Contábeis o portal da profissão contábil

18
Jan 2018
01:55

Tributário

ICMS/GO-ICMS Cidadão beneficiará mais de 70 mil famílias

O Governo de Goiás publicou no Diário Oficial do Estado a Lei nº 19.947 que amplia o auxílio às 70,5 mil famílias alcançadas pelo programa Novo Renda Cidadã, por meio de proposta da Secretaria da Fazenda.

03/01/2018 08:37

2.555 acessos

O Governo de Goiás publicou no Diário Oficial do Estado a Lei nº 19.947 que amplia o auxílio às 70,5 mil famílias alcançadas pelo programa Novo Renda Cidadã, por meio de proposta da Secretaria da Fazenda. Os beneficiários terão direito a participar de um projeto pioneiro do Estado de Goiás – o ICMS Cidadão – elaborado pela Superintendência Executiva da Receita Estadual da Sefaz (SRE). Na prática, cria um auxílio extra que reverterá parte do imposto pago nas compras para o próprio consumidor, até o limite de R$73,70 mensais, desde que o contribuinte registre o CPF na nota fiscal.

“É uma forma de realizar justiça fiscal. O cidadão que realmente precisa do apoio do Estado ganha ao cobrar a nota fiscal e nós ganhamos com a disseminação da Educação Fiscal e diminuição da informalidade”, ressaltou o superintendente Executivo da Receita Estadual, Adonídio Neto Vieira Júnior. Entre os ganhos para Sefaz está o combate à sonegação, isso porque, os estabelecimentos sem inscrição estadual ou que não fornecem notas fiscais em suas vendas, não podem participar do projeto ICMS Cidadão.

A previsão de impacto financeiro é da ordem de R$ 62,4 milhões para o exercício de 2018, que será custeado pelo Fundo de Proteção Social do Estado de Goiás (Protege Goiás), que recentemente recebeu um reforço em sua previsão de receita, com a edição do Decreto nº 9.075, de 23 de outubro de 2017. O cálculo consta de projeto de lei proposto pelo governador à Assembleia.

Entenda

A Superintendência Executiva da Receita Estadual fará cadastramento automático ao Programa Nota Fiscal Goiana para todos os 70.587,00 mil beneficiários do Programa Renda Mais Cidadã, a partir de dados compartilhados pela Secretaria Cidadã.

O beneficiário, quando adquirir mercadorias ou serviços tributados pelo ICMS, deverá solicitar a emissão de nota fiscal do consumidor eletrônica – NFCe, com a inclusão do seu CPF. No mês seguinte ao da compra, será enviado para a Secretaria Cidadã, um arquivo, assinado digitalmente, com o somatório das compras realizadas pelos beneficiários, que terão adicionados ao ser cartão Renda Mais Cidadã, 12% de tudo que adquiriu, limitados a R$ 73,70.

Comunicação Setorial – Sefaz

Fonte: SEFAZ/GO

Enviado por

Luciano de Abreu Santos

Contador, empresário contábil, Pós Graduado em Gestão de Tributos pelo Centro Universitário Augusto Motta/RJ. Foi membro convidado da Comissão de Comunicação Social do CRC/RJ 2014/2015. Co-Administrador do Blog de Ciências Contábeis da UNISUAM. Atua a 19 anos com assessoria e consultoria contábil/fiscal à empresas prestadoras de serviço, entidades do terceiro setor, indústria e comércio. Web: www.lucianoabreu.com

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.05 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César