MOMENTO CONTÁBEIS

Tabela de IR sem reajuste | Revisão no EPC | Piso salarial da sua categoria

Contábeis o portal da profissão contábil

18
Sep 2018
11:04

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Simples Nacional 2018 - Calculo receita com ST

24respostas
14.695acessos
  

Marcos Zamoner

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens2
pontos21
membro desde16/01/2018
cidadeLimeira - SP
Postada:Terça-Feira, 16 de janeiro de 2018 às 16:43:39
Boa Tarde a todos.

Minha duvida segue > Na nova tabela do Simples Nacional 2018 a venda com ST continuará sendo excluída do faturamento normal ( sem ST ) e assim feito o calculo pela tabela, no caso, Anexo II, onde o percentual do ICMS é excluido ??
Obrigado desde ja.
Yuri Aquino

Usuário Estrela Dourada

profissãoEncarregado(a) Contabilidade
mensagens1.146
pontos9.091
membro desde22/06/2010
cidadeAndradina - SP
Postada:Quarta-Feira, 17 de janeiro de 2018 às 16:43:32
Marcos Zamoner, boa tarde e bem vindo ao fórum.

Sim, as vendas com ST deverão ter o ICMS excluído da apuração.

Para isso, você deverá se utilizar da tabela "Percentual de Repartição dos Tributos" onde, a partir da alíquota efetiva você irá aplicar o percentual de participação do ICMS, dai irá encontrar o percentual de ICMS na alíquota efetiva e irá excluí-la da mesma.

Exemplo prático:

Uma empresa com faturamento acumulado nos últimos 12 meses de R$ 267.908,51 logo se encontra na 2ª faixa do Anexo II.

Cálculo da alíquota efetiva:

(267.908,51 x 7,80%) - 5.940,00 / 267.908,51

Alíquota efetiva = 5,58%

Percentual de participação do ICMS na 2ª faixa do Anexo II = 32,00% (Nota-se que para o Anexo II e em relação ao percentual de participação do ICMS neste anexo, em todas as faixas será o mesmo, de 32,00%, porém, em outros Anexos, como I ou o III (em relação ao ISS) os percentuais de participação serão diferentes. Você deverá se atentar a isso para realizar o cálculo de forma correta).

Logo, o percentual de ICMS na alíquota efetiva de 5,58% é de:

5,58 x 32,00% = 1,79%

ICMS = 1,79%

Dai, o percentual a ser aplicado nas vendas com ST será, como anteriormente era feito, o alíquota efetiva menos o percentual de ICMS:

5,58 - 1,79 = 3,79%

Logo, as vendas realizadas com ST serão tributadas a 3,79% e as vendas sem ST a 5,58%.

"Nas horas difíceis, jamais baixe a cabeça, porque a solução para o problema não está no chão, mas sim na sua determinação."
Marcos Zamoner

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens2
pontos21
membro desde16/01/2018
cidadeLimeira - SP
Postada:Quinta-Feira, 18 de janeiro de 2018 às 08:44:08
OK

Yuri Aquino, muito obrigado pela explicação, muito esclarecedora.
Yuri Aquino

Usuário Estrela Dourada

profissãoEncarregado(a) Contabilidade
mensagens1.146
pontos9.091
membro desde22/06/2010
cidadeAndradina - SP
Postada:Quinta-Feira, 18 de janeiro de 2018 às 08:50:18
Marcos Zamoner, bom dia.

Fico feliz que tenha me expressado de maneira clara e que você tenha entendido!

Disponha colega.

"Nas horas difíceis, jamais baixe a cabeça, porque a solução para o problema não está no chão, mas sim na sua determinação."
Silmara Uechi

Usuário Iniciante

profissãoContador(a)
mensagens55
pontos323
membro desde28/11/2016
cidadeRio Claro - SP
Postada:Segunda-Feira, 5 de fevereiro de 2018 às 16:11:42
boa tarde,

Essa questão é para quem é substituido?
Yuri Aquino

Usuário Estrela Dourada

profissãoEncarregado(a) Contabilidade
mensagens1.146
pontos9.091
membro desde22/06/2010
cidadeAndradina - SP
Postada:Segunda-Feira, 5 de fevereiro de 2018 às 16:23:23
Silmara Uechi, boa tarde.

A figura do contribuinte não interfere, uma vez que seja como substituto ou como substituído, a revenda desta mercadoria será sob regime de ST.

"Nas horas difíceis, jamais baixe a cabeça, porque a solução para o problema não está no chão, mas sim na sua determinação."
Silmara Uechi

Usuário Iniciante

profissãoContador(a)
mensagens55
pontos323
membro desde28/11/2016
cidadeRio Claro - SP
Postada:Segunda-Feira, 5 de fevereiro de 2018 às 16:28:55
obrigada Yuri, mas estou com o seguinte problema:

tenho um comercio (lanchonete) que tem venda com CFOP 5.102 e 5.405, e quando vou preencher o novo DAS estou colocando :

CFOP 5.102 - Revenda de mercadorias, exceto para o exterior > Sem substituição tributária/tributação monofásica/antecipação com encerramento de tributação (o substituto tributário do ICMS deve utilizar essa opção)

CFOP 5.405 - Revenda de mercadorias, exceto para o exterior > Com substituição tributária/tributação monofásica/antecipação com encerramento de tributação (o substituído tributário do ICMS deve utilizar essa opção)


mas aparece este erro:
· MSG_E0044 - Para o estabelecimento 0001, atividade Revenda de mercadorias, exceto para o exterior - Com substituição tributária/tributação monofásica/antecipação com encerramento de tributação (o substituído tributário do ICMS deve utilizar essa opção), não foi informada substituição, antecipação ou tributação monofásica. Esta informação é obrigatória.

onde será que estou errando?
obrigada
Caroline

Usuário Novo

profissãoAuxiliar
mensagens6
pontos129
membro desde09/10/2014
cidadeDuque de Caxias - RJ
Postada:Sexta-Feira, 9 de março de 2018 às 12:05:18
Boa tarde Pessoal!

Como faço para calcular o valor das mercadorias com substituição tributária e tributação monofásica, medicamentos?
Vinicius Cardozo

Usuário Frequente

profissãoAnalista Tributos
mensagens88
pontos591
membro desde14/08/2007
cidadeBelo Horizonte - MG
Postada:Sexta-Feira, 9 de março de 2018 às 13:01:30
Caroline, faz o cálculo da mesma forma pra achar a alíquota efetiva.

Após, você retira os tributos que são monofásicos e o ICMS.
Geise

Usuário Novo

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens22
pontos130
membro desde19/01/2016
cidadePiracicaba - SP
Postada:Terça-Feira, 13 de março de 2018 às 13:47:51
Boa tarde.
Uma dúvida sobre calculo do Das, a empresa está na 1ª faixa das alíquotas, e sempre na transmissão do PGDAS o calculo feito sobre revenda de mercadorias exceto exterior, com substituição tributária era sobre o percentual de 2,75%. Ex: Receita Bruta R$ 1000,00 * 2,75% = R$ 27,50 (Guia Das)

Mas neste mês transmiti, e o calculo realizado foi de 2,64% = R$ 1.000,00 * 2,64% = R$ 26,40 (Guia DAS), nesta mesma PGDAS teve uma revenda sem substituição tributária e foi calculo com a alíquota de 4%, este está correto, agora o 2,64% não entendi.

Obrigada.
Marcos Nunes

Usuário Estrela Dourada

profissãoConsultor(a)
mensagens1.496
pontos11.894
membro desde20/11/2014
cidadeAparecida de Goiania - GO
Postada:Terça-Feira, 13 de março de 2018 às 13:51:14
Boa tarde,
Geise


Sim, houve alteração na fórmula de cálculo do Simples Nacional, desde 01/2018.
Antes, a alíquota de ICMS na primeira faixa era 1,25%. Agora é 1,36%.

PERT: https://vimeo.com/240862915

https://www.facebook.com/objetivaedicoes/
E-mail e Skype: contabil.marcos@hotmail.com
Geise

Usuário Novo

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens22
pontos130
membro desde19/01/2016
cidadePiracicaba - SP
Postada:Terça-Feira, 13 de março de 2018 às 13:52:02
Boa tarde.
Uma dúvida sobre calculo do Das, a empresa está na 1ª faixa das alíquotas, e sempre na transmissão do PGDAS o calculo feito sobre revenda de mercadorias exceto exterior, com substituição tributária era sobre o percentual de 2,75%. Ex: Receita Bruta R$ 1000,00 * 2,75% = R$ 27,50 (Guia Das)

Mas neste mês transmiti, e o calculo realizado foi de 2,64% = R$ 1.000,00 * 2,64% = R$ 26,40 (Guia DAS), nesta mesma PGDAS teve uma revenda sem substituição tributária e foi calculo com a alíquota de 4%, este está correto, agora o 2,64% não entendi.

Obrigada.
Calculo DAS
Sidney Costa

Usuário Frequente

profissãoAnalista Sistemas
mensagens98
pontos1.574
membro desde18/11/2011
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Terça-Feira, 13 de março de 2018 às 14:02:09
Contribuintes Substituto Tributário -
CFOP 5401, 5403, 6401, 6403 etc
Nesta situação o ICMS deve ser pago no Simples, logo deve informar "Vendas sem ST"

Contribuinte Substituído
CFOP 5405, 5656 etc
Nesta situação não há mais cobranças de ICMS, logo deve informar "Vendas com ST"

http://www8.receita.fazenda.gov.br/simplesnacional/perguntas/perguntas.aspx

6.1. Como deverá proceder o contribuinte que auferir receitas sujeitas a substituição tributária de ICMS?

Na condição de substituído tributário do ICMS:


O contribuinte deverá informar essas receitas destacadamente de modo que o aplicativo de cálculo as desconsidere da base de cálculo dos tributos objeto de substituição. Ressalte-se, porém, que essas receitas continuam fazendo parte da base de cálculo dos demais tributos abrangidos pelo Simples Nacional.

Comércio - As receitas correspondentes à revenda de mercadorias sujeitas à substituição tributária deverão ser informadas no aplicativo de cálculo como “revenda de mercadorias COM substituição tributária”, selecionando no list box do tributo ICMS a opção “substituição tributária”.


Observações:

Neste caso não haverá valor a recolher de ICMS próprio referente às receitas que se enquadrem nesta condição.
Contribuinte substituído é aquele que não é responsável pela retenção do imposto devido que já foi destacado em etapa anterior.


Exemplo:

Um comércio adquire produto da indústria para revenda sujeito à substituição tributária de ICMS (ver Pergunta 6.5). O ICMS devido nas operações de saída de mercadorias deste comércio já foi recolhido em etapa anterior pela indústria ou empresa atacadista que está na condição de substituto tributário. No aplicativo de cálculo o comércio informará revenda de mercadorias COM substituição tributária. Desta forma, o aplicativo de cálculo não gerará valor a recolher referente ao ICMS naquelas saídas.

Na condição de substituto tributário do ICMS:

Comércio Atacadista - As receitas correspondentes à revenda de mercadorias sujeitas à substituição tributária deverão ser informadas no aplicativo de cálculo como “revenda de mercadorias SEM substituição tributária”;

Indústria - As receitas correspondentes à venda de mercadorias por ela industrializadas sujeitas à substituição tributária deverão ser informadas no aplicativo de cálculo como “venda de mercadorias industrializadas SEM substituição tributária”.

Observações:

Neste caso haverá valor a recolher de ICMS próprio referente às receitas que se enquadrem nesta condição.
Contribuinte substituto é aquele que é responsável pelo pagamento do imposto devido nas etapas subsequentes.


O contribuinte substituto deverá recolher o imposto de responsabilidade própria “por dentro do SN”, sendo que o imposto devido de responsabilidade por substituição tributária será calculado nos termos das demais empresas não optantes do SN e recolhido em guia própria (ver Pergunta 6.3).
Marcos Nunes

Usuário Estrela Dourada

profissãoConsultor(a)
mensagens1.496
pontos11.894
membro desde20/11/2014
cidadeAparecida de Goiania - GO
Postada:Terça-Feira, 13 de março de 2018 às 14:04:42
Boa tarde,
Geise


Sim, houve alteração na fórmula de cálculo do Simples Nacional, desde 01/2018.
Antes, a alíquota de ICMS na primeira faixa era 1,25%. Agora é 1,36%.

PERT: https://vimeo.com/240862915

https://www.facebook.com/objetivaedicoes/
E-mail e Skype: contabil.marcos@hotmail.com
Geise

Usuário Novo

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens22
pontos130
membro desde19/01/2016
cidadePiracicaba - SP
Postada:Terça-Feira, 13 de março de 2018 às 14:13:23
Boa tarde Marcos,
e como chego neste índice de 1,36% e neste que foi calculado na página do PGDAS de 2,64%?
Mayara Santos Vian

Usuário Ativo

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens128
pontos1.070
membro desde17/02/2017
cidadeGoioere - PR
Postada:Terça-Feira, 13 de março de 2018 às 14:27:13
Boa Tarde, Geise.

Vou seguir o valor que você deu, a receita sendo R$ 1.000,00

Para a 1ª faixa a alíquota efetiva é 4% até R$ 180.000,00, então se você fizer R$ 1.000,00 x4% = R$ 40,00

No entanto, agora no Simples Nacional existe uma tabela de repartição do Imposto para cada faixa. Que você encontra no final da Lei Complementar 155/2017.

E para a 1ª faixa a repartição é a seguinte:

IRPJ - 5,50% - R$ 40,00x5,50% = R$ 2,20

CSLL - 3,50% - R$ 40,00x3,50% = R$ 1,40

Cofins - 12,74% - R$ 40,00x12,74% = R$ 5,10

PIS/Pasep - 2,76% - R$ 40,00x2,76% = R$ 1,10

CPP - 41,50% - R$ 40,00x41,50% = R$ 16,60

ICMS - 34,00% - R$ 40,00x34,00% = R$ 13,60

Total - 100,00% ----------------------------= R$ 40,00

Então como a empresa é ST não paga ICMS, você deverá pegar o total do imposto e subtrair o ICMS:

R$ 40,00 - R$ 13,60 = R$ 26,40


Qualquer dúvida me comunique.



Geise

Usuário Novo

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens22
pontos130
membro desde19/01/2016
cidadePiracicaba - SP
Postada:Terça-Feira, 13 de março de 2018 às 15:11:20
Olá Mayara,
Obrigada pela explicação, eu só não entendi, como chegar no % de 2,64% que foi o que foi calculado.
Apareceu assim pra mim:

Revenda de mercadoria com substituição tributária - valor da receita Bruta: R$ 1,547,00
IRPJ = 3,40
CSLL = 2,17
Cofins = 7,88
PIS = 1,71
INSS = 25,68
Total = 40,84
Com estes % acima, não batem com as % acima que mencionou e que consta na tabela
Se fizer 1.547,00 * 2,64% = 40,84 .

Não sei como chega nestes 2,64%, se sempre será esta % qdo for com substituição tributária.

Obrigada


Marcos Nunes

Usuário Estrela Dourada

profissãoConsultor(a)
mensagens1.496
pontos11.894
membro desde20/11/2014
cidadeAparecida de Goiania - GO
Postada:Terça-Feira, 13 de março de 2018 às 15:26:02
Boa tarde,

O cálculo do Simples Nacional ficou da seguinte forma, na primeira faixa:

Até 180.000,00 = 4,00%

Repartição:

IRPJ 5,50%
CSLL 3,50%
Cofins 12,74%
PIS/Pasep 2,76%
CPP 41,50%
ICMS 34,00%


Então, ficaria para cada tributo:

IRPJ: 0,22%
CSLL: 0,14%
COFINS: 0,51%
PIS/PASEP: 0,11%
CPP: 1,66%
ICMS: 1,36%

Total: 4,00%

PERT: https://vimeo.com/240862915

https://www.facebook.com/objetivaedicoes/
E-mail e Skype: contabil.marcos@hotmail.com
Geise

Usuário Novo

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens22
pontos130
membro desde19/01/2016
cidadePiracicaba - SP
Postada:Terça-Feira, 13 de março de 2018 às 16:19:58
Olá Mayara,
Obrigada pela explicação, eu só não entendi, como chegar no % de 2,64% que foi o que foi calculado.
Apareceu assim pra mim:

Revenda de mercadoria com substituição tributária - valor da receita Bruta: R$ 1,547,00
IRPJ = 3,40
CSLL = 2,17
Cofins = 7,88
PIS = 1,71
INSS = 25,68
Total = 40,84
Com estes % acima, não batem com as % acima que mencionou e que consta na tabela
Se fizer 1.547,00 * 2,64% = 40,84 .

Não sei como chega nestes 2,64%, se sempre será esta % qdo for com substituição tributária.

Obrigada


Mayara Santos Vian

Usuário Ativo

profissãoAuxiliar Administrativo
mensagens128
pontos1.070
membro desde17/02/2017
cidadeGoioere - PR
Postada:Terça-Feira, 13 de março de 2018 às 20:07:14
Boa Noite.

Para você encontrar esse alíquota, deverá multiplicar a alíquota de repartição com a alíquota efetiva.

IRPJ - 5,50% - R$ 40,00x5,50% = R$ 2,20..............5,50 x 4% = 0,22%

CSLL - 3,50% - R$ 40,00x3,50% = R$ 1,40.............. 3,50 x 4% = 0,14%

Cofins - 12,74% - R$ 40,00x12,74% = R$ 5,10..............12,74 x 4% = 0,51%

PIS/Pasep - 2,76% - R$ 40,00x2,76% = R$ 1,10.............. 2,76 x 4% = 0,11%

CPP - 41,50% - R$ 40,00x41,50% = R$ 16,60.............. 41,50 x 4% = 1,66%

ICMS - 34,00% - R$ 40,00x34,00% = R$ 13,60.............. 34,00 x 4% = 1,36%

Total........................... 4%

Como a empresa é ST, então deverá substrair o ICMS, que seria 4% (do total) - 1,36% = 2,64%

A alíquota só irá mudar se a empresa ultrapassar a 1º faixa, daí a alíquota dependerá do faturamento.

Uma ótima noite.
Geise

Usuário Novo

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens22
pontos130
membro desde19/01/2016
cidadePiracicaba - SP
Postada:Terça-Feira, 13 de março de 2018 às 21:23:46
Muito obrigada Mayara e Marcos, pelos esclarecimentos.

Uma ótima Noite.
Leonardo Balbi

Usuário Frequente

profissãoAnalista
mensagens80
pontos700
membro desde02/12/2013
cidadeValinhos - SP
Postada:Sexta-Feira, 11 de maio de 2018 às 09:31:02
Boa dia Pessoal.

Meu cliente SIMPLES NACIONAL esta comprando um produto de SC. Porem SC x SP nao existe protocolo, ou seja nao teria a ST. Porém internamente (SP) esse produto tem a ST, ou seja, em SP recolhe-se antecipadamente em GNRE e envia-se comprovante para o fornecedor, e assim a NF ja sai com o comprovante. Está correta essa informação? devo fazer esse processo?

Esse ST pago antecipadamente eu tiro da base para a apuracao do imposto? de que forma?

Obrigado
Evelyn Soares

Usuário Novo

profissãoAssistente Fiscal
mensagens9
pontos69
membro desde30/06/2017
cidadePonta Grossa - PR
Postada:Segunda-Feira, 3 de setembro de 2018 às 16:55:04
Por favor preciso de uma ajuda.
Uma empresa regime Simples Nacional.
Atividade: Comércio para consumidor final.
Nas mercadorias que são sujeitas a ST que foi recolhida anteriormente, no calculo do Simples eu posso colocar separado por exemplo:
5102 RECOLHENDO ICMS normal
5405 INFORMANDO QUE FOI RECOLHIDO ANTERIORMENTE ?


Nas perguntas acima só encontrei exemplos no anexo II Industria, eu quero saber no ANEXO I.

Marcos Nunes

Usuário Estrela Dourada

profissãoConsultor(a)
mensagens1.496
pontos11.894
membro desde20/11/2014
cidadeAparecida de Goiania - GO
Postada:Terça-Feira, 4 de setembro de 2018 às 14:21:09
Boa tarde,

As mercadorias retidas anteriormente (CFOP 5405) não são tributadas de ICMS no PGDAS, marca-se a opção de SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA.

PERT: https://vimeo.com/240862915

https://www.facebook.com/objetivaedicoes/
E-mail e Skype: contabil.marcos@hotmail.com
profissãoAnalista Fiscal
mensagens13
pontos259
membro desde21/06/2012
cidadeVitoria - ES
Postada:Segunda-Feira, 10 de setembro de 2018 às 17:56:35
Boa tarde Colegas,

Vejam se conseguem me ajudar:

Uma empresa atacadista / varejista de aparelhos eletrônicos de uso pessoal e doméstico tributado no Simples Nacional

Empresa compra as mercadorias (sem icms st destacado nas notas) e envia para uma industria terceirizada para montagem dos produtos (NF triangular);
Os produtos são classificados pelo NCM 8517.6272 e serão revendidos para uma empresa distribuidora tributada pelo Lucro Real situado no estado de São Paulo.

Sei que o remetente estando no Simples Nacional é utilizado a margem não ajustada (IVA no lugar de IVA Ajustada / e MVA no lugar de MVA Ajustada).

Exemplificação –
Total da mercadoria - R$ 3.000,00 / Margem (IVA) – 68% / Alíquota ICMS proprio – 12% / Alíquota ICMS destino – 18%.

ICMS operação própria
Base de calculo – R$ 3.000,00 / ICMS operação própria – R$ 360,00.

ICMS Substituição Tributária
Base de calculo – R$ 5.040,00 (R$ 3.000,00 * 68% = 5.040,00)
ICMS ST – R$ 547,20 (R$ 5.040,00 *18% = R$ 907,20 – 360,00)

Total da nota fiscal R$ 3.547,20.

Minha dúvida é, como aplicar estas informações dentro do Simples Nacional? O valor referente ao ICMS operação própria é somente para encontrar o ICMS ST? Porque dentro do Simples Nacional a separação será somente da receita com e sem ICMS ST correto?

Me ajudem por favor.

Atenciosamente

Beatriz Viana

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César