Contábeis o portal da profissão contábil

22
Jul 2017
05:56
você está em:

Conteúdo » Notícias

Juros do cheque especial ficam estáveis em abril

Taxa média calculada pelo Procon foi de 13,53% ao mês. Já os juros do empréstimo pessoal ficaram em 6,4%.

postado 10/04/2017 13:09:12 - 720 acessos

A pesquisa verificou as taxas cobradas em 6 bancos. A maior taxa do cheque especial foi verificada no Santander, com 15,43% ao mês. A Caixa Econômica Federal ficou em 2º lugar, com 13,55%, e o Bradesco em terceiro, em 13,49%. No Itaú Unibanco, as taxas foram de 13,23%, e no Banco do Brasil, de 12,89%. A menor foi no Banco Safra, de 12,6%.

Empréstimo pessoal

A pesquisa também avaliou as taxas de juros cobradas de clientes que pedem empréstimos pessoais aos bancos. A maior taxa de juros é cobrada pelo Santander, com 7,99% ao mês, seguido pelo Bradesco, com 6,54%, pelo Itaú Unibanco (6,43%) e pelo Banco Safra (5,9%). Já as menores taxas são do Banco do Brasil e da Caixa, com 5,81% e 5,7%, respectivamente.

Especialistas do Procon-SP alertam que, apesar de as taxas não terem sofrido aumento, o consumidor deve continuar evitando utilizar essas linhas de crédito, principalmente, a do cheque especial,cuja taxa anual ultrapassa 358% ao ano.

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), na última reunião ocorrida em fevereiro, reduziu a taxa Selic em 0,75 ponto percentual (de 13% para 12,25% ao ano.). A próxima reunião está prevista para ocorrer nos dias 11 e 12 de abril.

Fonte: G1

Notícia enviada por

ACOMPANHE NOSSAS NOTÍCIAS

Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

TOP ENVIO DE Notícias

Certificado Digital certificados digitais com preços promocionais para contadores

desconto de 15% em certificados digitais e pague no boleto ou parcele sem juros no cartão.

conheça mais

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.05 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César