Contábeis o portal da profissão contábil

30
Mai 2016
13:10
você está em:

Informações » Notícias

Como saber a hora de jogar a toalha e fechar uma empresa?

Fracasso: quando a conta não fecha mais, é preciso ter coragem para fechar a empresa

postado 29/01/2016 07:49:08 - 835 acessos

Tenho visto muitos empresários não terem a exata noção do momento em que o seu negócio se torna inviável, quando ele literalmente “quebrou” e, continuam insistindo com a empresa. O que passa a acontecer a partir daí é que o “buraco” só aumenta.

É difícil assumir que a sua empreitada, seu sonho, não deu certo. Não importa a razão que levou à situação de insolvência do negócio, contudo, quando a conta não fecha mais, as dívidas começam a crescer e as perspectivas não são boas, é preciso ter coragem e começar a planejar o fechamento da empresa.

Há necessidade de definir o que se entende por “quebra”? Basicamente é a falta de geração de caixa pelo negócio suficiente para liquidar as obrigações já assumidas com terceiros: fornecedores, funcionários, impostos, aluguéis etc.

Isso não pode ser confundido com descompasso de capital de giro, situação que ocorre quando, por exemplo, você paga seus fornecedores com prazo de 30 dias e vende, dando aos seus clientes, 60 dias para pagamento. Nessa situação você vai ter que cobrir a falta de capital de giro, colocando dinheiro do seu bolso ou recorrer a terceiros. Essa situação é muito comum em empresas, principalmente quando estão crescendo.

Para uma melhor avaliação, é necessário preparar um fluxo de caixa com uma visão de, pelo menos, 90 dais. Se você tiver dificuldades na elaboração dessa análise, peça ajuda ao seu contador.

Constatado que o negócio se tornou inviável e, na inexistência de alternavas factíveis, lamento, mas chegou a hora de jogar a toalha.

O fato de você fechar as portas não elimina a sua reponsabilidade de pagar seus débitos.

O quanto antes essa dura decisão for tomada, menor serão os estragos no seu bolso. Também serão menores as dores de cabeça consequentes do alto grau de estresse na gestão de credores, funcionários, bancos etc.

Se você tiver que fechar a sua empresa, não significa que você colocou o chapéu de eterno fracassado. São inúmeros os exemplos de empresários de sucesso que foram à lona diversas vezes e hoje são donos de verdadeiras fortunas.

Assim, comece a planejar imediatamente a sua nova empreitada! As suas chances aumentaram com a experiência já adquirida.

Boa sorte!

Eduardo Camillo Pachikoski é sócio da PP&C Auditores Independes 

Fonte: Exame.com

Notícia enviada por

ACOMPANHE NOSSAS NOTÍCIAS

Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

TOP ENVIO DE Notícias

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.1 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César