Contábeis o portal da profissão contábil

23
Nov 2017
05:15
você está em:

Conteúdo » Notícias

Férias de julho pesam no bolso dos pais, diz FGV

As férias de julho deste ano sairão mais caras para os pais, mostra pesquisa divulgada hoje (6) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV). Os preços de produtos e serviços mais procurados entre julho de 2016

postado 07/07/2017 09:11:17 - 1.700 acessos

As férias de julho deste ano sairão mais caras para os pais, mostra pesquisa divulgada hoje (6) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV). Os preços de produtos e serviços mais procurados entre julho de 2016 e junho de 2017 subiram 4,78%, superando a inflação média acumulada no período, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da FGV, que variou 3,44%.

O economista e coordenador do IPC do Ibre, André Braz, ressaltou, entretanto, que em comparação com a média de inflação registrada na mesma época do ano passado, que se situou entre 8,5% e 9%, a inflação foi menor este ano. “Este ano, já veio pela metade. O levantamento mostra que a inflação está, de fato, desacelerando”, disse Braz.

Apesar da desaceleração em comparação ao ano passado, o resultado apurado supera a inflação média. Juntando-se as despesas com alimentação e serviços relacionados às férias, observa-se uma diferença de um ponto percentual desfavorável às despesas.

Serviços

André Braz analisou que “o grande vilão” nas férias de julho são os serviços, porque alimentação pouco subiu. A alta atingiu 0,63% no grupo de alimentos mais consumidos pelas crianças. “Os alimentos não vão ser um obstáculo para o orçamento das férias, embora alguns alimentos ainda apresentem alta, como bolos, biscoitos e pães, que subiram bastante em 12 meses e superam a inflação”.

Os reajustes apurados pelo Ibre-FGV alcançaram 13,51%, para bolo pronto; 11,21, pão de forma; e 7,47%, biscoitos. “Subiram bastante em 12 meses e superam a inflação. Mas quando a gente junta outros itens alimentícios, essa inflação cai para menos de 1%.”

Quando se analisam os serviços, verifica-se, porém, que a situação se inverte. Teatro subiu 14,85% em 12 meses; show musical, 12,07%; cinema, 6,47%, por exemplo. “Serviços continuam sendo um desafio para as férias, com aumentos que superam a inflação média”. Destaque foram as passagens aéreas que subiram 15,44%. Quem deixou para comprar em cima da hora, deve ter estranhado o preço, mais elevado que no ano passado, comentou o pesquisador do Ibre.

Criatividade

Para driblar a alta de preços, o economista recomendou que os pais usem a criatividade e o lazer oferecido nos grandes centros, como parques, museus, zoológicos. Lembrou que estes espaços costumam sempre fazer promoções nesta época do ano, com entrada franca ou mais em conta.

“Tem que criar uma agenda desses lugares e abusar desses espaços que são divertidos e ótimos passatempos e aprender que férias são um negócio que não foge do calendário. Estão sempre lá”. André Braz sugeriu que os pais juntem “uma grana” com antecedência para dar um reforço no orçamento para essas primeiras férias do ano. Se isso não foi possível, destacou que a economia pode começar a ser construída para as férias longas, de verão. “Ao longo dos próximos meses, junte um pouco de dinheiro para enfrentar a carestia e poder passar umas férias um pouco mais tranquilo”, recomendou o economista.

Fonte: Agência Brasil

Notícia enviada por

ACOMPANHE NOSSAS NOTÍCIAS

Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

TOP ENVIO DE Notícias

Consulta de NFes direto da Sefaz Com download automático de XMLs de NFes e NFSes, DANFes e mais

20% de desconto nos primeiros 6 meses! Descontos especiais para escritórios contábeis.

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.06 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César