Contábeis o portal da profissão contábil

28
Jul 2014
05:18
você está em:

FÓRUM CONTÁBEIS » Contabilidade

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


ESTOQUE FINAL

46respostas
50.750acessos
  

mostrando página 1 de 2
1 2

POSTS RELACIONADOS

Marcos Santelli

Usuário Freqüente

profissãoContador(a)
mensagens65
pontos442
membro desde29/04/2008
cidadeNavirai - MS
Postada:Sexta-Feira, 1 de agosto de 2008 às 15:38:51
estou com duvidas para contabilizar o estoque de uma empresa lucro real, é o seguinte.

um exemplo

estoque inicial: 1.500,00
compras: 700,00
estoque final: 900,00 ( inventario)

cmv: 1.300,00

pis a recuperar: 11,55
cofins a recuperar: 53,20
icms a recuperar: 49,00

estou contabilizando assim:

D: ESTOQUE
C: FORNECEDORES: 700,00

D: ICMS A RECUPERAR
C: ESTOQUE: 49,00

D: PIS A RECUPERAR
C: ESTOQUE: 11,55

D: COFINS A RECUPERAR
C: ESTOQUE: 53,20

D: CMV
C: ESTOUE: 1.300,00

Gostaria de saber se esta correto esses lançamentos, no caso o estoque final ficou com um saldo de 786,25.
André Controller

Usuário 5 Estrelas

profissãoController
mensagens190
pontos1.108
membro desde09/01/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Sexta-Feira, 1 de agosto de 2008 às 16:37:09
Boa tarde.

Como você apurou o seu CMV? Como chegou ao valor de R$ 1300,00?

AMS
Marcos Santelli

Usuário Freqüente

profissãoContador(a)
mensagens65
pontos442
membro desde29/04/2008
cidadeNavirai - MS
Postada:Sexta-Feira, 1 de agosto de 2008 às 16:54:59
(Regra 14) Mensagem digitada em CAIXA ALTA (CAPS LOCK) ou totalmente formatada (negrito, itálico, etc). por Rogério César em 26/06/2012 14:52:51
andré ei + c -ef= cmv

ou seja 1500,00 + 700,00 - 900,00 = 1.300,00
Ricardo C. Gimenez

Moderador

profissãoAssessor(a) Contabilidade
mensagens3.376
pontos35.183
membro desde27/02/2008
cidadeLins - SP
Postada:Sexta-Feira, 1 de agosto de 2008 às 17:21:40
Marcos Santelli


Considerando que os impostos a recuperar que estão embutidos no valor das notas de entradas das mercadorias, são destacados do valor da compra nos lançamentos contábeis de entradas, o saldo contábil sempre será o valor puro das mercadorias.

Portanto, o saldo final do estoque para ser utilizado na fórmula de cálculo do CMV para estoques de empresas que não tenham controle permanente só será válido se pegarmos a listagem do inventário fornecido pela empresa (que será bruto) e nesta listagem, produto por produto extrairmos os valores dos impostos a recuperar que contabilmente já foram destacados e utilizados (sabe-se que dentre estes produtos alguns são isentos, outros são por substituição tributária, etc.).

Desta maneira, seriam incabíveis os lançamentos supervenientes que você propôs:
D: ICMS A RECUPERAR
C: ESTOQUE: 49,00

D: PIS A RECUPERAR
C: ESTOQUE: 11,55

D: COFINS A RECUPERAR
C: ESTOQUE: 53,20


Fazendo estes lançamentos, os impostos que já foram deslocados para a recuperação estariam sendo destacados pela segunda vez, distorcendo o valor final do CMV e também criando um valor fictício de impostos a recuperar.

Esta é minha opinião.

e-mail de moderador: rcgimenez.moderador@gmail.com
skype : rc.gimenez - twitter: rcgimenez
http://www.blogdoprofessorricardo.blogspot.com.br
http://www.contabilidadesemsegredos.com.br
André Controller

Usuário 5 Estrelas

profissãoController
mensagens190
pontos1.108
membro desde09/01/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Sexta-Feira, 1 de agosto de 2008 às 17:23:09
Desculpe Marcos, não me expessei bem...

Seu estoque final deverá ser de R$ 786,25, OK?
Neste caso você deverá alterar o seu CMV.

Você já apresentou um número fechado para o CMV, o que me fez pensar em um "Custo apurado" e não em um "Custo calculado por fómula".

AMS
Marcos Santelli

Usuário Freqüente

profissãoContador(a)
mensagens65
pontos442
membro desde29/04/2008
cidadeNavirai - MS
Postada:Sexta-Feira, 1 de agosto de 2008 às 17:29:03
André neste caso, os lançamentos são esses mesmo então, so terei que rever meus conceitos em relação ao CMV.
Luiz José

Moderador

profissãoContador(a)
mensagens4.367
pontos52.423
membro desde10/10/2006
cidadeNiteroi - RJ
Postada:Sexta-Feira, 1 de agosto de 2008 às 22:50:09
Boa noite amigos.


Ricardo, sem entrar no mérito da questão, apenas utilizando os dados informados temos o segunte:

Pela contabilização da compra:

D -ESTOQUE 586,25
D -ICMS A RECUPERAR 49.00
D - PIS A RECUPERAR 11,55
D - COFINS A RECUPERAR 53,20
C - FORNECEDORES 700,00

Apuração do CMV

Estoque inicial 1.500,00
(+) Compras 586,25
(- )Estoque final 900,00
=CMV 1.186,25

Lembrando que o estoque final é o apurado pelo invetário correto? então é 900,00 mesmo.

Dessa forma o valor do CMV seria 1.186,25 ou vocês querem que volte para o banco da escola? :)

AVISO AOS NAVEGANTES: É dever do usuário estar sempre alerta às Regras.
André Controller

Usuário 5 Estrelas

profissãoController
mensagens190
pontos1.108
membro desde09/01/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Segunda-Feira, 4 de agosto de 2008 às 10:40:33
Bom dia.

Luiz, você esta completamente certo!!!

AMS
profissãoTécnico Contabilidade
mensagens15
pontos115
membro desde11/08/2008
cidadeCuritiba - PR
Postada:Sexta-Feira, 15 de agosto de 2008 às 08:52:10
Ola
E o lançamento na contabilidade com se realiza.

Digamos que minha empresa tem um saldo anterior no estoque de 36.500,00 eu comprei 25.000,00 saldo atual 61500,00.

D-
C-?
Claudio Rufino

Moderador

profissãoContador(a)
mensagens3.159
pontos26.979
membro desde02/06/2005
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sexta-Feira, 15 de agosto de 2008 às 09:40:39
Edson Ubiratan de Oliveira, bom dia.

A sistemática para apuração do estoque final, está além do simples Ef = Ei + compras - vendas, isoto por que há todo um enredo envolvido e para darmos inicio nesse estudo, eis aqui um exemplo bem prático que certamente irá ajuda-lo a entender de forma clara e objetiva, vale lembrar que os valores aqui apresentados são meramente hipotéticos e nos servirão de parâmetros.

CUSTO DAS MERCADORIAS VENDIDAS - CMV
A apuração do custo das mercadorias vendidas está diretamente relacionada aos estoques da empresa, pois representa a baixa efetuada nas contas dos estoques por vendas realizadas no período.
O custo das mercadorias vendidas pode ser apurado através da equação:

CMV = EI + C - EF
Onde:
CMV = Custo das Mercadorias Vendidas
EI = Estoque Inicial
C = Compras
EF = Estoque Final (inventário final)

RESULTADO COM MERCADORIAS - RCM
O resultado com mercadorias surge do confronto entre as vendas efetuadas e o custo das mercadorias vendidas.
Se o valor das vendas for maior do que o CMV, pode-se dizer que houve um lucro bruto.
Se o valor das vendas for menor do que o CMV, pode-se dizer que houve um prejuízo com mercadorias.
O resultado com mercadorias pode ser apurado através da equação:

RCM = V - CMV
Onde:
RCM = Resultado Com Mercadorias
V = Vendas
CMV = Custo das Mercadorias Vendidas

Consideraremos os seguintes dados para calcular o resultado com mercadorias no período de 01.01.01 a 31.03.01.
Estoque em 01.01.01 R$ 1.600,00
Compras para revenda R$ 1.300,00
Vendas de mercadorias R$ 3.840,00
Compras devolvidas R$ 300,00
PIS/Cofins R$ 930,00
Fretes R$ 250,00
Vendas canceladas R$ 100,00
Estoque inventariado (31.03.01) R$ 1.270,00
ICMS sobre compras e vendas - alíquota de 17%.
Assim temos:
Compras totais R$ 1.300,00
(-) ICMS sobre compras R$ 170,00
(-) Compras devolvidas R$ 300,00
(+) Fretes R$ 250,00
(=) Compras Líquidas R$ 1.080,00
Nota: ICMS sobre compras: 17% de R$ 1.300,00 = R$ 221,00
ICMS compras devolvidas: 17% de R$ 300,00 = R$ 51,00
Valor líquido da conta ICMS sobre compras R$ 170,00

Vendas totais R$ 3.840,00
(-) ICMS sobre vendas R$ 635,80
(-) Vendas canceladas R$ 100,00
(-) PIS/Cofins R$ 930,00
(=) Vendas Líquidas R$ 2.174,20
Nota: ICMS sobre vendas: 17% de R$ 3.840,00 = R$ 652,80
(-) ICMS sobre devoluções: 17% de R$ 100,00 = R$ 17,00
(=) Valor líquido da conta de ICMS sobre vendas R$ 635,80

Substituindo nas fórmulas teremos:

CMV = EI + C - EF
CMV = 1.600,00 + 1.080,00 - 1.270,00
CMV = 1.410,00
RCM = V - CMV
RCM = 2.174,20 - 1.410,00
RCM = 764,20

Com base nos dados acima, os registros contábeis poderão ser efetuados do seguinte modo:

a) Pelo valor do estoque inicial em 01.01.01:
D - CUSTO DE MERCADORIAS VENDIDAS (Conta de Resultado)
C - ESTOQUE DE MERCADORIAS (Ativo Circulante) R$ 1.600,00

b) Pelo valor das compras efetuadas no período:
D - CUSTO DE MERCADORIAS VENDIDAS (Conta de Resultado)
C - COMPRAS (Conta de Resultado) R$ 1.080,00

c) Pelo valor do estoque final inventariado em 31.03.01:
D - ESTOQUE DE MERCADORIAS (Ativo Circulante)
C - CUSTO DE MERCADORIAS VENDIDAS (Conta de Resultado) R$ 1.270,00

d) Pela transferência do custo para o resultado com mercadorias:
D - RESULTADO COM MERCADORIAS (Conta de Resultado)
C - CUSTO DE MERCADORIAS VENDIDAS (Conta de Resultado) R$ 1.410,00

e) Pela transferência das vendas para o resultado com mercadorias:
D - VENDAS (Conta de Resultado)
C - RESULTADO COM MERCADORIAS (Conta de Resultado) R$ 2.174,20

f) Pela transferência do Resultado com mercadorias para apuração do resultado do exercício:
D - RESULTADO COM MERCADORIAS (Conta de Resultado)
C - RESULTADO DO EXERCÍCIO (Conta de Resultado) R$ 764,20

Bons estudos!!!

Não as franquias de serviços contábeis
Professor de Contabilidade
http://www.contabilidadesemsegredos.com.br
http://professorclaudiorufino.blogspot.com/
twitter @claudio_rufino
skype : c_rufino
@FCSContabeis
http://www.facebook.com/fcscontabeis
profissãoTécnico Contabilidade
mensagens15
pontos115
membro desde11/08/2008
cidadeCuritiba - PR
Postada:Segunda-Feira, 25 de agosto de 2008 às 13:25:41
o tecnico contabil antes responsável pela empresa fez o seguinte lançamento :
No custo de aquisição de mercadorias:
D-Mercadorias para Revenda
C- Fornecedor
já com ás deduções, eu tenho certeza que nesse caso os lançamentos estão aumetando ás minhas despesas sem um controle está correto.
Claudio Rufino

Moderador

profissãoContador(a)
mensagens3.159
pontos26.979
membro desde02/06/2005
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Segunda-Feira, 25 de agosto de 2008 às 13:35:21
Caro amigo Edson Ubiratan de Oliveira.

O que necessariamente o amigo quer dizer com essa afirmativa? ou é uma dúvida? geltileza ser mais conciso, posto que sua pergunta e/ou afirmativa está muito confusa, motivo pelo qual talvez não obterás uma resposta satisfatória.

Sds.

Não as franquias de serviços contábeis
Professor de Contabilidade
http://www.contabilidadesemsegredos.com.br
http://professorclaudiorufino.blogspot.com/
twitter @claudio_rufino
skype : c_rufino
@FCSContabeis
http://www.facebook.com/fcscontabeis
profissãoTécnico Contabilidade
mensagens15
pontos115
membro desde11/08/2008
cidadeCuritiba - PR
Postada:Segunda-Feira, 25 de agosto de 2008 às 15:53:54
Ola me desculpe se me expresei mau.

estou com duvida no seguinte lançamento :

D - Mercadorias para revenda ( Resultado)
C - Fornecedor

o lançamento esta sendo lançado direto no custo de mercadorias este lançamento é correto pois no final do periodo é realizado o C.M.V ?
profissãoContador(a)
mensagens2
pontos11
membro desde07/01/2010
cidadeJuiz de Fora - MG
Postada:Quinta-Feira, 7 de janeiro de 2010 às 15:28:09
Mensagem Editada por Luís Cláudio Noé Côrtes em 07/01/2010 15:36:59
Boa tarde

Estou com uma dúvida e gostaria de ajuda

Considerem os seguintes dados:

1) Empresa comercial inscrita no simples
2) Estoque Inicial: 378.036,62
3) Compras: 925.492,21
4) Vendas: 702.251,51

Como calcular o Estoque Final e o CMV?
Quais seriam o(s) lançamento(s)?
profissãoCoordenador(a) Contabilidde
mensagens3
pontos23
membro desde07/01/2010
cidadeAracaju - SE
Postada:Quinta-Feira, 7 de janeiro de 2010 às 15:34:10
oi ,alguem pode me ajudar ?
preciso saber como contabilizar a compra e a venda de um veiculo por consignação
digamos que o veiculo seja no valor de 35.000,00,sei que uso as contas de compensaçao mais contabilizo o lançamento em si ?
grato pela atenção

thomas
Claudio Rufino

Moderador

profissãoContador(a)
mensagens3.159
pontos26.979
membro desde02/06/2005
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 7 de janeiro de 2010 às 15:36:41
Ef = Ei + compras - vendas

CMV = EI + C - EF

Ps...

Se você olha a postagem de acima verá que sua duvida já foi respondida.

Sds.

Não as franquias de serviços contábeis
Professor de Contabilidade
http://www.contabilidadesemsegredos.com.br
http://professorclaudiorufino.blogspot.com/
twitter @claudio_rufino
skype : c_rufino
@FCSContabeis
http://www.facebook.com/fcscontabeis
profissãoContador(a)
mensagens2
pontos11
membro desde07/01/2010
cidadeJuiz de Fora - MG
Postada:Quinta-Feira, 7 de janeiro de 2010 às 15:42:58
Eu vi o que foi escrito, mas no caso acima existe icms e no meu não. Fiquei na dúvida porque se for usar a fórmula direto meu CMV será no valor das minhas vendas. Está correto?

Sds
Claudio Rufino

Moderador

profissãoContador(a)
mensagens3.159
pontos26.979
membro desde02/06/2005
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 7 de janeiro de 2010 às 15:46:50
Thomas Cleiton de Santana Silva.

A partir desse link você saberá como contabilizar esse fato.

Sds.

Não as franquias de serviços contábeis
Professor de Contabilidade
http://www.contabilidadesemsegredos.com.br
http://professorclaudiorufino.blogspot.com/
twitter @claudio_rufino
skype : c_rufino
@FCSContabeis
http://www.facebook.com/fcscontabeis
profissãoCoordenador(a) Contabilidde
mensagens3
pontos23
membro desde07/01/2010
cidadeAracaju - SE
Postada:Quinta-Feira, 7 de janeiro de 2010 às 15:47:09
caro colega claudio o sr,teria uma resposta para minha pergunta ? a respeito do lancamento de compra e venda por consignação !!!
Claudio Rufino

Moderador

profissãoContador(a)
mensagens3.159
pontos26.979
membro desde02/06/2005
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 7 de janeiro de 2010 às 16:06:52
Mensagem Editada por Claudio Rufino em 07/01/2010 16:13:55
Thomas Cleiton de Santana Silva.

Veja no link que lhe indiquei a postagem de Esther.

Lá tem o que voce precisa, basta apenas substituir algumas contas.

Sds.

Não as franquias de serviços contábeis
Professor de Contabilidade
http://www.contabilidadesemsegredos.com.br
http://professorclaudiorufino.blogspot.com/
twitter @claudio_rufino
skype : c_rufino
@FCSContabeis
http://www.facebook.com/fcscontabeis
profissãoCoordenador(a) Contabilidde
mensagens3
pontos23
membro desde07/01/2010
cidadeAracaju - SE
Postada:Quinta-Feira, 7 de janeiro de 2010 às 16:09:58
obrigado vou analisar o material..
Paula Ataides Teles

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens3
pontos30
membro desde26/01/2010
cidadePicarra - PA
Postada:Quinta-Feira, 22 de abril de 2010 às 12:08:01
Bom dia pessoal estou com uma duvida.

Estou realizado o calculo do inventario de uma empresa cuja a atividade dela começou no ano passado.

estoque inicial - 0,00
comprou - 6.049,85
vendeu - 10.057,60

estoque final na contagem deu 7.992,30

eu nao estou encontrado a margem de lucro ???

por favor alguem poderia me ajudar
Saulo Heusi

Usuário VIP

profissão
mensagens18.500
pontos157.366
membro desde24/07/2006
cidade
Postada:Domingo, 25 de abril de 2010 às 10:23:07
Mensagem Editada por Saulo Heusi em 25/04/2010 10:24:07
Bom dia Paula,

A margem do lucro na operação demonstrada acima, é invejavelmente assustadora.

Esta empresa (que não tinha estoques) comprou 6.049,85 vendeu 10.057,60 e ainda tem nos seus estoques 7.992,30 que é muito mais do que comprou.

É claro que deve ter havido algum engano na demonstração dos valores. Torne a demonstrá-los para que possamos responder a seu questionamento.

...

Paula Ataides Teles

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens3
pontos30
membro desde26/01/2010
cidadePicarra - PA
Postada:Segunda-Feira, 26 de abril de 2010 às 15:28:29
Na contagem fisica do final do periodo os valores referente a compra foi esse mesmo EF-7.992,30 tanto que o CMV deu negativo em R$( 1.942,45), eu fiz uma pesquisa e o q pode entender q qdo CMV da negativo a empresa está sonegando omissao de receita. Por favor qual orientacao voce me daria pra resolver esse problema dessa empresa.

Obrigada


Paula
Saulo Heusi

Usuário VIP

profissão
mensagens18.500
pontos157.366
membro desde24/07/2006
cidade
Postada:Domingo, 2 de maio de 2010 às 14:30:58
Boa tarde Paula,

Pelos valores demonstrados por você não dá para afirmar que a empresa está omitindo receitas, pois está ocorrendo o contrário.

De modo simplista se pode dizer que a empresa está comprando menos do que vende, pois o total das compras é inferior ao das vendas. Isto evidencia dois fatos: Ou a empresa está deixando de enviar à contabilidade toda a documentação necessária, ou está comprando sem Notas Fiscais.

Você deve reunir-se com os interessados e solicitar (se for o caso) que lhe enviem toda a documentação para elaboração da contabilidade. Caso se comprove que está havendo aquisição de mercadorias sem a cobertura de Notas Fiscais, é imperativo que sejam notificados do risco fiscal que incorrrem.

A diferença constatada por você será facilmente detectada pelo fisco.

...
Eduardo Dress

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens10
pontos90
membro desde07/04/2010
cidadePorto Alegre - RS
Postada:Domingo, 5 de setembro de 2010 às 23:28:00
Vou tentar retomar o Assunto proposto pelo Marcos Santelli e comentado pelo Ricardo evitando a abertura de um novo POST.
Gostaria de comentar que não achei nesse fórum e em nenhum outro lugar da internet resposta para minha pergunta.
Minha pergunta é
Quanto nos contadores solicitamos o inventario PERIODICO a uma empresa devemos solicitar o valor do produto sem o valor dos impostos que da direito a credito?
Pegamos uma empresa no lucro real.
- A mesma compra 100 un. de um produto por R$ 80, vende 40 logo:
inventario
60 un produto xxx R$ 80,
Porem não devia informar R$ 80 - (2,4 PIS) - (6,08 COFINS) - (9,6 ICMS) = 61,92

A questão acima é muito pertinente e tem tudo haver com a pergunta do Marcos. Os lançamentos do Marcos estão corretos, mas como visto pelo Luiz José o calculo no CMV estava incorreto
POREM, a colocação do Ricardo é muito valida e é justamente o que eu questiono. Mesmo usando o calculo CMV corrigido pelo Luiz, o CMV de 1.186,25 esta menor, quanto deveria ser maior, visto que se os 900 reais do EF retirados os impostos ficaria menor vamos supor que em torno de R$ 800,00 logo o CMV ficaria em 1086,25.

Então como devemos solicitar o inventario para uma empresa
1. valor unitário - como normalmente é feito
ou
2. valor unitário menos impostos que dão direito a credito
Caso alternativa 1 então com certeza deveremos pegar o inventario, olhar produto por produto e avaliar o credito que cada um gerou.

Nonemar Vicentin de Oliveira

Usuário Freqüente

profissãoAssistente Contabilidade
mensagens65
pontos651
membro desde17/09/2010
cidadeNova Odessa - SP
Postada:Sexta-Feira, 17 de setembro de 2010 às 16:14:26
Boa tarde! Gostaria de aproveitar este tópico para enviar uma duvida, se alguem puder me ajudar agradecerei imensamente.

Tenho o seguinte caso: um cliente iniciou a empresa em 2009 e adquiriu mercadorias para revenda, porem ele compra e vende por encomenda, ou seja nao mantem estoque. Acontece que ele é real trimestral e no final de 2009 ele comprou a mercadoria mas a nota fiscal de venda foi emitida com data de janeiro/10, assim precisei calcular o valor do estoque final.

Eu utilizei uma formula que usava no escritorio onde trabalhei que é a seguinte: compras - impostos (icms/ipi) - vendas liquidas - margem lucro.

Gostaria de saber se esta correto o uso da venda liquida (valor venda - icms-ipi), pois aqui onde trabalho hoje eles calculam o estoque final da empresa com base nos valores brutos tanto de venda quanto de compra.

Gostaria de deixar bem claro que eu "nao possuo o valor do estoque final" é justamente esse o valor que preciso encontrar. Digo isso pois ja enviei essa pergunta para uma empresa de consultoria e eles me responderam que tenho que usar a foruma Estoque Inicial+Compras-Vendas -Estoque Final.
Obrigada e desculpe pelo tamanho da mensagem.

Nonemar Vicentin de Oliveira
Assist. Contabil
Americana/SP
Francisco Avelino Jorge

Usuário 2 Estrelas de Prata

profissãoContador(a)
mensagens663
pontos4.415
membro desde10/05/2010
cidadeGovernador Valadares - MG
Postada:Terça-Feira, 23 de novembro de 2010 às 14:11:47
boa tarde Eduardo,

O seu questionamento é valido. O estoque é composto pelo valor em nota fiscal diminuido do icms, pis e cofins e acrescido das despesas e impostos não recuperáveis (ex. IPI e ICMS ST) .

Por isso as empresas devem dispor de sistema informatizado que deem condições de ao lançar os produtos, fazê-lo pelo valor líquido, conforme acima. Nos sistemas de gestão melhores isso é facilmente feito pela parametrização nos CFOPs, CSTs de PIS e Cofins, CSTs de ICMS, CSTs de IPI e pelo NCM. Com isso quando se lança um produto com o CFOP 5102, CST de pis xxx, cst de cofins xxx e IPI XXX, esses calculos são automaticamente feitos e o estoque fica pelo valor líquido como deve ser.

Nota: A maioria das empresas não dispoem realemente de sistemas que fazem isso.

Espero ter respondido.
Neusa Vil

Usuário Ativo

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens111
pontos1.460
membro desde01/11/2007
cidadeRibeirao Preto - SP
Postada:Quarta-Feira, 2 de março de 2011 às 16:03:27
Boa tarde

gostaria que os amigos me desce uma orientacao, como faço para achar o estoque de uma empresa.

comprou X
Vendeu Y

qual a formula para achar o estoque final dessa empresa


obrigado pela atencao dos colegas


luiz carlos
Cláudia Vânia Lima

Usuário Novo

profissãoEstagiário(a)
mensagens4
pontos50
membro desde04/08/2009
cidadeFortaleza - CE
Postada:Domingo, 27 de março de 2011 às 12:18:47
Bom dia Cláudio Rufino,

Estou com uma dúvida e gostaria de saber se posso contar com sua ajuda, estive lendo todo este tópico e entendi quase tudo, porém me resta a seguinte dúvida: estou parametrizando um sistema integrando fiscal x contábil, porém gostaria de obter um plano de contas que aborde toda as contas de resultado com mercadorias, visto que o inventário não é permanente, gostaria de saber as naturezas das contas para que o próprio sistema calcule o CMV e o estoque final eu possa levar para o balanço, você poderá me fornecer?

Agradeço antecipadamente,

mostrando página 1 de 2
1 2

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

Facebook

Receba Novidades


POSTS RELACIONADOS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

Quem participa

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 1.13 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César