x

FÓRUM CONTÁBEIS

DEPARTAMENTO PESSOAL E RH

respostas 20

acessos 64.311

GPS PAGA EM DUPLICIDADE

Michelle Ferreira

Bronze DIVISÃO 3, Assistente Depto. Pessoal
há 2 anos Quinta-Feira | 11 abril 2019 | 09:46

Prezados, bom dia!
Uma empresa no inicio do ano pagou uma guia de GPS com a competência errada, ou seja ao invés de pagar a guia de GPS competência 01/2019 pagou a GPS competência 01/2018 ( Foi enviado a guia de forma errada a eles) A guia de competencia 01/2018 já estava paga corretamente. O que fazer nesse caso, tem como transferir esse valor para a competência correta (01/2019) Me Ajudem.... Obrigada!

Claudio Antonio Teixeira

Bronze DIVISÃO 4, Contador(a)
há 2 anos Terça-Feira | 16 abril 2019 | 21:05

Ola Michele Ferreira, não resolve fazer a compensação da guia no teu sistema. Como você Recolheu 2 competências 01/2018, não recolheu a competência 01/2019, esta competência esta em aberto para você. A forma correta e fazer um pedido de retificação na Receita Federal. Entre no site da receita e procure por PEDIDO DE RETIFICAÇÃO DE GPS – RETGPS, este formulário deve ser preenchido os campos a serem alterados, no caso a competência, DE 01/2018 - PARA 01/2019. Leve as guias pagas, eles vão consultar o sistema e verificar que já existe recolhimento na competência 01/2018, fazem a retificação no ato para você. 

Michelle Ferreira

Bronze DIVISÃO 3, Assistente Depto. Pessoal
há 2 anos Quarta-Feira | 17 abril 2019 | 10:52

Bom Dia Claudio,
Obrigada pelas informações, de qualquer forma após corrigir as competências, devo fazer a compensação do valor pago menor e o restante a empresa terá que pagar com multa e juros correto? Vou providenciar o pedido de retificação.
Obrigada mais uma vez.

Raul

Bronze DIVISÃO 4, Chefe Recursos Humanos
há 2 anos Quinta-Feira | 19 setembro 2019 | 17:38

Boa tarde.

Fiz o pagamento da GPS do mês 07/2019 em duplicidade. A primeira foi paga em 20/08 corretamente. Agora no mês de setembro era para ser pago a GPS referente agosto, mas foi pago novamente a GPS do mês 07/2019.
Como faço para compensar o valor da GPS paga indevidamente? Só fazer pelo Sefip, tenho que ir até a Receita ou pode ser pelo e-cac?
E essa GPS recolhida errada está com imputação porque não recolheu juros e multa.

Alguém que já passou por essa mesma situação que posso ajudar?

Obrigado!

Claudio Antonio Teixeira

Bronze DIVISÃO 4, Contador(a)
há 2 anos Sábado | 21 setembro 2019 | 14:51

Raul. Voce deve entrar no site da receita e procure por PEDIDO DE RETIFICAÇÃO DE GPS – RETGPS, este formulário deve ser preenchido os campos a serem alterados, no caso a competência, DE 07/2019 - PARA 08/2019. Leve as guias pagas, eles vão consultar o sistema e verificar que já existe recolhimento na competência 07/2019, e verificar que existe 2 guias pagas com a mesma competência. eles fazem a retificação no ato para você. Esta e a unica forma de retificar competência recolhida em duplicidade.

Cleide Silva

Prata DIVISÃO 2, Auxiliar Contabilidade
há 1 ano Segunda-Feira | 16 dezembro 2019 | 17:47

Olá boa tarde Pessoal;

Uma empresa pagou a GPS 11/2019 (Que vai vencer agora dia 20 - pagou em duplicata.
Neste Caso Claudio Antonio Teixeira, eu tenho que fazer este mesmo procedimento  PEDIDO DE RETIFICAÇÃO DE GPS – RETGPS , eu gostaria de restituir este Valor , ou mesmo compensar ele no próximo pagamento de GPS.

Poderia me orientar qual o procedimento ?

Desde já agradeço a atenção.

Caroline Maia

Prata DIVISÃO 2, Consultor(a) Tributário
há 1 ano Quarta-Feira | 18 dezembro 2019 | 15:56

Boa tarde Cleide,

Se no teu caso foi duplicidade do mês de novembro de 2019, você pode colocar esse valor na linha de compensação do próximo mês abatendo o valor, quando for gerar Gfip.  Na de dezembro de 2019. 

Samuel Ferreira

Prata DIVISÃO 3, Assistente Depto. Pessoal
há 1 ano Sexta-Feira | 3 janeiro 2020 | 11:45

Boa tarde Grupo,

Temos um cliente que pagou em duplicidade a mesma competência 12/2019, segundo ela na hora do pagamento pela internet deu um erro, ai ela foi até uma lotérica e pagou em dinheiro a GPS, quando verificou o extrato de sua conta no banco foi feito o pagamento.
Alguém poderia me ajudar nesse caso,

Obrigado,

Samuel  

Luisa

Ouro DIVISÃO 2, Contador(a)
há 1 ano Quarta-Feira | 29 janeiro 2020 | 13:52

Boa tarde pessoal!

Preciso de uma ajuda, o meu cliente pagou três vezes a mesma competência que no caso é 12/2019.
Sendo que essa empresa é MEI, e já possui o campo de compensação preenchido.
O que eu faço? Como faço a compensação?
Pois a empresa ficou com "crédito" de duas guias recolhidas a mais.



Juliano Ventura

Bronze DIVISÃO 2, Designer
há 1 ano Terça-Feira | 14 abril 2020 | 17:24

Boa tarde. Estou com esse problema de duplicidade no pagamento do GPS. Sou síndico do meu prédio e paguei hoje uma GPS de fevereiro achando que não tinha sido paga mas o comprovante estava aqui e com a autenticação mecânic pois foi paga no próprio banco e dentro do prazo do vencimento. Não encontrei esse pagamento no Internet Banking na lista de comprovantes do banco e acabei pagando de novo.
Entrei na Receita Federal e baixei um formulário (Pedido de Retificação de GPS - RETGPS.doc). Vou precisar ir pessoalmente para entregar ou posso enviar esse formulário direto para a Receita via Internet? No formulário tem assinatura com reconhecimento de firma. Existe um modo mais prático?
Obrigado.

Juliano

Thiago Camargos Arantes

Iniciante DIVISÃO 3, Auxiliar Contabilidade
há 1 ano Quarta-Feira | 6 maio 2020 | 10:04

Bom dia,

Meu caso é semelhante, chegou para arquivo duas guias GPS empresa MEI do mês 10/2019 pagas, na época me foi pedido para recalcular porém já havia sido pago ficando em duplicidade, fiz a compensação agora no mês 04/2020 em Sefip, tentei informar no Per dcomp Web do ecac, porém me é pedido para informar um debito com um Grupo de Tributos, esse grupo de tributos seria "CP Segurados"? Foi o mais próximo que achei de tributos previdenciários. E mesmo que fosse esta opção, tentei por ele, porém pede para Importar débitos DCTFWeb em que esta empresa ainda não fez transmissão deste. Como proceder? Será mesmo necessário informar a compensação no Per Dcomp? Desde já, muito obrigado

José Gonçalves Brito

Prata DIVISÃO 4, Assistente Contabilidade
há 1 ano Segunda-Feira | 12 outubro 2020 | 12:35

Boa tarde,

No meu caso, foi pagamento duplicado da GPS. Sei que posso compensar no mês subsequente, mas teria que informar até o limite de 30% ou posso compensar tudo? Fiquei confuso ao ler o manual da SEFIP:

Em geral, a compensação não deve ser superior a trinta por cento do valor das contribuições devidas à Previdência Social (não inclui outras entidades e fundos), sendo este percentual calculado antes da dedução do valor relativo ao salário família e ao salário-maternidade e antes da compensação dos valores de retenção sobre nota fiscal/fatura da competência (Lei n° 9.711/98). No entanto, não estão sujeitas ao limite de trinta por cento as compensações relativas a:

• salário-família ou salário-maternidade não deduzidos em época própria;
• saldo de retenção sobre nota fiscal/fatura de competências anteriores;
• saldo de retenção sobre nota fiscal/fatura, referente a obra de construção civil
executada por empreitada total, com as contribuições do estabelecimento
responsável pelo faturamento da obra;
• situações amparadas por liminar ou decisão judicial favorável à compensação
acima do limite  
Entendi que não pode, em caso de pagamento indevido, deve-se lançar apenas os 30% da CP devida. Ou seja, se for 500,00 a recolher , apenas informo 150,00 na SEFIP, mensalmente, até não existir mais saldo. 
Está correto, ou posso compensar o valor integral no próximo mês, sefor igual ou superior ao INSS devido?

Grato a quem puder ajudar.

João Valongo

Bronze DIVISÃO 4, Assistente Depto. Pessoal
há 50 semanas Quarta-Feira | 9 dezembro 2020 | 11:30

Claudio Antonio Teixeira
Bom dia Dr. Cláudio, sabe informar quais os documentos da empresa que precisa levar junto com RETGPS e a assinatura no formulário precisa ser autenticada no cartório?

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.