PARTICIPE

O Maior Evento Online Contábil do País - Inscrições gratuitas

19 a 23 de junho de 2017

www.conbcon.com.br
x

Contábeis o portal da profissão contábil

25
May 2017
15:05
você está em:

Conteúdo » Artigos

A nova dimensão do planejamento tributário

Todo começo de ano é a mesma coisa: chega a hora de definir o melhor sistema de tributação para os próximos 12 meses. Uma decisão desde sempre estratégica, mas que assume novos contornos frente ao quadro atual do setor.

postado 02/02/2017 15:40:32 - 3.146 acessos

Todo começo de ano é a mesma coisa: chega a hora de definir o melhor sistema de tributação para os próximos 12 meses. Uma decisão desde sempre estratégica, mas que assume novos contornos frente ao quadro atual do setor.

Afinal, vivemos hoje um cenário de disruptura digital, marcado pelo Big Data, pelas plataformas colaborativas, tecnologias mobile first e realidade virtual, dentre outras ferramentas de ponta.

No campo tributário, a força desses novos tempos passou a ser percebida em maior escala a partir de 2005, com o advento do Sistema Público de Escrituração Digital, o SPED.

A informação que antes podia levar mais de um ano para chegar ao fisco agora é conhecida por ele antes mesmo que uma mercadoria alcance o seu destino. Preço, volume, custo, fornecedor, cliente, peso, transportadora, impostos,  enfim, tudo bem detalhado e em tempo real.

Diante de tanta transparência e agilidade, o profissional da contabilidade deve contemplar quatro pilares fundamentais ao falar com um contribuinte sobre planejamento tributário: características do produto, dos fornecedores, dos clientes e das operações fiscais.

Analisados todos esses pontos, bem como a expectativa de resultados para o negócio, resta escolher entre os regimes simplificados – Simples Nacional ou Lucro Presumido – e o regime normal, representado pelas diversas modalidades do Lucro Real.

Seja qual for a escolha é fundamental manter a contabilidade e cumprir rigorosamente as normas brasileiras da área, independentemente de porte, atividade e natureza jurídica.

Agir dessa forma é o único instrumento de gestão capaz de proteger o patrimônio da empresa e de seus sócios, além de ajudar os gestores e executivos a tomarem sempre as melhores decisões.

(*) Marcia Ruiz Alcazar é contadora, vice-presidente de Administração e Finanças do CRCSP e diretora comercial da Seteco Consultoria Contábil e Gestão Empresarial

Artigo enviado por
Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

TOP ENVIO DE Artigos

Consulta de NFes direto da Sefaz Com download automático de XMLs de NFes e NFSes, DANFes e mais

20% de desconto nos primeiros 6 meses! Descontos especiais para escritórios contábeis.

conheça mais

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.05 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César