Contábeis o portal da profissão contábil

18
Aug 2017
07:40
você está em:

Conteúdo » Notícias

Caixa lança linha de R$ 1,5 bilhão para financiar loteamentos urbanos

A nova modalidade, chamada Produlote, é destinada a empresas que faturem mais de R$ 15 milhões no ano.

postado 09/08/2017 08:35:18 - 962 acessos

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira (8) uma linha de crédito voltada para financiar obras em loteamentos urbanos no valor de R$ 1,5 bilhão. A nova modalidade de financiamento é destinada para empresas loteadoras ou urbanizadoras com faturamento anual acima de R$ 15 milhões.

Durante o anúncio da linha, o presidente da Caixa, Gilberto Occhi, disse que a modalidade atende ao setor empresarial que já fazia obras do tipo com recursos próprios ou com o financiamento de terceiros, private equity ou seu próprio capital de giro. A expectativa é de que a linha gere 70 mil empregos, disse Occhi.

O presidente da Caixa disse que o valor de R$ 1,5 bilhão vem de recursos próprios de captação do banco e do mercado. "Não são recursos do FGTS nem da caderneta de poupança".

Segundo a Caixa, a linha, chamada Produlote, está disponível para contratação a partir desta terça, e é voltada para financiar obras de infraestrutura dentro de condomínios.

Após os lotes estarem prontos e regularizados, pessoas físicas poderão também financiar a compra de terrenos e a construção de moradia própria nestes loteamentos, disse o banco. Ainda segundo o banco, a linha é inédita no mercado e vai financiar até 70% do custo da obra do loteamento, limitado a 50% do valor total da venda.

Pelas regras da linha, os empreendimentos devem estar localizados dentro de áreas urbanas e ter autorização emitida pelo poder público municipal ou estadual.

O prazo para a empresa terminar a obra será de 24 meses. Ao fim da obra, haverá uma carência de seis meses e mais 48 meses para quitará o financiamento, segundo a Caixa.

 

Áreas urbanas

Segundo Occhi, a intenção da linha é incentivar a construção dos empreendimentos em áreas próximas ao centro urbano. "Queremos ter uma política de desenvolver um local onde haja não só a infraestrutura urbana mas também equipamentos, comércio, saúde, segurança, escolas, universidades".

"Vamos exigir saneamento, água, pavimentação, energia elétrica, toda a infraestrutura para que uma pessoa possa adquirir o seu terreno e, se quiser, fazer a construção da sua moradia", complementou. 

Fonte: G1

Notícia enviada por

ACOMPANHE NOSSAS NOTÍCIAS

Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

TOP ENVIO DE Notícias

Consulta de NFes direto da Sefaz Com download automático de XMLs de NFes e NFSes, DANFes e mais

20% de desconto nos primeiros 6 meses! Descontos especiais para escritórios contábeis.

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.07 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César