Contábeis o portal da profissão contábil

23
Oct 2017
18:43
você está em:

Conteúdo » Notícias

Governo ainda não decidiu se tabela do IR será corrigida este ano, diz Meirelles

Sem correção há mais de 1 ano, tabela do IR acumula defasagem de 83% desde 1996, segundo Sindifisco.

postado 23/02/2017 08:08:15 - 795 acessos

"Não tomamos ainda uma decisão de ter reajuste ou não da tabela do IR", disse o ministro a jornalistas, após participar de encontro com investidores em São Paulo.

Sem correção há mais de 1 ano e com sucessivos ajustes abaixo da inflação nos anos anteriores, a tabela do Imposto de Renda das Pessoas Físicas (IRPF) já acumula uma defasagem de 83,12% desde 1996, segundo estudo do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco Nacional).

Como não houve nenhuma correção pela inflação na tabela do IR em 2016, na prática, os brasileiros pagaram mais imposto de renda no ano passado na comparação com 2015, e estão pagando mais ainda em 2017.

A última atualização da tabela vigente foi feita em 2015, quando o governo promoveu um reajuste escalonado, com validade de abril em diante. A média da correção foi de 5,6%.

Segundo Meirelles, a Fazenda ainda está avaliando os impactos de um reajuste na arrecadação para decidir que tipo de reajuste será concedido.

"Estamos olhando, fazendo cálculos. Não só econômicos, mas fiscais. E efeitos na arrecadação, para que nós possamos definir esse assunto proximamente, dentro das próximas semanas", disse.

No fim do ano passado, o governo informou que pretendia corrigir a tabela do IR em 5% neste ano, o que valerá, se implementado, para a declaração do IRPF de 2018, referente ao ano-base 2017.

Regras para IR 2017

As regras para a declaração do IR neste ano foram anunciadas nesta quarta-feira pela Receita Federal. Em 2017, devem declarar todos contribuintes que receberam rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2016. O valor subiu 1,54% em relação ao ano passado, quando somou R$ 28.123,91 (relativos ao ano-base 2015), embora a tabela não tenha sido corrigida em 2016.

Para minimizar a perdas acumuladas nos últimos anos, entidades como o Sindifisco defendem que a correção, quando anunciada, seja feita de modo retroativo, de forma a valer também para as folhas salariais de todos os meses de 2017, cuja declaração de imposto de renda será feita no ano que vem.

Fonte: G1

Notícia enviada por

ACOMPANHE NOSSAS NOTÍCIAS

Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

TOP ENVIO DE Notícias

WebContábeis Conteúdo contábil atualizado e de qualidade em seu site.

Desconto de 10% na mensalidade dos planos básicos de conteúdo.

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.07 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César