Contábeis o portal da profissão contábil

18
Feb 2018
05:39

Economia

Salário mínimo, Vilão ou Mocinho ?

Breve ponto de vista argumentado sobre o erro de aumento do Salário mínimo em pleno momento de crise financeira.

24/01/2018 11:32

1.979 acessos

História

Salário mínimo é o menor valor que um trabalhador pode receber de quem o contratou, estipulado por lei, é alterado anualmente com base no custo de vida da população, ou seja, no quanto a pessoa gasta para a sua sobrevivência. Criado no século XIX na Austrália e na Nova Zelândia, no Brasil o salário mínimo surgiu no século XX na década de 30, com a promulgação da Lei de nº185 em janeiro de 1936 e decreto de lei em abril de 1938. Nesta época existiam 14 salários mínimos diferentes, sendo que na capital do país, o Rio de Janeiro, o salário mínimo correspondia a quase três vezes o valor do salário mínino no Nordeste. A primeira tabela do salário mínimo tinha um prazo de vigência de três anos, mas em 1943 foi dado o primeiro reajuste seguido de  outro em dezembro do mesmo ano, e os aumentos eram calculados para recompor o poder de compra do salário mínimo. A unificação total do salário mínimo aconteceu em 1984. Embora o valor mínimo seja estabelecido por lei, vários trabalhadores não recebem nem à um terço do valor do salário mínimo, isso se deve a exploração feita por alguns empregadores.

Minha Visão

Economicamente falando vivemos e um círculo econômico, onde os empregados trabalham em troca de um valor monetário para custearem as suas necessidades e assim por diante até o valor entrar na empresa que os emprega e os pagarem novamente, isso ocorre mensalmente.

O empresário que tem um mínimo de planejamento,  poderia montar seu plano financeiro da seguinte forma (apresentação bem sucinta):

Empresa: Indústria fabricante de refrigerante:

Mês 01/19x1 = Venda total de 100.000 garrafas de refrigerante a R$ 2,00

(+)  Venda total = R$ 200.000,00 = 100%

(-) Custos totais = R$ 90.000,00 = 45%

                • Custos outros = R$ 54.000,00

                • Custos Mão de Obra Total = R$ 36.000,00

(-) Despesas totais = R$ 30.000,00 = 15%

(-) Impostos totais no produto = R$ 50.000,00 = 25%

(=) Lucro líquido = R$ 10.000,00 5%

 

Venda Unitária

(+)  Venda total = R$ 2,00 = 100%

(-) Custos totais = R$ 0,90 = 45%

                • Custos outros = R$ 0,54

                • Custos Mão de Obra Total = R$ 0,36

(-) Despesas totais = R$ 0,50 = 25%

(-) Impostos totais no produto = R$ 0,50 = 25%

(=) Lucro líquido = R$ 0,10 = 5%

 

Até aqui está tudo normal, más aí vem aquele aumento do salário mínimo, não só ele, temos os acordos coletivos onde aumenta-se não apenas o salário base, más o vale transporte, o vale refeição, pois todos os níveis da economia, primário, secundário e terciário, devem ajustar suas REMUNERAÇÕES conforme nova convenção coletiva e lei do salário mínimo.

Vamos avançar no tempo e colocar 14 anos de aumento que dá 1.262,86% ({[(954,00-70)/70]x100}) de aumento do Salário mínimo desde a invenção do Real menos a inflação acumulada de 438% desde a invenção do real, resultando em  824,86%.

Como o empresário projetaria seu lucro, claro que o custo será passado ao consumidor, pois a porcentagem de retirada é fixa.

No produto unitário poderia ser assim:

 (-) Custos totais = R$ 3,51 = 45%

                • Custos outros = R$ 0,54

                • Custos Mão de Obra Total = R$ 2,97 = (R$ 0,36 x 824,86%)

(-) Despesas totais = R$ 1,69 = 25%

(-) Custos e Despesas do produto = R$ 5,20 = 70%

(-) Impostos totais no produto = R$ 1,85 = 25%

= Custo e Despesas totais com imposto previsto sobre o produto = R$ 7,05

(=) Lucro líquido pretendido = R$ 0,10 (mantendo o lucro em 10 centavos por garrafa)

Preço sugerido da garrafa de refrigerante = R$ 7,15.

Viram ? Aumentou-se o preço do refrigerante em R$ 5,25, em contra partida diminuiu o valor da Moeda Real, agora usem esse raciocínio para todos os alimentos, para todas  as indústrias, comércios e serviços. Esta é a Inflação gerada pelo Governo, ao meu ver, o valor das coisas deveriam diminuir por causa da lei de Oferta e Demanda (Capitalismo) não o salário mínimo que deveria aumentar (Socialismo).

 Claro que se eu estiver errado por favor me ajudem.

 

 

Escrito por

Lucas Moraes

Gerente de Contabilidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.05 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César