Contábeis o portal da profissão contábil

27
Jun 2017
09:10
você está em:

Conteúdo » Artigos

De que lado você está?

Se você se encontra entre os 50% dos contribuintes obrigados que já transmitiram a declaração e está tranquilo(a), o momento é de se preocupar com a guarda da documentação e do(s) arquivo(s) transmitidos.

postado 24/04/2017 15:36:13 - 1.070 acessos

A Receita Federal divulgou recentemente que aproximadamente 50% dos contribuintes obrigados realizaram a entrega da Declaração de Imposto de Renda deste ano. Outros 50%, ainda não fizeram a transmissão faltando menos de 5 dias para o término do prazo, no dia 28 de abril

De que lado você está?

Se você está entre os 50% que já transmitiram a declaração e está tranquilo(a), já é hora de pensar na guarda da documentação e do(s) arquivo(s) transmitidos.

Como já deve ser de seu conhecimento, o Fisco exige que seja feita a guarda da documentação utilizada para dar suporte a elaboração da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (DIRPF) pelo prazo de ao menos 5 (cinco) anos subsequentes ao da Declaração ao qual a documentação se refere. Tal prazo não foi escolhido em vão: trata-se do mesmo prazo que o Fisco possui para contrapor as declarações transmitidas e cobrar esclarecimentos por parte dos contribuintes, bem como efetuar a liberação de lotes residuais da malha fina. Você pode utilizar, por exemplo, qualquer tipo de pasta que lhe dê a possibilidade de guardar toda documentação separada por ano-calendário, o que facilita a organização e possíveis consultas futuras.

Está com dúvidas sobre quais documentos você deve guardar? Veja alguns exemplos abaixo:

  • Informes de rendimentos;
  • Informes bancários;
  • Notas fiscais e recibos (despesas médicas, com educação, pagamento de pensão alimentícia, etc.)
  • Comprovantes de pagamento do carnê-leão;
  • Comprovantes de pagamento do(s) DARF(s);
  • Pagamentos de salários e encargos de empregado(s) doméstico(s);
  • Demais documentos utilizados na elaboração da declaração.

Também é recomendável manter um backup confiável e seguro dos arquivos transmitidos, bem como de seus respectivos recibos de entregas.

É importante ter muita atenção no momento de descartar os documentos “vencidos”. Fique atento(a) para não dispensar documentos e comprovantes que ainda podem ser solicitados pela RFB!

Artigo enviado por
Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

TOP ENVIO DE Artigos

WebContábeis Conteúdo contábil atualizado e de qualidade em seu site.

Desconto de 10% na mensalidade dos planos básicos de conteúdo.

conheça mais

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.05 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César