado em conta própria, como redutora da receita bruta das vendas.

Exemplo:

Empresa recebe a seguinte devolução mercadorias de cliente:

Valor das mercadorias (100 unidades x R$ 30,00) R$ 30.000,00
Valor do IPI destacado: R$ 3.000,00
Valor Total da Nota Fiscal: R$ 33.000,00
Valor do ICMS destacado: R$ 5.100,00

O custo das mercadorias vendidas relativas ao lote devolvido é de R$ 22.000,00

1) Lançamento contábil das mercadorias recebidas em devolução:

D – Devoluções de Vendas (Resultado) R$ 30.000,00
D - IPI a Recuperar (Ativo Circulante) R$ 3.000,00
C - Duplicatas a Receber (Ativo Circulante) R$ 33.000,00

2) Contabilização do ICMS:

D - ICMS a Recuperar (Ativo Circulante)
C - ICMS sobre Vendas (Resultado)
R$ 5.100,00

3) Reversão do custo das mercadorias apropriado ao resultado:

D - Estoques (Ativo Circulante)
C - Custo das Mercadorias Vendidas (Resultado)
R$ 22.000,00


Com base nos dados do exemplo do item anterior teremos os seguintes lançamentos contábeis:

1) Registro da Devolução:

D - Devolução de Vendas de Exercício Anterior (Resultado) R$ 30.000,00
D - IPI A Recuperar (Ativo Circulante) R$ 3.000,00
C - Duplicatas A Receber (Ativo Circulante) R$ 33.000,00

2) Registro do ICMS:

D - ICMS a Recuperar (Ativo Circulante)
C - Devolução de Vendas de Exercício Anterior (Resultado)
R$ 5.100,00

3) Registro na entrada do estoque:

D - Estoques (Ativo Circulante)
C - Devolução de Vendas de Exercício Anterior (Resultado)
R$ 22.000,00
Gilberto C. Olgado

Consultor Especial

postada em: Segunda-Feira, 21 de janeiro de 2013 às 18:05:13
O procedimento de contabilzação está bem explicado pelo Marcelo, já o lançamento do Anderson Souza não está correto pois a situação da Débora é de que a empresa efetuou um pagamento de um valor de mercadoria devolvida sem emissão da nota fiscal.

Com isso presume-se que houve um adiantamento de valores sem ser concretizado a devolução com a emissão da nota fiscal de devolução de vendas.

O lançamento ditado pela Débora está errado:
05/06 - DEVOLUÇÃO

D - DEVOLUÇÃO - 100,00
C - CLIENTES - 100,00


O lançamento do pagamento deve ser feito em conta de adiantamento de cliente e depois com a emissão da nota fiscal de devolução feito a baixa desta conta.

O lançamento da devolução já foi exemplificado pelo Marcelo Souza logo acima.

A vida não é medida pela quantidade de vezes que respiramos, mas pelos momentos que nos tiram a respiração...
" VIVA INTENSAMENTE CADA MINUTO "
Débora Laís Romano

Usuário Novo

postada em: Segunda-Feira, 21 de janeiro de 2013 às 21:16:00
Boa noite pessoal.

Primeiramente, gostaria de agradecer pelas respostas.

Perdoem-me, acho que não consegui esclarecer o suficiente.

A minha dúvida não é na operação da Devolução. Essa rotina já é de meu conhecimento.

A minha dúvida é somente contábil na conta de CLIENTES.

Por isso exemplifiquei com um lançamento "simples" utilizando:

D - Devolução de Vendas (Resultado)
C - Clientes (Ativo Circulante)

Uma vez que a devolução feita pelo cliente ocorre normalmente após o recebimento da nota de venda que a empresa emitiu e o saldo fica "em aberto" credor. (nota fiscal de devolução devidamente contabilizada)

Então, ao processar o Balancete de Verificação para Conciliação, observo que a conta do cliente Agropecuária "X" tem um saldo Credor em 100,00 por conta dessa devolução que não possui contrapartida até então.

Até que a empresa onde trabalho regularize o acerto junto ao cliente (efetuando uma venda de mercadoria no mesmo valor da devolução ou devolvendo o dinheiro em espécie). Como devo proceder? Lanço em adiantamento de clientes?

Desculpem a minha confusão e insistência, espero ter conseguido esclarecer dessa vez.
Allan Diego Silvano Leite

Usuário Iniciante

postada em: Segunda-Feira, 21 de janeiro de 2013 às 21:39:52
Eu entendo que o seu raciocínio está correto.
D - Clientes
C - Adiantamentos de clientes
Pois gera uma obrigação da sua empresa, com o seu cliente, devendo essa situação estar evidenciada no BP

"Valor é o que é preciso para levantar e falar, mas também o que é necessário para sentar e escutar." (Winston Churchill)
Gilberto C. Olgado

Consultor Especial

postada em: Terça-Feira, 22 de janeiro de 2013 às 08:06:02
Olá bom dia Débora!

A sua pergunta já está respondida:
O lançamento do pagamento deve ser feito em conta de adiantamento de cliente e depois com a emissão da nota fiscal de devolução feito a baixa desta conta.

Todos já entenderam sua pergunta.

A vida não é medida pela quantidade de vezes que respiramos, mas pelos momentos que nos tiram a respiração...
" VIVA INTENSAMENTE CADA MINUTO "
Débora Laís Romano

Usuário Novo

postada em: Terça-Feira, 22 de janeiro de 2013 às 08:21:20
Bom dia Gilberto!

Fiquei com a sensação de não ter sido clara o suficiente.

Obrigada à todos mais uma vez.
Gilberto C. Olgado

Consultor Especial

postada em: Terça-Feira, 22 de janeiro de 2013 às 16:40:44
Olá Débora, você foi clara sim, é que você repetiu á pergunta sem fazer considerações sobre o que responderam, então eu também fiquei com a sensação que você não entendeu as respostas.

Na minha primeira resposta, apontei o problema operacional que creio que é fundamental, pois o financeiro só deve pagar com nota fiscal, e disse para fazer o lançamento de adiantamento a caixa ou bancos nestes pagamentos sem a nota fiscal.

Depois com a nota você faz o lançamento da nota de devolução e transfere o valor do adiantamento para quitar a nota.

Espero ter ajudado.

A vida não é medida pela quantidade de vezes que respiramos, mas pelos momentos que nos tiram a respiração...
" VIVA INTENSAMENTE CADA MINUTO "
postada em: Quarta-Feira, 23 de janeiro de 2013 às 07:38:40
Bom dia Juliana.

Respondi algo semelhante no link:

http://www.contabeis.com.br/forum/topicos/91607/valor-recebido-na-vendasdevolucao-de-vendas/

Paulo Henrique de Castro Ferreira

Contador CRC MG 106412/O

Avaliador patrimonial, imobiliário e de estoques.

Consultoria e Assessoria Contábil e Tributária

Serviços Administrativos a Contadores e escritórios

http://www.prosperarecontabil.com.br
postada em: Segunda-Feira, 2 de setembro de 2013 às 22:07:46
oi boa noite eu gostaria de saber como eu lanço devolução de vendas no contabil

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Receba Novidades


Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.83 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César