Momento Contábeis

Prazo para a entrega do SPED/ECF | Fiscalização do eSocial | Resultado do primeiro exame do CFC 2018

Contábeis o portal da profissão contábil

23
Jul 2018
08:21

Empresarial

Empreendedorismo Feminino no Mercado Contábil.

Ouvi recentemente que isso não existe, que empreendedorismo é empreendedorismo e pronto. Então vamos olhar isso de perto Por que é necessário falar de empreendedorismo feminino sim?

27/06/2018 09:07

4.027 acessos

empreendedorismo feminino empreendedorismo feminino no mercado contábil

Porque é sabido de todos que historicamente falando na sociedade é aceito o homem o papel de provedor e o da mulher de cuidadora ou coisa parecida, sendo assim os homens entraram no mercado de trabalho e empreenderam primeiro. 

No mercado de trabalho as mulheres se desenvolveram principalmente após a segunda guerra mundial, quando por falta de homens, esses estavam em guerra, se viram obrigadas a sair de casa para gerar receita para prover a família. Ao fim da guerra os homens que retornarão não conseguiriam convencer as mulheres a deixar de trabalhar, até mesmo no cenário não faria mais sentido a mulher ficas somente em casa. Dai por diante abriu se um caminho sem volta.

Já o Empreendedorismo sempre foi um caminho fácil para a mulher, já que entre os motivos para empreender consta estar perto dos filhos, trabalhar de casa ou ser arrimo de família. 

Que diferentes do homem que se motiva geralmente somente pelo sustento da família e de si mesmo ou autorrealização.

No mercado contábil, um universo onde já somos maioria, o empreendedorismo feminino tem um papel fundamental nessa ciência social. Onde 69% das vagas do mercado de trabalho e 50% cadeiras das faculdades e universidades de onde sai as graduadas são ocupadas pelas mulheres a repercussão não poderia ser diferente ao empreender. Lembrando que nem sempre foi assim, contabilidade era uma seara, como tantas outras, masculina.  No ano de 2017 tivemos 8 representantes femininas na direção do Órgão de classe regulador da profissão - CRC pelo Brasil afora. Já a muito tempo a mulher teve destaque na profissão, porém há pouco tempo que ela vem conseguindo se destacar nas lideranças, onde o espaço foi sendo conquistado e aberto aos poucos, com ações que apesar de boa vontade, eram tímidas e repletas de clichês. Até pela falta de prática de reconhecer a mulher como uma profissional com capacidades igualitárias, muitas dessas ações, escorregavam ao mencionar-nos como “frágeis” e “sensíveis”, que no fundo significavam que nos importávamos com bobagens e choramos facilmente.

Mas visivelmente isso vem mudando, a projeção que diversas profissionais vêm ganhando, além de reforçar a autoestima das que se movem em direção a liderança, deixa um rastro de confiança para quem assiste a esses movimentos. Isso desemboca nesse cenário tão gratificante e marcado pela presença de competentes e brilhantes profissionais do sexo feminino.

Muitas mulheres e homens temem o assunto feminismo, por não querer parecer radical ou mesmo não se identificar com manifestações já marcadas e negativadas em sociedade nesse quesito, mas é importante frisar que sem essas ações  feministas do passado muitas de nós talvez não tivesse sequer a chance de cursar uma faculdade ou se desenvolver profissionalmente e que a busca do equilíbrio esta em reconhecer as conquistas  e a oportunidade de  fazer valer cada uma delas. Sendo assim cada mulher que estuda, busca seus sonhos e se dedica ao que quer como profissão, honra um ato feminista e mantém o caminho aberto as próximas gerações.

Então a ideia de igualdade é muita legal, mas não totalmente possível ainda, isso porque esse espaço ainda está sendo conquistado e não simplesmente sendo continuado. Poderemos falar em igualdade sim, poderemos falar  em ser desnecessário espaços e comunicações especificas para a mulher quando o mundo não mais tiver essas discrepâncias, tais como salários desiguais, menções das coxas e bumbum da mulher como  ferramenta de propaganda e marketing, como porta vozes em partes iguais nas lideranças do mercado, quantidade de palestrantes dos dois sexos, piadas que sugerem que mulher dirige mal, e não mais se falar em “ajuda” dos homens em casa e sim divisão equivalente das tarefas. Enquanto esse mundo ainda estiver nas idealizações, temos que lembrar isso a cada ser que por conta dos condicionamentos repete uma dessas cenas sem nem pensar se faz sentido ou não, simplesmente porque está marcado em sua mente que o mundo funciona assim mesmo.

Como esse cenário de plena igualdade ainda não se instalou, e comum ver a mulher tentando provar a todos que é capaz, é competente, da conta do seu próprio negócio, sem perder a mão nas tarefas que “pertencem” a ela, tais como maternidade, serviços domésticos entre outros clichês, isso gera uma cobrança muito maior da parte dela mesmo e do mercado em geral, onde as falhas de uma empreendedora são muito mais valorizadas do que se fosse um homem. Um homem que falha em seu empreendimento teve má sorte ou um mal momento, enquanto uma mulher provavelmente teria a sua visão de negócios questionada por ser mulher.

Vale a pena mencionar que as mulheres nesse caminho de empoderamento e entendimento de que talvez não tivessem as condições adequadas para crescimento e desenvolvimento numa empresa, buscaram seus próprios caminhos, empreendendo. E claro cada vez que as mulheres empreendem ou tem sucesso vai se criando um espaço onde cada vez mais fortalecidas elas inspiram e se inspiram umas nas outras num círculo vicioso.

Outra curiosidade que não passa desapercebida, é a tal da sororidade, palavra difícil, pouco usada que demonstra uma prática comum e bem conhecida entre as mulheres, que á a de auto apoio e ajuda mútua em momentos de dificuldade. Toda mulher que já passou por um momento difícil e teve que reconstruir uma vida, certamente em 99% dos casos contou com a ajuda de outra mulher, o que leva por água abaixo um grande mito que mulher concorre entre si, não se ajuda e são muito críticas entre si. Somos capazes de listar milhares de casos de mulheres empoderando ou apoiando uma as outras.  Nós do Clube de Contadoras tivemos a oportunidade de participar de um projeto muito bem embasado chamado 10.000 Mulheres, onde mulheres de países emergentes eram empoderadas com conhecimento e apoio ao empreendedorismo, porque as pesquisas encomendadas pelo Goldman Sachs mostravam que mulheres que enriquecem a si mesma, enriquecem a sua comunidade e a sua volta. Esse projeto demonstra isso a sororidade, a capacidade de irmandade, fraternidade e apoio. Quando você ouvir ou pensar que mulher não se ajuda, lembre se disse e olhe melhor para ver se isso faz sentido, porque o mercado contábil está repleto de mulheres poderosas, generosas e com muito conhecimento técnico e interpessoal.

Por Lúcia Regiane Rodrigues do Clube de Contadoras

Escrito por

Lucia Regiane Rodrigues

Consultora de Finanças para Pequenas e Micro Empresas, Contabilista com especialização em Gestão de Negócios e Empreendedorismo pela Fundação Getulio Vargas / FGV Programa 10.000 Mulheres da FGV, do banco de investimentos Goldman Sacks sócia CMO na Consultee Contabilidade, empresa certificada no PQEC Gestão (Programa de Qualidade de Empresas Contábeis - SESCON /AESCON 2017) e Sócia Administradora na Minha Contadora com vasta experiência e formação em psicologia, gestão de negócios e gestão de pessoas. (11) 98090-9332 (11) 3223-0134 FACEBOOK: facebook.com/clubedecontadoras INSTAGRAM: clubedecontadoras TWITTER: clubedecontadoras BLOG: clubedecontadoras.com.br Google +: Clubedecontadoras YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCVS4YfV1DRjcaQdbH_4i_DA

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César